Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Celular para gravar vídeo: os 10 melhores aparelhos

Aprenda a escolher um bom celular para gravar vídeo e confira os 10 melhores aparelhos para produzir conteúdos de qualidade!

Celular para gravar vídeo: os 10 melhores aparelhos

É impossível não reconhecer o celular como um instrumento de trabalho que vai muito além da comunicação. 

Os smartphones hoje são imprescindíveis para quem tem um negócio na internet. Seja por causa das redes sociais e a divulgação do negócio, os contatos diretos com o cliente e até mesmo produzir conteúdo para o empreendimento. 

Nesse sentido, entra a importância de se ter um bom celular para gravar vídeos. 

O formato é queridíssimo na internet e ter um bom equipamento para fazer vídeos nem sempre é uma opção viável.

Por isso, o telefone celular se tornou uma opção mais viável e prática para se criar esse tipo de conteúdo. Existem vários modelos e algumas dicas valiosas para poder produzir um vídeo de vendas tão bom quanto um feito com equipamento apropriado. 

Você conhecerá alguns modelos e terá algumas dicas neste texto!

O que levar em conta na hora de escolher um celular para gravar vídeo?

Para fazer vídeos profissionais, é preciso se atentar a alguns detalhes na hora de escolher o modelo mais apropriado para o seu negócio. 

Afinal, não basta ter um bom roteiro e uma boa oferta: é preciso encantar também com a qualidade do material do seu vídeo.

Com o passar do tempo, os fabricantes têm incrementado seus aparelhos com as mais diversas funcionalidades e qualidades que só aprimoram os serviços que os celulares oferecem ao seu usuário. 

Mas, então, ao que se atentar na hora de escolher um celular para gravar vídeo?

A resposta você encontra nesta lista aqui embaixo:

Resolução da câmera

Talvez um dos fatores mais determinantes para produtores de vídeos. A resolução é uma das formas de garantir qualidade ao seu conteúdo.

No mercado, já existem modelos que filmam em até 4k, o Ultra HD. Mas, se você ainda não pode fazer um investimento mais pesado, é possível produzir bem com resoluções menores e que não perdem tanto em qualidade, como o Full HD ou mesmo o HD, com resoluções de 1080 pixels e 720p respectivamente.

É claro que, quanto maior essa resolução, melhor ele será para gravar.

A escolha sempre ficará à cargo do total de investimento que você tiver e, se o seu orçamento estiver apertado, não se preocupe. Celulares Full HD estão bem acessíveis no mercado e eles já garantem uma boa qualidade para seus vídeos.

Conjunto de lentes

Você já deve ter notado que vários modelos de smartphones à venda contam com duas, três ou até mesmo quatro lentes diferentes. Mas você sabe para que cada uma delas serve e quais escolher?

As lentes são os elementos responsáveis por focar a luz da imagem no sensor das câmeras fotográficas, sejam elas analógicas ou digitais, como é o caso dos smartphones.

E por ser um elemento tão importante no processo de formação da imagem, a qualidade das lentes influencia diretamente na qualidade da foto ou vídeo.

No caso das câmeras de celulares, as lentes podem ser classificadas de acordo com o seu ângulo de visão, ou curvatura.

As lentes teleobjetivas, ou “zoom”, possuem um ângulo de visão menor. Por isso, permitem criar imagens de objetos mais distantes.

Mas atenção: o zoom óptico, ou seja, produzido pela lente, é diferente do zoom digital, que nada mais é do que um “recorte” da imagem feito pelo software de filmagem. Por causa disso, o zoom digital sempre terá uma qualidade inferior.

As lentes grande-angulares apresentam um ângulo de visão mais aberto e, com isso, possibilitam fotografar ou filmar grande parte de uma cena. Porém, acabam distorcendo os cantos das imagens.

Já as câmeras macro funcionam como lentes de zoom, com a diferença de que conseguem focar em objetivos bastante próximos da câmera. São ótimas para fotografar objetos pequenos, como insetos e flores.

Além das lentes acima, alguns celulares já contam com um sensor de profundidade que ajuda a criar retratos com um efeito de fundo desfocado. Nesse caso, essa lente não cria imagens, servindo apenas para que a câmera identifique a distância entre o objeto fotografado do sensor.

