FecharNotificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

FecharNewsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Como desenvolver a criatividade para criar videoaulas melhores

Como desenvolver a criatividade para criar videoaulas melhores

Entenda como você pode melhorar seus vídeos!

Quer desenvolver a criatividade para criar videoaulas mais incríveis para sua audiência?

Hoje, preparamos algumas dicas que podem lhe ajudar. Elas vão desde o uso de figuras de linguagem, que podem tornar seu discurso mais interessante, até técnicas de brainstorming capazes de acelerar suas ideias e torná-las mais fluidas.

Entretanto, embora desenvolver a criatividade seja uma necessidade, especialmente para quem trabalha com videoaulas, você não deve acreditar que isso possa ser feito do dia para a noite.

Trabalhar para se transformar em uma pessoa mais criativa é algo que devemos fazer constantemente, observando o mundo ao nosso redor e fazendo notas mentais das ideias mais incríveis com as quais nos deparamos no dia a dia.

Assim como profissionais da publicidade, do design e escritores se inspiram no que acontece em suas vidas e nas experiências com as quais entram em contato, o criador de videoaulas deve tentar fazer o mesmo.

É muito mais fácil desenvolver a criatividade e fazer um bom trabalho quando você se diverte nas atividades que planeja incluir em sua rotina. E, se você acha que trabalho não pode ser divertido, fique atento às dicas abaixo e veja como é possível colocar um pouco mais de criatividade em tudo que você executa.

Explore as figuras de linguagem

Sabia que a Língua Portuguesa pode te ajudar a desenvolver a criatividade e criar vídeos cada vez melhores?

A subjetividade do texto, implicada pelo uso de figuras de linguagem, é um dos principais recursos utilizados por redatores para transformar a troca de informações em algo mais dinâmico e divertido.

Metonímias, metáforas e analogias são os melhores amigos de quem quer transmitir um conceito. Elas ajudam a fomentar o entendimento de ideias e podem ser extremamente visuais quando bem executadas.

Estude um pouco mais sobre as figuras de linguagem e busque entender o papel que elas têm na geração de conteúdos mais ricos e atraentes.

Aprenda a fazer um bom brainstorming

Um dos melhores instrumentos que profissionais criativos têm para criar soluções melhores é o brainstorming.

Uma técnica nascida nos meios da publicidade e do design, o brainstorming tem a capacidade de fazer fluírem ideias inovadoras. Para executá-lo, todavia, você não precisará mais do que uma caneta e um papel.

Todo brainstorming segue algumas regras. Ele deve ser espontâneo, não se preocupar com o quão complicado pode ser executar uma ideia e deixar as inibições de lado. Como regra, utilize a afirmação “não há más ideias no brainstorming”.

Para fazê-lo é preciso apenas colocar um objetivo ou problema e começar a contemplá-lo. Durante um tempo pré-determinado, você deixará sua mente encarregada apenas de avaliar possíveis alternativas para lidar com aquele conflito. Elas podem ser tão simples quanto escrever uma proposta de trabalho ou tão complexas quanto inventar uma nova técnica para endereçar um problema.

O importante é que, durante o brainstorming, você faça o máximo das ideias que lhe vierem à cabeça, anotando cada uma delas. Essas anotações serão importantes, em um momento posterior, para que você avalie quais são as mais adequadas para o problema que tem em mãos e as coloque em curso.

O brainstorming é uma ótima estratégia para encontrar temas novos para suas aulas, mas também pode ajudá-lo a direcioná-las melhor, seguindo um plano ou outro.

Sempre que se vir preso em uma mesma ideia, tire um tempo para fazer um brainstorming e veja como a técnica pode beneficiar sua rotina de trabalho.

Compile as melhores ideias que vir por aí

É claro que não é recomendável fazer videoaulas como todas as outras, portanto, não queremos que você leia este tópico achando que estamos recomendando algo do tipo.

Quando falamos em compilar as melhores ideias que você vê por aí, estamos nos referindo mais ou menos ao funcionamento tradicional da inspiração de um artista.

Nenhum dos grandes pintores ou escultores chegou até o topo sem estudar muito bem o que seus predecessores fizeram e não há porquê não reproduzir um comportamento similar com suas videoaulas.

A ideia de compilar as melhores ideias que você vê por aí é mais ou menos parecida com a criação de um board no Pinterest. Você seleciona referências e coisas que lhe podem inspirar para, posteriormente, utilizar esses conteúdos como material base para videoaulas mais criativas.

Tudo que você ver de interessante pode ser marcado como essencial para sua forma de trabalhar, desde vídeos de entretenimento até livros que você leu recentemente.

O importante é se organizar e criar uma metodologia para ter essas referências sempre à mão.

A dica do Pinterest, portanto, continua válida. A rede social é uma excelente forma de armazenar ideias para projetos e incluir comentários e hashtags que possam lhe orientar no futuro.

