Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar A Hotmart está concorrendo ao <b>Prêmio Época ReclameAQUI</b> na categoria Serviços Online!

A Hotmart está concorrendo ao Prêmio Época ReclameAQUI na categoria Serviços Online!

Clique aqui e vote na gente!

Por que não vale a pena comprar seguidores?

Por que não vale a pena comprar seguidores?

A prática de comprar seguidores nunca traz os resultados que você espera. Descubra o porquê!

Quem tem um negócio online provavelmente já sabe a importância das redes sociais para o sucesso do seu empreendimento. Além disso, também já deve ter percebido que o tamanho do público e a quantidade de seguidores faz muita diferença no alcance e, consequentemente, nas vendas.

Justamente por isso, é muito fácil encontrar ofertas que prometem milhares de seguidores para o seu perfil nas redes sociais, garantindo um crescimento grande e rápido do seu público.

Parece tentador, não é mesmo? Entretanto, se você quer ter um retorno maior do que apenas um número nas redes sociais do seu negócio, é melhor não comprar seguidores.

Neste artigo, explicamos o porquê dessa prática não valer a pena e damos dicas práticas para você aumentar o seu público de forma orgânica. Confira!

A importância da audiência nas redes sociais

As redes sociais mais utilizadas no mundo são baseadas em um contexto de público.

Ou seja, para alcançar mais pessoas, você precisa que o seu perfil seja seguido por outros perfis, fazendo com que essas pessoas vejam os seus conteúdos com maior frequência.

Facebook, Instagram e Twitter, por exemplo, funcionam de maneira semelhante.

Apesar de ser possível encontrar perfis e ter acesso aos seus posts sem necessariamente segui-los, essas redes sociais trabalham a partir da criação e desenvolvimento de públicos de seguidores.

Ou seja, os grandes perfis, geralmente de marcas e celebridades, têm um grande número de seguidores, o que faz com que suas postagens atinjam mais pessoas, possibilitando maior influência (no caso dos famosos) e maiores possibilidades de vendas (para as organizações).

Um público grande é tão importante que o Instagram, por exemplo, apenas libera algumas funções exclusivas se o perfil atingir um certo número de seguidores.

Com certeza você já viu alguns stories com links para sites externos. A possibilidade de incluí-los nas histórias do Instagram só é liberada após o perfil atingir a marca de 10.000 seguidores, o que faz com que muita gente fique ansiosa para chegar nesse número.

Audiência e relacionamento

Redes sociais são fiéis ao próprio nome: são, em sua essência, sociais. Mais do que um conceito redundante, é preciso entender que essas redes são comunidades que têm como objetivo facilitar o relacionamento entre pessoas — e, é claro, negócios.

Nesse sentido, a criação e a nutrição de um público grande e que se relaciona com o seu perfil é tão importante quanto os próprios conteúdos que você cria. Afinal de contas, não basta apenas criar bons posts, é preciso fazer com que eles cheguem no seu público.

Do ponto de vista empreendedor, redes sociais são ferramentas essenciais para uma divulgação muitas vezes orgânica, de modo que o próprio público, quando estimulado, pode multiplicar os conteúdos do seu perfil.

E é justamente por essa necessidade de aumentar o público que algumas pessoas cogitam comprar seguidores e acelerar esse processo.

Engajamento

O que muita gente acaba esquecendo é que, mais do que números de seguidores, as redes sociais valorizam o engajamento do público com o seu perfil.

Um bom engajamento ajuda organizações a vender muito mais, além de fidelizar clientes e expandir o público de maneira orgânica e funcional.

Para se ter uma ideia, o engajamento é tão importante que as regras do algoritmo do Instagram, por exemplo, privilegiam a exibição de publicações no feed de acordo com a relevância e não mais cronologicamente.

Isso significa que o aplicativo leva em consideração as interações entre perfis, o parentesco, as preferências do usuário e até mesmo a frequência de interação para mostrar um determinado post para o público.

Ou seja, se você não se engajar com o público e não houver reciprocidade, não adianta ter uma conta com dezenas de milhares de seguidores. As pessoas simplesmente não terão acesso ao seu conteúdo.

Por isso, para conseguir alcançar cada vez mais pessoas, é fundamental conseguir um público grande e, ao mesmo tempo, engajado com o seu perfil.

Os 7 motivos para você não comprar seguidores

Agora que você já sabe da importância de se ter uma audiência volumosa e engajada, pode ser que esteja pensando por que não investir uma parte do seu orçamento de marketing e comprar seguidores.

Como explicamos acima, mais importante do que um grande número de seguidores é o engajamento desse público com o seu perfil. O que ainda não falamos é que os prejuízos vão muito além.

