Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar 23 gatilhos mentais que vão aumentar suas vendas

23 gatilhos mentais que vão aumentar suas vendas

Aprenda a usar seu poder de persuasão para influenciar seu público.

Download gratuito

Separamos 7 dicas para te ajudar a fazer uma apresentação de impacto

Separamos 7 dicas para te ajudar a fazer uma apresentação de impacto

Conhecer a audiência, elaborar um roteiro, contar histórias e gesticular na medida certa: veja estas e outras dicas para uma boa apresentação!

Impactar pessoas: esse é o desejo de todo orador. No entanto, falar em público nem sempre é fácil.

Na verdade, essa é uma arte que demanda planejamento e treino. Mesmo para quem já tem facilidade de se expressar, fazer uma apresentação de impacto exige algum esforço e conhecimento de técnicas.

Por outro lado, também não é nenhum bicho de sete cabeças. A chave do sucesso está no domínio de si mesmo, do discurso e do conteúdo.

Para ajudar você a fazer apresentações que causem impactos positivos e, de quebra, ajudem no seu marketing pessoal, trouxemos 7 dicas.

Confira!

Índice
1. Saiba com quem está falando 2. Planeje o conteúdo 3. Use ferramentas para ajudar 4. Esteja 100% presente 5. Aposte no storytelling 6. Preste atenção no seu corpo 7. Estimule a participação da audiência Bônus: Fique confortável

1. Saiba com quem está falando

Desde que aprendemos nossa língua materna, adquirimos uma habilidade indispensável para o sucesso da comunicação: a adequação de linguagem.

Com essa competência, conseguimos fazer escolhas em nosso repertório linguístico na hora da construção do discurso.

São levados em conta o contexto, o distanciamento social entre você e o ouvinte, a formalidade da situação, entre outros aspectos.

Tudo isso é maravilhoso para que seu discurso seja efetivamente assimilado pelo público-alvo. Por isso, uma apresentação profissional de impacto depende, em primeiro lugar, do conhecimento que você tem da audiência.

Mas não se preocupe! Essa habilidade está tão internalizada em todos os falantes que não é uma tarefa difícil.

Agora, para preparar o seu conteúdo, sim: quanto mais dados sobre quem estará assistindo sua palestra, melhor. Assim, você consegue conversar de um para um, usando exemplos e técnicas que sejam certeiras para captar a atenção da sua audiência.

2. Planeje o conteúdo

Você já sabe com quem está falando? Ótimo! Então, é hora de planejar sua apresentação.

Não se deixe sabotar pela própria confiança. Mesmo que tenha pleno domínio do assunto, elabore um roteiro de discurso, prepare exemplos e separe dados estatísticos para embasar suas falas.

Desse modo, você conseguirá entregar o que toda apresentação de impacto deve ter: começo, meio e fim.

Sem um planejamento, fica muito mais fácil se esquecer de algum ponto importante ou mesmo se perder em meio à explicação, principalmente se houver interrupções ou imprevistos — o que é perfeitamente possível.

Para que o público saia da ocasião tendo verdadeiramente assimilado o que você precisava apresentar, sua linha de pensamento precisa ser coerente e cadencial. E, para isso, nada melhor do que escrever as ideias-chave na ordem em que elas devem ser abordadas.

3. Use ferramentas para ajudar

Mesmo que você seja a pessoa com a melhor capacidade oratória do mundo, o apoio de recursos multimídia é sempre bem-vindo. Eles ajudam a guiar o discurso, trazer interatividade e envolver o público ainda mais no tema explorado.

Sem contar que algumas ferramentas são excelentes para aquele roteiro do qual já falamos.

Mas você não precisa ficar no clássico PowerPoint — ele é, sim, um recurso incrível, mas também existem alternativas que são igualmente interessantes, como o Evernote.

Ah, se for incluir vídeos ou recursos visuais mais dinâmicos, o Prezi pode ser a ferramenta dos seus sonhos. Ele é feito exclusivamente com o objetivo de auxiliar em apresentações, é extremamente intuitivo e permite a construção de designs muito envolventes.

