Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Minicurso Hotmart

Você é professor?

Já tem conteúdo para ensinar?

Comece 2019 com o pé direito e sendo dono de seu próprio negócio.

Aprenda a criar seu curso online de forma gratuita.

QUERO ACESSAR O MINICURSO
Fechar ¿Cómo crear un curso online con videoclases?

¿Cómo crear un curso
online con videoclases?

Aprende a transformar tu conocimiento en un curso online con nuestra guía gratis.

¡DESCARGA EL MATERIAL!

Aula virtual: como ganhar dinheiro criando cursos online?

Aula virtual: como ganhar dinheiro criando cursos online?

Veja as vantagens de dar aula online!

Trabalhar com aula virtual tornou-se uma grande oportunidade de negócio, mesmo para aqueles que não são professores.

Isso porque, para atuar no mercado de ensino a distância, basta ter domínio em uma determinada área, querer e saber compartilhar informações relevantes de maneira didática e interessante.

Se você domina um assunto e nunca pensou em compartilhar seu conhecimento com outras pessoas, neste post, vamos mostrar todas as vantagens de dar aula online e ensinaremos como você pode criar um conteúdo atrativo e completo para seu público!

Mas, antes de passarmos para a parte prática, vamos explicar melhor o que é aula virtual para que você não tenha mais nenhuma dúvida sobre esse assunto.

O que é aula virtual?

Quando pensamos em aula online, geralmente, a primeira imagem que vem a nossa mente são as universidades a distância, cursos de extensão e qualquer outra matéria para a formação acadêmica.

Porém, a boa notícia é que os cursos online podem abranger qualquer área de conhecimento. Ou seja, eles não estão limitados às matérias tradicionais, como português e matemática.

Se você tem alguma habilidade artística, como a dança, ou tem conhecimentos em um assunto muito específico, por exemplo, finanças pessoais, é possível ensinar suas habilidades através de videoaulas.

De forma simples, a aula virtual é uma maneira de transmitir conhecimento pela internet. Elas podem ser transmissões ao vivo, lives no Facebook, vídeos em um canal no YouTube, webinários ou conteúdos pré-produzidos, também conhecidos como videoaulas.

Mas não pense que esse é um mercado interessante apenas para quem quer compartilhar seus conhecimentos e aumentar seus lucros dando aula na internet.

É claro que o fator econômico é um grande atrativo para os produtores de conteúdo, mas as aulas virtuais trazem muitas vantagens para os alunos também. Afinal, eles conseguem estudar o conteúdo que querem, quando e de onde quiserem.

Além disso, quando uma pessoa decide comprar um curso online, ela conta com um material exclusivo e de qualidade sobre um tema que ela realmente tenha interesse.

Graças a sua praticidade, flexibilidade e baixo custo, esse formato de ensino está ganhando cada vez mais espaço e se tornando preferido pelos brasileiros, principalmente por pessoas que querem estudar e não encontravam tempo para fazer isso.

Mas, além dos estudantes, as aulas virtuais também estão sendo vistas como grandes oportunidades para pessoas que querem trabalhar online seja para expandir suas fontes de renda ou mesmo para ter um negócio próprio.

Isso porque o ambiente de aprendizagem virtual permite transmitir informações para qualquer região do Brasil e do mundo de forma instantânea.

Com isso, os custos envolvidos tanto na parte de produção quanto de aquisição dos conteúdos é reduzido ao máximo, pois contas de água, luz, aluguel de salas de aulas e outros insumos são excluídos da lista de custos do empreendedor.

Ou seja, o valor de custo da criação de uma aula virtual é menor, o que possibilita que seu preço de venda também seja menor, atendendo tanto o comprador quanto o produtor daquele conteúdo.

Conseguiu perceber como esse modelo de ensino é interessante?

Quem pode dar aulas virtuais?

O professor ou tutor online é a pessoa que tem conhecimento em uma área específica e cria conteúdos para ensinar outras pessoas sobre um determinado assunto de seu nicho.

Muito conhecido no mercado digital como Produtor, ele é o responsável pela criação do curso online que, como já dissemos aqui, pode ser a respeito de qualquer assunto.

Mas tome cuidado na outra de definir o tema de suas aulas. Você precisa ensinar algo que seja interessante para os alunos, ou seja, precisa ser um tema relevante e que tenha procura.

Para entender um pouco mais sobre a atuação do professor no mercado digital, veja nossas dicas no vídeo a seguir:

Quais são as vantagens da aula virtual?

Existem várias vantagens da aula virtual para quem produz e disponibiliza o conteúdo e também para quem estuda.

Confira algumas dessas vantagens:

Aula virtual: infográfico mostrando as vantagens da aula virtual para o professor e para os alunos

Para quem produz

  • Baixo custo de produção

Uma das principais vantagens dos cursos online é o baixo custo envolvido na parte de produção e distribuição.