Duvida? Listamos, a seguir, 7 motivos para que você se convença de que comprar seguidores não é um bom negócio.

1. Público fantasma

Se você tem um negócio no Instagram e em outras redes sociais, com certeza tem como objetivo final conseguir mais clientes, certo? E seguidores só se tornam clientes quando eles, de fato, existem.

O problema ao comprar seguidores é que você está, na verdade, pagando apenas para alterar o número exibido no seu perfil. Esse número, então, corresponde a um apanhado de perfis falsos, criados com o único objetivo de seguir aquelas pessoas que adquirem o “pacote de seguidores”.

Praticamente em todas as ofertas desse tipo os pacotes de seguidores são compostos por contas fakes, inativas e, possivelmente, hospedadas em servidores de outros países, que não têm nada a ver com o perfil da sua organização.

O resultado é que, quando você escolher dar um recado para os seus seguidores, patrocinar uma oferta ou simplesmente buscar algum tipo de interação, estará falando para uma multidão vazia, cheia de perfis que, na verdade, não existem.

2. Engajamento baixo ou nulo

Quando vemos um grande perfil com um público vasto e engajado, é comum verificar nas postagens dezenas de milhares de curtidas e comentários. Isso significa que esse perfil tem um público real e que acompanha as postagens, criando um engajamento extremamente fortificado e pronto para ser trabalhado.

Ao comprar seguidores, você está adquirindo apenas um número no perfil sem, na verdade, conseguir todos os benefícios trazidos por um grande público adquirido organicamente.

Ou seja, suas publicações, provavelmente, continuarão com um número baixo de curtidas e comentários. Além disso, seguidores reais podem se sentir desencorajados a interagir com o seu perfil, uma vez que verão que suas postagens não são atraentes, mesmo com uma grande quantidade de seguidores.

Além disso, um engajamento baixo ainda pode prejudicar o seu perfil frente ao algoritmo do Instagram. Isso porque a rede social considera um perfil como relevante a partir do engajamento do público com as suas publicações.

Um perfil relevante para o Instagram tem a chance de ser recomendado para pessoas que se interessam pelos mesmos assuntos que ele publica. E se o seu “público fantasma” não interage, então as chances de ser recomendado para seguidores reais são praticamente nulas.

3. Risco de banimento

Pouca coisa é tão ignorada quanto os famosos “termos de uso”. E no Instagram não é diferente. É muito difícil encontrar alguém que leu os termos do aplicativo antes de criar a conta.

Entre várias diretrizes e regras, o documento do Instagram deixa claro que a plataforma é completamente contra toda e qualquer prática de spam. Além disso, os termos ainda deixam bem claro que a rede de Mark Zuckerberg trabalha continuamente para eliminar todos os perfis falsos presentes no Instagram.

Tudo isso significa que, se algum dia você comprou seguidores na rede, pode ser que o seu perfil caia na “malha fina” do Instagram. Entre as penalidades, existe a possibilidade de banimento da sua conta, fazendo com que todo o trabalho seja perdido.

A pior parte? Você concordou com esses termos, mesmo que não tenha lido. E aí não adianta reclamar.

4. Flutuação no número de seguidores

Como acabamos de explicar, o Instagram se encontra em uma cruzada constante para banir perfis falsos, principalmente aqueles utilizados para inflar o número de seguidores.

Assim, se você comprar seguidores, pode perceber que o tamanho do seu “público” varia constantemente e sempre para menos.

Isso acontece porque, como falamos, a plataforma está constantemente excluindo e banindo os perfis de usuários falsos, que constituem o “recheio” dos pacotes de seguidores.

Mais do que ver o número de seguidores do seu perfil diminuir constantemente, você ainda corre o risco de entrar em um círculo vicioso, no qual comprará novos pacotes seguidamente como uma forma de conter o prejuízo dos perfis deletados.

Além de ser algo sem fim, isso faz com que você jogue fora um dinheiro que poderia ser utilizado para conquistar um público orgânico e real.

5. Prejuízo à imagem

As redes sociais, principalmente para negócios, funcionam a partir de um filtro de credibilidade. E esse senso vai muito além do número de seguidores. Ou seja, enquanto uma organização no Instagram, você tem uma imagem a zelar.

Nesse sentido, caso o seu público real e engajado descubra que você inflou artificialmente o número de seguidores por meio da compra de pacotes, a imagem da sua organização ficará fortemente abalada.

E nas redes sociais, onde tudo gira, quase literalmente, em torno da imagem, perder a confiança do público pode ser algo que jamais será recuperado.

