Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar <span>A contagem regressiva para o FIRE 2019 já começou!</span> Saiba em primeira mão sobre a abertura do carrinho.

A contagem regressiva para o FIRE 2019 já começou! Saiba em primeira mão sobre a abertura do carrinho.

SAIA NA FRENTE!

Como fazer uma boa descrição de produtos

Como fazer uma boa descrição de produtos

Saiba o que fazer para chamar a atenção de seu público.

Com a popularização do ensino a distância, vender cursos online passou a ser uma alternativa para quem tem conteúdo para compartilhar.

Um exemplo disso é Marina Naves, consultora de imagem e Produtora do curso online Armário Perfeito:

Porém, com o aumento de pessoas querendo comprar produtos digitais, cresce também o número de ofertas.

Com isso, pode ser necessário pensar melhor em estratégias para fazer uma boa divulgação de produtos, para poder se destacar no mercado.

Você já é Produtor digital ou está pensando em criar seu próprio curso online, mas ainda não sabe como promover seu conteúdo?

Confira nossas 9 dicas para fazer uma descrição de produtos que vai chamar a atenção de seu público.

Índice
  1. Foque em sua persona
  2. Aborde um medo ou um desejo que tira o sono de seu público
  3. Explique como seu produto soluciona esse medo ou desejo
  4. Utilize gatilhos mentais
  5. Demonstre sua autoridade no assunto
  6. Descreva os módulos e conteúdos de seu curso
  7. Mostre o que te diferencia dos concorrentes
  8. Resolva as objeções de sua persona
  9. Evite erros gramaticais

Como descrever um produto?

Assim como qualquer venda de produtos, no mercado digital, você também precisa se destacar e mostrar os motivos que fazem uma pessoa escolher seu curso ao invés de qualquer outro.

A expressão vender seu peixe também é válida aqui. Ou seja, você precisa falar com propriedade a respeito de seu produto e seu público deve entender com clareza o que ele está adquirindo.

Há várias formas de fazer isso e não existe uma fórmula mágica que com certeza funciona com qualquer produto.

Porém, há algumas dicas básicas que você deve levar em consideração na hora de fazer a descrição de produtos, como:

  • Criar uma persona, que é a representação do público que você deseja atingir;
  • Desenvolver técnicas de copywriting;
  • Saber como seu potencial cliente age na internet;
  • Entender e explicar quais são os problemas que seu produto pode solucionar.

Mas esses são apenas alguns dos passos fundamentais para descrever bem seu produto.

Vamos explicar melhor cada um deles a partir de agora para que você entenda o que não pode faltar ou até mesmo perceba o que precisa melhorar.

1. Foque em sua persona

Nós falamos ainda há pouco sobre persona e sempre falamos desse passo importante todas as vezes que estamos explicando sobre criação e divulgação de produtos.

Parece óbvio, mas você precisa ter um público bem definido para realizar uma campanha de marketing.

Ao ter informações como idade, gênero, história, motivações, desafios e preocupações de seu público ideal, fica muito mais fácil na hora de desenvolver uma estratégia para fazer com que um cliente ideal tenha interesse em seu produto.

Depois de entender seu público, você consegue pensar nas situações que seu curso pode ajudar seu potencial cliente.

Com isso, consegue descrever seu produto levando em consideração o que um determinado grupo de pessoas precisa.

Por isso, antes mesmo de começar a divulgar seu curso online, foque na sua pesquisa de persona para saber exatamente quem é o público que você quer atingir.

2. Aborde um medo ou um desejo que tira o sono de seu público

Agora que você tem uma persona, pense em uma situação que a deixaria “de cabelos em pé”. E mais ainda: pense em como seu curso vai ser a solução para esse problema.

Você tem que mostrar que entende o medo de seu público e que, por isso, criou um produto que pode ajudá-lo.

Por exemplo:

Se você criou um ebook para quem quer fazer um concurso público, você pode abordar o medo da pessoa não conseguir a carreira de seus sonhos.

Mas essa não é a única opção.

Você pode também focar em um desejo, uma realização pessoal.

Um curso online que ensina a tocar violão pode abordar o desejo de sua persona desenvolver uma habilidade diferente e prazerosa.

3. Explique como seu produto soluciona esse medo ou desejo

Depois de entender se você vai trabalhar com um medo ou desejo de sua persona, liste como pode solucionar aquele problema.

Na hora de fazer a descrição de produtos, crie tópicos que mostram claramente o que você está oferecendo.

Mas não descreva nada complexo demais. Isso pode atrapalhar a compreensão do que está sendo oferecido.

Seja objetivo e mostre que o processo é simples, acessível e eficiente.

Se você complicar demais para descrever esse produto, a motivação de compra desaparecerá.

4. Utilize gatilhos mentais

O termo gatilho mental pode parecer novo para você, certo?

Para ficar mais claro, pense em uma situação em que você está com dúvida entre duas escolhas.

Para se decidir, você utiliza algum recurso de sorte, como jogar uma moeda para cima.

Instintivamente, quando lançar a moeda, você torcerá para um lado.

Isso é o seu cérebro tomando a decisão. E ele toma atitudes assim muitas vezes ao longo do dia, com movimentações automáticas, como, por exemplo, mastigar o alimento quando o colocamos na boca.

