Conhecendo o Facebook Ads: um guia para vender produtos usando o Facebook

Conhecendo o Facebook Ads: um guia para vender produtos usando o Facebook

O Facebook ainda é a rede social mais influente do mundo. Aprenda a usar as ferramentas de anúncios que ele oferece para alavancar as vendas do seu curso online

O Facebook é uma das ferramentas mais potentes para fazer vendas na internet. Se você trabalha com vendas de produtos, sejam eles físicos ou digitais, é hora de aprender como vender no Facebook para potencializar sua receita.

No post de hoje, nós te ensinaremos como fazer anúncios no Facebook, utilizando as ferramentas de divulgação disponibilizadas pela própria ferramenta!

Por que anunciar pelo Facebook? 

O Facebook ainda é a rede social com mais usuários ativos no mundo. São mais de 1,5 bilhões de usuários interagindo todo mês.  Ou 1,5 bilhões de consumidores em potencial, se você preferir.

É óbvio que você não chegará a todas essas pessoas por causa de limitações culturais, de idioma e até mesmo do algorítimo do Facebook, mas mesmo 0,0001% destes usuários pode trazer resultados significativos para o seu empreendimento.

O seu desafio é segmentar a audiência qualificada para seu produto, de forma a atrair apenas usuários que estão preparados para fazer a compra.

Para fazer isso você precisará de duas coisas: conhecer bem a sua persona e usar as ferramentas do Facebook Ads.

O que você precisa para anunciar seu produto?

Além do custo por clique relativamente baixo, o Facebook oferece diversas opções de segmentação que permitem veicular seu anúncio para uma audiência bem específica, aumentando as chances dos usuários se engajarem com sua oferta.

Para utilizar a ferramenta de anúncios do Facebook você precisará ter uma página  ativa na rede social.

Se você não tem uma página pode anunciar na barra lateral, seguindo este tutorial aquiMas o ideal é que você crie uma Fanpage para vender seu curso online. Assim, seus anúncios serão integrados à timeline dos usuários.

Tipos de anúncios   

O Facebook Ads permite selecionar cinco canais diferentes para veicular seus anúncios. São eles:

  • Feed de notícias desktop
  • Feed de Notícias mobile
  • Anúncios na barra lateral direita
  • Rede de audiência de dispositivos móveis (Seus anúncios aparecem em outros aplicativos e até mesmo em jogos para mobile)
  • Instagram

A boa notícia é que você pode usar todos esses canais na sua divulgação.

Inclusive é essa a recomendação do Facebook quando você vai criar um anúncio.

Como vender no Facebook: um breve passo a passo 

Antes de mais nada você precisará ter um perfil no Facebook, para confirmar sua identidade. Você também deverá criar uma conta de anúncios para sua Fanpage, ou para as Fanpages que administra, se for o caso.

Existem inúmeros tutoriais disponíveis na internet para criação de anúncios. Para facilitar a sua busca, criamos um passo a passo. Aprenda como vender no Facebook:

1- Crie o anúncio

Na setinha que fica na parte superior à direita do seu perfil , selecione a opção “Criar Anúncio”.

2- Selecione o objetivo da campanha

Você será direcionado para uma página, onde deve definir o objetivo da sua campanha e em que etapa ela se encaixa no funil de vendas: Conhecimento, Consideração ou Conversão.

3- Segmente sua audiência

A próxima etapa é segmentar a sua audiência. Aqui você tem duas opções:

  • Sincronizar os dados de pessoas que já acessaram o seu site ou fazem parte da sua base de leads (Vamos falar mais sobre isso ainda neste texto)
  • Segmentar a audiência de acordo com os interesses da sua persona e de dados como idioma, idade, gênero e localização.

4- Selecione os locais de exibição

Selecione os canais onde seu anúncio será veiculado: feed de notícias, feed de notícias para dispositivos móveis, barra lateral, anúncio na rede de aplicativos.

Assim como nós citamos ali em cima, o Facebook recomenda veicular o seu anúncio em todos os canais, dessa forma você assegura que seu conteúdo chegará ao usuário no momento que ele precisa, independentemente de onde ele estiver.

Mas é claro, você deverá entender a partir dos resultados, quais são os canais que lhe dão mais retorno.

