Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Jornada Hotmart MASTERS #3: Descubra como faturar com suas redes sociais com as dicas de Adriana Sant'Anna

Jornada Hotmart MASTERS #3: Descubra como faturar com suas redes sociais com as dicas de Adriana Sant'Anna

Aprenda todos os segredos de Adriana Sant'Anna para começar a faturar com as suas redes sociais em 2020!

Ao longo das últimas semanas, o canal do YouTube da Hotmart tem publicado uma nova série de vídeos chamada Jornada Hotmart MASTERS. Nela, reunimos as melhores dicas e ensinamentos que aprendemos na última edição do Hotmart Masters.

Você ainda não sabe o que é o Hotmart MASTERS? É o nosso evento global, online e 100% gratuito, com conversas e palestras dos maiores nomes do mercado digital.

No terceiro vídeo da série, trouxemos a influenciadora digital e produtora de conteúdo Adriana Sant’Anna para compartilhar os segredos para faturar com o conteúdo para redes sociais.

Se você ficou interessado, é só assistir o vídeo abaixo, com apresentação de Guilherme Cambraia, videomaker aqui na Hotmart. Agora, se quiser ler a transcrição dessa conversa, é só rolar a tela para descobrir como faturar com suas redes sociais.

A trajetória de Adriana Sant’Anna como digital influencer

Eu sou Adriana Sant’Anna e sou dentista formada. Porém eu não atuo, acabei entrando para o mundo da influência digital,me tornei influenciadora digital.

Com isso abrir a minha empresa, a RS, que gerencia outros influenciadores. Também escrevi o meu livro que tornou um best-seller, que é o “Nunca foi Sorte” Também criei o Midas, que é o método de influência digital Adriana Sant’Anna, onde eu ensino você que tem a sua marca, você quer se tornar um influenciador do seu negócio, do seu produto, a entrar nesse mundo da internet, a monetizar com a internet.

Em 2012 eu comecei a utilizar o Instagram para poder usar os filtros e postar minha foto no Twitter. E aí nesse meio tempo, eu fui entendendo um pouco que eu poderia compartilhar minha vida no Instagram então eu fazia um diário da minha vida.

Não tinha trabalho, eu estava num momento que ainda não tinha terminado a faculdade de Odonto, e eu estava num momento muito ansioso de não ter trabalho, não ter dinheiro e eu precisava criar alguma alternativa.

Quando eu comecei a compartilhar um pouco da minha vida, eu comecei a compartilhar uns truques de beleza na época, eu denominava intuitivamente “Truques da Adriana”. Então compartilhando tudo de beleza que minha mãe me ensinava quando eu era criança e, nesse meio tempo, eu inseri algumas marcas, também intuitivamente.

Por exemplo, se eu fazer uma hidratação da Maizena, eu mostrava utilizando a Maisena. Se eu usava um produto para fazer um bolo eu mostrava a marca, utilizando. Até que com o tempo essas marcas viram a Adriana lá, eu tinha uns três mil seguidores, foi crescendo com os truques, né?

As marcas falavam, “olha, Adriana” entravam em contato – “depois que você falou da nossa marca a gente teve um aumento nas vendas, e a gente queria saber como é que a gente faz para poder te ter novamente falando sobre a nossa marca”.

Ali veio aquele “plim”, sabe quando acende a luz? Caramba! Tá aí uma oportunidade.

 

Compartilhar conhecimento

Eu falei, meu Deus, que mundo é esse da internet, eu preciso mostrar esse mundo para as pessoas. Lógico que eu levei 8 anos para entender toda essa jornada.

Inclusive foi por isso que eu criei o método Midas, que é uma maneira de eu dar um treinamento online para as pessoas, para elas entenderem o mar de possibilidades que tem dentro da internet. Isso eu não falo somente para influenciador digital que quer trabalhar um lifestyle de dividir dicas e marcas, eu digo para advogados, para fisioterapeutas, para nutricionista, para quem tem uma lojinha que tá começando a vender laços.

É se tornar influenciador da sua própria marca. Ao ponto de se tornar tão autoridade que quando alguém precisar pensar em um advogado vai saber que, “nossa tem o João, ele está sempre compartilhando ali”. Então foi por isso que eu criei o Midas. Por isso que eu criei o método Midas. O Midas veio do nome Método de Influência Digital Adriana Sant’Anna, quando a gente juntou as iniciais, deu MIDAS – isso não foi intencional.

