Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Golden circle: em que o círculo dourado pode ajudar seu negócio?

Golden circle: em que o círculo dourado pode ajudar seu negócio?

O golden circle é a estratégia das maiores marcas do mercado e também pode ser útil para seu negócio. Confira!

O círculo dourado, ou golden circle, é um conceito relativamente novo, mas que, nos últimos anos, vem chacoalhando as empresas focadas em desenvolvimento e competitividade.

Desde que foi cunhado e divulgado por Simon Sinek, ainda em 2009, o termo tem ganhado espaço e relevância entre os gestores mais engajados.

Se você é apaixonado por inovações e quer estar sempre por dentro das novas oportunidades, não deixe de ler este texto até o final! No post, você vai entender um pouco mais sobre o conceito do golden circle e conhecer sua origem.

Além disso, também vai saber como ele funciona e por que você deve aplicar as diretrizes do método se quiser aumentar sua influência — e a do seu negócio.

Para fechar com chave de ouro (vale o trocadilho, né?), você vai ter acesso a exemplos reais de empresas que aplicaram o círculo dourado em suas estratégias e se deram muito bem com isso.

O que é o círculo dourado e como ele surgiu?

Grandes ideias costumam surgir de grandes líderes. Essa afirmação é especialmente verdadeira no caso de Simon Sinek, especialista em liderança e autor do livro que, em sua versão em português, recebeu o nome de “Por quê? Como grandes líderes inspiram ação”, publicado em 2009.

No mesmo ano, Sinek também se apresentou em uma das conferências do TED, um evento bastante relevante no qual palestrantes das mais diversas áreas do conhecimento — educação, saúde, ciência, tecnologia e negócios, por exemplo — se apresentam para partilhar ideias e experiências.

A participação de Sinek impactou a plateia e extrapolou os limites do auditório em que ele falava. Desde então, suas análises ganharam expressão e espaço nos altos escalões corporativos de todo o mundo.

Resultado de imagem para Simon Sinek ted image

Surgimento do conceito

De acordo com o autor, que começou sua carreira em uma empresa de publicidade, o insight para o círculo dourado teve origem em uma análise independente sobre os motivos pelos quais alguns produtos eram mais do que apenas consumidos — eram amados.

Para entender quais eram os atributos de uma marca inspiradora, Sinek avaliou diversas companhias. O resultado final de seu estudo foi a concepção do golden circle.

Objetivos do círculo dourado

De acordo com Simon, o círculo dourado tem um objetivo bem claro quando aplicado à estratégia corporativa: criar ou desenvolver o valor de um novo produto, ideia ou negócio.

Na prática, o peso da tática está justamente no poder de direcionar os empreendimentos para o que é de fato importante na jornada de inspirar o mercado: conquistar consumidores fiéis e maximizar os resultados da companhia.

Uma das observações de Sinek, compartilhada durante sua palestra do TED, é emblemática para explicar a essência do golden circle:

As pessoas não compram o que você faz, elas compram o porquê você faz.

Essa citação deixa claro que um produto não é apenas um produto, mas sim, na verdade, a tradução de uma crença, de um desejo e, até mesmo, de um sonho.

A explicação das organizações bem-sucedidas, portanto, não está apenas na organização de seus processos e ou na tecnologia que aplicam — muito embora, que fique claro, tais atributos também sejam fundamentais para o bom funcionamento das operações.

O sucesso empresarial, por outro lado, está diretamente ligado à capacidade de uma marca reunir, inspirar e encantar um público cativo, valorizando a essência da organização acima de tudo. E o círculo dourado, como Sinek o propõe, é uma ferramenta importante para fortalecer esse posicionamento.

Como o círculo dourado funciona?

A essa altura, estamos certos de que você já está ansioso para colocar em prática a estratégia do golden circle, maximizando o potencial da sua missão e alavancando o posicionamento da sua marca.

Muita calma nessa hora! Ainda que a tática tenha sido testada e aprovada por uma série de empresas — e que tenha algumas das maiores corporações do mundo como adeptas —, é fundamental que você conheça, em detalhes, qual é a estrutura do conceito.

Depois disso, seu brainstorming está liberado!

O círculo dourado é composto por três esferas de tamanhos distintos, colocadas uma dentro da outra. A maior delas refere-se ao “o que”; a intermediária, ao “como”; e a menor, por sua vez, é a grande sacada do golden circle e diz respeito ao “por que”.

O que (ou what)

Aqui, o foco é mais pragmático do que emocional. Trata-se de ressaltar o produto em si, o objeto que é adquirido pelos consumidores em função de uma demanda.

A atenção é toda direcionada para as funcionalidades do produto e enfatiza as qualidades técnicas dele.

Como (ou how)

Agora, a prioridade é o processo pelo qual a empresa atingirá seus objetivos. Diz respeito à estratégia que será adotada e ao plano de ação que será estabelecido.

É a etapa em que os valores que embasam e sustentam o empreendimento são reforçados.

Por que (ou why)

É o grande diferencial da empresa, o real propósito do negócio. Refere-se ao conjunto de empreendimentos, iniciativas e projetos desenhados para crescer e prosperar com base naquilo em que a empresa realmente acredita. É, de fato, o diferencial das organizações inspiradoras. É o ponto de partida e a prioridade do golden circle.

Quais resultados o círculo dourado já gerou às empresas que o adotaram?

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o conceito e se aprofundou na construção da estratégia, sabendo exatamente qual é o ponto de partida e qual é o objetivo final do círculo dourado, temos certeza de que está empolgado para começar a trabalhar seu próprio propósito, certo?

Porém, antes disso, vale conhecer alguns exemplos de empresas que foram bem-sucedidas em se posicionar de acordo com seu (ou seus) porquê(s). Afinal, nada melhor do que se inspirar em quem conseguiu focar no que é realmente importante: a essência e a missão.

Apple

A empresa de Steve Jobs é, sem dúvida, uma das referências quando o assunto é propósito. De acordo com o próprio fundador, a marca foi criada para dar vazão ao pensamento criativo, investindo em design. É muito mais do que apenas fabricar computadores e dispositivos móveis.

O que Sinek reforça nesse caso específico é que, além de forte, a missão da Apple é transmitida em todos os produtos da companhia. Por isso, clientes são inspirados e motivados a desejar os itens da “maçã” — e as vendas sobem vertiginosamente.

Natura

Vale a pena ter um exemplo brasileiro, não é mesmo? A Natura é um bom parâmetro de marca coesa e que sabe bem qual é a sua missão — e cresce a passos largos em função disso.

De acordo com as comunicações da empresa e de seus líderes, a marca investe em relações. O foco é trazer harmonia às interações do indivíduo com a sociedade e satisfação consigo mesmo. A forma que ela encontrou para isso é, justamente, por meio do uso das fragrâncias.

Diante disso, fica fácil perceber que, para além de uma estratégia empresarial, o círculo dourado é uma forma de encarar o mercado e tudo o que o cerca — inclusive a sociedade. A mensagem final é de que, na prática, a paixão e a missão importam e devem ser valorizadas.

Este conteúdo prendeu sua atenção e te fez repensar seu posicionamento? Excelente!

Aproveite que está por aqui e conheça 66 nichos de mercado para criar produtos digitais. Sucesso e até a próxima!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.