Negócio digital: não tenho dinheiro para investir, o que fazer?

Negócio digital: não tenho dinheiro para investir, o que fazer?

A essa altura, vamos considerar que você leu tudo sobre produtos digitais e decidiu que, sim, essa é uma forma inteligente de começar um negócio próprio, com a qual você consiga viver daquilo que realmente...

A essa altura, vamos considerar que você leu tudo sobre produtos digitais e decidiu que, sim, essa é uma forma inteligente de começar um negócio próprio, com a qual você consiga viver daquilo que realmente ama fazer.

Ou, ainda, você descobriu que participar de um programa de afiliados é uma ótima estratégia para trabalhar por conta própria, administrar seu tempo, com a flexibilidade que tanto preza para ter qualidade de vida.

Entendemos que a vontade de ter um negócio próprio pode ser muito intensa, principalmente por ter tantos benefícios que você almeja, mas também pode parecer distante de sua realidade, pois você não tem dinheiro para investir.

Se esse é o seu caso, este post é para você. Pensando nisso, listamos algumas atitudes que você pode tomar para seguir seu objetivo, mesmo com algumas dificuldades pelo caminho. Continue lendo e veja as possíveis soluções para você que não tem dinheiro para investir em seu negócio digital!

Não torne a falta de dinheiro para investir, um motivo para desistir

Em outras palavras, pare de dar desculpas. Nos perdoe a sinceridade, logo na primeira dica. Às vezes nos enganamos e acreditamos que não ter dinheiro para investir em seu negócio, o torna impossível de acontecer. Antes de começar sua jornada, é importante ativar sua mentalidade empreendedora, pois essa pode não ser a única dificuldade em seu caminho. Para te ajudar, fizemos um post dedicado à esse assunto: 11 fatos fundamentais que você precisa saber antes de se tornar um empreendedor digital

Trabalhe com algum assunto que você já conheça

Trabalhar em uma área que você já domina e pela qual é apaixonado(a), lhe poupará tempo e dinheiro. Isso porque você não precisará aprender do zero, recorrer à um especialista e terá muito mais prazer em lidar com aquele assunto.

Para os Produtores, será muito mais fácil criar um curso digital por conta própria, com um conteúdo rico e pertinente. No caso dos Afiliados, será mais simples divulgar cursos de terceiros sobre assuntos que gosta ou que está envolvido.

Se você ainda não descobriu quais são suas habilidades, nosso post “7 maneiras de ganhar dinheiro com seus talentos” irá te indicar o caminho.

Faça marketing boca a boca

Uma vez que você decidiu tocar o seu negócio, conte para as pessoas que você conhece! Dessa forma, você espalhará a notícia que, eventualmente, poderá chegar aos ouvidos de pessoas chave para seu negócio.

No caso de produtos digitais, você poderá atrair até mesmo pessoas interessados pelo seu material. E a cada venda que fizer, peça um depoimento para seus clientes sobre como o produto os ajudou em suas vidas. Exponha as declarações em seu site e redes sociais para gerar credibilidade e empatia para outros prospectos!

Recorra ao seus contatos

Aproveite sua rede de amigos e conhecidos para pedir uma ajudinha! Se você ainda não começou a produzir seu material por falta de recursos, faça uma lista do que irá precisar e como pode conseguir cada item.

Lembre-se daquele seu amigo fera em design ou aquele outro que pode lhe ajudar na gravação e edição dos vídeos. Quanto mais próximas essas pessoas forem de você, maior a chance de elas te ajudarem. Uma outra dica interessante é que as pessoas talentosas, mas menos experientes tendem a aceitar mais esse tipo de trabalho, pois será uma ótima maneira de aprimorar as habilidades delas, o que pode ser uma troca interessante para os dois lados.

Não tenha medo ou vergonha de fazer o pedido e caso a resposta seja negativa, não se desanime. Pelo contrário, pergunte ao seu amigo se ele tem alguém para indicar. Em último caso e se possível, tente negociar algum preço que seja acessível para você.

Faça parcerias

Outra alternativa pode ser convidar alguém para ser seu sócio ou o que chamamos de coprodutor.

Coprodução é quando duas ou mais pessoas se juntam para elaborar um produto. Pensando nisso, você pode convidar especialistas para o auxiliarem na produção do seu material. De acordo com a divisão de tarefas, vocês poderão combinar previamente qual será a comissão de cada um.

Existem também outros dois profissionais no mercado de produtos digitais que podem lhe ajudar: o editor de produtos digitais e o gerente de produtos digitais.

O editor tem muito conhecimento na elaboração e revisão de um produto. Apesar de não ser especialista em nichos específicos, ele sabe exatamente como criar um material com as características necessárias que um curso online deve ter.

Há também o gerente de produtos digitais, que é um expert em divulgação e tudo que tiver relação com o marketing de seu curso.

Como encontrar esses profissionais?

Participe de grupos e fóruns de discussão e estabeleça contato com outros produtores mais experientes. Certamente você poderá obter informações muito úteis para sua trajetória como produtor digital.

Crie um blog

Um blog é uma maneira eficaz e econômica de educar o mercado ao mesmo tempo que você conduz seus visitantes em um funil de conversão, a fim de gerar vendas.