Como deu para perceber, cada lente possui um uso recomendado. Portanto, ao escolher um celular para gravar vídeo, escolha o conjunto de lentes adequado para o tipo de conteúdo que será produzido.

No caso de um vlog, por exemplo, uma câmera com um sensor de profundidade pode ajudar a criar vídeos mais profissionais.

Agora, se você pretende criar vídeos externos ou com uso de cenário, uma lente grande-angular ou zoom são mais recomendadas.

Estabilização óptica ou eletrônica de imagem

Algo que muito provavelmente acontece com quem não possui uma boa estrutura para gravar vídeos são os movimentos que invariavelmente ocorrem na hora de filmar. Com isso, o vídeo pode sair borrado e com aspecto de baixa qualidade.

Para amenizar isso, os fabricantes já disponibilizam sensores de estabilização óptica e eletrônica.

A estabilização óptica é uma maneira mais eficaz para eliminar as perdas que ocorrem quando se grava algo muito rápido, ou quando a câmera se move muito.

Nesse caso, a estabilização ocorre com sensores capazes de captar de maneira mais natural essa movimentação.

A estabilização eletrônica, por sua vez, ocorre por uma série de padrões que um software no celular determina quando capta um movimento.

Para simplificar, ele “gera” uma imagem quando percebe esses movimentos muito rápidos, tentando simular o que ele capta.

Isso pode deixar as imagens com menos nitidez e fazer com que se perca a resolução.

Ainda que pareça menos vantajoso, a estabilização eletrônica da imagem – ou digital – não requer qualquer nova aquisição de componentes no celular. Por isso, é mais barata que a óptica, preferida por quem busca mais aperfeiçoamento nos seus vídeos.

Armazenamento e memória RAM

Por fim, não adianta você ter um celular para gravar vídeos se o armazenamento e a memória RAM não forem suficientes.

O armazenamento nada mais é do que o espaço que seu celular possui para conseguir “guardar” seus arquivos no aparelho. E, nesse caso, quanto mais melhor. 

No mercado, existem opções de 32  GB, 64 GB e 128 GB e, os mais avançados, 512 GB. Alguns, apresentam a possibilidade de se ampliar a capacidade de armazenamento com um cartão de memória. 

Para um celular em que é necessário não só gravar, como ter programas de edição de vídeo, o mais ideal é que seja um armazenamento grande, a partir de 128 GB.

A memória RAM, por sua vez, promove o melhor desempenho do celular. Ela armazena dados temporários para que possam ser lidos e processados mais rapidamente e em conjunto, ou seja, todos ao mesmo tempo.

Por isso, quanto maior for essa capacidade, melhor. 

Ainda que esses dois itens usem a mesma medida, é preciso evitar confundi-los ou achar que são similares. O armazenamento sempre será maior que a memória RAM, que no mercado, varia entre 4 GB a 8 GB, em média.

Os 10 melhores celulares para gravar vídeos 

Agora que você passou por esses principais componentes que farão seu celular ser o equipamento ideal para criar seus conteúdos em vídeos, chegou a hora de conhecer aqueles modelos que oferecem o melhor para isso. 

Índice
  1. iPhone 12 Pro
  2. iPhone XR
  3. Galaxy S10+
  4. Huawei P30 Pro
  5. Xiaomi Mi Note 10
  6. Motorola One Action
  7. Xiaomi Redmi Note 8 Pro
  8. Samsung Galaxy A51
  9. Motorola Moto G9 Plus
  10. Samsung Galaxy A11

1. iPhone 12 Pro

Os produtos da Apple são, muitas vezes, apontados como os melhores no quesito qualidade técnica de seus acessórios. 

No quesito câmera, fundamental para todo celular para gravar vídeo de alta qualidade, o iPhone 12 Pro apresenta estabilidade óptica e uma resolução para vídeo em 4k, tanto para a câmera traseira quanto para a dianteira. A principal, aliás, é a UltraWide

Ela possui memória RAM de 64 GB e 518 GB de armazenamento, sem possibilidade de estender com cartão SD. 

Esse certamente é um dos aparelhos mais top de linha e, por isso mesmo, possui um dos maiores preços do mercado – o menor valor encontrado é de R$ 7.829. 

