Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

As 8 principais características de um líder exemplar

As 8 principais características de um líder exemplar

Veja quais são as características que um líder deve ter e o que você precisa para se tornar um.

A procura por autonomia é comum a um número cada vez maior de pessoas que, em grande parte dos casos, não se contentam ou se identificam com as formas tradicionais de trabalho.

No entanto, ao contrário do que muitos podem acreditar, ser o próprio chefe não significa ter menos responsabilidades ou mais facilidades no controle financeiro. A verdade é que o empreendedorismo requer tanto comprometimento quanto apresenta possibilidades de recompensa.

Empreender exige, antes de mais nada, dedicação e a percepção nítida de que mais do que uma alternativa de fonte de renda, o empreendedorismo é um estilo de vida.

Nesse sentido, um ponto precisa estar bastante claro para quem decide ser o próprio chefe: mais do que a postura de um chefe (seja próprio ou de um grupo de pessoas), você precisa desenvolver as características de um líder.

Mas você sabe o que realmente significa ser um líder?

Trata-se de um papel similar ao de um chefe, mas com diferenças fundamentais. A primeira diferença entre um chefe e um líder é que, enquanto o primeiro tem apenas autoridade, o segundo vai além e inspira, estimula o engajamento com o trabalho desenvolvido.

Tendo isso como premissa, já se pode deduzir como os dois papéis se distinguem — e é sobre isso que falaremos ao longo deste artigo.

Confira!

O que é um líder?

O líder é, literalmente, quem lidera um grupo de pessoas, seja no contexto profissional ou pessoal.

Mas o que isso significa de fato?

Bom, um líder é alguém que tem a capacidade de administrar pessoas e equipes, além de inspirá-las a atingir objetivos comuns.

Ou seja, podemos dizer que um líder consegue se comunicar com pessoas das mais diferentes personalidades, fazendo com que toda a equipe se mantenha focada em atingir um único objetivo.

Além disso, quando falamos em liderança, logo vêm à mente algumas características básicas que todo bom líder precisa ter, como habilidade de comunicação, visão estratégica, adaptação, disciplina, capacidade de se relacionar, entre outras.

O que faz um bom líder?

Porém, ter um cargo de liderança não faz de ninguém um líder. De fato, todo mundo conhece algum gerente ou coordenador que não exerce a liderança da melhor maneira.

Então, o que faz um bom líder? O que o diferencia dos outros profissionais?

A figura de um líder tem, naturalmente, um peso muito grande, inspirando respeito e, em alguns casos, medo nas outras pessoas.

Porém, um bom é aquela pessoa que consegue transformar esse sentimento em admiração e inspiração. Ele ou ela jamais exerce sua função para ser temido e oprimir os outros.

Esse perfil de liderança autoritária perdeu sua popularidades nos últimos anos, dando lugar a uma figura que busca agregar e motivar equipes, fazendo com que todos trabalhem em conjunto para conquistar o sucesso da empresa.

Isso garante mais qualidade de vida no ambiente de trabalho, aumenta a motivação dos colaboradores e, consequentemente, a produtividade geral da equipe.

E não pense que só quem está no topo da hierarquia corporativa pode liderar. Até mesmo em um grupo de colaboradores de mesmo nível hierárquico podemos observar alguém se destacar como líder, motivando, liderando e inspirando os demais.

Mas para isso, é preciso que a pessoa tenha as características de um líder. Você sabe quais são elas? É o que veremos a seguir.

Quais as características de um líder?

Como explicamos, para exercer a liderança de maneira saudável, é preciso ter um determinado perfil. Acompanhe e descubra a seguir nove características de um líder exemplar!

1. Abertura ao novo

Não dá para falar em empreendedorismo sem falar em inovação, não é verdade?

Pode parecer básico, mas a receptividade a ideias novas e soluções alternativas é primordial para que alguém seja um bom líder — e isso é mais trabalhoso do que pode parecer em teoria.

Ideias novas representam, na quase totalidade das vezes, riscos. Alguns riscos são altos, outros irrisórios. Mas de qualquer maneira, ainda são, essencialmente, riscos.

Portanto, ser aberto a novas ideias significa também ter coragem para enfrentar o desconhecido e, muitas vezes, imprevisível.

Porém, como já começamos falando, ter ideias inovadoras é praticamente um requisito para quem deseja empreender. Mas não se preocupe: inovar não significa, necessariamente, criar algo totalmente novo ou descobrir um mercado inédito a ser explorado.

A inovação também está nos detalhes: na aprimoração de um processo, em uma forma criativa e diferente de ser fazer publicidade etc.

O importante é sempre procurar e explorar novas formas de melhorar um trabalho ou produto, o que se configura como uma das características de um líder exemplar.