Se você preferir também tem a opção de customizar os canaisA maioria da sua audiência provém de dispositivos móveis? Você pode divulgar seu anúncio no Feed de notícias mobile e na rede de aplicativos.  

5- Selecione a duração da campanha

A próxima etapa é definir o tempo que seu anúncio ficará rodando e qual será o orçamento.

O valor do seu investimento variará conforme o objetivo da sua campanha. Falamos um pouco mais sobre esse assunto no artigo Como Investir em publicidade paga sem perder dinheiro.

6- Escolha o formato do seu anúncio

Carrossel: Anúncio com duas ou mais imagens/vídeos roláveis.
Imagem única: Crie até 6 anúncios com uma imagem cada, sem custo adicional.
Vídeo único: Anúncio com apenas um vídeo
Apresentação multimídia: Anúncio de vídeo em loop com até 10 imagens.
Canvas: Conte uma história mais envolvente combinando imagens e vídeos.

7- Estruture seu anúncio (Página e texto) 

É importante que seu anúncio deixe claro qual produto você está vendendo. Esse é o nível onde você estrutura o seu Ad (termo inglês para “anúncio”) e decide elementos como texto, imagens e CTA (compre, inscreva-se, curta a página, etc.)

O Facebook possui uma política bem restritiva sobre aplicação de texto em imagens. Consulte ela antes para evitar que seu anúncio seja reprovado.  

Se você pretende vender um curso online e optou pelo sistema da Hotmart, poderá anunciar seu produto no Facebook utilizando o Hotlink, desde que sua página de vendas esteja de acordo com as políticas de anúncio, conforme explicamos no post 11 erros que podem bloquear a sua conta no Facebook para sempre.

Invista na aparência do anúncio   

Você precisará investir em anúncios atrativos para persuadir os usuários a visitarem seu site ou página de vendas.

Separamos algumas dicas para ajudar-te a criar um anúncio atraente para sua audiência.

Imagens

  • Dê preferência para imagens produzidas por você ou que estejam em domínio público.
  • Em hipótese alguma utilize uma foto ou animação criada por alguém sem negociar com o autor antes ou sem colocar os devidos créditos.
  • As imagens devem estar em alta resolução, ser bem iluminadas e convidativas ao clique.
  • Se fizer um vídeo para divulgar seu curso online, certifique-se que o áudio está entendível. Pessoas até assistem vídeos com qualidade ruim, mas se elas não entenderem o áudio fica impossível saber do que seu produto se trata.
  • Sua imagem ou vídeo devem ter relação com o anúncio. Não adianta nada ter uma imagem bonita se ela não está relacionada com sua oferta.
  • Não use elementos chocantes ou apelativos para o público. Isso pode surtir o efeito contrário.
  • Respeite a política de anúncios do Facebook. Afinal, você quer que seu anúncio seja aprovado para veiculação.  

Você pode conferir  essas e outras dicas no post Como escolher a melhor opção de imagem para o seu anúncio.

Copywriting

Copywriting é a arte de persuadir visitantes a realizarem determinada ação.

Essa ação pode ser fazer uma compra, baixar algum conteúdo ou no caso do Facebook, pode ser também curtir a sua página.

Uma boa copy é aquela que convence o público a realizar a ação que você espera dele, mas que ao mesmo tempo, está em sintonia com seu produto.

Alguns gatilhos mentais ajudam a quebrar as objeções do usuário e convencê-lo sobre as vantagens da sua oferta.

Falamos mais sobre elas em 5 passos para fazer a sua primeira venda como afiliado.

Se você está começando no mercado digital agora aproveite para se inscrever no Hotmart Academy e confira dicas de copywriting entre outras informações que você precisará para ser um Produtor ou Afiliado bem sucedido.

Dicas para gerar engajamento 

Um erro comum entre os empreendedores é veicular anúncios antes de “educar” a audiência sobre seu produto. Pense na sua experiência como usuário: você não fica aborrecido quando vê um anúncio de uma página que visitou apenas uma vez?

Se o usuário já se inscreveu na sua lista de e-mails, essa abordagem pode funcionar, mas no caso do Facebook eles só seguirão sua página se você oferecer conteúdo que realmente agregue valor à vida deles.

Lembre-se que nas redes sociais suas postagens  “competem” com postagens de amigos e familiares, por isso antes de pensar na sua conversão, você deve criar uma relação de confiança com o seu seguidor.