Para você ter uma ideia, é possível gravar aulas com a câmera do próprio celular, sem ter que investir em equipamentos específicos para essa finalidade.

É claro que, para isso, seu telefone precisa ter uma câmera boa, para que as imagens fiquem nítidas. Mas no início, você pode começar a gravar com o material que tem disponível em sua casa.

Assim que você decidir melhorar sua produção de conteúdo, lembre-se de investir em uma câmera que, atualmente, pode ser comprada por valores bem mais acessíveis (falaremos mais sobre isso neste texto).

Com a diminuição do custo para produzir o conteúdo, os resultados financeiros para quem trabalha com a venda de cursos online é maior, já que você pode vendê-los por preços mais baixos e ter, assim, um volume de vendas maior.

  • Facilidade para alcançar mais pessoas

Diferentemente do que ocorre com os cursos oferecidos em ambientes físicos, a aula virtual não encontra fronteiras geográficas.

É fácil vender para pessoas de estados e, até mesmo, países diferentes do seu, pois seu conteúdo pode ser acessado de qualquer lugar que tenha uma rede de internet instalada.

O empreendedor também tem mais alternativas para divulgar seu produto, como os anúncios e as redes sociais, que se forem bem segmentados, conseguem atingir o público certo e maior.

  • Liberdade para definir o melhor formato

Outra grande vantagem para quem produz aulas virtuais é a liberdade para escolher o tema e o melhor formato para seus conteúdos.

A duração de cada vídeo, o ambiente onde será gravado, o material de acompanhamento, tudo isso fica a critério do Produtor.

É ele também que escolhe se venderá o curso por unidade ou por assinaturas, para as pessoas terem acesso à conteúdos diferenciados por um valor cobrado periodicamente.

  • Divisão do conteúdo em módulos

Na hora de criar o conteúdo, o Produtor pode dividir as aulas em vários módulos.

Além de facilitar a vida de quem está elaborando as aulas, essa possibilidade auxilia na organização do conteúdo e também na forma como o aluno avança no aprendizado.

  • Você pode trabalhar de qualquer lugar, desde que tenha acesso à internet

Trabalhar a partir de qualquer lugar, a qualquer hora do dia? Sim, isso é possível!

Basta ter acesso à internet, um computador pessoal ou dispositivo digital semelhante, para produzir o conteúdo, efetuar vendas, analisar e acompanhar seus resultados.

Para quem faz

  • Liberdade para fazer seus próprios horários

Para quem adquire a aula virtual, a maior vantagem é a liberdade para estabelecer um horário de estudos.

Em um curso presencial, muitas vezes não conseguimos conciliar os estudos com a jornada de trabalho, principalmente porque os horários das duas atividades podem coincidir.

Quando você escolhe fazer um curso online é possível acessar o conteúdo a qualquer hora do dia, desde que você tenha acesso à internet.

  • O conteúdo é seu

Após adquirir um curso online, o aluno pode ver e rever o material quantas vezes desejar.

Se for necessário pausar o vídeo para continuar depois, isso é possível, já que todas as informações ficam disponíveis em uma plataforma digital.

E no caso dos materiais escritos, como ebooks e infográficos, uma vez que o aluno faz download deste tipo de conteúdo, ele pode ser acessado sempre que necessário, mesmo sem internet.

  • Valor de compra mais baixo do que de cursos presenciais

Lembra que falamos que o valor de produção de um curso online é mais baixo do que se o professor tivesse que dar aulas presenciais?

É por esse mesmo motivo que as aulas virtuais geralmente são mais acessíveis financeiramente para os alunos.

Como o Produtor não tem gastos muitos elevados para criar seu curso, é possível vendê-lo por um preço mais baixo, o que é ótimo para quem for comprá-lo.

  • Emite certificado

Muitas pessoas têm objeções na hora de comprar um curso online por causa do reconhecimento profissional, principalmente quem busca uma certificação, além do conhecimento.

Se você ainda está preocupado com isso, saiba que muitos cursos disponibilizados nesse formato oferece certificação ao final, com base no aproveitamento do aluno durante o processo de aprendizagem. Alguns cursos são, inclusive, reconhecidos pelo Ministério da Educação.

É claro que se você escolher fazer um curso de formação livre, não terá um certificado como o que receberia em uma universidade.

Porém, dependendo de sua área de atuação e das aulas que você escolheu fazer, os certificados recebidos podem ser agregados a seu currículo, servindo de diferencial para sua vida profissional.

  • Autonomia para estudar o que quiser

Além da facilidade de poder estudar nos horários que você achar melhor, como já mostramos anteriormente, quem escolher fazer aulas virtuais pode escolher o local onde quer estudar.

