Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Vantagens e particularidades no planejamento de uma aula EAD [+ passo a passo para criar um plano de aula]

Vantagens e particularidades no planejamento de uma aula EAD [+ passo a passo para criar um plano de aula]

Você é professor ou tem algum conhecimento para ensinar? Veja como adequar suas aulas para começar a trabalhar na internet.

Se você já assistiu a alguma aula EAD, viu que ela se parece muito com uma presencial. Exceto, é claro, pelo fato de que a exposição é transmitida ou disponibilizada em ambiente virtual.

Em questão de resultados, porém, essa modalidade não perde em nada para a tradicional — ao contrário: traz muitas vantagens para aluno e professor.

Mas sabia que há algumas particularidades no planejamento de um curso a distância?

É sobre isso que vamos falar! Acompanhe a leitura, entenda alguns detalhes sobre a preparação da aula EAD e, também, confira as principais vantagens dessa megatendência!

Afinal, como funciona a educação a distância?

Ao assistir a um conteúdo educativo no YouTube, podemos dizer que você já está tendo uma aula a distância, não é? Afinal, o princípio fundamental é esse: a transmissão de conhecimentos pelo meio virtual.

Os cursos reconhecidos e avaliados pelo Ministério da Educação — graduações, pós-graduações, tecnólogos e cursos livres —, entretanto, normalmente são ministrados em plataformas próprias para isso. Nelas, há:

  • ambientes virtuais de aprendizagem (AVA), em que ficam hospedadas as videoaulas;
  • bancos bibliográficos para apoio às aulas;
  • sessões de exercícios;
  • fóruns e chats;
  • áreas para transmissão de videoconferências.

Basicamente, o curso EAD se dá por meio de uma vídeo aula gravada, uma sessão de exercícios e de atividades no fórum e algumas videoconferências para que haja interação entre a turma e o docente.

Além disso, há provas virtuais e, em alguns casos, avaliações finais de módulo aplicadas nos polos presenciais.

E apesar de ter mais autonomia, o aluno precisa se organizar para finalizar as atividades nas datas previstas.

Dicas para planejar a aula EAD

Tudo no ambiente virtual demanda alguns cuidados e preparos específicos, já que o perfil de público é diferente e as interações também são mais rápidas.

Veja as particularidades no planejamento de uma aula EAD.

Crie conteúdos adequados para o ambiente virtual

A aula virtual precisa ser mais dinâmica e leve, como é a comunicação na internet. Portanto, essa perspectiva deve estar presente no planejamento.

Exercícios interativos, aulas mais divertidas, uso de multimídia e o incentivo à participação do aluno são algumas dicas de como deixar o conteúdo mais adequado.

Capriche na descrição do curso e das disciplinas

Para conseguir alunos e, principalmente, para já interessá-los de imediato no conteúdo, capriche nas descrições do curso e das disciplinas.

Mostre que você domina o assunto que vai ensinar, use uma linguagem envolvente e use gatilhos mentais que atraiam ainda mais a atenção dos usuários.

Identifique os melhores formatos e ferramentas

Também é importante identificar os melhores formatos e as ferramentas da EAD ideais para que seu curso proporcione uma ótima experiência de aprendizagem.

Você pode usar essa lista que colocamos aí em cima: videoaulas, videoconferências, fóruns etc.

Ah, também vale a pena estudar sobre algumas inovações tecnológicas na educação, como a gamificação e o uso de ferramentas de realidade aumentada.

Tenha atenção à carga horária

Um dos motivos que levam as pessoas a procurarem aula EAD é a falta de tempo.

Como essa modalidade é mais flexível, o público mais atarefado vê nela uma solução para conciliar os estudos com outras jornadas.

Então, leve isso em conta na hora de planejar a carga horária: tente achar um equilíbrio para que o curso seja eficaz, mas não tão pesado.

Revise e atualize o conteúdo sempre

A última dica para ter um bom planejamento de aula EAD é adotar uma rotina de revisões e atualizações do conteúdo.

Na internet, as informações correm em ritmo acelerado. Por isso, tenha atenção para que seu curso não fique ultrapassado ou com dados antigos.

E quais são as vantagens de se investir na EAD?

O aumento da procura pela EAD no Brasil é um indicativo do seu bom desempenho.

De acordo com o último censo do Inep, o número de matrículas em graduações remotas cresce quase 5% anualmente.

Não é à toa, já que essa modalidade:

  • é mas flexível;
  • permite o protagonismo do estudante;
  • garante o aperfeiçoamento contínuo, mesmo com a rotina corrida;
  • tem um ótimo custo-benefício.

Agora, para os profissionais da educação, as aulas EAD também são vantajosas.

Veja alguns aspectos muito positivos dessa modalidade de ensino para o professor!

Alcance maior do conhecimento

Se você já trabalha na educação, sabe que um dos grandes problemas do ensino presencial é a limitação quanto ao alcance.

