Facebook Pixel

7 dicas para criar anúncios que funcionam para Facebook

7 dicas para criar anúncios que funcionam para Facebook

Aprenda agora a fazer vendas pelo Facebook e impulsionar seu negócio digital de maneira estratégica!

 

O Facebook possui 2 bilhões de usuários no mundo todo. Desse total, quase 900 milhões de pessoas entram na rede social todos os dias, inclusive, muitos de seus potenciais clientes devem estar acessando a plataforma neste momento, enquanto você está lendo nosso post.

Com o crescimento no número de usuários, o Facebook viu uma oportunidade de ganhar dinheiro. Atualmente, a ferramenta entrega menos de 2% de seu conteúdo orgânico para seus seguidores. Isso significa que você precisará investir em anúncios, caso queira atrair mais pessoas para conhecer seu trabalho.

Só que criar bons anúncios não é tão simples quanto parece. Afinal, estamos lidando com pessoas e, claro, com suas objeções. Para “facilitar” seu trabalho, compartilhamos 7 dicas para criar campanhas que realmente funcionam. Este guia foi criado a partir de experiências de profissionais aqui da Hotmart.

Vale lembrar que este texto não é uma receita pronta, pois cada negócio tem suas particularidades. Portanto, use este conteúdo apenas como referência e permita-se fazer mudanças em sua estratégia, sempre que perceber que os anúncios que está criando não atraem público qualificado para sua página.

Aviso dado, vamos às dicas!  

Crie anúncios em vídeos

Segundo dados do Hubspot, metade das pessoas que visitam o Facebook, diariamente, assistem pelo menos um vídeo por dia, e o número de publicações em vídeo feitas por marcas e empresas quase quadruplicou no último ano (3,6 x, para sermos mais exatos).

Esses dados demonstram que o formato de vídeo é mais envolvente do que publicações de texto. Se nós pararmos um pouco para pensar, essa diferença de engajamento faz sentido, pois o vídeo permite à marca se aproximar do espectador e, em alguns casos, demonstrar como eles  podem solucionar um problema.  

Dê atenção extra ao texto

Não existe uma receita pronta para criar anúncios, mas isso não quer dizer que você não possa observar as interações de seus seguidores e repetir modelos que tiveram bom desempenho.

Em geral, um bom template é composto de:

Um título chamativo

Na internet, as pessoas tendem a ler em “F”, ou seja, elas leem o título, e quando acham interessante,  “escaneiam”, rapidamente, o restante do texto. Por isso, você precisa ter uma chamada atrativa e que desperte o interesse do usuário sobre o assunto que você aborda.

Proposta de valor

Um dos erros mais comuns dos empreendedores é focar nas características de um produto quando, na verdade, o consumidor está preocupado em saber como aquela compra pode ajudá-lo a solucionar um problema. Por isso, antes de focar no que seu produto é, seja incisivo em mostrar qual o benefício que ele trará para quem está comprando.

Call to action

Um anúncio com um bom texto e boas imagens é meio caminho andado, mas se você não deixar seu call to action claro, o usuário não saberá o que fazer em seguida. Lembre-se que cada campanha criada no Facebook tem um objetivo: seja atrair mais pessoas para sua página, conquistar mais seguidores, convencer pessoas a baixarem um aplicativo, etc. Deixar seu call to action claro evita que você extrapole seu orçamento com ações que não trarão resultados significativos para seu negócio.

Escolha boas imagens

A maioria das métricas indica que os anúncios e postagens com imagens geram mais cliques e conversões. Até aí, nenhuma novidade para quem cria campanhas na internet, certo?

Mas não basta selecionar uma imagem aleatória. Sua escolha precisa estar alinhada com os interesses de sua persona (se você ainda não sabe quem é seu consumidor ideal, leia nosso post sobre o assunto).

Para além disso, a imagem deve contribuir com o objetivo de sua campanha, ou seja, de nada adianta ter uma foto bonita se ela não condiz com o produto ou com a mensagem que você quer passar.

No caso de produtos digitais, a imagem escolhida precisa materializar e humanizar o produto, já que trata-se de um mercado relativamente novo. Alguns compradores ainda têm dificuldade de compreender que o produto é disponibilizado apenas online, logo, uma boa imagem pode contribuir para mudar essa percepção.

>>> Veja como escolher boas imagens para seus anúncios.

Otimize suas campanhas

Se você não fizer experimentos em seus anúncios, ficará difícil descobrir o que seu público gosta e, dessa forma, otimizar suas futuras campanhas. Pode parecer contraintuitivo, mas uma das principais dicas que temos para dar é não pausar os anúncios diante de um desempenho negativo.  

Ao invés disso, teste sua segmentação, outras opções de título, o call to action e veja qual versão converte mais.

