Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Passo a passo para melhorar o seu alcance orgânico no Facebook

Passo a passo para melhorar o seu alcance orgânico no Facebook

Veja o que fazer para que suas publicações sejam entregues para seu público.

Divulgar o seu negócio nas redes sociais é quase uma regra para alavancar suas vendas e tornar a sua marca mais conhecida.

Mas você percebeu que o alcance orgânico das suas publicações no Facebook está diminuindo?

Essa é uma dor comum com quem trabalha com divulgação no Facebook e são vários os motivos que explicam a diminuição do alcance orgânico.

Para contextualizar, quero citar para você dois motivos que considero mais relevantes neste cenário.

  1. O primeiro é o grande volume de conteúdo que é postado diariamente nas redes sociais. Você disputa a atenção dos seus seguidores com assuntos variados, de diferentes segmentos e conquistar uma curtida ou um comentário torna-se missão mais difícil.
  2. Já o segundo motivo é o mais óbvio. O Facebook ganha dinheiro com os anúncios pagos. Por isso, de alguma maneira, a rede social quer que você perceba a necessidade de impulsionar os seus posts.

É válido lembrar que investir em anúncios é importante até para oxigenar o seu alcance orgânico. Mas não é o único jeito.

Neste post, vou te apresentar algumas dicas e novas tendências de conteúdo que aumentarão o alcance orgânico da sua página no Facebook.

E você vai saber quais são agora!

Entenda o algoritmo do Facebook

Como o Facebook determina o que aparece no feed de cada usuário?

Qual tipo de conteúdo é mais valorizado?

O que é mais relevante: um post com mais curtidas ou com mais comentários?

Para responder essas perguntas, precisamos entender o algoritmo da rede social. É ele que analisa e determina o que é mais relevante para o Facebook.

Mas, afinal de contas, o que é o algoritmo?

O algoritmo do Facebook é conhecido como EdgeRank. Trata-se de um recurso utilizado para compreender qual é o post mais relevante para o usuário enquanto ele está acessando aquela rede social.

Imagine que você é fã de carros antigos e segue páginas que tratam desse assunto, mas o seu feed aparece apenas posts relacionados à culinária. Você continuaria gastando tempo lá?

Provavelmente não, né? Por isso, o EdgeRank filtra as informações que considera mais importantes aparecer para cada usuário.

Se o usuário acessa o conteúdo que mais agrada, certamente, sentirá vontade de ficar mais tempo na rede social. E é isso que o Facebook quer.

Então, para aprimorar os resultados de alcance orgânico do seu negócio é fundamental entender como o EdgeRank trabalha.

As regras do algoritmo mudam com frequência, por isso, minha dica é que você atualize-se sempre sobre o assunto.

No início de 2018, o Facebook fez algumas mudanças. Confira-as a seguir:

Em eventos e documentos oficiais, o Facebook oferece muitas informações sobre como o algoritmo atua.

A rede social quer que os criadores de conteúdo saibam o que é relevante, para aprimorarem os posts que vão compartilhar. Assim, o feed dos usuários poderá ser cada vez mais atrativo.

Depois de entender melhor o EdgeRank, você terá mais ideias para o seu post. O próximo desafio é: o que é relevante para o meu público-alvo?

Defina as personas da sua audiência

É a persona que indica qual é o tipo de conteúdo que você deve publicar no seu Facebook.

Entender quais são as dores do seu cliente e como o seu negócio pode ajudá-lo é fundamental para a sua estratégia de marketing digital.

Justamente por essa importância, criar a persona do seu negócio é um desafio e exige bastante pesquisa.

O Facebook Audience Insights é uma ferramenta que auxilia a entender dados demográficos e as preferências do público na rede social.

Entretanto, é importante entender que com ela podemos ter alguns insights, ou seja, induzir o comportamento do público. É aqui que muita gente erra.

Apenas com induções, a sua persona pode ficar defasada. Por isso, é importante construí-la com dados do seu cliente real. No nosso blog, já falamos sobre isso em um guia prático.

Depois de construir as personas do seu grupo, você terá mais facilidades para pensar no conteúdo da sua página.

Mas antes, pense na seguinte pergunta: qual será a marca registrada do meu negócio no Facebook?

Construa a reputação digital da sua empresa

A página no Facebook é uma identidade digital do seu negócio. Ter uma boa reputação – online e offline – é importante para a sua marca e consequentemente para aumentar o seu faturamento.

É por esse motivo que você deve refletir sobre como sua empresa irá aparecer para o seu público da internet.

Um exemplo prático de estratégia é a de criar um avatar ou um personagem que represente o seu negócio nas redes sociais. Grandes empresas estão atuando assim nas redes sociais e os resultados são expressivos.