Na dúvida, divida as suas postagens da seguinte forma: 80% conteúdo relevante, 20% propaganda.

Dentro desses 80% você tem uma variedade de produtos que pode oferecer gratuitamente para manter o lead engajado na sua página e diferenciar-se da sua concorrência como e-books, podcasts, vídeos e  webinar.

A equação é simples: quanto mais valor você gera para o seu lead, mais fácil será convencê-lo sobre as vantagens do seu curso online.

Gerenciador de anúncios X Power Editor 

No Facebook Ads você têm duas opções para gerenciar seus anúncios.

O Gerenciador de Anúncios é o modelo padrão e contém as funcionalidades básicas para você acompanhar o desempenho de suas campanhas.

Por meio dele você controla as pessoas que têm acesso à sua conta de anúncios; organiza as  páginas que você administra; visualiza as informações de seus anúncios ativos e inativos, incluindo  quantidade de cliques, custo por clique (CPC) e orçamento de cada campanha.

Diferentemente do gerenciador padrão, o Power Editor oferece mais opções para customizar suas campanhas simultaneamente.

Vamos falar sobre algumas delas a seguir:

Públicos semelhantes ou Lookalike audiences: nessa opção o Facebook faz uma análise completa dos clientes do anunciante e cria listas com perfis similares para quem você pode direcionar sua publicidade.

Grupo alvo guardado ou Saved Target Groups: ao criar a audiência ideal para seu anúncio, você precisa pensar na melhor forma de combinar  dados como localização, idade, sexo, idiomas, interesses, comportamentos, local de trabalho, educação e conexões.

São muitas informações para preencher sempre que for criar um anúncio, certo?

No Power Editor você pode manter essas preferências salvas para usá-las em outras campanhas.

Salve vários públicos-alvo diferentes para alternar, sempre que seu anúncio estiver performando mal.

Controle da localização dos anúncios: Permite customizar os locais onde você quer exibir sua publicidade. A vantagem dessa ferramenta é que você pode alterar a localização do seu ad enquanto ele ainda estiver rodando.  

Como vender no Facebook usando os dados dos seus clientes

Já deu para perceber que usando o Facebook Ads você pode definir para quem o seu anúncio aparece, apenas ajustando filtros como localização, interesses, idade, entre outros dados.

O que talvez você não saiba é que é possível criar um público ainda mais assertivo para seu produto ou curso online usando dados dos usuários do seu site.

Quer saber como vender no Facebook utilizando esses dados? A gente te explica!

Nos sites desenvolvidos com o WordPress, você consegue captar leads no campo de comentários do seu blog, ativando o plug-in de comentários que vem incluso na plataforma.

O WordPress também possui um plug-in para capturar e-mails de usuários que entraram em contato com você usando formulários de contato.

Quando você importa essas listas para o Facebook Ads, o Facebook identifica automaticamente os perfis que foram criados a partir dos e-mails que você forneceu e passa a exibir seus anúncios para esses usuários.

No caso de e-mails que não estão associados à uma conta ativa no Facebook, você pode usar o recurso de “Públicos Semelhantes” para encontrar perfis que compartilham os mesmos interesses de pessoas que já compraram no seu site.

Imagine alguém que tenha várias opções de produtos, como em um e-commerce ou um produtor digital que tenha mais de um curso online. Essa pessoa pode exportar todos os e-mails dos usuários que fizeram alguma compra no site dela ou que entraram em contato por formulários, para criar um público personalizado para o anúncio. E ainda usar perfis semelhantes aos dos seus compradores para criar outra opção de público personalizado.

Dessa forma, os anúncios aparecerão para milhares de pessoas que ainda não estavam na base dele, mas que podem se interessar pelo produto que ele está anunciando. Quanto maior alcance da campanha, maior a possibilidade de conversão.

Formulário de inscrição   

Outro jeito simples de crescer sua base de leads é colocando um formulário de inscrição na sua Fanpage do Facebook. Para fazer isso, basta acessar sua página, clicar na opção “Adicionar um botão”, logo abaixo da sua foto de capa, e inserir um link para um formulário de contato no seu site. Assim os usuários que tiveram interesse pelo seu curso online podem se inscrever para receber ofertas semelhantes.