2. Equilíbrio emocional

Lidar com as adversidades cotidianas com inteligência emocional é provavelmente um dos maiores desafios para qualquer indivíduo.

Para quem decide empreender, essa é uma necessidade ainda mais evidente. Afinal, quando o responsável pelo seu desenvolvimento profissional é exclusivamente você mesmo, ter equilíbrio emocional é ainda mais importante.

Por esse motivo, a inteligência emocional é uma das características de um líder esperada de todo empreendedor. E isso engloba conseguir manter o foco mesmo em dias de stress, desânimo, tristeza e cansaço.

Para que essas variações de humor não prejudiquem o seu trabalho, você deve cuidar sempre de sua saúde (física e mental), separando um tempo para descanso, lazer e atividades que lhe façam bem.

(Aqui no blog, temos um post completo sobre como se automotivar. Não deixe de conferi-lo também.)

É importante ter consciência de que todos nós estamos sujeitos a problemas e imprevistos que podem afetar nosso emocional.

Entretanto, como o trabalho de um líder costuma influenciar um número considerável de pessoas, o ideal é que ele aprenda a reconhecer suas alterações emocionais e não permita que elas prejudiquem o lado profissional.

3. Autoconhecimento

Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para um bom líder. Afinal, a primeira pessoa que ele deverá guiar e orientar é a si mesmo para que, desse modo, se torne um modelo a ser seguido pelos demais.

O autoconhecimento pressupõe refletir e conhecer seus próprios limites, saber se comunicar quando algo foge ao esperado, saber dizer não e também admitir quando algum pedido ou padrão de rotina agride seus limites.

Por isso, faça exercícios diários e reflita para conseguir entender quem você realmente é.

4. Inteligência interpessoal

O tato social é outro fator indispensável para que alguém seja um bom líder. Ter tato social significa conseguir estabelecer um bom diálogo com diferentes tipos de pessoa, saber o momento de ser firme e o de ser amigável, por exemplo.

Na sequência, falaremos sobre algumas características de um líder exemplar relacionadas a habilidades interpessoais que são de extremamente valiosas. Confira:

a) Saber escutar

Ser um bom líder é saber que ninguém trabalha completamente sozinho e que, de um modo ou de outro, depende de outras pessoas para desenvolver um bom trabalho.

Em certos casos, os outros serão apenas seus colegas de trabalho, ou até mesmo seus clientes, existindo ainda a possibilidade de serem as duas alternativas.

De qualquer modo, é essencial saber que suas conclusões e ideias não são verdades universais e que você deve sempre ouvir o que o outro tem a dizer (com consideração e respeito).

Isso porque, líderes que ouvem o próximo contribuem para um ambiente de trabalho mais integrado, harmônico e coeso — o que afeta diretamente o engajamento, a produtividade e, naturalmente, os resultados globais.

Essa postura receptiva é fundamental para a construção de uma liderança saudável e inspiradora.

b) Saber se expressar

Da mesma forma que saber escutar afeta diretamente na autoridade que um líder tem sobre seus times, é fundamental conseguir se expressar de maneira objetiva e clara.

Muitas vezes, a forma como um tema é abordado é tão importante (ou mais) do que se é dito propriamente.

Para a neurolinguística, na comunicação, uma das premissas básicas é a de que a responsabilidade da interlocução é sempre do comunicador e não do ouvinte, ou seja: para que a comunicação se estabeleça com sucesso, o comunicador deverá se atentar para ser o mais claro possível.

E se comunicar bem envolve muito mais do que uma boa escolha de palavras e oratória impecável. Envolve também escolher o tom e o momento adequado para falar, uma das características de um líder que não pode ser esquecida jamais.

c) Fornecer feedbacks

Para a construção de uma rotina profissional saudável, é preciso que todos os envolvidos na execução de uma tarefa tenham uma noção clara da qualidade do trabalho que estão desenvolvendo. Nesse sentido, é fundamental que um bom líder construa uma cultura de feedbacks no ambiente de trabalho.

Sem um feedback enaltecendo pontos fortes e apontando pontos fracos, o profissional não terá parâmetros sólidos sobre como melhorar seu próprio trabalho — e é responsabilidade do líder o oferecimento desses feedbacks.

Feedbacks bem dados são sempre potencialmente construtivos. Os positivos funcionam como uma motivação extra para o profissional elogiado, enquanto as críticas funcionam como um retrato que revela o que deve ser remodelado ou lapidado.

É importante ressaltar que os feedbacks (especialmente os negativos) devem ser oferecidos individualmente. Afinal, constranger um funcionário na frente de seus colegas é descortês e nada construtivo.

Lembre-se que, ao oferecer um feedback, a clareza e transparência são pré-requisitos básicos.

d) Estipular metas bem definidas

Para atingir qualquer objetivo ambicioso, é preciso estabelecer metas claras que definam o passo a passo até o alcance do objetivo final. O estabelecimento de metas funciona como uma espécie de roteiro que ajuda uma equipe a manter o foco.