Se você trabalha viajando e nunca consegue ir a uma instituição de ensino, com os cursos online é possível estudar mesmo que você esteja do outro lado do país ou até mesmo do mundo.

A regra aqui é a mesma para os horários: tudo que você precisa é de um bom acesso à internet, independentemente de onde você esteja.

Como produzir uma aula virtual?

Existem várias etapas no processo de produção de uma aula virtual. Apesar disso, não há segredos: qualquer pessoa pode começar a produzir conteúdo de qualidade no formato de videoaulas.

Separamos, a seguir, as principais dicas para quem quer começar a atuar nesse mercado: dicas a seguir.

Pré-produção

1. Escolha do assunto:

Antes de colocar a mão na massa, é fundamental escolher bem o tema que você irá abordar nos vídeos. É importante que seja um tema com o qual você tenha afinidade e saiba ensinar bem.

É claro que você pode escolher um assunto que ainda não tenha tanto domínio. Mas lembre-se que se você fizer isso, será necessário estudar bastante para que suas aulas não sejam muito superficiais.

Por isso sempre recomendamos que você pense nos assuntos que gosta mais e naquilo que tem mais afinidade para que o processo de criação de sua aula virtual flua naturalmente.

Além disso, fique sempre de olho nas tendências do mercado. O que é que as pessoas querem aprender de verdade?

Ferramentas como o Google Trends ajudam os Produtores a descobrir oportunidades, pois mostram os assuntos mais pesquisados nos buscadores em um determinado período de tempo.

E lembre-se sempre de conhecer seus concorrentes para conseguir uma vantagem competitiva dentro de seu nicho. Mesmo que outras pessoas já estejam atuando com o tema que você escolheu, é possível produzir algo novo e diferenciado abordando aquilo que ainda não foi mostrado.

2. Escolha do cenário:

Onde os vídeos serão gravados? Em ambiente fechado ou aberto?

O cenário a ser escolhido deve guardar relação íntima com o tema das aulas virtuais.

Pode parecer apenas um detalhe, mas a identidade visual do projeto é tão importante quanto o conteúdo que será transmitido. Quanto mais bem pensado o cenário, mais coesa será a apresentação e, consequentemente, melhor a aprendizagem virtual.

3. Criação do roteiro:

Não basta ter uma boa ideia, é preciso levar isso para o papel.

Os roteiros permitem ter uma visão mais clara de tudo que deve ser dito durante o vídeo. Esse documento funciona como uma espécie de cola, ajudando o Produtor na hora de gravar.

Por isso, depois de definir o tema de suas aulas, lembre-se de criar um esboço do que você falará, para que não se esqueça de nada quando estiver gravando seus vídeos.

Gravação

4. Iluminação para vídeo:

Uma excelente estratégia é aproveitar ao máximo a luz natural do dia, pois ela é visualmente atrativa e, se bem utilizada, cria menos sombras no rosto de quem está na frente das câmeras.

Caso você opte por um ambiente de gravação fechado, existem alguns tipos de iluminação que podem ser reproduzidos até mesmo com equipamentos que você já tem em casa.

O importante é gravar as aulas virtuais em um ambiente iluminado para que o vídeo fique visualmente compreensível.

5. Câmeras para gravar:

Atualmente, a maioria dos celulares possuem câmeras que gravam em HD e que podem ser utilizadas para fazer os vídeos. Ou seja, não é preciso investir em equipamentos profissionais para começar.

Porém, se você quer mesmo ser um especialista em sua área de atuação e desenvolver um material excelente para seus alunos, é importante investir em uma câmera para gravar suas aulas.

Um vídeo produzido com uma boa iluminação, uma câmera profissional e um microfone para captar o som de maneira clara são fundamentais para que sua aula virtual deixe de ser amador e passe a ser vista como um conteúdo profissional.

Se você ainda não entender bem sobre câmeras, confira nosso post que mostra quais são as melhores câmeras para gravar vídeos.

Pós-produção

6. Edição:

Depois de ter gravado tudo que será mostrado em sua aula virtual, chega o momento de editar seus vídeos.

Essa é uma etapa extremamente importante na produção de um curso online e mesmo que você não seja um editor profissional, é possível utilizar algumas ferramentas online para editar seus vídeos.

Existem vários programas de edição de vídeo completamente gratuitos e a maioria deles é bem intuitivo.

Esse tipo de ferramenta permite que o produtor faça algumas alterações nos vídeos, como cortes, adicionar elementos, inserir efeitos, para deixar o material mais profissional e interessante.

7. Escolha da plataforma para seu curso:

Agora que o vídeo está pronto e editado, é hora de disponibilizar o conteúdo em um ambiente de aprendizagem virtual.