Você também pode criar formulários de inscrição dentro da sua Fanpage, caso tenha conhecimentos de programação. Apesar de ser mais complexo, pois envolve criar um formulário do zero, essa opção é melhor para a experiência do usuário, pois não direciona ele para outra página.

Use e abuse do remarketing  

Remarketing é um recurso que permite a exibição de conteúdos e anúncios para quem já teve contato com seu site ou campanha.

Sabe quando você pesquisa um produto e anúncios relacionados a ele começam a aparecer nas suas redes sociais e em sites que você visita?

Isso é remarketing.

Trata-se de uma ferramenta extremamente útil para vender produtos na internet, porque você pode programá-lo de forma a alcançar pessoas que já pesquisaram sobre sua oferta anteriormente, mas que por algum motivo não concluíram a compra.

Criar uma campanha de remarketing no Facebook é um processo relativamente simples:

Basta ter uma lista de e-mails e uma página na internet que pode ser um  blog, uma landing page ou um site. A grande vantagem é que você pode fazer isso tanto no Gerenciador de Anúncios como no Power Editor.

Explicamos o passo a passo completo neste post específico sobre Remarketing.

Crie promoções para engajar seus seguidores

Concursos culturais e promoções no Facebook são ótimas maneiras de manter seus usuários engajados, além de ser uma estratégia que demanda pouco investimento em marketing.

Você pode pedir para os participantes curtirem a página, compartilhar o post e marcar 3 amigos e, dessa forma, aumentar o alcance da sua página.

Mas não se preocupe em seguir à risca este modelo, pois o formato da promoção pode variar bastante, de acordo com as preferências do seu público.

Outra sugestão é fazer ações específicas para aniversariantes ou atrelada à datas comemorativas como Natal e Dia das Mães (leia o nosso post completo sobre marketing sazonal e aprenda a incrementar suas vendas nessas datas).

É importante lembrar que promoções e concursos culturais em geral, precisam ser autorizados pela Caixa Econômica Federal, portanto, não se esqueça deste detalhe, caso contrário, sua página pode ser penalizada.

Crie um e-commerce dentro da sua página

Para adicionar uma seção Loja à sua Página*:

  1. Clique na seção Loja em sua página. Se não encontrar esta guia, clique em Configurações, no canto superior esquerdo e,em seguida, na opção Editar Página. Neste menu selecione o botão Adicionar uma guia.
  2. Se você concordar com os Termos e Políticas de Comércio, clique em Continuar. Por motivos de segurança, sua senha do Facebook poderá ser solicitada novamente.
  3. Selecione a opção Mensagem para comprar para que seus clientes possam entrar em contato quando estiverem interessados em algum produto, ou Finalizar a compra em outro site para enviar os clientes para outra página, para concluir a compra. Em seguida, clique em Continuar.
  4. Escolha a moeda que você deseja utilizar em suas transações. Essa moeda será aplicada a todos seus produtos e não poderá ser trocada, a menos que você exclua sua seção Loja e crie uma nova.
  5. Clique em Salvar.

* Informações extraídas do Facebook.

Agora, vamos falar sobre as principais vantagens de optar por este modelo de e-commerce para impulsionar as vendas do seu produto.

Custo zero

Você não precisa pagar ao Facebook para adicionar e comercializar o seu produto. Também não são cobradas comissões pelas vendas realizadas na sua loja no Facebook, o que é bastante vantajoso para o empreendedor que está começando.

Dúvidas dos usuários

Seus clientes podem enviar dúvidas sobre o produto diretamente para a sua página, sem necessidade de preencher formulários.

Relatório de desempenho

Outra vantagem da loja virtual do Facebook é que ela oferece um relatório bem completo com todas as métricas que você precisa para avaliar o desempenho do seu negócio. Por meio deste relatório você pode acompanhar quantas visualizações sua oferta recebeu, quantas mensagens foram enviadas sobre aquele produto e, é claro, a quantidade de vendas realizadas.

Com esses dados em mãos é possível calcular a taxa de conversão do seu curso online e avaliar se sua divulgação está sendo assertiva.

Agora que você aprendeu como vender no Facebook, utilizando técnicas mais avançadas, que tal colocar nossas dicas em prática para alavancar suas vendas?

Se você trabalha ativamente com vendas online, aprenda também como vender no Instagram!