Eu digo até que foi um sinal para poder compartilhar isso com as pessoas, e temos inúmeros alunos dentro do método Midas que estão alcançando o sucesso a sua independência, independência geográfica, independência de seu próprio dono, ser seu próprio chefe, resolver alguma dor do público, que a internet é isso. Por isso hoje eu vou falar sobre como você pode faturar com as suas redes sociais.

Trabalhar com redes sociais é apenas fazer collabs com lojas?

Parceria com lojas na verdade, é só uma forma de monetização. Ela pode potencializar, chegar nesse nível. Eu trabalhava freneticamente, era todo dia fotografando, todo dia gravando, eu não tinha vida mesmo, porque era o tempo inteiro gravando muitas marcas. Só que não tem só isso.

É importante deixar claro que fazer parceria com lojas é apenas uma das formas de monetização das redes sociais que funciona muito bem. Só que tá todo mundo querendo fazer a mesma coisa do mesmo jeito, isso não vai funcionar por muito tempo.

Como fechar parcerias?

É importante você mostrar resultados para

as marcas. Então, como funciona, Adriana? Estou começando agora, não tenho como uma marca me pagar, porque eu não tenho um número expressivo. Até porque, não precisa esse número expressivo é relativo.

Muitas grandes marcas estão investindo em micro-influenciadores, porque ela entende o que o micro influenciador fala com o público local. É diferente da Adriana, que tem 4.7 milhões de seguidores, que fala para o mundo. Talvez uma marca que está começando em um bairro em São Paulo, a Adriana não tem o público do bairro de

São Paulo, mas uma influenciadora que mora no bairro em São Paulo, tem um público focado lá. Então, isso é importante você saber.

Como faturar com redes sociais

1. Consultoria

O primeiro ponto é vender seu trabalho através de consultoria, ou seja, mentoria online. Se você, por exemplo, engajar com a sua audiência, se você quer ter mais valor com a sua audiência, você precisa fidelizar as pessoas no segmento que você domina.

As pessoas precisam saber sobre o que você sabe. Elas vão automaticamente te pedir ajuda quando você começa a compartilhar. E aí sim, você vai começar a vender seu trabalho. Esse é o primeiro ponto.

2. Cursos online

A segunda estratégia é rentabilizar seu conhecimento oferecendo cursos online.

Você precisa entregar o que você tem de melhor. O curso online é ótimo é maravilhoso, porque você consegue escalar. Então, você consegue atender o maior número de pessoas ao invés de uma mentoria, por exemplo, que você tem que fazer de uma forma mais individualizada, ou no máximo um grupo de 5, 10 pessoas.

No curso online, você pega a extensão do Brasil, do mundo, de se você for hospedar o seu curso, o seu treinamento online. Inclusive eu optei pela Hotmart, hospedar o nosso treinamento na Hotmart, porque eu acredito que é a melhor plataforma.  Acho que o suporte conta demais, até pela sua credibilidade.

Então, quando alguém vai comprar seu curso, ela quer aprender com você, ela quer a direção para onde ela deve ir, ela quer ser atendida, ela quer esse suporte sempre que precisar. Então esse foi um dos motivos que eu escolhi a Hotmart.

3. Mercado de Afiliação

O que que é afiliado? É um programa de modelo de negócio e é muito simples. Ele é acessível.  Ele é similar a uma representação comercial, quando antigamente as pessoas iam bater de loja em loja para vender algo.

Só que para que a gente faz isso no mundo online. As empresas criam esses programas, elas criam esses treinamentos, esses cursos e para aumentar a força para aumentar as vendas, elas contratam afiliados. Elas deixam disponível para você se tornar um afiliado. E o afiliado ganha comissão todas as vezes que alguém compra um produto através da recomendação.

4. Assistente virtual

Você pode monetizar com as redes sociais se tornando um assistente virtual. Que que é? Você trabalhar da sua casa para outra pessoa que mora num outro estado.

Então, por exemplo, dentro do Midas, a gente tem assistente virtual, que ela fica na casa dela ajudando a cuidar do Instagram do Midas, porque dentro do Midas a gente se preocupa em dar atenção para todo mundo, a gente tem que zerar as Directs todos os dias.

Então toda a dúvida que alguém tem, que seria humanamente impossível a gente dar conta de tudo isso. Então a gente precisou contratar a assistente virtual. Ela, de lá, consegue nos ajudar a gerenciar a conta, e assim responder as dúvidas de outras pessoas.

Então, você tem seu Instagram, você tem sua marca, você tem seu produto, você não dá conta de responder todas as pessoas. Você pode contratar um assistente virtual ou você pode se tornar o assistente virtual de outras empresas, de outras marcas.