Se o seu seguidor real (e potencial cliente) ao menos desconfiar que você está mentindo no seu perfil, com um número falsos de seguidores, muito provavelmente ele começará a duvidar de qualquer informação que você postar.

O resultado disso é claro e trágico: seguidores que desconfiam de uma marca dificilmente se tornarão clientes.

6. Vendas inexistentes

Sejamos claros: se você tem um negócio no Instagram ou em qualquer outra rede social, sua intenção é conseguir clientes e aumentar suas vendas, certo? Por isso é tão importante focar os esforços na construção de um público engajado e real, que possa consumir seus produtos.

Ao comprar pacotes de seguidores, você está adquirindo apenas um número em seu perfil, que não corresponde à realidade do seu público. O resultado é simples: nenhum desses novos “seguidores” comprará seu produto.

Nesse sentido, vale muito mais a pena ter um público de 5.000 seguidores engajados e que interagem com a sua marca do que um exército de 100.000 perfis “zumbis” que estão ali apenas para fazer número.

7. Prejuízo nas métricas

Perfis comerciais no Instagram têm uma grande vantagem se comparados aos perfis pessoais: a possibilidade de analisar os dados de engajamento de seu público.

Com um número de seguidores inflado artificialmente, as projeções de curtidas, comentários e outras formas de engajamento do público perdem sentido, uma vez que não traduzem a realidade.

Portanto, o simples fato de comprar seguidores ainda prejudica o próprio uso do Instagram e outras redes como meios de análise e segmentação do público.

As 7 práticas que vão ajudar você a ter mais seguidores

Até agora apresentamos apenas os motivos para você não comprar seguidores. E, se você quer ter um perfil de sucesso, provavelmente já percebeu que esse tipo de estratégia é um verdadeiro tiro no pé, certo?

Enquanto não há uma fórmula fácil e rápida de cultivar um público de seguidores engajados e passíveis de se tornarem clientes do seu negócio, existe uma série de boas práticas que colocam o seu perfil do Instagram nesse caminho.

Pensando nisso, para ajudar você a desenvolver uma boa estratégia nas suas redes sociais, separamos a seguir 7 práticas que vão fazer com que seu público aumente.

1. Conheça seu público

O Instagram é uma rede social que prioriza a interação entre seus usuários, criando comunidades e reunindo pessoas que têm interesses em comum.

Nesse sentido, o primeiro passo para você conseguir aumentar o seu número de seguidores de maneira eficiente e segmentada — isto é, com as características do seu público-alvo — é conhecer o seu público.

Conhecer o seu público significa entender quais são os seus interesses, como ele se comporta no Instagram, quais as informações demográficas básicas (idade, localização, profissão, entre outras), quem eles seguem, quais as hashtags que mais usam, entre outros aspectos.

Conhecendo bem o seu público você consegue, por exemplo, montar uma persona que o represente e o guie na hora de utilizar as redes sociais. Dessa forma, você estará sempre agindo de acordo com o que o seu público espera de você, aumentando as chances de fazê-lo crescer naturalmente.

2. Poste constantemente

A ferramenta de automação de marketing Tailwind realizou um estudo em 2017 para compreender como a frequência das postagens influencia no crescimento do público e no engajamento. Foram analisados mais de 10.000 perfis do Instagram.

O resultado é que quanto mais você publicar, mais seguidores e curtidas ganhará. Isso pode parecer óbvio para você, mas muita gente não se atenta a esse aspecto da rede social.

Segundo a Tailwind, os perfis que mantém uma frequência de pelo menos 7 posts semanais (ao menos 1 por dia) crescem em um ritmo muito maior do que aqueles que postam com maiores intervalos de tempo.

Mesmo com as mudanças do algoritmo do Instagram, a constância na postagem é um dos fatores que pouco muda. Por isso, lembre-se sempre de postar pelo menos uma vez por dia.

3. Produza conteúdo de qualidade

De nada adianta postar frequentemente se o seu conteúdo não tem uma boa qualidade. Assim, tendo em mãos as informações sobre o seu público, é só analisar seus interesses e descobrir o que mais atrai os seus seguidores.

Lembre-se sempre de que o seu perfil está no Instagram para conseguir engajar o público e fazer com que ele consuma seus produtos e serviços. Por isso, suas postagens devem apresentar uma qualidade profissional, tanto na imagem quanto no texto.

Poucas coisas são tão desagradáveis em uma rede social do que ver postagens de marcas com imagens malfeitas e erros de português na legenda. Esse tipo de problema pode levar não apenas a um baixo crescimento do seu público, mas, inclusive, a uma perda de seguidores já conquistados.

