Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Aprenda as melhores técnicas para aumentar os resultados de seu negócio

Aprenda as melhores técnicas para aumentar os resultados de seu negócio

Compre agora!

7 motivos para começar a anunciar no LinkedIn Ads agora mesmo

7 motivos para começar a anunciar no LinkedIn Ads agora mesmo

LinkedIn Ads: mais uma ferramenta para a divulgação de seu negócio.

Você também faz parte das pessoas que pensam que o LinkedIn é uma rede social voltada apenas para abrir possibilidades de networking e empregos? Então, sentimos dizer que você está muito enganado.

E não falamos isso apenas por esse ano o LinkedIn ter atingido a marca de  500 milhões de usuários no mundo ou pelo Brasil representar 29 milhões desse total. Acredite: é muito além disso.

É por essa razão que estamos aqui hoje: para mostrar que não há um, mas 7 grandes motivos para você começar a pensar seriamente no LinkedIn Ads nas estratégias de Marketing Digital de seu negócio.

Quer ver? Então, continue lendo que explicaremos tudo.

1. A concorrência é menor

Se você ainda não anuncia no LinkedIn, mas anuncia no Facebook Ads e/ou no Google Adwords, já imagina o motivo pelo qual escolhemos esse como o primeiro motivo para você anunciar por lá.

É que, assim como você, boa parte dos empreendedores investem, sobretudo, no Google e no Facebook. Isso significa que os anúncios pelo LinkedIn não são tão explorados no Brasil como as outras opções, diminuindo — e muito — a concorrência lá dentro.

E não precisamos dizer que menos concorrência significa maior alcance e visibilidade, certo?  

Ter mais visibilidade é ainda mais importante quando pensamos que torna-se cada vez mais difícil atingir e chamar atenção do público. Afinal, todos os dias, somos bombardeados com uma infinidade de informação nos diversos canais.

Conseguir uma brecha nisso e transmitir conteúdo relevante para sua audiência é uma  oportunidade que não deve ser desperdiçada nunca.

O LinkedIn representa isso, logo, aproveite essa chance!

Ainda não está convencido? Então, continue a leitura que temos muitas outros motivos para você.

2. As pessoas certas estão lá

Não adianta ter menos concorrência e conseguir transmitir conteúdos relevantes se você estiver alcançando o público errado, certo?

Por isso, o segundo motivo que escolhemos falar aqui é exatamente esse: no LinkedIn, você encontra as pessoas certas.

O LinkedIn é conhecido por concentrar o maior número de responsáveis pela tomada de decisão dentro das empresas.

E a rede social não é vista assim à toa: em 2016, de cada 5 de seus usuários, 4 eram tomadores de decisão, sendo que 39% deles eram executivos sênior e 28% gerenciavam o orçamento das empresas.

Aliás, eles próprios afirmam: “O LinkedIn é a maior rede social profissional do mundo, com a maior comunidade de pessoas influentes, instruídas e de alto poder aquisitivo do planeta.”

Uma razão e tanto para anunciar por lá, não acha?

3. Você consegue alcançar pessoas certas com sucesso

Com certeza, esse é um dos principais motivos para você começar a anunciar no LinkedIn Ads: a segmentação.

Nessa hora, você deve estar pensando que o Facebook também oferece uma segmentação excelente. E você está realmente certo, mas o LinkedIn vai bem além disso, e é fácil compreender o porquê.

Pense com a gente: o LinkedIn é a maior rede social corporativa do mundo e foi criado pensando em networking. Portanto, tanto as empresas como as pessoas, ao entrarem lá, terão que informar vários de seus dados profissionais e acadêmicos.

Assim, na hora de segmentar o público, você poderá escolher por profissão, área de atuação, nível hierárquico, habilidades e até mesmo o exato lugar que as pessoas trabalham. Incrível, não é?

