Como aprender espanhol sozinho? 7 dicas para estudar online

Aprender espanhol pode trazer diversos benefícios para sua carreira e abrir portas para consumir novas culturas. Confira nossas dicas!

blogAprenda_aprender-espanhol-sozinho

O espanhol é o sexto idioma mais falado no mundo, o que justifica bastante quem tem interesse em aprender e dominar o idioma. Afinal, ter um segundo idioma ajuda em muitas coisas, como conquistar um trabalho melhor.

Além disso, se você fã de séries e filmes, com certeza acompanha produções em espanhol, como La Casa de Papel, Elite e As Telefonistas (se não acompanha, já anota as dicas!)

Além disso, a literatura espanhola e latinoamericana é riquíssima, com obras de autores reconhecidos como Gabriel García Márquez, Isabel Allande e Arturo Pérez-Reverte.

Seja para acompanhar séries sem legenda ou acompanhar a tendência do mercado de trabalho, que cada vez mais busca profissionais fluentes em espanhol, separamos dicas para começar a estudar e aprender sozinho.

Sim, é possível dominar um idioma estudando por conta própria! Quer entender como? Confira o post.

Afinal, quanto tempo leva para ser fluente em espanhol?

Para que você consiga falar e escrever em espanhol de maneira fluente, o aprendizado mínimo costuma ser de dois anos contínuo. Mas, dependendo da sua dedicação, é possível ser fluente em muito menos tempo.

Entretanto, se o seu objetivo é conquistar uma fluência adequada no idioma, buscando realizar provas de certificação e proficiência, será necessário o estudo de pelo menos quatro a cinco anos.

Neste caso, é fundamental entender que o tempo e a constância são os maiores aliados de quem deseja aprender a língua e a cultura de outros países.

Como avaliar o nível do seu espanhol atual?

Uma maneira de avaliar o seu nível de intelecto na língua em questão é realizando um exame de proficiência internacional, que tenha reconhecimento internacional. 

O mais conhecido entre o mercado espanhol é o Diploma Espanhol como Língua Estrangeira.

Lá, é possível fazer o teste de acordo com seu conhecimento atual, indo de iniciante (A1) até fluentes (C2).

Esse certificado pode ser requisitado de qualquer lugar do mundo, com avaliação e correção por espanhóis que geralmente estão vinculados à Universidade de Salamanca, uma das instituições universitárias mais antigas da Europa.

Além disso, uma pessoa costuma ser considerada fluente no espanhol (nível C2) quando possui aproximadamente 4.000 palavras do idioma em seu vocabulário, além de conseguir desenvolver uma boa escrita e conversa.

Parece difícil, mas com as dicas abaixo, você verá que não é!

Como começar a aprender espanhol?

Para começar a aprender espanhol da melhor forma possível, desenvolvemos um guia prático para que a sua experiência seja a melhor possível. 

Confira a partir de agora, algumas dicas de como estudar a língua latina de maneira simples e descomplicada.

1. Consuma séries e filmes em espanhol

Se você deseja aprender espanhol de uma forma simples e didática, começar a consumir conteúdos nesta língua específica pode facilitar bastante o contato com o idioma.

Com diversas opções nas plataformas digitais, você pode buscar filmes, seriados e músicas com bastante facilidade.

Atualmente, são diversos os títulos à disposição de quem deseja aprender espanhol utilizando os recursos audiovisuais.

Filmes e seriados

Entre os filmes e seriados para você começar a aprender espanhol, podemos recomendar títulos, além dos já citados anteriormente, além de séries como Velvet, seu spin off Velvet Colección Vis a Vis, para quem gosta de futebol, Club de Cuervos e para quem quer conhecer mais sobre a culinária latina, Street Food América Latina.

Já para usuários de streamings como a Amazon Prime, o seriado Pequeñas Coincidencias pode ser uma boa opção.

Para os fãs de história, também há a opção da série Isabel, sobre a Rainha Isabel de Castela, conhecida como A Católica. A série mostra como a rainha chegou ao trono da Espanha através da união de duas dinastias: Aragão e Castela, criando a base institucional da Espanha moderna.

Com essas dicas, você aprenderá não só espanhol, mas os sotaques e expressões locais. Também é importante assistir com as legendas em espanhol e caso não entenda uma expressão, pause e procure o significado e a tradução.

Música

No cenário da música, você certamente já se deparou com sonoridades conhecidas do público atual como Shakira, Selena Quintanilla, Gloria Estefan, Alejandro Sanz, Luis Fonsi, Jennifer Lopez e muitos outros.

Mas a música latina cresceu de forma assustadora nos últimos anos, com diversos cantores e cantoras mais novas aparecendo até mesmo na lista do Spotify de artistas mais escutados no mundo em 2020.

Alguns dos nomes que aparecem são Bad Bunny (que, inclusive, está em primeiro lugar na lista do Spotify) e J Balvin. Outros artistas que são destaque: Rosalía, Maluma, Ozuna e Nicky Jam.

