Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Descubra o que é AdBlock, como ele funciona e 4 estratégias para se livrar do bloqueio de propagandas

Descubra o que é AdBlock, como ele funciona e 4 estratégias para se livrar do bloqueio de propagandas

Reunimos as melhores estratégias de marketing para você divulgar o seu negócio sem cair nas garras dos bloqueadores de anúncio

Talvez você não se lembre, mas navegar na internet há alguns anos significava ter a tela do computador invadida por milhares de pop-ups e propagandas intrusivas.

Quer conferir se recebeu alguma mensagem em sua caixa de entrada? BAM! Um pop-up anunciando um lançamento imperdível. Quer assistir o último episódio da sua série favorita? NÃO! Só depois de terminar de ver uma propaganda de uma marca de carros.

Por muito tempo, essa era a experiência de grande grande parte dos usuários. Navegar na internet significava ser exposto a propagandas intrusivas e, muitas vezes, indesejadas. E vamos combinar, ninguém gostava disso.

Mas essa situação mudou com o surgimento de uma ferramenta que bloqueia grande parte dos pop-ups e outros anúncios invasivos: o AdBlock. E é cada vez maior o número de usuários que o usam para se verem livres de ads.

O problema é que muitos negócios, principalmente os digitais, precisam de propagandas para atrair mais clientes. Porém, como essas propagandas vão trazer resultados se os usuários usam bloqueadores de ads?

Felizmente, nem tudo está perdido e existem formas de divulgar o seu negócio sem cair nas garras do AdBlock. Quer saber como? Então continue lendo este texto até o final.

O que é AdBlock e para que ele serve

Okay, mas o que é AdBlock e para que ele serve?

Bom, os bloqueadores de anúncios — dentre os quais o AdBlock é o mais famoso — são programas e plugins para navegadores de internet que bloqueiam diversos tipos de anúncios em sites, entre eles:

  • banners;
  • propagandas no Facebook;
  • pop-ups;
  • anúncios nos resultados de busca do Google;
  • vídeos pré-roll no YouTube,
  • entre outros.

Assim, a experiência de navegação do usuário não é interrompida por propagandas indesejadas.

Aposto que você não tem saudade dessa época

De fato, a promessa do fim de pop-ups e anúncios tem feito com que cada vez mais pessoas usem o AdBlock.

De acordo com uma pesquisa da PageFair, em 2016 já eram 615 milhões de dispositivos com bloqueadores de anúncio ativos. E desses, 62%, ou 380 milhões de dispositivos, eram smartphones.

Ainda segundo a pesquisa, um dos principais motivos que levam as pessoas a instalarem o AdBlock é justamente a vontade de navegar sem interrupções.

Porém, embora esse tipo de ferramenta seja benéfica para o usuário, pode ser bastante ruim para quem tem um negócio online. Principalmente Produtores e Afiliados que dependem de anúncios para divulgar produtos e serviços.

Qual o impacto do AdBlock para os negócios digitais?

Se você é um empreendedor digital, sabe melhor do que ninguém que os anúncios são muito importantes para atrair visitantes para os canais do seu negócio, divulgar um novo produto e aumentar as vendas.

O mesmo vale para Afiliados de produtos digitais, que muitas vezes dependem que banners com seus links sejam clicados e convertidos em vendas para gerar comissão.

Com um número cada vez maior de usuários bloqueando anúncios, o trabalho de divulgação e de vendas online fica bastante prejudicado. Afinal, o número de pessoas que irão de fato ver os anúncios acaba caindo.

Outro impacto negativo doAdBlock é nos custos das campanhas, já que que se paga pela impressão dos anúncios, mesmo que o usuário não tenha de fato visto a mensagem.

Isso significa que eu devo parar de fazer anúncios no Google e nas redes sociais?

Claro que não! Embora o AdBlock seja um grande obstáculo para quem precisa anunciar seu negócio, ainda assim ele não é utilizado por grande parte dos usuários, principalmente nos smartphones.

Ou seja, você pode continuar investindo em anúncios, mas essa não deve ser sua única fonte de visitantes e cliques. A chave é diversificar e colocar em prática estratégias de marketing que ajudem a divulgar seu negócio e gerar vendas de maneira menos intrusiva ou até mesmo orgânica.

E é o que você confere logo abaixo!

4 estratégias de marketing digital para combater o AdBlock

Agora que você já sabe como o AdBlock impacta negativamente na divulgação do seu negócio, chegou a hora de conferir como se livrar do bloqueador de anúncios.

Como já explicamos, existem algumas estratégias que permitem atrair visitantes e convertê-los em clientes de maneira menos intrusiva, sem prejudicar a experiência de navegação dos usuários e, de quebra, oferecendo conteúdos relevantes.

Veja só:

1. E-mail marketing

Embora o avanço das redes sociais tenha dado a impressão de que o e-mail marketing morreu, isso não é verdade. Ele está mais vivo do que nunca e pode ser uma ótima maneira de você divulgar o seu negócio sem correr o risco de ter a sua mensagem bloqueada pelos bloqueadores de anúncios.