Mas onde o tal do gatilho mental entra na história de descrição de produtos?

Ele é justamente o dispositivo que faz nossa mente executar algumas ações, como lançar a moeda ou colocar o alimento na boca.

Na sua descrição de produto, você tem que motivar a mente do consumidor a tomar a atitude de adquirir seu curso sem pensar demais nisso.

Lembra daquele problema que você deve criar para seu serviço ser a solução dele? Aqui é como você vai fazer o consumidor perceber isso.

Por exemplo:

Você oferece cursos online com aulas em inglês. Um exemplo de gatilho seria: “Cansado de passar vergonha na roda de amigos fluentes em inglês? Pessoas que já fizeram o curso X conseguiram conversar fluentemente com apenas 30% das aulas assistidas”.

5. Demonstre sua autoridade no assunto

Para que seu público se certifique de que seu curso é de qualidade, você tem que mostrar que domina o assunto que seu produto aborda.

Você tem que mostrar que é um especialista naquilo.

Há várias maneiras de se tornar referência em sua área de atuação.

Você pode ter um blog ou produzir outros tipos de conteúdo (como vídeos e podcasts) sobre o tema que seu curso aborda.

Se você oferece aulas de inglês, faça posts regulares sobre a língua, viagens, situações que comprovem seu domínio.

Seu público deve sentir confiança quando adquirir seu produto. Por isso, seja o melhor especialista de seu mercado, aquela pessoa que o público procura quando precisa de dicas sobre algum tema.

Quer ser uma autoridade, mas não sabe como começar?

Confira nossas dicas neste Hotmart Tips:

6. Descreva os módulos e conteúdos de seu curso

Na sua descrição de produtos é importante ter um passo a passo do problema abordado até sua solução.

Isso significa desenvolver tópicos mostrando a jornada na qual a pessoa entrará assim que comprar seu curso.

Ao final, destaque o benefício que seu cliente terá assim que terminar de assistir às aulas.

Mas faça isso de modo objetivo e sem entregar todo conteúdo que será abordado no curso, já que o público deve se sentir curioso sobre seu produto e buscar mais informações a respeito dele.

7. Mostre o que te diferencia dos concorrentes

A descrição de seu produto tem que se destacar da concorrência.

Para isso, é importante ter pleno conhecimento sobre o que seus principais concorrentes oferecem, para que você possa identificar seus diferenciais.

Mostre quais são seus pontos fortes, além daquilo que outros cursos não oferecem e que é o seu diferencial.

Destaque esses detalhes no texto que produzir para seu produto. Haja com criatividade para mostrar suas diferenças com o nicho em que atua. E faça isso, sempre, mostrando autoridade.

8. Resolva as objeções de sua persona

Até aqui, você pode ter criado um descrição perfeita: com qualidade, autoridade e que desperta a curiosidade de seu público. Mas você pode, ainda, ter certos obstáculos para garantir que aquela pessoa será seu aluno no curso.

Com uma pesquisa de persona de qualidade, anteveja quais são as resistências que o público terá para adquirir seu produto: preço, tempo, acessibilidade de sua plataforma… tudo isso pode ainda ser um desafio para seu potencial cliente.

Para resolver esse problema, você deve ter um canal de suporte eficiente, ou seja, aquele lugar onde a pessoa vai esclarecer suas dúvidas.

É preciso deixar claro na descrição do produto que você possui esse meio de contato para que qualquer um tenha segurança com seu conteúdo.

No suporte ou FAQ, você deixe bem claro algumas informações que podem ser as que geram mais dúvidas, como forma de pagamento, prazo de duração do curso, certificados e quais são as garantias deles.

Você precisa também manter a política de privacidade e os termos de uso bem destacados, já que vai lidar com dados importantes de seus clientes, como e-mail, informações pessoais, número do cartão de crédito.

Isso não só tem que estar disponível para o público ler, como a pessoa deve concordar e aceitar esses termos, principalmente depois do GDPR.

Tudo isso qualificam seu produto e ajudará a quebrar as objeções de sua persona.

9. Evite erros gramaticais

Por fim, mas não menos importante: tome cuidado com sua escrita.

Erros gramaticais fazem cair muito a sensação de qualidade de seu material.

Se você não é um expert em português, procure uma pessoa capaz de fazer uma revisão antes de você publicar a descrição do produto que você vai oferecer.

Aliás, uma revisão feita por outras pessoas é sempre mais eficazes.

Ainda que você domine nossa língua, uma leitura feita por alguém diferente pode te ajudar a evitar erros comuns e de digitação, já que seu olho fica “viciado” no texto.

Além disso, essa pessoa poderá ainda dizer se o conteúdo está entendível e pode apontar certos cuidados com a escrita ou até mesmo com o texto.

Com todas essas dicas, você pode fazer uma descrição de produtos mais eficientes.

Como dissemos no começo, não existe uma fórmula mágica, mas sim alguns pontos que podem ser destacados para sua divulgação ser melhor.

Quer mais dicas como essas para poder trabalhar na internet?

Não deixe de ler nosso post com o passo a passo para divulgar um produto na internet.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.