Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Minicurso Hotmart

Você é professor?

Já tem conteúdo para ensinar?

Comece 2019 com o pé direito e sendo dono de seu próprio negócio.

Aprenda a criar seu curso online de forma gratuita.

QUERO ACESSAR O MINICURSO
Fechar ¿Cómo crear el ebook perfecto para venderlo en Internet?

¿Cómo crear el ebook perfecto para venderlo en Internet?

Aprende a transformar tu conocimiento en un ebook con nuestra guía gratis.

¡DESCARGA EL MATERIAL!

Estou pronto para vender fora do Brasil?

Estou pronto para vender fora do Brasil?

Descubra se você está pronto para dar o próximo passo e internacionalizar seu negócio!

Uma das maiores vantagens do mercado digital é que ele oferece a oportunidade de eliminar barreiras geográficas.

Os cursos online, os ebooks e todos os outros tipos de produtos digitais podem ser comercializados em qualquer parte do mundo de maneira fácil, prática e segura.

No entanto, internacionalizar um negócio não é tão simples assim.

Antes de decidir dar o próximo passo e começar a atuar no exterior, é preciso tomar uma série de ações e “preparar o terreno” para que suas estratégias funcionem do jeito esperado e, consequentemente, suas metas sejam alcançadas.

Por isso, neste post, vamos mostrar algumas dicas essenciais para você dar os primeiros passos rumo ao mercado internacional e obter sucesso em outros países.

Mas, antes, vamos rever quais são as vantagens dos produtos digitais para quem quer atuar fora do Brasil.

O contexto dos produtos digitais

Os produtos digitais oferecem uma facilidade muito grande em relação ao pagamento, à entrega e ao suporte tanto no contexto de vendas nacionais quanto no de vendas internacionais.

As próprias plataformas do mercado, como a Hotmart, possuem várias funcionalidades especialmente projetadas para ajudar os Produtores que querem levar seu negócio para fora do Brasil.

Pagamento

A plataforma da Hotmart permite vender produtos digitais no mundo inteiro, já que as compras podem ser feitas em cartão de crédito, uma forma de pagamento comum em todos os países.

Além disso, em alguns locais como Brasil, México e Colômbia, também existe a possibilidade de que o cliente realize o pagamento utilizando a opção de débito online ou boleto.

Como funciona?

Para quem adquire o produto, a compra internacional acontece da mesma forma que a nacional: o cliente clica no checkout, realiza a compra e recebe os dados de acesso em seu email.

Dependendo de onde o comprador mora, o preço do produto já aparece em sua moeda local de forma automática.

Se a moeda do país ainda não está disponível no HotPay, o preço é mostrado em dólares americanos ou euros.

Para o Produtor também é muito fácil. Se ele realiza uma venda internacional, o valor é depositado em dólar em sua conta da Payoneer, que é integrada à conta da Hotmart. Depois, é só solicitar a retirada do valor equivalente em reais.

Para mais informações sobre os saques internacionais, confira nosso artigo sobre o tema.

Entrega

A entrega do produto digital funciona perfeitamente em todas as partes do mundo.

Qualquer comprador, independentemente do país em que estiver, recebe em seu email todas as informações necessárias para fazer login na área de membros ou baixar o arquivo adquirido.

Pelo fato de que o Produtor não precisa se preocupar com o estoque ou o envio de um produto físico, o mercado digital é altamente apropriado para quem quer realizar vendas em todos os cantos do planeta.

Suporte

Uma preocupação de vários Produtores é como oferecer suporte aos compradores que estão longe, já que eles têm medo de que a distância afete a comunicação.

No entanto, o suporte internacional ocorre da mesma forma que o nacional. Então, não há motivos para ficar com receios.

A internet permite que o contato com qualquer consumidor seja rápido e eficiente, com o uso de emails e chatbots, por exemplo.

Além disso, a própria equipe da Hotmart conta com um time especializado que dá suporte aos clientes de outros países.

Mas como saber se você está pronto para fazer vendas internacionais?

Apesar de todas as facilidades que os Produtores digitais possuem para realizar vendas no exterior, é preciso estar atento a alguns fatores antes de começar a atuar em outros países.

Lembra quando você iniciou seu trabalho como empreendedor digital?

