Fechar

Como narrar um audiobook: 7 dicas para criar um audiolivro

Saiba o que é e veja as principais dicas para narrar um audiobook com qualidade.

narrar audiobook: imagem de um microfone dinâmico com ondas sonoras se dispersando dos lados direito e esquerdo; na parte inferior direita da imagem, um ícone de balão de diálogo com o desenho de um livro aberto

Conteúdos em áudio estão ganhando cada vez mais espaço na internet. Além de trazerem informações mais densas, os audiobooks são ideais na correria do dia a dia, pois podem ser consumidos enquanto uma outra atividade é realizada.

Você pode ir para o trabalho, fazer exercícios na academia ou até ouvir um conteúdo enquanto prepara uma refeição. A praticidade desse formato se populariza em meio a milhares de outros formatos mais complexos que consomem mais tempo e atenção.

No entanto, uma boa qualidade de áudio demanda alguns cuidados na hora da gravação. Por isso, hoje você aprenderá como narrar um audiobook!

Primeiro, o que é um audiobook?

O audiobook é, no bom português, um audiolivro. É uma narração de um livro, em que o conteúdo escrito é adaptado para essa versão apenas auditiva.

Um narrador ou atores podem narrar um material completo ou resumido, tudo depende do livro em questão e do objetivo.

Os setores que mais investem em audiobooks são a literatura, os cursos de idiomas e conteúdos com viés educativo. Atualmente muitos produtores de conteúdo também criam nesse formato com seus e-books e outros materiais escritos.

Por que é importante cuidar da qualidade do audiolivro?

Imagine só: você está ouvindo um audiobook sobre receitas e no meio de um modo de preparo surge um ruído na gravação.

Além de talvez você nunca descobrir o que dizia no passo a passo da receita, esse material não será agradável para ouvir e no fim não será recomendado para outras pessoas.

Um som limpo, claro, objetivo e que conduza bem o ouvinte é a chave para gerar mais conexão, identificação e transmitir a mensagem de maneira apropriada. Isso aumenta a autoridade da marca, provando o domínio daquele assunto e do material oferecido.

Narrar um audiobook com precisão também evita falhas na comunicação. O usuário vai consumir todo o conteúdo sem problemas técnicos que impeça o bom entendimento do que foi dito e acaba desestimulando as pessoas de ouvirem até o final.

262

7 dicas para narrar um audiobook com qualidade

Está preparado(a) para narrar um audiobook, mas precisa garantir boa qualidade no seu conteúdo? Confira então 7 dicas que separamos para você!

1. Elabore um roteiro

O roteiro é crucial para um e-book de qualidade. Sem ele o seu conteúdo poderá ser de difícil acesso, já que ele não será tão atrativo assim para quem busca algo no formato de áudio.

Nesse momento você pode estar se perguntando: “mas eu não preciso apenas narrar o meu conteúdo escrito?”. Cada formato de conteúdo pede uma estrutura diferente para abraçar os variados tipos de públicos e maneiras de consumo… nesse caso não é diferente.

Um texto que é excelente para leitura pode não ser tão fluido quando falado. É por isso que é necessário desenvolver um roteiro específico e adaptar o material já existente.

Tudo precisa soar com mais clareza. Elimine imagens e legendas que não fazem sentido, repense como apresentar dados de gráficos e como substituir CTAs para chamadas mais inteligentes nesse novo produto digital.

2. Treine, treine, treine!

Audiobooks geralmente são bem densos e precisam de um bom preparo na hora da narração. Poucos cortes e pausas garantem uma entonação mais linear e um conteúdo mais consistente do começo ao fim.

Erros de dicção e nervosismo na oratória contribuem para que você fique mais desconfortável na gravação e não gere tanta conexão com o público.

Para que esse resultado seja satisfatório, só existe um caminho: treinar muito! Leia o conteúdo inteiro como se já estivesse gravando, anote os pontos que devem ser melhorados e veja se o texto faz sentido na sua narração.

Se possível, deixe outra pessoa participar do treino, ela terá um olhar mais de ouvinte e conseguirá apontar pontos positivos e negativos que precisam de mais atenção.

3. Escolha equipamentos de qualidade

Não é apenas o narrador que precisa estar pronto para gerar um bom conteúdo. Os seus equipamentos para essa narração podem influenciar muito na qualidade final.

Problemas técnicos como ruídos, som abafado, cortes de edição mal executados e música muito alta podem prejudicar (e muito) o seu produto digital.

Escolha um microfone e filtro de microfone bons. Existem modelos variados de microfones, como lapela e direcional que são usados para essa captação de áudio.

Tenha uma computador e um programa para gravar áudio e editar, garantindo uma boa performance. O Audacity é um software gratuito excelente para essa finalidade.

4. Mantenha-se hidratado

Estar hidratado ajuda na narração de um audiobook… acredita?!

Isso porque algumas horas e às vezes até dias são usados para a gravação. A voz precisa ser poupada e estar descansada durante esse processo.

Beba muita água para garantir que a garganta não esteja seca, mas evite bebidas geladas. Com esses cuidados, sua voz aguenta mais tempo e dá um resultado mais fluido e agradável para suas gravações.

5. Mantenha a boa postura

A postura ajuda a manter o fôlego e o ritmo da sua narração.

A fala também sai mais nítida e macia, então não pense que é indispensável: manter uma boa postura ajuda você e o seu ouvinte a não se cansarem durante a leitura.

Se possível, faça um alongamento para estimular a circulação e te deixar mais confortável até o final da gravação. 

6. Mantenha o mesmo tom de voz ao longo das gravações

Um audiobook com vários tons de voz é o mesmo que um livro que foi recortado em várias partes: a informação, que é o principal, acaba se perdendo.

Como ninguém quer um conteúdo desconexo e fora de ritmo, o tom de voz entra exatamente para conversar com o público certo e trazer um diálogo mais interessante para ele.

Não esqueça que existe uma maneira de conversar com ele que pode ser mais descontraída, mais formal ou mais informativa, tudo depende do objetivo do material e de quem está ouvindo.

Crie um vocabulário com palavras e expressões que podem ajudar na construção do roteiro e tenha elas como base de todo o audiobook.

7. Aprenda com as críticas!

Essa dica é para fechar com chave de ouro!

Narrar um audiobook não é algo que precisa de cuidados e é natural que aconteçam algumas falhas. O feedback aqui é sempre importante para que você saiba usar as críticas a seu favor e melhorar ainda mais!

Cada aprendizado é uma nova chance de colocar em prática o que você aprendeu. Sendo assim, quando o seu audiolivro estiver finalizado, não perca a chance de encaminhar para algumas pessoas e pedir uma opinião sincera.

A narração é a chave para um bom audiobook

Nós te contamos nesse post o quão importante é ter uma boa narração no formato dos audiobooks. Como uma ponte, a fala tem o poder de levar a informação até o ouvinte, garantindo um bom entendimento do conteúdo que foi apresentado.

Por isso, apontamos 7 dicas que percorrem desde questões técnicas, como ter bons equipamentos para captação e edição de áudio, até cuidados físicos que fazem a diferença, como a hidratação e a boa postura.

Falamos também sobre como ruídos e edições mal feitas podem interferir na absorção do conteúdo. Para que você consiga finalizar seus áudios, criamos um post com dicas para edição de áudio!


Este post foi originalmente escrito em julho de 2013 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.