2. iPhone XR

Essa já é uma opção mais em conta para quem gosta dos produtos da Apple. Possui uma câmera de 12mp, com lente angular e teleobjetiva. Isto é, duas funções em uma única lente. 

Sua resolução chega a 4K na câmera traseira – a dianteira apresenta Full HD. 

Você encontra versões de iPhone XR com 64 GB, 128 GB e 256 GB de armazenamento, com memória RAM de 64 GB. 

Como mencionado, seu valor é mais em conta, girando em torno de R$ 3.399. 

3. Galaxy S10+

Saindo dos aparelhos da Apple – e consequentemente dos IOs –, o aparelho da Samsung tem tela de 6,4 polegadas com resolução de 3040×1440. O armazenamento interno é de 128 GB podendo expandir, se for necessário. Já a memória RAM é de 8 GB.

Sua câmera grava vídeos em 4k, com estabilização óptica e o conjunto de lentes é triplo: principal, ultrawide e teleobjetiva.

Seu valor varia entre R$ 2.699 a R$ 5.819.

4. Huawei P30 Pro

Essa marca tem ganhado força no Brasil pela sua tecnologia 5G, mas tem ganhado destaque também pelos seus ótimos aparelhos celulares.

A qualidade de suas câmeras pode ser encontrada tanto nas 4 traseiras quanto na frontal. Possui memória RAM de 8 GB com armazenamento de 256 GB, podendo dobrar com um cartão SSD.

Filma em 4k na câmera traseira e Full HD na dianteira, com auto focagem e estabilização óptica. 

Seu preço varia na faixa de R$ 4.699 a R$ 4.999. 

5. Xiaomi Mi Note 10

Sucesso de popularidade, a Xiaomi não poderia deixar de ter o seu top de linha de celular para gravar vídeo. 

É o modelo Xiaomi Mi Note 10. Com ele, você garante ótimos vídeos para o seu canal de Youtube com um aparelho com 3 câmeras traseiras filmando em 4k. 

Seu armazenamento interno pode chegar a 128 GB, mas sem a possibilidade de colocar cartão de memória. Seu RAM é de 6 GB. 

Você pode encontrar o Xiaomi Mi Note 10 de R$ 2.250 a R$ 3.800.

6. Motorola One Action

Pouca gente reclama dos aparelhos da Motorola, é não é à toa. 

Além da qualidade de uso, seus acessórios dão garantia de bons vídeos para as suas redes sociais. 

O One Action possui câmera tripla, uma com dedicação exclusiva para actioncam, que simula o estilo da GoPro. 

A câmera pode chegar a gravar em Full HD, com estabilidade óptica e grava na horizontal, mesmo que você posicione o aparelho na vertical.

Possui armazenamento de 128 GB, que pode ser expandido, e RAM de 4 GB. Seu valor varia de R$ 1.849 a R$ 1.999. 

7. Xiaomi Redmi Note 8 Pro

A Xiaomi possui mais um representante nessa lista, o Redmi Note 8 pro. E não é para menos. 

Essa linha é mais intermediária, ou seja, possui bons recursos, mas não tão avançados, com um preço mais em conta. 

Para você ver como ele não fica tão atrás, sua câmera filma até 4k na traseira, com estabilidade eletrônica. São 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno, com possibilidade de ampliar com cartão. 

Você pode achá-lo na faixa entre R$ 1.689 a R$ 1.733. 

8. Samsung Galaxy A51

Com um conjunto de câmeras que chama atenção, o Galaxy A51 oferece uma ultrawide e uma macro, além da principal, com 12mp, 5mp e 42mp respectivamente. 

Possui memória RAM de 4 GB com armazenamento expansível de 128 GB. 

Seus vídeos podem ser gravados em até 4k, na traseira, e Full HD na dianteira. Seus valores giram em torno de R$ 2.099. 

9. Motorola Moto G9 Plus

O G9 plus da Motorola pode surpreender pelo seu preço no mercado: cerca de R$ 1.790. 

Isso porque seus recursos não deixam um produtor de vídeo na mão, como o conjunto quádruplo de câmeras em 4k de resolução e estabilidade eletrônica. 

Com espaço para cartão de memória, seu armazenamento interno é de 128 GB, com RAM de 4 GB. 