4. Esteja 100% presente

Se você for uma pessoa um pouquinho mais tímida, pode sentir nervosismo durante a apresentação — isso é normal e faz parte.

No entanto, mesmo que esteja com as mãos suando, procure se manter 100% presente no discurso. Isso significa prestar atenção no que diz, em como age e na resposta da audiência.

Já reparou como, quando estamos muito inseguros, acabamos agindo de forma mecânica, quase como se não comandássemos nosso corpo ou palavras?

É isso que não deve acontecer, pois você pode perder completamente sua linha de raciocínio.

Então, se o nervosismo bater, respire fundo, preste atenção no público verdadeiramente e assuma o controle da situação.

Tente encarar quem está assistindo com a mentalidade de que aquelas pessoas precisam realmente entender o que você está dizendo e confie no seu preparo.

5. Aposte no storytelling

Você certamente já ouviu falar no storytelling, não é?

A razão pela qual a técnica de contar histórias faz tanto sucesso é uma só: ela dá certo!

Guiar a sua audiência pelo assunto com o auxílio de uma narrativa é uma ótima maneira de conduzir uma apresentação de impacto.

Assim, você conseguirá alcançar uma das chaves para que o discurso tenha efeito: causará identificação nos ouvintes.

Ao se reconhecerem de alguma forma no personagem da narrativa, as pessoas que estão assistindo ficarão mais abertas às suas ideias e provavelmente registrarão melhor o conteúdo.

Você pode usar vários modelos de história — como a Jornada do Herói ou a Jornada do Idiota — e usar a criatividade para conduzir a audiência por uma narrativa envolvente.

Esse é um dos caminhos para exercer uma persuasão saudável e consolidar sua autoridade.

6. Preste atenção no seu corpo

A linguagem corporal é tão importante quanto a verbal, por isso não deve ser esquecida.

Os sinais que transmitimos com o nosso corpo são grandes responsáveis pela reação do público: eles ajudam a criar uma atmosfera de confiança e a conectar pessoas.

Porém, o contrário também acontece.

Se você manter as mãos no bolso, ficar imóvel ou com os braços cruzados, por exemplo, pode transmitir uma impressão de inibição ou — o que é ainda pior — de descaso.

Então, tente prestar atenção nos seus gestos também.

Para não errar, mantenha a postura ereta, relaxe a musculatura e use as mãos para trazer mais expressividade ao discurso. Mas com bom senso, hein?

Se a gesticulação for pouco natural ou muito exagerada, a audiência pode ficar com a impressão de que é tudo muito superficial.

7. Estimule a participação da audiência

Por fim, estimule a interação: faça perguntas, chame pessoas para participarem de alguma forma, sorria e olhe nos olhos do público.

Esse tipo de comportamento aberto é muito bom para manter a atenção e trazer o interesse de quem está ouvindo suas falas.

Se alguém fizer um comentário no decorrer da apresentação, não se abstenha de construir uma interação em cima disso também, mesmo que tenha uma programação a seguir.

Responda rapidamente ou mesmo mude o assunto por alguns minutos. Esses intervalos na exposição são bem-vindos.

Bônus: Fique confortável

Depois de conferir essas 7 dicas importantes, saiba que uma apresentação de impacto depende muito do seu estado de espírito.

Por isso, procure se sentir confortável para não entrar em um discurso monótono ou decorado. Seja espontâneo e você vai ver como começará a se sentir mais seguro.

Tente treinar sua apresentação antes. Faça isso para você mesmo, em frente um espelho, ou convide alguns amigos e familiares para ouvirem o que você tem para falar.

Aos poucos, você se sentirá mais confortável e, quando estiver na frente de um público maior, terá mais segurança para se apresentar.

Se, além de apresentações de impacto presenciais, você também está pensando em gravar vídeos, mas não sabe como se apresentar, não se preocupe.

Separamos um post com várias dicas para melhorar sua desenvoltura frente às câmeras que podem, inclusive, te ajudar a fazer uma apresentação de impacto. Não deixe de ler!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.