É isso que tanto o difere do Facebook ou outras redes sociais como o Twitter, por exemplo. Nessas redes, as pessoas colocam dados mais genéricos, como data de nascimento, cidade, sexo, etc.

É claro que boa parte até informa onde estudou e trabalhou. Entretanto, as informações sobre o assunto tendem a não ser tão completas como no LinkedIn devido à finalidade ali não ser essa.

Sem contar que justamente pelo LinkedIn ser uma ferramenta para conectar profissionais, é bem mais provável que as pessoas insiram dados reais e mais fidedignos delas lá do que em outros locais.

E essa segmentação tão eficiente possibilita que você consiga muito mais leads qualificados para seu negócio: você tem tudo que precisa para acertar em cheio a sua persona.

4. As pessoas estão prontas para falar de negócios

Além de conseguir atingir o público certo, com o LinkedIn Ads, você tem outra carta na manga: as pessoas estão prontas para falar de negócios.

O que queremos dizer com isso é que, por ser a maior rede social corporativa do mundo, os usuários acessam o perfil pensando mesmo em trabalho. Isso significa que eles tendem a ser mais receptivos aos conteúdos relacionados a esse universo.

Esse fator facilita imensamente no engajamento do público nas postagens de empresas. Lá, as pessoas querem mesmo se deparar com materiais relacionados ao nicho delas, conseguir contatos profissionais, encontrar conteúdos que respondam dúvidas técnicas de seu cotidiano.

Ao contrário do Facebook, Twitter, Instagram e outras redes em que as pessoas entram com o intuito de se relacionar com seu círculo de amigos, familiares e conhecidos. Nada mais do que natural, pois foram criadas para entretenimento. E, cá entre nós, fica bem difícil querer competir com isso quando não é o momento oportuno.

O LinkedIn, portanto, pode ser um ótimo canal para você conseguir não só alcance, como reconhecimento, construindo autoridade em seu segmento. E não precisamos dizer que isso é determinante para alguém decidir fechar a compra com você.

5. Uma ótima variedade de anúncios para você testar muito

Além de todas as vantagens que falamos até agora, o LinkedIn também é reconhecido por sua variedade de anúncios.

Um dos mais conhecidos é o Sponsored Content (Conteúdo Patrocinado), que é uma formato mais sutil de anúncio, semelhante à opção Impulsionar do Facebook. Isso é, com ele, seu conteúdo aparecerá no feed dos usuário, juntamente com os outros posts.

Outra opção bem utilizada por lá é o Text Ads, que é, basicamente, um anúncio contendo apenas texto, situado na parte superior da rede social. Além de ser um dos mais baratos, o Text Ads costuma ter altas taxas de cliques e conversão por estar bem visível para os usuários.

Existe também o Display Ads que, como você deve imaginar pelo nome, aparece na barra lateral do LinkedIn. Além de utilizar imagem, você tem a possibilidade de criar uma descrição para esse tipo de anúncio.

Há ainda o Sponsored InMail, que funciona como se fosse o Messenger do Facebook. Com ele, você pode enviar mensagem somente para pessoas que se interessam pelo seu conteúdo. E o melhor: diferente do Face, a mensagem só é entregue para o usuário quando ele está realmente online. Ou seja, é muito mais provável que as pessoas vejam realmente sua mensagem.

Mas não é só isso. Você não somente pode escolher o formato de anúncio ideal para seu objetivo e estratégia, como tem tudo o que precisa para testar e ver o que realmente funciona para seu negócio na prática.

Até porque, o que você quer mesmo é que as pessoas se interessem pelo seu anúncio, cliquem nele e, de preferência, comprem.

No LinkedIn, você pode criar até 15 variações de um mesmo anúncio. Sim, você leu certo, são quinze mesmo. Portanto, não há mais desculpa para não testar, otimizar e encontrar o que dá mais resultados para você.

Quer uma rede social mais estratégica do que essa?

Muitos testes A/B e boa sorte para você.