Certamente, o melhor aparelho da geração G9. 

10. Galaxy A11

Por fim, o Galaxy A11 da Samsung. 

O mais em conta dessa lista, pode ser encontrado a R$ 1.079. Sua câmera grava em até Full HD em ambos os lados. 

Possui RAM de 3 GB e uma memória interna de 64 GB, podendo ser expandida até 512 GB. 

Dicas para produzir bons vídeos com o celular 

Como você viu, existem bons celulares para gravar vídeos no mercado, em faixas de preços mais acessíveis, que podem contribuir muito com sua produção.

Existem dicas que devem ser levadas em consideração independentemente do aparelho que você adquirir para poder, enfim, ter um bom equipamento à sua disposição. 

Limpe a lente

Para ter uma boa qualidade de material para seu vídeo marketing, não adianta garantir uma boa câmera no aparelho se suas lentes não forem limpas! 

Pode parecer meio óbvio isso, mas é que muita gente se esquece do básico, que é limpar o equipamento. 

Faça isso com um pano macio e com muito cuidado para não arranhar – por isso, certifique-se que o próprio pano esteja limpo!

Antes de gravar para valer, faça um teste para ver se a imagem está verdadeiramente boa e sem qualquer tipo de traço de sujeira. 

Não use o zoom digital

Lá no início do texto, você leu que o zoom é um assunto delicado. E é mesmo. 

A função digital, seja qual for a sua câmera, deve ser evitada ao máximo. Bem como os estabilizadores eletrônicos, o zoom desse modo faz simulações da aproximação, perdendo qualidade e ganhando distorção quanto maior for.  

Por isso, opte sempre em aproximar a câmera do quer dar zoom. Ou então, faça uma boa edição para “crescer” a imagem no vídeo.  

Aproveite a luz natural

A iluminação é, certamente, um dos pontos-chave de todo conteúdo em vídeo que existe na internet. 

Qualquer que seja o equipamento que você tiver para ajudar nessa hora, ótimo. 

Mas, se o seu caso ainda é de poucos recursos, não tem problema. 

Na verdade, a luz natural sempre é a melhor opção para vídeos. Ela permite imagens mais nítidas e cores mais vivas.

Fique de olho no formato do vídeo 

Aqui, uma polêmica. O formato do vídeo: horizontal ou vertical?

A verdade é que, se você não estiver gravando para o Instagram Stories, prefira o horizontal. Principalmente se o seu conteúdo for para o YouTube.

Esse formato é mais responsivo, podendo passar tranquilamente em dispositivos como tablets, computadores e TVs.

Segure o celular com as duas mãos

Uma das grandes preocupações na hora de gravar é com relação a instabilidade que o celular tem. 

Se um triple não for uma opção para você, firme o aparelho com as duas mãos para dar mais estabilidade e evitar esses movimentos que invariavelmente se tem ao segurar algo no ar.

Cuidado com o áudio!

Esse é outro ponto-chave para uma qualidade boa no seu material. O áudio NUNCA deve ser ignorado por você na hora de gravar seu material. E se você não tiver um microfone para o vídeo, a solução é mesmo usar o do celular.

Quando for filmar, certifique-se onde é o microfone para que você possa gravar o áudio sem tampá-lo com um dos dedos, principalmente se for segurar com as duas mãos.

Imagine se você grava um vídeo perfeito mas que ficou com um áudio baixo justamente porque você não se atentou a esse detalhe?

Capriche na edição de vídeo

Por fim, algo que pode ser determinante para um vídeo se tornar viral: a sua edição. 

A edição do vídeo pode ser o que diferencia o seu conteúdo dos seus concorrentes, com efeitos e cortes dinâmicos.

Um bom celular para gravar vídeos, como você leu anteriormente, deve ter um bom armazenamento para conseguir guardar programas para edição de vídeos e até mesmo seus arquivos. 

Por isso, procure por bons aparelhos, com boa memória, câmeras e acessórios para que você tenha qualidade no produto final.

E se você quiser saber como fazer vídeos fantásticos pelo celular, inscreva-se no Aprenda Comigo: Produção de vídeos da Hotmart. É gratuito e você perceberá a diferença de seu material quando concluir!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.