Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

5 cuidados para não criar um produto digital que não vende

5 cuidados para não criar um produto digital que não vende

Se tornar um empreendedor digital não é difícil. Se você domina um assunto, tem força de vontade, dedicação e determinação, é possível transformar o seu conhecimento em produtos altamente rentáveis.

Contudo, a atenção a alguns detalhes pode ser um fator decisivo para as vendas dos seus produtos digitais. Por isso, selecionamos 5 cuidados para que você não crie um produto que não venda e nem obtenha sucesso em sua nova empreitada. Confira!

Nicho de atuação

A definição do nicho de atuação é determinante para o sucesso do seu produto. As pesquisas de mercado contam muito na hora de definir um nicho, por isso, é muito importante estudar profundamente se existe e qual é a demanda pelo tema que você pretende abordar.

Faça uma pesquisa detalhada sobre o volume de buscas pelas palavras-chave do conteúdo que você pretende elaborar. Use o Google Keyword Tools para isto. Em seguida, faça uma pesquisa nos buscadores mais utilizados destas palavras-chave. A intenção aqui é averiguar a quantidade de materiais similares ao que você deseja criar. A análise é simples: quanto maior o volume de buscas por uma determinada palavra e menor a quantidade de resultados encontrados, melhor.

Em seguida, faça uma imersão nos materiais encontrados e analise quais são os mais relevantes. Adquira os produtos digitais concorrentes que se apresentarem mais interessantes e com maior volume de vendas. Nesta análise, o seu objetivo é verificar se já não há no mercado materiais similares ao que você pretende produzir, no que diz respeito a conteúdo e, até mesmo, encontrar um diferencial competitivo para o seu produto. Dessa forma, você conseguirá encontrar um nicho de trabalho e definir qual audiência quer conquistar!

Página de vendas

A sua página de vendas é o canal em que o possível comprador tem um contato mais direto com o seu produto. Por isso, ela merece atenção e cuidados.

Ter uma página com boa usabilidade e aparência profissional ajuda consideravelmente. Além disso, certifique-se de que o conteúdo não contém erros de Português e disponibilize informações detalhadas sobre o produto. Para instigar a venda e fortalecer uma relação de confiança do cliente com a sua marca, separamos algumas dicas de informações que podem ser exibidas em sua página:

– Quantidade de exemplares vendidos;

– Depoimento de compradores;

– Conteúdo extra relacionado ao seu material. Podem ser posts em seu blog com dicas, tutorias, entrevistas, webinar, fórum, videoaulas, dentre outros. O importante é que o conteúdo seja um agregador de valor para o seu produto;

– Canal de atendimento ao cliente, que pode ser um “fale conosco” através de e-mail ou chat, por exemplo;

– Amostra do seu produto digital. Considere disponibilizar um capítulo do seu e-book, videoaula ou podcast. O importante é que a amostra seja interessante para instigar o comprador a adquirir o seu produto.

Qualidade do conteúdo

A qualidade do conteúdo do seu produto digital é fundamental para fomentar as indicações. Um cliente satisfeito pode trazer novos consumidores, através de indicações e, também, do chamado buzz, que é aquele “barulhinho” que ocorre na Internet e pode vir como forma de um “curtir”, compartilhar ou “retuíte”, por exemplo. Por isso, muito cuidado com o seu material!

Evite conteúdos que sejam “mais do mesmo”. Tenha um diferencial competitivo. Ofereça um diferencial em relação ao produto ofertado pela concorrência.

Preço x valor agregado

Em um mercado competitivo o preço de um produto é sempre um fator importante. Por se tratar de um produto digital, em que a produção tem um custo consideravelmente inferior, tenha cuidado com o preço estipulado para a venda.

É necessário pesquisar o preço praticado pela concorrência em produtos similares. Uma dica para poder elevá-lo um pouco mais é atribuir valor agregado. Além do e-book que você irá vender, por exemplo, disponibilize ao comprador uma breve consultoria, participação em debates virtuais exclusivos, etc. Não se esqueça de informar claramente os benefícios extras que este comprador terá ao adquirir o seuproduto digital.

Investimentos em divulgação

Sem divulgação, os seus possíveis compradores não saberão da existência do seu produto digital. A ideia é divulgá-lo o máximo possível, mas com alguns cuidados para não desperdiçar esforços e dinheiro.

Trabalhe com audiência segmentada. Pesquise onde encontrá-la e como atingi-la. Tenha um planejamento estratégico para a divulgação, levando em conta os seus objetivos, e considere Programas de Afiliados, que além de fazer com que o seu produto digital seja conhecido por mais pessoas, não exige que você retire dinheiro do seu bolso como investimento, mas apenas um percentual sobre as vendas.

Acompanhe constantemente a concorrência, o seu nicho e o que os consumidores procuram. As análises vão ajudá-lo a definir em que investir ou onde cortar despesas, otimizando a promoção do seu produto.

Agora que você já conhece os cuidados essenciais para criar um produto digital rentável, que tal começar a sua produção se tornar um empreendedor? Confira também o nosso Guia definitivo para a criação de produtos digitais e mãos à obra! Não se esqueça de compartilhar conosco suas dúvidas, dicas e experiências. Boas vendas!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.