Aproveite a oportunidade para explorar as listas de músicas mais ouvidas nesses países e descubra novas sonoridades aprendendo o espanhol de maneira fluída.

2. Leia bastante

Outra forma de aprender espanhol de maneira contínua é ler conteúdos na língua nativa. 

Seja um conteúdo digital ou uma literatura clássica, treinar seus olhos para a ortografia do idioma é fundamental para uma melhor compreensão.

Entre alguns dos principais autores para que você possa explorar um pouco seus conhecimentos, podemos listar Manoel Garcia Marques, reconhecido pelas obras literárias de realismo fantástico como “Cem Anos de Solidão”. 

Outra sugestão de leitura é buscar obras de Isabel Allende, responsável por escrever o best seller “A Casa dos Espíritos”.

Por último, você pode buscar livros do autor Carlos Ruiz Zafón, uma das maiores referências da literatura espanhola dos últimos anos. Entre suas principais obras estão “A Sombra do Vento” e “O Jogo do Anjo”.

3. Treine a conversação

Uma das melhores maneiras de assimilar um idioma está relacionada a conversação e fluência de comunicação.

Desta maneira, treinar a conversação enquanto você estuda, certamente fará a diferença durante os seus estudos.

Busque pessoas que estejam dispostas a aprender espanhol e que possam conversar com você de maneira fluída para que você perca a vergonha de se comunicar em outra língua e passe a ter maior facilidade de expressão.

Afinal, por mais que você consuma uma boa leitura, músicas e seriados, nada substitui a experiência da conversação e do diálogo do dia a dia.

4. Escute podcasts em espanhol

Os podcasts também são excelentes plataformas para quem busca novos aprendizados, e com o espanhol não poderia ser diferente. 

Ao mesmo tempo em que você pode escolher interessante para se informar ou até mesmo aprender, consumir esse conteúdo na língua latina pode ser interessante em diferentes aspectos.

O primeiro é conhecer uma abordagem diferente para um assunto que você talvez domine, mas que pode ser aplicado de outra forma para outra nação. 

Além disso, você estará absorvendo um vocabulário rico e apropriado para aprender espanhol em sua verdadeira essência.

Algumas dicas de podcasts em espanhol são Se Regalan Dudas, Caso 63 e Entiende Tu Mente.

5. Treine todos os dias

Como qualquer coisa que nos dispomos a aprender ao longo da vida, a prática é o que nos leva à perfeição.

Por isso, se você quer aprender espanhol da melhor forma possível, ajuste a sua agenda com um espaço em que o treino da língua esteja presente diariamente. 

Seja através do consumo de músicas, leitura ou conversação, o importante é que você incorpore o hábito dos estudos no seu cotidiano para que a fluência na língua seja conquistada o quanto antes.

6. Cuidado com os falsos cognatos

Pelo espanhol ser uma língua bastante similar ao português, é normal que as pessoas utilizem o termo “portunhol” para justificar alguns erros de expressão.

Entretanto, é muito importante que você tome cuidado com os falsos cognatos para não ser mal interpretado quando estiver se comunicando com uma pessoa nativa da língua em questão.

Os falsos cognatos nada mais são do que aquelas palavras semelhantes às da língua portuguesa, mas que não necessariamente acompanham a tradução literal.

Como exemplo, separamos algumas delas para que você tenha uma visualização mais simplificada sobre o assunto, como:

  • Ahora (espanhol) – Agora (português);
  • Hablar – Falar;
  • Entender – Entender;
  • Quién – Quem;
  • Almohada – Travesseiro;
  • Perro – Cachorro;
  • Talla – Roupa;
  • Fecha – Data;
  • Largo – Comprido.

7. Crie e siga um cronograma de estudos

Uma das melhores formas de aprender espanhol ou qualquer outro idioma, está em organizar sua agenda e separar um momento do dia específico para isso.

Principalmente quando nos dispomos a estudar de maneira autodidata, é normal que algumas outras tarefas ou rotinas se tornem mais importantes do que o aprendizado proposto.

Porém, como já falamos anteriormente, se você não praticar a leitura, sonoridade e conversação de maneira constante, seus esforços não terão valido de nada. 

Sendo assim, escolha um momento do dia em que estiver mais tranquilo e reserve pelo menos uma hora contínua para o desenvolvimento do idioma.

Vale a pena aprender espanhol sozinho?

Para quem tem uma rotina conturbada ou que busca novos métodos de estudo, aprender espanhol sozinho pode ser uma excelente alternativa.

Afinal, como pudemos acompanhar ao longo desse conteúdo, existem inúmeras maneiras diferentes de ter contato com esta língua se você realizar pequenas modificações em seu cotidiano.

Além disso, com a facilidade dos cursos online, aprender espanhol pode se tornar um processo prazeroso e descomplicado no longo prazo.

Quer acelerar ainda o processo de aprendizado? Conte com a ajuda dos cursos online disponíveis na Hotmart!

Autor
Luiza Alexandre

Luiza Alexandre

Redatora apaixonada em aprender algo novo todos os dias.