Todo aquele planejamento que foi feito também deve ser realizado no momento de ir para outro país.

Afinal de contas, estamos falando de um contexto totalmente diferente, e o que funciona por aqui pode não funcionar em outros lugares.

Anote os principais pontos que você deve considerar para definir se está pronto para vender fora do Brasil.

Índice
Idioma e cultura Demanda Concorrentes Persona Parceiros Construção de autoridade Possibilidade de viajar Preço

Idioma e cultura

Essa dica pode parecer óbvia, mas ela é tão importante que não poderia ficar de fora da nossa lista.

Um dos principais pontos que você deve considerar ao decidir atuar no exterior é que você deverá adaptar todos seus materiais para o idioma do país escolhido, caso não seja o português.

E quando falamos isso, não estamos nos referindo apenas ao conteúdo do seu produto: sua landing page, seus anúncios, seu blog e tudo que estiver relacionado às vendas deve ser modificado.

Aqui, porém, existe um ponto de atenção!

Traduzir seu conteúdo ao pé da letra pode ser uma estratégia ineficiente, já que, além da língua, estamos tratando também de um contexto cultural totalmente diferente.

Isso significa que as necessidades do seu consumidor no exterior podem não ser as mesmas do seu consumidor brasileiro. Assim, até a linguagem que você utiliza e os exemplos que dá podem ter que ser adaptados.

Vamos ver isso na prática!

Você sabia que este blog que você está lendo tem versões em português, espanhol, inglês e árabe? Isso mesmo!

No entanto, não pense que nosso trabalho se resume só a traduzir os posts.

Na maior parte dos casos, o conteúdo é adaptado para o leitor de cada país, tanto em relação à linguagem verbal quanto a não verbal.

Por exemplo, as imagens que utilizamos em português têm que ser adaptadas em árabe, já que a cultura lá é tão diferente que até as roupas dos nossos personagens precisam ser adequadas.

Veja a diferença do nosso post sobre como fazer a primeira venda online em português e em árabe:

Português

vendas internacionais - imagem de uma mulher utilizando seu computador

Árabe

vendas internacionais - imagem de uma mulher utilizando seu computador

Além disso, nosso canal do YouTube também tem mais de uma versão e os conteúdos são adaptados para atender melhor a cada público.

Em alguns casos, inserir legendas não é suficiente, então criamos o material do zero na língua alvo.

Abaixo, você confere nosso Hotmart Tips com dicas sobre redes sociais na versão para o canal em português e na versão para o canal em espanhol.

Português

Espanhol

Muitas vezes, você precisará criar conteúdos exclusivos para seu público estrangeiro, já que pode ser que você não identifique as mesmas necessidades no contexto nacional.

Para fazer um bom trabalho nesse sentido, você deve fazer uma pesquisa de mercado e estar sempre muito atento às personas de cada país. Vamos falar disso nos próximos tópicos!

Demanda

Apesar de termos colocado o idioma em primeiro lugar na lista, identificar a demanda em outros países é o primeiro passo que você deve tomar quando decidir expandir seus negócios para o exterior.

Afinal de contas, não adianta nada ter todo o esforço que mencionamos no tópico anterior se as pessoas do país em que você vai atuar não tiverem nenhuma necessidade de consumir seu produto.

Para fazer isso, existem diversas opções.

Se você tiver a oportunidade de visitar outros países, participar de eventos da sua área no exterior e visitar empresas estrangeiras, esta com certeza é uma boa opção.

Mas, caso isso não seja possível, você pode contar com algumas ferramentas da internet que vão te ajudar a entender se a demanda pelo seu produto existe em outros lugares e quais são eles.

As ferramentas de palavra-chave, por exemplo, são uma excelente forma de descobrir se as pessoas estão procurando na internet aquilo que você oferece.

Analise o volume de busca dos principais termos relacionados ao seu nicho de mercado no Google Keyword Planner, na Moz ou no SEMRush.

O próprio Google oferece opções legais que você pode usar para entender essa demanda, como o autocomplete (quando você começa a escrever algo e ele sugere o resto da frase) e o pesquisas relacionadas, que fica no fim da página.

Autocomplete

vendas internacionais - imagem da busca do google

Pesquisas relacionadas

vendas internacionais - imagem dos resultados das buscas do google

Dica de ouro!