Se você não acha que essa estratégia faça sentido para o seu negócio, não se preocupe!

A minha dica – que vale para qualquer negócio – é criar a identidade da sua empresa. Você pode utilizar os mesmos métodos que utilizou no tópico anterior.

Neste momento, é importante refletir sobre o que o seu negócio representa, o diferencial em relação aos concorrentes e o objetivo de estar presente na rede social.

Construindo a identidade do seu negócio, você deve definir a linguagem que será adotada, a identidade visual da página e das postagens, as interações com a sua audiência, enfim, tudo que for importante para a sua marca ser bem vista.

Uma reputação digital forte e respeitada no mercado contribuirá ainda para educar o seu público e ser autoridade no seu nicho. Mas, para isso, você precisa focar em um conteúdo de qualidade e direcionado para a sua persona.

Faça o planejamento do conteúdo

Até aqui, você sabe como definir a persona do seu público e entendeu a relevância da reputação digital do seu negócio. Portanto, é hora de planejar como você vai conversar com seu público.

Conversar. É exatamente isso que o seu conteúdo deve estar focado.

Em uma rede social como o Facebook, o seu negócio precisa se socializar com a sua audiência. Mas como?

O seu conteúdo precisa incentivar as pessoas a curtirem, comentarem e compartilharem o seu post, por exemplo.

Na teoria, parece simples, não é? Mas criar conteúdo de qualidade e que gere interações é um desafio enorme. Demanda muita pesquisa e criatividade.

Para facilitar, planeje o seu calendário editorial e tenha conteúdo para o primeiro mês. Minha sugestão é que você abra uma planilha e escreva as seguintes colunas: data, formato, conteúdo e objetivo.

No começo, a minha dica é começar com três posts por semana. Com o passar do tempo e com o seu alcance orgânico no Facebook começando a aumentar, você pode planejar uma ou até mais postagens por dia.

Não se esqueça de testar os formatos – imagem, vídeo ou apenas texto – para entender qual funciona melhor com a sua audiência.

Quer uma dica?

Planeje uma transmissão ao vivo logo na estreia da sua fanpage repaginada. O Facebook dá muita relevância e notifica os seus seguidores quando a live começa. Se bem organizada, pode ser o seu primeiro post com bom alcance e engajamento orgânico.

Ah! E durante esse planejamento, tenha em mente que não há fórmulas prontas para engajar mais a sua fanpage. O que existem são boas práticas, que você precisa conhecer e testar para entender se faz sentido para o seu negócio.

Teste os formatos e meça os resultados

Depois do primeiro mês, você já estará com um volume de publicações. Provavelmente, a sua página também já estará ganhando seguidores, curtidas e comentários orgânicos. Então, será a hora de mensurar os resultados.

O levantamento dos dados é fundamental para avaliar o que vem dando certo e aprimorar. E, claro, repensar o que está dando errado.

Há uma série de possibilidades na análise dos dados. No nosso caso, o foco é no aumento do alcance orgânico no Facebook, certo?

Portanto, vamos para um exemplo prático: analisar qual é o formato de conteúdo que mais gerou engajamento.

Escolha três posts com vídeos e outros três com fotos. Defina quais KPIs analisar, (temos um post que vai te auxiliar a defini-los). A partir dos resultados, você poderá decidir qual formato deve utilizar mais.

Este é um cenário simples e possível para analisar suas métricas.

Na prática, a análise dos dados deve te apoiar para tomar decisões e para avaliar se o seu trabalho no Facebook está atingindo os objetivos que você definiu.

Invista tempo em seu Facebook

Como falei no início deste post, o algoritmo dessa rede social mudou e, acredite, muitas pessoas viram o alcance orgânico de suas publicações no Facebook caírem.

Não existe uma fórmula mágica para que todas as pessoas recebam tudo o que você postar. Mas você viu que é possível ter algumas boas práticas para que suas publicações cheguem para uma audiência maior.

O principal ponto aqui é criar conteúdos que sejam atrativos para seu público. Assim, eles passarão a interagir mais com sua fanpage, o que fará com que o alcance de suas publicações aumente.

Independentemente disso, você já deve saber que o Facebook é um ótimo canal para conhecer sua audiência, encantar seus clientes em potencial e até mesmo realizar vendas online.

Por isso, lembre-se de investir tempo em sua página nessa rede social para que você consiga divulgar seu negócio em vários canais.

Tem alguma dúvida e quer aprender mais sobre esse assunto? Não deixe de conferir também nosso texto que ensina como vender pelo Facebook.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.