Fechar

O que é coaching? Saiba mais sobre essa profissão em ascensão

Entenda como funciona a metodologia e como se tornar um coach!

coaching - lâmpada com uma engrenagem ao centro dentro de um círculo

De acordo com o Instituto Brasileiro de Coaching, este termo significa o processo, a metodologia e o conjunto de competências e habilidades que ajudam quaisquer pessoas a alcançarem objetivos na vida pessoal e profissional.

O coaching, além de um processo de desenvolvimento humano e empresarial, é também um acelerador de resultados, pois propõe ajudar as pessoas a atingirem resultados extraordinários rapidamente.

É por esse motivo que ele está na boca do povo e não para de crescer. 

Segundo dados da International Coach Federation (ICF), nos últimos 4 anos, o coaching cresceu mais de 300% no Brasil e movimentou mais de 50 milhões de reais.

O profissional que promove o coaching é chamado de coach, termo em inglês que representa treinador. 

A profissão já é muito reconhecida e os profissionais são, geralmente, bem remunerados.

Ao passo que ajudam milhares de pessoas a se desenvolverem, os coaches ganham o mundo do empreendedorismo.

Você quer entender melhor como funciona o coaching, a profissão de coach e como atuar neste mercado?

Continue lendo este post!

Post index MenuÍndice
O que é coaching? Para que serve o coaching? Como funciona o coaching? Tipos de coaching Como se tornar um coach?
Voltar ao Índice

O que é coaching?

Coaching é uma palavra de origem inglesa que significa “treinamento”. Em nosso contexto atual, o coaching é um processo de desenvolvimento pessoal ou profissional, que busca um aperfeiçoamento em alguma área específica, por meio de técnicas e metodologias, que podem variar de acordo com o profissional que as aplica.

Essa jornada é uma série de encontros, podendo ser presencial ou online, que acontecem de maneira recorrente.

Neles, o orientando conduz uma conversa para que haja um entendimento do contexto geral do orientado, para que ambos possam conhecer melhor quais são as circunstâncias naquele momento que interferem em seu cotidiano.

Essa fase – chamada de identificação do Estado Atual – é muito importante, porque o profissional que está conduzindo esse processo conhece melhor a pessoa que está se submetendo ao coaching.

Além disso, o próprio participante consegue perceber-se nas circunstâncias as quais ele está inserido e, a partir daí, também desenvolve o seu autoconhecimento.

Depois desse momento de descobrimento do Estado Atual, essa jornada parte para a fase de busca pelo Estado Desejado, que é justamente os objetivos que ele deseja atingir. Então, serão traçados caminhos que a levarão para esse ponto.

Como o coaching surgiu?

O coach teve sua origem por volta do século IX. Esse termo era atribuído a professores universitários que auxiliavam os alunos a se prepararem para seus testes. Ele era considerado um tutor, um orientador, que contribuia para que o aluno fosse direcionado para o lugar certo em seus estudos.

Alguns anos depois, essa expressão foi utilizada para identificar profissionais que gerenciam pessoas. Neste momento, surgiram algumas técnicas voltadas para esse objetivo: desenvolvimento e treinamento de pessoas.

Outros profissionais que também adotaram esse termo foram os treinadores de times esportivos. Naturalmente, esses treinadores de diversas modalidades eram os responsáveis por fortalecer as estratégias das equipes e conduzir o time para alcançarem melhores resultados.

Portanto, a ideia central do coaching é a mesma. O que varia é o contexto o qual ela será inserida.

Para que serve o coaching?

A finalidade do processo de coaching é criar um caminho que visa o atingimento de metas, a tomada de decisões e a busca intencional por alcançar um objetivo específico.

O coachee (pessoa que conduz esse processo) é responsável por identificar o momento atual daquele indivíduo e criar estratégias para que ele tenha um crescimento na área desejada.

Neste processo, ele ajuda a identificar pontos fracos e fortes do indivíduo, visando aproveitar o máximo de suas competências e ajustar as habilidades que precisam ser trabalhadas e melhoradas.

Então, a grande utilidade dessa ferramenta é impulsionar um indivíduo, para um outro patamar de entrega de resultados. Sejam eles relacionados ao contexto organizacional ou não.

Como funciona o coaching?

O processo acontece em sessões e pode ser realizado em qualquer local, até mesmo a distância.

