Quer aprender sobre finanças? Veja o caminho para começar!

Se você está em busca de investir o seu dinheiro e aprender sobre finanças, esse blog post pode ser o impulso que tanto precisa!

Uma mulher sorrindo e começando a aprender sobre finanças

De acordo com a pesquisa do Ibope Inteligência, encomendada pelo C6 Bank, apenas 21% da população brasileira das classes A, B e C tiveram acesso à educação financeira durante a infância. Precisamos encarar a realidade: a maioria dos brasileiros chega à vida adulta sem fazer a menor ideia de como aprender sobre finanças ou investir

Esse tabu, em relação ao dinheiro, contribui para que muitas pessoas fiquem endividadas, com o nome sujo e impedidas de realizar seus sonhos.

A situação fica ainda mais preocupante quando se trata de momentos econômicos complicados, como o causado pela pandemia da COVID-19, que estamos vivendo agora.

Felizmente, é sempre tempo de aprender sobre finanças e nós separamos ótimas dicas para quem quer dar os primeiros passos. Confira!

Aproveite os cursos gratuitos

Existem diversos cursos online e gratuitos com temas relacionados a como aprender sobre finanças. Eles podem ser ótimas oportunidade de ouvir e tirar dúvidas com especialistas no assunto, sem precisar sair de casa ou gastar dinheiro.

Você poderá encontrar cursos com as mais diversas abordagens e focos: alguns falam mais sobre como sair das dívidas, como fazer renda extra, se capacitar para tentar aumentar o salário, como investir dinheiro para aumentar a renda mensal, etc. Aí, você escolhe aquele que mais se encaixa na sua realidade hoje!

Acesse blogs de finanças 

Bateu aquela dúvida sobre um conceito financeiro? Quer entender melhor como as notícias da economia vão afetar o seu bolso? Existem blogs de finanças para os mais diversos perfis, com ótimos conteúdos para quem quer sair do vermelho e limpar o nome, mas também para quem quer começar a investir.

E não pense que eles estão cheios de conteúdos longos, chatos e complicados de ler. No Pago Quando Puder, por exemplo, oferecemos conteúdos para quem está com dívidas e precisa de ajuda para voltar a ter controle sobre a vida financeira. Tudo isso com muita informação, praticidade e uma leve pitada de humor (afinal, rir ainda é de graça, não é verdade? 😂)

Acompanhe especialistas de finanças nas redes sociais

Quem diz que não tem nada útil nas redes sociais, com certeza não está seguindo as pessoas e empresas certas. Quando o assunto é finanças, existem vários influencers que conseguem aproveitar as mídias sociais para ensinar de um jeito lúdico e, ao mesmo tempo, interessante.

Vale a dica: faça um filtro das contas que você segue. Escolha a dedo quem recebe sua atenção e quem pode realmente contribuir com o seu aprendizado!

Leia livros sobre o assunto

Se você gosta de ler e quer aprender a ter uma vida financeira mais saudável, saiba que existem vários ótimos livros de finanças que podem te ajudar. Confira alguns dos mais conhecidos:

Além de estarem nas redes sociais e terem canais no YouTube, muitos influenciadores também são escritores. Confira alguns títulos:

Organize seus estudos

Como vimos, existem conteúdos voltados para endividados e pessoas que precisam aprender a economizar porque recebem pouco, mas também existem opções para quem recebe um alto salário e quer multiplicar o patrimônio.

Para não se perder em meio a tantos conteúdos, é interessante que você foque os seus estudos no seu objetivo financeiro atual e selecione quais materiais, especialistas ou cursos podem te ajudar mais. 

Além disso, escolha os formatos que mais se encaixam ao seu estilo de vida e gosto pessoal. Se a sua rotina está muito agitada, talvez ouvir podcasts ou ver vídeos no YouTube sejam maneiras interessantes de aprender.

Mas se você tem o hábito de ficar horas no Twitter, Instagram ou Facebook, que tal seguir alguns perfis de finanças para ir se familiarizando com o tema de um jeito mais leve?

Outra dica que pode ajudar é a segmentação de assuntos. Se você quer organizar o orçamento doméstico e fugir das dívidas, por exemplo, pode se interessar por:

  • dicas de economia;
  • formas de registrar os gastos e receitas;
  • reserva de emergência;
  • como negociar dívidas.

Anote os tópicos que pretende pesquisar na semana para garantir que vai conseguir avançar.

Não fique só na teoria

Apenas estudar finanças não vai ter nenhum efeito na sua vida financeira, concorda? Além disso, nada melhor do que aprender com os erros do passado e aplicar o que você está aprendendo no seu dia a dia. 

Nós sabemos que nem sempre é possível seguir à risca as dicas de especialistas e às vezes pode bater um desespero: será que todo mundo consegue, menos eu? O problema é que vivemos em um país muito desigual e conhecimento (apesar de ser sempre útil) não consegue resolver todo o problema.

Infelizmente, um pai ou mãe de família que recebe um salário mínimo dificilmente vai conseguir poupar 30% do salário para fazer uma reserva de emergência. 

Mas isso não significa que pessoas de baixa renda não precisam entender sobre finanças —muito pelo contrário. 

O fato é que é necessário ser realista e adaptar os ensinamentos para a sua realidade.

Participar de grupos temáticos é uma boa forma de trazer a educação financeira para a rotina de um jeito mais realista e empático. Por que não criar um grupo com alguns amigos ou familiares? 

Nele, vocês podem compartilhar experiências, sufocos, conteúdos e dicas para ajudar uns aos outros a aprender sobre finanças.

Por falar nisso, que tal fazer parte da comunidade do Pago Quando Puder? Faça a sua inscrição no Clube do Corre para receber GRATUITAMENTE vários conteúdos incríveis sobre finanças pessoais, diretamente no seu e-mail.

📝 Esse post foi escrito em parceria com o blog Pago Quando Puder.

Autor
Autor Convidado

Autor Convidado