Se o público-alvo é muito volumoso — os colaboradores de uma empresa em treinamento, por exemplo —, é difícil:

  • encontrar datas para o curso que se encaixem na agenda de todos;
  • reservar salas grandes para as aulas;
  • contratar vários instrutores para aulas simultâneas etc.

Na modalidade EAD, esses problemas são solucionados. Afinal, as aulas ficam disponibilizadas em uma plataforma virtual, que não ocupa espaço físico e pode ser acessada a qualquer horário pelos alunos.

Sem contar que outras pessoas podem encontrar o curso na internet por acaso e iniciar as aulas também.

Além de tudo isso, o professor prepara e grava a aula uma vez só, o que reduz custos e torna o trabalho do profissional da educação mais flexível.

Reciclagem constante do profissional

Por outro lado, se você além de querer transmitir conhecimentos se preocupa com o próprio aperfeiçoamento e desenvolvimento pessoal, a aula EAD também é vantajosa.

A construção do curso permite uma reciclagem constante do profissional, que pode, além disso, ter contato com assuntos novos de seu interesse.

Bom retorno sobre o investimento

Por último, você se lembra de termos comentado que a aula EAD é mais barata para o aluno, ou melhor, que tem um bom custo-benefício?

Pois então, parte disso se deve ao fato de que a criação e manutenção do curso também é mais barata, o que se reflete na mensalidade cobrada.

Em um curso oferecido a distância não é preciso gastar com aluguel de sala, impressão de materiais, contratação de serviços (como de limpeza) e por aí vai. Mesmo com o investimento em equipamentos e hospedagem de uma boa plataforma, o retorno é bem positivo.

Passo a passo para criar um plano de aula EAD

Você já sabe o que precisa considerar na hora de planejar sua aula EAD e já conheceu as vantagens desse modelo de ensino. Agora é hora de saber como transformar essas informações em um plano de aula estruturado!

1. Objetivo

Assim como em qualquer tipo de planejamento, a primeira coisa a ser pensada e documentada é o objetivo.

Nesta etapa, você descreve o tema e define o que os alunos devem ter aprendido ao final da aula.

Bons objetivos normalmente são específicos, realistas e atingíveis. Portanto, é importante avaliar o perfil da turma para não cobrar mais ou menos do que eles são capazes.

2. Material

Depois de definir o objetivo, você já poderá pensar no que vai ser necessário para transmitir o conteúdo, como por exemplo: livros, websites, slide, vídeo, quiz, etc.

Anote no plano o que terá que ser providenciado, inclusive o material complementar para os alunos, se for o caso. Esta etapa é essencial para cumprir o próximo passo, que já é o momento de criação do conteúdo.

3. Conteúdo

O que vai ser passado na aula? Para se preparar melhor, planeje o conteúdo da sua aula EAD e anote tudo que deverá ser ensinado. Pode ser em tópicos ou em texto corrido, o que você achar melhor.

Se você decidiu que usará slides de suporte, por exemplo, é nesta etapa que você monta os slides.

Preparar e descrever o conteúdo no plano é muito importante. Isso faz com você garanta uma aula completa, prática e de qualidade.

Por mais que você domine o tema da aula, pode ser que você se esqueça de alguma informação importante. Ou, então, pode ser que acabe focando demais em um só assunto, não dando tempo de cumprir o objetivo, o que já nos leva ao próximo passo!

4. Duração e cronograma

Assim como planejar o conteúdo ajuda a aprimorar a qualidade a aula, definir a duração completa e organizar o cronograma da aula também vai acrescentar pontos à eficiência do ensino.

Um dos desafios da aula online é manter os alunos engajados. Portanto, planejar e descrever no plano como melhor aproveitar as funcionalidades da sala virtual nos momentos adequados é essencial.

Separe as aulas em blocos e defina o que será passado em cada um. É legal intercalar o conteúdo teórico com quizes ou atividades de interação no meio da aula para motivar os alunos e prender a atenção deles.

5. Avaliação

Por fim, é importante já prever o método de avaliação a ser usado para mensurar o atingimento do objetivo. Ou seja, defina como você irá medir se os alunos realmente aprenderam o conteúdo.

Será por meio de uma prova? Um trabalho? Uma redação? Uma atividade? Finalize o documento com essa informação.

Colocar o método de avaliação no plano de aula EAD também serve para você poder deixar claro e transparente para os alunos, desde o princípio, sobre suas expectativas. Esse é um aspecto que contribui tanto para a eficiência da aula quanto para a satisfação dos alunos.

É hora de investir na aula EAD!

Como você percebeu, a educação a distância é uma excelente forma de embarcar no mercado digital e de inovar no ensino.

No entanto, a aula EAD tem particularidades que demandam cuidados específicos na preparação do curso, como mostramos neste post.

Agora que você já sabe disso e tem as informações que precisa para planejar uma aula online de qualidade, baixe nosso material para aprender como criar um curso online em vídeo e colocar seu plano em ação!


 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.