Por que fazer isso?

O Facebook “recompensa” as empresas que realizam testes em seus anúncios e, com o tempo, entrega seu conteúdo para um público mais assertivo.

Mas atenção: quando for testar seus anúncios, certifique-se de que você não está investindo mais do que estava previsto em seu planejamento financeiro. Você pode realizar testes utilizando orçamentos menores, pois assim não compromete os ganhos de seu negócio e ainda consegue ter uma boa amostragem dos elementos que funcionam ou não em seus anúncios.   

Fluxo de vendas no Facebook (Clique na imagem para ampliá-la)

Segmente campanhas por dispositivos

O empreendedor pode segmentar sua campanha de acordo com os dispositivos nos quais ela  será exibida, já que a linguagem utilizada para mobile é diferente da do desktop.

O Facebook tem um Posicionamento recomendado para as campanhas que inclui anúncios no Facebook (mobile e desktop), Instagram e Messenger.  Verifique se esse posicionamento está alinhado aos interesses de seu público-alvo e, caso não esteja, edite-o.  

O procedimento para fazer isso é simples:

Quando estiver criando um anúncio, na opção Posicionamentos, clique em Editar Posicionamentos. Escolha se seu anúncio será exibido em desktop ou mobile.

Também é possível filtrar os acessos por tipo de dispositivo como IOS e Android. Isso pode ser interessante, caso você vá criar uma campanha cujo objetivo é baixar um aplicativo, e este app estiver disponível apenas na Play Store, por exemplo.

A segmentação por dispositivo impede que um anúncio específico para mobile seja exibido em desktop e vice-versa.

Não estamos dizendo aqui que você deve anunciar apenas para o público que acessa pelo mobile e ignorar quem usa o Facebook pelo computador, e sim  que você deve criar anúncios diferentes para esses dois públicos, de acordo com as melhores práticas de cada dispositivo.

Apesar desses anúncios atingirem um público “menor”, acreditamos que estes usuários estão mais próximos de converter, pois você usará uma linguagem mais alinhada a seus interesses.

Use o recurso Publicação Impulsionada

Uma publicação impulsionada nada mais é do que uma publicação orgânica do Facebook que recebeu verba para alcançar mais pessoas. Geralmente, o Facebook recomenda as melhores publicações para serem impulsionadas, baseado no desempenho orgânico daquela postagem.

Por isso é comum que você receba notificações como “Essa postagem tem um desempenho melhor que 75% das publicações de sua página”, sugerindo que você pode alcançar ainda mais pessoas, caso invista dinheiro.

A diferença básica desse tipo de publicação é que ela não é criada em um gerenciador de anúncios, e isso representa algumas vantagens para o empreendedor. Você pode incluir mais texto na descrição, pois não há limite de contagem de palavras em publicações impulsionadas, e também pode incluir um link para sua página.  

Por outro lado, publicações impulsionadas deixam menos opções para negociar o direcionamento da publicação e o valor investido. Você também não pode executar nenhum tipo de teste, pois está promovendo uma publicação que já existe.

Se você ainda não tem muita experiência com anúncios, as publicações impulsionadas podem ser uma boa maneira de começar.

Aprenda com o Facebook Insights

O Facebook Insights é a ferramenta de análise interna do Facebook, que serve para medir e analisar a presença de sua marca na rede social incluindo dados como número de seguidores, quantidade de curtidas, compartilhamentos, perfil dos usuários, entre outros que podem ser úteis para otimizar suas campanhas e até mesmo para aumentar seu engajamento em postagens orgânicas.

Para ter acesso a esses dados, faça login em sua página no Facebook e acesse http://www.facebook.com/insights ou clique no Painel do administrador.

Invista em anúncios para atrair visibilidade para sua marca

Em um mundo ideal, o Facebook entregaria 100% do conteúdo que você produz para sua audiência e não seria necessário investir dinheiro para fazer a mensagem chegar a seus seguidores.

Parece simples, mas criar anúncios no Facebook só funciona se você fizer um conteúdo envolvente e, principalmente, direcionado para o público correto. Mesmo assim, serão necessários alguns testes para descobrir qual conteúdo engaja mais, por isso, não desista diante de uma campanha que deu errado, pois você ainda pode otimizá-la para atrair mais cliques.

Com o tempo, você verá que os anúncios são um investimento que valem a pena, pois podem trazer um retorno significativo, a longo prazo, na captação de leads e nas vendas de seu produto, seja ele ele físico ou digital. Aproveite para ler nosso tutorial sobre como vender no Facebook e tirar todas suas dúvidas sobre o assunto. 

*Este conteúdo foi postado em 2014 e atualizado para conter informações atualizadas. 

Hotmart