5.  Blog

Criar um blog. Sei que nesse momento de Instagram, de YouTube parar para pensar num blog, mas ainda tem muita gente que lê blogs.

Todas as vezes que as pessoas vão no Google procurar algo específico, ela coloca lá o conteúdo, por exemplo influência digital”. O Google vai lá e mostra para pessoa um blog, caso seu blog seja bem lido, tenha um bom conteúdo.

Uma vez que você começar a postar no seu blog, uma vez que você começar a compartilhar para as pessoas você consegue monetizar, você consegue trazer as estratégias para dentro do que está vendendo através do seu blog.

6. Web design

Você pode fazer sites, você pode fazer blogs e assim, você consequentemente vai começar a monetizar. Antigamente web design era algo muito difícil, era algo muito restrito.

Só que hoje você entra no YouTube, você entra em qualquer aplicativo, você já consegue entender como que faz para criar um site, como você faz para criar um blog.

Você pode aprender e começar a prestar esse serviço para as pessoas. Porque muita gente não sabe como fazer e você pode ser o intermediário, vender isso com um valor bem bom, inclusive, que a gente sabe o quanto custa, então você pode especializar nisso.

7. Lojas online

Muitas pessoas querem vender pelo Instagram, só que elas não sabem como fazer isso, como agregar valor ao negócio. Então você pode criar um site, a sua loja online, onde você simplesmente pode oferecer essa loja online para as pessoas, ou você pode vender o seu produto pelo MercadoLivre.

Você pode vender seu produto pelo Amazon, você pode colocar em tantos outros Marketplaces como Americanas como Submarino, e você vai ser muito mais bem visto, você vai ser muito mais visto do que ficar somente pelo Instagram. Então, esse é um ponto.

8. Presets

Várias influenciadoras estão fazendo parcerias com fotógrafos onde elas criam seus próprios presets e vendem, ganham dinheiro com isso.

O que é presets? É filtro, é quando você tira uma foto legal e o céu fica muito azul. Muitas influenciadoras focam muito em deixar o Instagram bonitinho.

Eu sou completamente contra o respeito, mas eu não acho que isso é importante. Pelo contrário, acredito que quanto mais real você for mais você conecta. Só que tem muita gente consome esse tipo de preset.

Tem muita gente que acha bacana, ter o Instagram bonitinho, então você pode criar seus presets e vender para que te acompanham.

9. Canal no YouTube

Se você gerar conteúdo de qualidade, de forma consistente, com o tempo você vai começar a ser monetizado pelo próprio YouTube. O que é diferente do Instagram. O Instagram não paga por visualização.

Já o YouTube, quanto mais visualizações você tem, mais você recebe a gente sabe de vários YouTubers aí que estão milionários só gerando conteúdo. “Só”, não, isso é muito difícil. Com com muita assiduidade com muito comprometimento, com muita verdade, com muita dedicação.

10. Gerenciamento de redes sociais

A décima estratégia é oferecer serviços de gerenciamento de contas em redes sociais de empresas.

Gerar conteúdo, responder as pessoas, fazer posts, engajar  a audiência. Tem muitas empresas que não têm tempo. Elas não tem equipe pronta para isso.

11. Influência nas redes sociais

Você já pode começar a se posicionar, você já pode começar a gerar valor para as pessoas que te acompanham, você pode representar marcas como a Adriana começou.

E paralelamente, começar a fazer tudo isso que eu disse para você. Não tudo, escolher uma área que te interesse. Porque quem faz tudo, não faz nada. Veja algo que realmente te dê prazer em fazer.

O importante na internet é não ficar parado esperando que as coisas caiam do céu porque não vai cair. Todos os dias estão surgindo novos influenciadores como advogados, como dentistas, como fisioterapeutas que estão sempre inovando, estão sempre à frente, sempre gerando conteúdo.

Então você precisa estar nesse meio gerando para as pessoas que te acompanham, se mostrando.

Curtiu as 11 dicas da Adriana Santana? Qual área despertou mais o seu interesse? Qual das estratégias você pretende seguir para faturar com suas redes sociais? Essa conversa foi parte da primeira edição do Hotmart MASTERS, nosso evento online, global e gratuito.

Ficou com vontade de seguir essa jornada de aprendizado? Faça sua inscrição de graça no Hotmart asters. De 19 a 23 de outubro de 2020, aprenda com grandes nomes do empreendedorismo no evento online, global e gratuito da Hotmart. É só clicar no banner aqui embaixo.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.