Através dele você pode falar sobre o universo que seu produto permeia, sanar as dúvidas comuns, identificar um possível problema que seu público tenha em relação a sua temática e, por fim, apresentar seu produto como solução.

Quanto mais rico e bem trabalhado for o conteúdo do seu blog, mais chance você terá de atrair visitas orgânicas. Para isso, procure aprender técnicas de SEO e Marketing de Conteúdo para aplicar em seu negócio.

Aposte nas redes sociais

As redes sociais são uma ótima aposta para quem deseja angariar fãs. Além de serem simples de administrar, você poderá interagir mais ativamente com seus seguidores e entender como se comportam.

Quanto mais engajamento gerar, mais fácil será de indicar um produto digital que tenha relação com seu público.

Alguns pontos de atenção devem ser considerados na hora de escolher suas redes sociais:

  • Identifique quais canais a sua persona, de fato, utiliza.
  • Defina qual a melhor maneira de conversar com seu público: você vai utilizar seu nome como pessoa física ou irá utilizar uma marca?
  • Tenha foco: prefira utilizar poucos canais, postando conteúdo com qualidade e de forma consistente, ao invés de ter vários perfis fracos.
  • Atente-se às particularidades de cada rede: estude cada uma e adeque seu conteúdo àquele canal específico.

O trabalho nas redes sociais deve ser realizado com persistência, pois ele acontece gradualmente. Preocupe-se sempre em melhorar cada vez mais seu conteúdo, sempre pensando em gerar empatia com seu público.

Cadastre-se em um programa de Afiliados

Se você é um produtor e não sabe como começar sua divulgação, um programa de afiliados é a estratégia ideal para que outros especialistas possam fazer o marketing do seu produto.

Os afiliados são como uma ponte entre seu produto e o consumidor final, e em troca por esse trabalho, eles receberão uma comissão pré-estabelecida por você a cada venda concluída que realizarem. Nada mais justo, certo?

Ao se cadastrar em um programa, a própria plataforma será responsável por fazer o pagamento das comissões para seus afiliados. Além disso, na Hotmart você pode escolher se deixará sua afiliação aberta (qualquer pessoa pode se tornar seu afiliado) ou fechada (você deve autorizar a afiliação solicitada).

Para saber tudo sobre afiliados, clique aqui e leia nosso post sobre o assunto.

Se você quiser se tornar um afiliado, leia nosso post sobre tipos de afiliado para identificar qual o melhor caminho para se seguir. Nesse aspecto, a nossa dica sobre blogs e redes sociais irá lhe ajudar bastante!

Poupe o máximo que puder

Evite fazer despesas desnecessárias neste momento. Lembre-se que se administrar seu negócio corretamente, ele poderá gerar muitos frutos para você no futuro. Toda trajetória empreendedora requer alguns sacrifícios e você não estará isento deles.

Talvez agora não seja o momento ideal para comprar um carro ou a casa de seus sonhos. Aprenda também a reduzir os pequenos gastos. Pense sempre duas vezes se é realmente necessário gastar aquele dinheiro.

Com o dinheiro que poupar, estude opções de investimentos de baixo ou médio risco para aplicar, assim você poderá utilizar o rendimento em seu negócio. O Guia Bolso é uma ótima fonte de informações sobre finanças pessoais.

Venda seus serviços

Mesmo contatando seus amigos, você percebeu que ainda assim, deverá investir certa quantidade em seu empreendimento, seja na criação ou na divulgação. Nesse caso, é hora de pensar em uma maneira de conseguir um fundo para aplicar em seu negócio. A primeira e mais rápida opção, é vendendo seus serviços. O que você sabe fazer que poderia lhe dar retorno financeiro? Artesanato, doces, dar aulas, manutenção em computadores, qualquer coisa é válida.

Mais um vez, se você não tem dinheiro para investir, você terá que se dedicar para alcançar seu objetivo de longo prazo.

Depois que conseguir o montante necessário para dar um start em seu negócio, pense muito bem em cada aspecto que necessitará de investimento. Antes de contratar um serviço, pesquise muito e busque referências sobre o profissional escolhido. Com pouco dinheiro, é preciso fazer as escolhas corretas para não se frustrar.

Faça cursos gratuitos

Se você está começando no mercado digital, tem um caminho longo pela frente e, provavelmente, há muito o que aprender!

Ser um empreendedor irá requerer muita dedicação e estudo constante, uma vez que o mercado digital se atualiza progressivamente. Por isso, comece a estudar sobre todo o universo que você deseja atuar. Quanto mais você souber, mais terá discernimento para lidar com seu negócio de forma profissional.

Você consegue encontrar excelentes cursos disponíveis gratuitamente na internet, como o Hotmart Academy, nosso curso completo sobre empreendedorismo digital. Nele você vai aprender sobre o universo de produtos digitais com os melhores especialistas sobre o assunto. Para se cadastrar gratuitamente, basta clicar aqui.

Depois de ler todos os tópicos, é hora de colocar em ação todos os seus planos, que até agora, só estavam na cabeça. Se gostou deste post ou tem alguma dúvida, comente logo ali abaixo. Deixo com você, o caso de Charles Laveso, que nunca desistiu de sua paixão: desenhar. Espero que te inspire em sua trajetória!