Objetivando provocar mudanças significativas na vida do coachee (cliente), o coach utiliza técnicas e ferramentas originadas de diversas áreas do conhecimento, como Psicologia, Sociologia, Administração e Neurociência.

Inicialmente, o coach formula algumas perguntas e estabelece, junto ao coachee, os objetivos a serem alcançados no final. 

Ao longo do processo, o coach age como um instrutor, identificando comportamentos e crenças limitantes e guiando o cliente em seu desenvolvimento; e como um motivador, uma vez que dá suporte e apoio para que o coachee alcance o resultado desejado.

Além disso, o foco do coaching é o autoconhecimento de quem passa pelo processo. Mais do que tudo, o papel do coach é ajudar o cliente a entender quais são seus obstáculos para aprender a superá-los e a se desenvolver por conta própria.

Quais os principais tipos de coaching?

É possível transformar qualquer área da vida com o coaching, existem profissionais com diversos focos.

Mas podemos segmentar a metodologia em duas grandes áreas: pessoal e profissional. Veja a seguir!

Coaching profissional

Este tipo de coaching é direcionado para pessoas que querem aprimorar habilidades profissionais, ter melhor performance no trabalho e até quando querem mudar de carreira

Muitas vezes, a própria empresa contrata o coaching profissional para impulsionar o rendimento dos colaboradores.

As habilidades desenvolvidas geralmente são as de liderança, comunicação, negociação, planejamento, produtividade, entre outras.

Coaching pessoal

Por outro lado, no coaching pessoal, as habilidades desenvolvidas têm foco em melhorar a vida pessoal de quem faz o processo.

Pode ajudar nos âmbitos de relacionamento, saúde, familiar, emocional, finanças, entre outros.

Nesse caso, a metodologia é positiva para estimular a inteligência emocional, auxiliar no alcance de sonhos e melhorar a qualidade de vida do coachee. 

Coaching financeiro

Esse é o tipo de orientação totalmente voltada para assuntos financeiros. O objetivo, nessa área, é orientar a pessoa a se organizar financeiramente, podendo incluir conhecimentos que envolvem, por exemplo: geração de renda, melhor distribuição de recursos monetários, poupar dinheiro, realizar investimentos etc.

O coaching financeiro é uma grande tendência no contexto brasileiro, especialmente porque essa não é uma temática muito abordada no período escolar. O que faz com que haja uma defasagem desses conhecimentos para os cidadãos.

Coaching para negócios

O coaching para negócios, ou business coaching, é o segmento de orientação feito para pessoas que buscam empreender.

Para abrir um negócio é necessário uma série de conhecimentos específicos e exige diferentes habilidades. Por isso, o objetivo desse coaching é orientar esse futuro empreendedor, para que ele inicie sua carreira bem preparado.

Coaching executivo

Esse tipo de coaching é um treinamento focado em cargos de liderança e gestores de grandes empresas.

Neste caso, o orientador desse processo precisa possuir habilidades voltadas para esse público, a fim de desenvolver essa categoria de profissionais de maneira mais focada.

Porque, essa é uma vertente bastante peculiar, com necessidades pontuais, que envolvem uma série de competências relacionadas à gestão de pessoas. Ou seja, o coachee terá que lidar com pessoas que coordenam pessoas.

Portanto, o coaching executivo tem muita importância, porque tem potencial para transformar a realidade de uma organização.

Coaching empresarial

O coaching empresarial é aquele que acontece para atender funcionários, dentro das empresas.

Funciona assim: um profissional de coaching é contratado pela empresa, para orientar os seus colaboradores em sua carreira e gerarem melhores resultados Esses resultados impactam tanto as demandas individuais como as do time o qual ele pertence e, consequentemente, para a empresa de modo geral.

Essa é uma estratégia muito promissora, porque traz benefícios mútuos. Ou seja, além de desenvolver os profissionais de acordo com os seus cargos, o que vai beneficiar a empresa, também faz com que o funcionário cresça individualmente.

Ter um coaching empresarial contribui, inclusive, com o plano de retenção de talentos. Pois valoriza o colaborador e contribui diretamente com o seu crescimento.

Como se tornar um coach?

Podemos dizer que um dos perfis de empreendedor que mais cresce hoje é o coach. Muitos apaixonados por coaching tomaram o rumo de sua carreira e iniciaram o próprio negócio.