4. Utilize os Stories

Os Stories são postagens que duram no máximo 15 segundos e ficam disponíveis por apenas 24 horas. Desde seu lançamento, foram responsáveis por um grande impulso na utilização do Instagram, desbancando o aplicativo que lançou esse formato: o Snapchat.

Se você ainda não usa essa função, saiba que está perdendo uma grande oportunidade. Boa parte do público atual do Instagram utiliza mais os Stories do que o próprio feed, o que faz com que você tenha ainda mais opções de engajamento.

Os Stories ganharam tanta importância no Instagram que muitos dizem que o algoritmo da rede social funciona de maneira separada para ele. Então, nada de negligenciar essa função, que pode te ajudar no engajamento e, de quebra, trazer mais seguidores para o seu perfil!

5. Não se esqueça das hashtags

Hashtags são marcações que funcionam como um filtro para sua foto. Ou seja, elas servem para especificar qual o assunto da sua publicação, ajudando as pessoas que não te seguem a chegarem no seu perfil.

O uso de hashtags no Instagram costuma ser deixado de lado, com a maioria das pessoas negligenciando sua principal função: a de encontrar novos perfis.

As hashtags não são feitas para serem vistas, mas sim para que as pessoas encontrem perfis de seu interesse. Por isso, a dica é utilizá-las no primeiro comentário da sua publicação e não na legenda em si.

Dessa forma, seu post fica com uma aparência organizada e, ao mesmo tempo, mantém todas as funções de hashtag, uma vez que elas funcionam normalmente quando inseridas em um comentário.

Outro ponto importante é utilizar boas hashtags, que traduzam para o seu público o assunto principal do seu post e do seu perfil. Nada de usar tags genéricas, como #amor, #love, #happy, entre outras.

Vá na busca do aplicativo e digite uma hashtag genérica que você imagina que o seu público utiliza. Logo na sequência, o Instagram já sugere uma lista de hashtags semelhantes, que você pode passar a usar nos seus posts.

Com um bom uso desse recurso, rapidamente você começará a atrair novos seguidores para o seu perfil, fazendo com que o seu público cresça de maneira orgânica e segmentada.

6. Faça vídeos

Ao longo do tempo o Instagram foi evoluindo para se tornar uma plataforma mais amigável com os vídeos. Se antigamente era impossível incluí-los no seu feed, hoje em dia o vídeo é uma das principais mídias da rede social.

Um vídeo bem feito tem o poder de segurar a atenção de seus seguidores, além de possibilitar a inserção de um maior conteúdo e, é claro, chamadas mais diretas para o seu site.

Além dos vídeos do feed, é sempre interessante investir no formato dos Stories. Lá, é possível gravar vídeos mais informais, mostrando os “bastidores” do seu negócio e humanizando sua marca.

A partir dessa estratégia, as possibilidades de aumentar o engajamento do público e o número de seguidores aumenta, pois você está aliando uma mídia atraente com um conteúdo de qualidade.

7. Fique de olho na sua concorrência

Outra maneira de conseguir seguidores reais e que tenham a ver com o seu negócio é observar o público da concorrência. Uma das táticas mais antigas para conseguir aumentar o número de seguidores de maneira segmentada é entrar nos perfis concorrentes e começar a seguir quem os segue.

Esse tipo de ação desperta o interesse das pessoas, que provavelmente entrarão no seu perfil e, caso se interessem, começarão a seguir você. Repetindo esse processo com frequência, rapidamente você aumentará o seu público.

Ainda faz parte dessa estratégia deixar de seguir aquelas pessoas que você começou a seguir, evitando chegar no limite de “seguindo” do Instagram. Ninguém sabe ao certo qual é esse limite, mas parece girar em torno de 7.500 perfis.

Uma opção para essa tática manual é buscar por ferramentas de automação, que fazem o processo de seguir e deixar de seguir perfis de maneira automática. Entretanto, lembre-se de alimentar esse tipo de recurso com os perfis que compõem a sua concorrência.

O sucesso no Instagram

Esperamos que você tenha percebido o quanto comprar seguidores no Instagram é uma furada. Existem diversas maneiras de conseguir criar e nutrir um perfil de sucesso, capaz de transformar seguidores em clientes potenciais. E todas elas são de forma orgânica e sem qualquer tipo de intervenção externa e comprada.

Gostou do nosso conteúdo? Quer saber mais sobre o Instagram e como ter um perfil de sucesso na plataforma? Então não deixe de conferir o nosso ebook “Segredos do Instagram: Como ter um perfil campeão”!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.