A primeira ideia de muitos Produtores é explorar o YouTube, o que deve ser feito principalmente para você conhecer melhor sua audiência e entender o tipo de conteúdo que as pessoas estão procurando.

Mas se seu objetivo é transformar suas aulas em um produto para ganhar dinheiro com isso, o YouTube não pode ser sua única opção.

Existem várias plataformas específicas para cursos online, como a Hotmart, que oferecem diversas ferramentas para quem deseja disponibilizar sua aula online e manter contato com compradores e até mesmo pessoas que vendem esse tipo de produto. Vale a pena pesquisar antes para encontrar aquela que mais se adequa às suas necessidades.

Se você está começando agora e ainda não entende muito bem desse assunto, confira nosso post que ensina como escolher uma plataforma de cursos online.

8. Divulgação e venda

A grande pergunta depois de ter o conteúdo em mãos é: “Como realizar a venda?”. Isso porque vender pela internet é bem diferente de vender no mercado tradicional.

É preciso atrair os clientes e influenciá-los a realizar uma ação que, nesse caso, é comprar sua aula virtual.

Há várias estratégias online que você pode utilizar para que as pessoas conheçam seu curso online.

Independentemente de qual você escolha, o fundamental é mostrar todos os diferenciais de sua aula e conquistar a confiança de seu público.

Para isso, você precisa mostrar que se preocupa com a experiência do comprador desde a aquisição do produto, até as dúvidas que ele possa ter sobre o conteúdo.

Algumas estratégias de divulgação que podem e devem ser aplicadas conjuntamente são:

  • E-mail marketing:

Com o envio de conteúdo para uma listas de e-mail, é possível manter contato com pessoas interessadas em suas aulas e clientes.

Apesar de muitas pessoas pensarem que o e-mail não é uma estratégia tão efetiva, saiba que, para a venda de produtos digitais, essa é uma prática muito recomendável.

Mas não pense que apenas enviar vários e-mails com promoções fará com que as pessoas queiram comprar sua aula virtual.

Lembre-se que para ser eficiente, o e-mail deve ser atrativo, misturando texto e imagem, além de sempre possuir conteúdo relevante e segmentado de acordo com o estágio no qual o destinatário se encontra.

  • Redes sociais:

As redes sociais são ótimas formas de conquistar novos clientes e de manter contato com as pessoas que já conhecem seu curso online.

Fazer postagens periódicas e manter presença dentro dessas mídias é a chave para para encontrar um público maior, o que permitirá que você efetue mais vendas.

Mas lembre-se de aplicar o princípio de pareto em sua produção de conteúdo para redes sociais: 80% de suas postagens devem ser de conteúdo relevante e educativo para o público, e apenas 20% para falar sobre você e seu produto.

Além disso, não pense que ter um perfil em cada uma das mídias que existem fará com que você venda mais.

Entenda quais são as principais redes usadas pelas pessoas que você quer atingir e utilize-as de forma recorrente para criar um relacionamento com seus clientes em potencial.

  • Blog:

Para quem trabalha com a produção de aulas virtuais, é fundamental ter um espaço personalizado e específico para conversar e educar seus possíveis consumidores.

Com um blog é possível compartilhar novidades, tirar dúvidas, oferecer materiais complementares e aprofundar-se em tópicos abordados nas aulas.

  • Programa de Afiliados:

Se você tem tudo que é necessário para criar um curso online, mas acredita que não tem as habilidades necessárias para divulgar e vender seu produto, uma ótima opção são os programas de Afiliados.

Nesse tipo de estratégia, você disponibiliza sua aula virtual em uma plataforma digital que conectará seu produto com pessoas que têm facilidade em vender.

Essas pessoas são chamadas de Afiliados. Eles recebem uma comissão cada vez que divulgam e vendem o produto de alguém, o que é uma vantagem para quem criou o curso, já que você não precisará pensar em estratégias para divulgar suas aulas.

Aula virtual: o futuro do ensino

Depois de ler todo o texto e chegar até aqui, você com certeza deve ter percebido que a aula virtual não é só uma tendência passageira, como algumas pessoas imaginavam anos atrás.

Esse tipo de processo de ensino e aprendizagem já faz parte do dia a dia de várias pessoas que estão em busca de mais conhecimento e qualificação.

Mas, além disso, trata-se também de um modelo de negócio acessível e bastante rentável para aqueles que desejam empreender no mercado digital.

A boa notícia, como você viu, é que existe espaço para novos Produtores de conteúdo que tenham vontade trabalhar com a produção de videoaulas.

Se você percebeu que essa é uma boa alternativa para ensinar aquilo que você sabe de melhor, mas ainda precisa de mais informações para tirar essa ideia do papel, não deixe de ler nosso guia completo para criar cursos online.

  • Este post foi originalmente publicado em janeiro de 2018 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.