Uma dica bem legal que você pode usar para fazer pesquisas no Google e entender a demanda de outro país é usar uma VPN (sigla para Virtual Private Network).

Ela serve para que você utilize sua conexão da internet como se estivesse em outro local. Por exemplo, você pode estar no Brasil e escolher usar um IP da Inglaterra.

Assim, quando você fizer a pesquisa no Google, os resultados que você verá serão aqueles exibidos aos usuários ingleses.

Bacana, não é mesmo?

Aqui na Hotmart usamos o Hide my Ass!, mas você pode escolher o que for melhor para você.

Concorrentes

Essa dica está muito relacionada à anterior, já que uma das melhores formas de analisar a demanda do seu produto em outro país é entender quais são seus principais concorrentes naquele lugar.

Ao fazer isso, você deve ficar bem alerta em relação a duas situações específicas:

  • Excesso de concorrentes: se houver uma quantidade excessiva de concorrentes naquele local e você não tiver nada novo para oferecer, pode ser difícil conseguir se destacar naquele mercado.
  • Falta de concorrentes: se você não encontrar nenhum concorrente no país em que está investigando, fique de olho, porque pode ser que não exista uma demanda real naquele local.

O ideal é que você consiga identificar que a demanda existe e que já há empresas atuando nesse ramo, mas que ainda há espaço para que você leve um diferencial aos seus consumidores.

Outra vantagem de saber quem são as outras marcas ou pessoas que já atuam no mercado é que isso pode te dar insights sobre as adaptações que você pode fazer em seu produto e o que você pode acrescentar para se diferenciar dos demais.

Para identificar seus concorrentes, você também pode usar ferramentas como Google e SEMRush.

Outra ideia é ir no mercado da Hotmart e ver quais produtos estão cadastrados por lá.

Persona

Ainda que você venda o mesmo produto em outro país, sua persona pode ser totalmente diferente.

Por exemplo: aqui na Hotmart, oferecemos a oportunidade de que as pessoas se tornem empreendedoras digitais e trabalhem na internet.

Em alguns países, nossa persona pode ser um profissional que está desempregado e que quer ter uma fonte de renda alternativa. Seu foco, então, está no ganho financeiro.

Em outros locais, nos quais o desemprego não afeta tanto a população, nossa persona pode ser um profissional de sucesso que está insatisfeito com seu trabalho e quer fazer algo que gosta. O foco, então, está na possibilidade de ser feliz no trabalho.

Percebe a diferença?

A persona vai guiar todas suas estratégias e ações no exterior, tanto em relação ao próprio produto quanto às técnicas de divulgação.

Para isso, você deve criar sua persona do zero. Mas não precisa se preocupar, porque aqui no blog temos um passo a passo completo sobre isso.

Caso preferir, também temos um vídeo com várias dicas imperdíveis:

Parceiros

Se você atua no mercado de produtos digitais, já sabe o tanto que ter parceiros pode te ajudar a alavancar suas vendas, certo?

Seja para criar estratégias de marketing juntos, organizar eventos do nicho ou até mesmo criar conteúdos em coprodução, contar com outros especialistas da área é fundamental para o sucesso de seu negócio.

Então, outro ponto que você deve considerar antes de começar a atuar no exterior é a possibilidade de encontrar pessoas com as quais você possa fazer colaborações no país em que irá atuar.

Para isso, você já pode começar a se relacionar com esses possíveis contatos antes mesmo de começar as vendas de fato.

Encontre profissionais que não sejam um concorrente direto, mas que tenham um público-alvo semelhante ao seu e interaja com eles de alguma forma.

Você pode, por exemplo, começar a seguir as redes sociais da pessoa e interagir nos comentários, propor uma parceria de guest posts ou até mesmo marcar uma reunião, se for possível.

Construção de autoridade

Construir sua autoridade é um dos principais pontos que devem ser levados em consideração antes de expandir seu negócio para outro país.

Afinal de contas, só quando as pessoas te considerarem um especialista e confiarem em você é que elas irão adquirir seus produtos.