Logo, estipular metas bem definidas é mais que um diferencial de um bom líder, é uma característica indispensável que ele deve desenvolver.

A definição de metas não precisa ser expressa necessariamente em cifras (como lucros, rendimentos etc.), mas deve preferencialmente ser mensurável.

(Ainda não sabe como fazer isso? Leia nosso post sobre como estipular metas para seu negócio.)

e) Seriedade e profissionalismo

O profissionalismo envolve muito mais do que uma postura séria no ambiente de trabalho. Ele refere-se a nossa capacidade de administrar diferentes fatores de tal modo que estes não comprometam o trabalho realizado, tais como: humor, satisfação, tolerância com o que pode não ser agradável (como ter horários e prazos rígidos, relacionamento com colegas, retorno financeiro etc.), dentre vários outros.

Ser profissional significa também ter uma ética pessoal e profissional bem definida. Saber tomar decisões corretas mesmo quando elas não nos são pessoalmente vantajosas (e em alguns casos até mesmo desvantajosas), saber respeitar diferenças e lidar com adversidades sem perder a compostura são fundamentais.

Um bom líder é sempre um exemplo de profissionalismo. Afinal, a liderança por si só deve ser inspiradora e, portanto, seu modo de agir deve ser admirado e inspirador para aqueles que trabalham com você.

5. Age como exemplo

O objetivo de toda liderança é fazer com que sua equipe trabalhe de maneira mais efetiva, alcançando as metas e objetivos esperados.

Mas antes de exigir isso dos outros, o líder precisa ele mesmo agir assim, servindo de exemplo para os demais.

Nesse sentido, uma das características de um líder é atuar conforme espera que os outros atuem, dedicando-se às tarefas e obrigações do trabalho e corrigindo os próprios erros.

Além de aprimorar a própria performance, o líder ainda se transforma em inspiração para todos ao redor.

6. Sabe tomar decisões

Um dos maiores desafios do mundo corporativo é saber avaliar o ambiente e suas variáveis para, a partir disso, tomar as decisões mais adequadas. Isso garante o sucesso de um empreendimento e a qualidade do ambiente de trabalho.

Nesse sentido, uma característica que não pode faltar em um bom líder é saber decidir corretamente. E não estamos falando de simplesmente “apagar incêndios”, atuando apenas com medidas paliativas.

Bons líderes conseguem identificar quando uma atitude precisa ser tomada para evitar que problemas ou consequências negativas prejudiquem todos a seu redor.

7. Adaptabilidade

Quem fica preso a formas tradicionais de agir e pensar corre o risco de perder grandes oportunidades e até ter dificuldade em resolver problemas e tomar decisões.

Isso se torna ainda mais grave no contexto em que vivemos, com um mundo dinâmico, hiperconectado e onde as informações e descobertas fluem em um piscar de olhos.

Nesse sentido, saber se adaptar a essas mudanças é uma das características mais importantes em um líder e um dos pilares da inovação.

Essa versatilidade garante que o empreendedor estará sempre atento ao que há de mais eficiente e moderno em seu nicho, além de permitir que ele tome decisões frente aos problemas e desafios com muito mais facildiade.

8. Sede por conhecimento

Uma das características de um líder é ter sede pelo conhecimento, ser curioso, dedicado e estar sempre em busca de novos aprendizados.

Mas calma! Isso não significa que você precise entender de literatura clássica ou de teorias físicas para ser um bom líder.

A sede pelo conhecimento, nesse caso, se refere ao conhecimento relacionado à sua área de atuação.

Se você trabalha com o mercado online, por exemplo, é de suma importância que esteja sempre lendo e pesquisando sobre as tendências da área, quais são as novidades e soluções tecnológicas mais importantes do momento etc.

(Dica extra: utilize o Google Trends para ter insights sobre esse mercado.)

A regra é simples: mantenha-se em movimento ou seja levado pela maré (da mesmice e da mediocridade).

Note que empreendedores de notoriedade são aqueles que fogem do senso comum e revolucionam seus nichos de mercado com novos olhares criativos, como foi o caso de Steve Jobs e o Iphone, Reed Hastings e a Netflix, Mark Zuckeberg e o Facebook, Bill Gates e a Microsoft, Fred Smith e o FedEx, entre vários outros.

Para se sobressair, é preciso se diferenciar. Portanto, estude, pesquise e dedique-se!

E então, gostou de saber mais sobre empreendedorismo e conhecer as características de um líder exemplar? Não deixe também de conferir nosso post sobre como ser um empreendedor de sucesso.

Este post foi originalmente publicado em janeiro de 2018 e atualizado para conter informações mais completas com a ajuda do redator Marcos Pereira.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.