Mas o que é e-mail marketing? Trata-se do disparo de mensagens de e-mail para promover produtos e serviços para o seu público-alvo ou compartilhar conteúdos relevantes por meio de uma newsletter.

Existem muitas vantagens de usar o e-mail marketing para divulgar o seu negócio, entre elas:

  • praticamente todo mundo tem e-mail;
  • é uma ferramenta mais barata que outros tipos de mídia,
  • e permite medir o desempenho, como abertura de mensagens, taxa de cliques etc.

Além disso, o e-mail é um canal extremamente pessoal, permitindo que você desenvolva uma relação mais próxima com a sua audiência.

Você pode usar o e-mail marketing para promover lançamentos, manter a sua base de clientes informados sobre as novidades da marca, oferecer descontos e muito mais! E tudo isso sem se preocupar com o AdBlock ou outros bloqueadores de anúncios.

Mas atenção: para que a sua estratégia de e-mail marketing não seja caracterizada como SPAM, você precisa pedir autorização dos destinatários. Além disso, você deve permitir que o usuário saia de sua lista a qualquer momento, caso ache que o conteúdo não é mais relevante.

2. Marketing de influência

Outra opção para quem quer divulgar o seu negócio sem ser pego pelo AdBlock é o marketing de influência, estratégia cada vez mais popular nas redes sociais.

O marketing de influência consiste consiste em estabelecer parcerias com produtores de conteúdo independentes e com grande público. São os influenciadores digitais, que influenciam o comportamento de seus milhares de seguidores no Instagram, YouTube,Twitter ou Facebook.

O objetivo de trabalhar com influenciadores é fazer com que a sua marca fique conhecida por um número muito grande de pessoas com mais facilidade. Afinal, essas pessoas confiam no influenciador e nas suas indicações.

Ao contratar um influenciador, você poderá criar uma estratégia para que os seus produtos ou serviços sejam divulgados nos canais do influenciador. Pode ser uma promoção, uma collab, um review dos seus produtos ou qualquer outra ação que seja benéfica para ambas as partes.

Quer saber mais sobre o poder dos influenciadores digitais? Então baixe nosso material gratuito e confira dados sobre esse mercado.

3. Publicidade nativa

O AdBlock não é prejudicial apenas para empreendedores e negócios. Redes sociais, portais e plataformas online também sofrem com os bloqueadores de anúncio, já que grande parte da sua receita era proveniente das propagandas.

Uma solução encontrada foi desenvolver formatos de anúncio menos intrusivos e que não atrapalhem a navegação do usuário: é a publicidade nativa, ou native ads.

A publicidade nativa é um tipo de anúncio que se parece com um conteúdo tradicional daquela plataforma.

Nas redes sociais, por exemplo, a publicidade nativa tem o mesmo formato e estilo de um post normal. A diferença é que traz um aviso de que se trata de um conteúdo patrocinado.

Por isso, o usuário não vê os native ads como um conteúdo intrusivo e que interrompe a sua experiência de navegação. Você consegue se aproximar do público, aumentar o alcance da sua mensagem e ainda evita que o seu anúncio seja bloqueado pelo AdBlock.

4. Marketing de conteúdo

Nossa última sugestão para quem quer se ver livre dos bloqueadores é o marketing de conteúdo.

Como a visibilidade conquistada por meio de anúncios é prejudicada, a estratégia agora é atrair usuários — e clientes — com conteúdos relevantes e de qualidade.

E esse é justamente o objetivo do marketing de conteúdo. Essa estratégia consiste em criar e distribuir conteúdos que ajudem no processo de compra, mas sem promover a sua marca de maneira explícita.

A ideia é educar o público sobre o seu negócio e os seus produtos e fazer com que a sua marca seja respeitada. Afinal, a partir do momento em que você se transforma em referência de mercado, o público tem mais interesse em fechar negócio com você.

Essa distribuição de conteúdos relevantes pode ser feita de vários jeitos diferentes, como blog, redes sociais, vídeos online, e-mail marketing, e-books, podcasts,

Diga adeus ao AdBlock!

Os bloqueadores de anúncio não param de crescer. Afinal, o público está cansado de propagandas intrusivas e que atrapalhem a navegação.

Isso trouxe uma preocupação para empreendedores e profissionais de marketing: como divulgar um produto ou serviço sem fazer anúncios?

Como você viu neste texto, existem muitas estratégias que você pode usar para promover o seu negócio sem cair nas garras do AdBlock.

Então, se você é um Produtor ou Afiliado, comece agora mesmo a colocar em prática as nossas sugestões!

E se você quiser saber mais sobre o marketing de conteúdo e como ele pode ajudar o seu negócio a gerar mais tráfego orgânico, não deixe de ler nosso post completo sobre o tema.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.