Para ser um coach, você pode começar fazendo uma certificação profissional na área, apesar de não ser imprescindível.

Existem diversos cursos de certificação no mercado, basta procurar por instituições credenciadas, como a IBC.

Entretanto, o que mais diferencia um profissional de coach comum de um empreendedor de sucesso, além de estudo e especialização, é a vontade genuína de ajudar pessoas e a dedicação pela profissão.

Por isso, além de estudar e se certificar, tenha certeza de que essa é sua paixão. Se realmente for o que você gosta, o reconhecimento vem naturalmente.

Mas se você ainda está se perguntando sobre as vantagens de ser um coach empreendedor, veja as que vamos listar agora!

  1. Ser seu próprio chefe: se você abrir seu próprio negócio como coach, não terá mais que trabalhar para outras pessoas e poderá gerir o negócio do jeito que bem entender.
  2. Trabalhar de casa: pode ser que você queira abrir um espaço físico, mas, mais vantajoso ainda, é poder trabalhar do conforto de sua casa. E isso é possível sendo coach, você pode atender seus clientes por videoconferência ou recebê-los em sua casa, se preferir. Uma outra opção é criar seu próprio curso, veremos a seguir.
  3. Horários flexíveis: você é quem irá fazer sua agenda.
  4. Ter um propósito: é muito triste fazer algo só por fazer, sem um propósito maior. Como coach, você terá um propósito gratificante que é ajudar as pessoas a atingirem resultados extraordinários, ter vidas melhores e realizar sonhos.

Além disso, existe ainda uma possibilidade que abre mais portas para quem quer ser coach. Uma forma mais escalável e que possibilita ajudar ainda mais pessoas: criar seu próprio curso de coaching.

Acompanhe para saber como!

Crie seu próprio curso

Você pode ser coach e ajudar milhares de pessoas pelo mundo inteiro criando um curso online.

Essa é uma das opções de empreendedorismo digital mais promissoras e lucrativas hoje em dia. Os dados apontam um crescimento significativo no mercado de educação a distância.

Para quem quer se tornar coach, é uma ótima oportunidade de negócio, tendo em vista que a profissão já faz parte do mercado digital e a metodologia pode ser passada, normalmente, a distância.

Além disso, com o suporte de plataformas especializadas e outras ferramentas, o contato com os alunos pode ser personalizado e também é possível oferecer materiais extras e, ainda, promover eventos presenciais, como encontros e palestras.

Leia nosso material gratuito e aprenda a criar seu curso online:

262

Conquiste seu espaço como coach

Você viu, neste post, como funciona o coaching e as diversas vantagens de se tornar um coach e ter seu próprio negócio.

Em meio a tantos bons profissionais, pode parecer difícil conquistar seu espaço entre os melhores, mas, temos algumas dicas para você!

  1. Escolha um nicho para atuar: é importante focar em um nicho específico, assim, você conseguirá crescer mais rápido, atingindo o público certo, e poderá, inclusive se tornar uma autoridade.
  2. Analise o mercado e planeje-se bem: conheça as tendências, acompanhe os concorrentes, faça pesquisas e planeje-se.
  3. Ganhe seu espaço na internet e cresça organicamente: para conseguir isso, tenha um site, um blog e perfis nas redes sociais. É bom ter uma estratégia para cada canal; poste com frequência, interaja com sua audiência e também saiba fazer um bom marketing pessoal.
  4. Encante seus clientes: eles são seus bens mais preciosos, são quem fará seu sucesso acontecer. Por isso, tenha cuidado e carinho com eles e estabeleça uma relação de confiança, assim você terá mais do que clientes, terá admiradores e embaixadores do seu negócio.

Pronto para se tornar um coach?

Que tal uma motivação a mais? Existem várias histórias inspiracionais de quem faz sucesso atualmente. Uma delas é a de Paula Abreu, uma das primeiras empreendedoras a atuar no mercado de coach online no Brasil.

Paula começou na área de direito e, quando foi demitida de seu emprego, viu uma oportunidade para criar seu próprio negócio digital e ganhar dinheiro fazendo o que realmente gosta.

Hoje, ela tem uma carreira sólida no coaching e um curso online de sucesso. Conheça a história de Paula Abreu e inspire-se!

262


Este post foi originalmente escrito em julho de 2019 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.