Tenha sempre um bloco de notas em mãos

Da mesma forma como o Pinterest pode ser utilizado para armazenar informações visuais e artigos, um bloco de notas pode fazer toda a diferença em suas videoaulas.

É certo que nem sempre as ideias nos atingem nos melhores momentos e, por isso, é importante estar preparado para anotá-las conforme elas aparecem em sua mente.

O hábito de carregar um caderninho por aí fará com que você observe criticamente o mundo a seu redor. E, dessas observações, muita inspiração para suas videoaulas poderá nascer.

Verifique as dificuldades das pessoas e tente encontrar nelas oportunidades para fazer o que você faz de melhor: produzir conteúdo altamente especializado.

Procure consumir bastante conteúdo

Em faculdades voltadas para as profissões criativas, nós aprendemos que é importante construir um repertório visual amplo. É esse repertório que nos ajuda a ter referências no futuro e a saber exatamente como nos comportar frente a problemas pelos quais jamais passamos, mas que vimos outros enfrentarem de uma maneira ou de outra.

Da mesma forma, na produção de videoaulas para a internet, você pode se beneficiar de consumir bastante conteúdo das mais diversas fontes.

Quanto mais conhecimento você conseguir acumular, mais fácil será transpor conceitos para seus alunos.

Então, use seu tempo livre para entrar em contato com novos materiais, frequentar espaços criativos e pesquisar novidades. São essas informações que serão acessadas pelo seu cérebro na hora de roteirizar uma videoaula realmente criativa.

Inspire-se nos outros para desenvolver a criatividade

O ato de nos inspirar em outras pessoas é muito bom para desenvolver a criatividade e criar videoaulas melhores e mais interativas.

Em seu campo, provavelmente, existe uma série de indivíduos responsáveis por inovações que jamais lhe passaram pela cabeça.

Ainda que eles não falem exatamente sobre o mesmo assunto que você ou atinjam um nicho completamente diferente daquele que compõe a audiência de suas videoaulas, é importante acompanhá-los para gerar grandes ideias.

Roteiristas de TV, por exemplo, são, antes de tudo, grandes fãs de produções de terceiros.

Ter um “herói” e se motivar a trilhar os passos dele pode fazer toda a diferença no resultado que você obtém na criação de videoaulas mais impressionantes.

Mude sua maneira de fazer as coisas

Muitas vezes, é difícil fazer as coisas de maneira diferente porque insistimos nos mesmos métodos e recursos sempre. Aqui, talvez, estejamos falando da maneira como você grava suas videoaulas ou de como as prepara. O impacto é exatamente o mesmo.

Mudar alguma coisa em seu dia a dia pode fazer com que seja mais fácil encontrar ideias que simplesmente não estavam lá.

Assim como quando escolhemos um novo caminho para voltar do trabalho entramos em contato com coisas que jamais imaginávamos, o mesmo é verdadeiro para os processos executados por sua mente em busca de ideias.

Algo tão simples quanto trabalhar na área externa de sua casa pode ter um impacto muito grande em seus resultados.

Invista em boas noites de sono

Dormir boas noites de sono é uma maneira de fazer seu cérebro processar problemas com mais agilidade. Afinal, embora os cientistas ainda não tenham um consenso sobre o papel do sono em nossas vidas (uma informação que pode ser difícil de se acreditar), o que eles já sabem sobre nosso descanso diário é que ele fomenta a memória. E, por isso mesmo, é capaz de ajudar pessoas a serem mais criativas.

É durante o sono que processamos as informações, referências e aprendizados que agregamos ao longo do dia. Estar descansado fará com que desenvolver a criatividade e encontrar novas ideias para suas videoaulas seja um desafio menos complexo.

Quando você estiver trabalhando nessas dicas para desenvolver a criatividade pode perceber que algumas delas funcionam melhor do que as outras.

É que, como em qualquer outro campo que exige um esforço imaginativo, o desenvolvimento da criatividade deve ser feito de acordo com nosso próprio ritmo e seguindo naturalmente o que consideramos mais efetivo. Talvez seus amigos tenham facilidade de ter ideias ao ver filmes, enquanto você prefere a companhia de um bom livro para se inspirar.

O importante é trabalhar nas mais diversas formas de desenvolver a criatividade até encontrar aquela que lhe atende com perfeição.

Não tenha medo de misturar algumas das táticas citadas aqui ou até de desenvolver estratégias únicas para seu modo de trabalho. Colocar a criatividade para funcionar ainda na etapa de preparação das aulas é uma ótima maneira de se tornar mais inovador em sua execução.

Lembre-se sempre que desenvolver a criatividade é um esforço contínuo. Por isso, não desista ao encontrar obstáculos e procure dedicar-se à tarefa sempre que possível.

Gostou das dicas e quer continuar aprendendo como desenvolver a criatividade e criar videoaulas ainda mais incríveis? Confira nosso post sobre o assunto!

Guest post produzido pela equipe da Comunidade Rock Content.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.