6. Mais caro, porém, mais assertivo

Não poderíamos deixar de falar de um assunto que você certamente ouviu por aí: é mais caro anunciar no LinkedIn.

Devemos dizer a você que isso é mesmo verdade. E antes que você ache isso um ponto negativo, calma e reflita com a gente: depois de tudo o que falamos até agora, é simples concluir que, no fim das contas, mesmo sendo mais caro, vale a pena.

Sabe por quê?

Porque os anúncios no lá conseguem ser muito mais assertivos do que nas outras opções. Por esse grande detalhe, quando utilizado do jeito certo, o LinkedIn Ads tende a gerar resultados ainda maiores.

Isso se dá porque, como explicamos antes, você consegue chegar na pessoa certa para você e no momento ideal para fechar negócio.

Mas não é só por essa razão. A própria  possibilidade de testar muitas variações acaba sendo crucial para que você consiga encontrar o anúncio perfeito para investir mais.

Então, fique tranquilo, seu Retorno sobre o Investimento (ROI) confirmará isso.

Aliás, o LinkedIn é tido como um ótimo local para trabalhar o fundo do seu funil de vendas. Justamente por alcançar leads mais qualificados e no momento ideal, você consegue pessoas mais próximas de se transformarem em clientes.

Na hora de anunciar para a rede social de Jeff Weiner, você já sabe, pense em conteúdos voltados para a conversão.

7. Uma das mensurações mais eficientes

Já que falamos sobre ROI e otimização de resultados, nada mais justo do que fecharmos com esse motivo: a mensuração.

Do mesmo modo que o Facebook Ads, Google Adwords e Twitter Ads, o LinkedIn Ads também disponibiliza para os anunciantes centenas de métricas relevantes. Caberá a você escolher as mais importante para os objetivos e momento de seu negócio.

E o que faz o LinkedIn Ads ter uma das mensurações mais eficientes entre as disponíveis na atualidade é justamente a questão da alta segmentação e possibilidade de testes que falamos anteriormente.

Essa análise mais precisa permite que você interprete com  rigor o que está dando certo e o que precisa ser melhorado ou repensado. No LinkedIn, não existe achismos ou suposições, você mede tudo com exatidão mesmo.

E como diz a famosa frase de Peter Drucker: “O que pode ser medido pode ser melhorado.” Com o LinkedIn, só não melhora quem não quer.

Mas muita calma antes de começar

Sabemos que os motivos que listamos aqui são atrativos e convincentes. Contudo, é necessário que você interprete tudo que foi lido com inteligência e visão estratégica.

Como assim? – você deve estar se perguntando. Bem, antes de tudo, responda a pergunta: o LinkedIn Ads é mesmo para mim?

Isso porque os anúncios no LinkedIn não são bons para todos, e a resposta da pergunta acima depende totalmente do mercado em que você faz parte. É que o LinkedIn Ads é voltado para B2B e para nichos específicos de B2C, como os que possuem alto valor agregado (carros de luxo, por exemplo).

Porém, a boa notícia é que o LinkedIn se encaixa perfeitamente para Produtores Digitais e Afiliados também.

Se você está criando ou divulgando um curso online destinado a um público específico, o LinkedIn consegue te ajudar a encontrar as pessoas certas. Como dissemos antes, esse é o lugar certo para segmentar com base em cargos, experiência e nível de estudo, por exemplo. Tudo a ver com quem quer ensinar outras pessoas, certo?

Não existe uma rede social perfeita, não há apenas uma melhor para todo mundo. Cada negócio possui um público e objetivos diferentes, logo, há opções que se encaixam mais ou menos para você.

A única regra é: conheça seu público. Onde ele está? Então, é para lá que você deve ir também. E o que ele está buscando? Que tal ser você a pessoa que vai oferecer isso a ele no LinkedIn ou em qualquer outro lugar?

Guest post produzido por Jessica Delalana, redatora do LeadLovers.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.