Para isso, você pode utilizar várias estratégias de marketing, como as seguintes:

  • Criar um blog e/ou canal do YouTube na língua alvo, com conteúdos específicos para sua persona do país estrangeiro, focando em estratégias de SEO e na interação com seus leitores e/ou espectadores.
  • Oferecer conteúdos gratuitos de alto valor que reforcem sua autoridade, como um ebook gratuito.
  • Organizar eventos sobre seu nicho de mercado no país, mesmo que o preço seja muito menor do que seria no Brasil.

Possibilidade de viajar

Como você deve ter percebido, algumas das estratégias que mencionamos nos tópicos acima podem ser impulsionadas caso você tenha a possibilidade de viajar.

Conversar com seu potencial cliente cara a cara, fazer uma reunião presencial com um possível parceiro ou organizar um evento no local são ações que podem fazer toda a diferença em seu trabalho.

Mesmo que o ambiente digital facilite muito a comunicação com pessoas de outros países, ainda existem algumas interações que valem mais a pena quando são feitas pessoalmente.

Por isso, antes de decidir vender fora do Brasil, analise sua disponibilidade para fazer viagens mais longas:

  • Você terá a verba disponível para pagar passagens, hospedagem e alimentação?
  • Você poderá ficar longe da sua família por períodos de tempo mais longos?
  • Enquanto estiver longe, alguém poderá cuidar das suas atividades que devem ser realizadas no Brasil?

Tenha isso em mente e, caso a resposta para algum desses tópicos seja negativa, organize-se para contornar essa situação da melhor forma possível.

Preço

Por fim, antes de colocar seu produto à venda, faça uma pesquisa de mercado e defina um preço que seja coerente com o contexto do país estrangeiro.

Às vezes, o valor pode ser o mesmo, mas em muitos casos você precisará fazer adequações, considerando vários aspectos que já mencionamos no texto: a demanda do seu produto, os preços dos concorrentes, as características da sua persona e muito mais.

Em nosso canal do YouTube, temos um vídeo com várias dicas para precificar produtos digitais. Você pode aplicar muitos desses conselhos quando for definir os valores que irá praticar no exterior:

Dica bônus: comece com humildade

Se você já tem um negócio digital bem consolidado no Brasil, saiba que, para fazer vendas internacionais, você deverá dar um passo para trás.

Mas não se engane: isso não deve ser encarado como algo negativo, já que é um processo natural que, no futuro, permitirá que você vá muito mais longe.

Por exemplo: pode ser que você tenha muita autoridade no contexto nacional e que seu produto tenha uma alta procura no Brasil, mas que ninguém te conheça no exterior ainda.

Nesse caso, você pode oferecer um preço muito mais baixo nos países estrangeiros ou, ainda, oferecer produtos ou serviços de forma gratuita.

E não somos nós que estamos falando isso! Erico Rocha, um dos maiores Produtores digitais do Brasil, utiliza essa estratégia para expandir seu negócio para a Espanha.

Em uma powerclass publicada este ano em seu canal do YouTube, o especialista conta pra sua audiência as razões pelas quais é necessário começar com humildade em outro país.

Ele ofereceu, neste ano, um workshop gratuito de 3 dias em Madrid, algo que não faz no Brasil há muito tempo.

E, apesar de não ter gerado lucros imediatos com essa ação, essa estratégia pode render muitas possibilidades, principalmente no quesito de construção de autoridade, que já mencionamos neste post.

No vídeo, ele fala também de outros desafios, como o fato de não falar espanhol fluentemente. Vale a pena conferir:

Que tal começar a expansão do seu negócio ainda este ano?

Como você deve ter notado, realizar vendas internacionais não é um processo tão simples como muitos pensam.

No entanto, expandir seu negócio para outros países do mundo é realmente uma possibilidade válida e só depende de um bom planejamento e de muita dedicação.

Por isso, queremos deixar um desafio para você: comece a pesquisar o mercado estrangeiro ainda este ano.

Veja quais são as demandas em outros países, pesquise seus concorrentes, crie sua persona e, principalmente, comece a construir sua autoridade no exterior.

Quanto antes você começar, mais chances terá de ser visto como um especialista em outros lugares do planeta.

Gostou das nossas dicas? Ainda tem alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui embaixo, vamos adorar te ajudar nesta nova fase do seu negócio!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.