Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

4 fatores para prestar atenção na hora de comprar o seu computador para edição de vídeo

4 fatores para prestar atenção na hora de comprar o seu computador para edição de vídeo

Para editar vídeos com perfeição, seu computador precisa estar preparado para o trabalho. E a gente conta para você tudo o que ele precisa ter.

Um item que é imprescindível para qualquer editor é um bom computador para edição de vídeo.

É muito importante que o profissional saiba como escolher o adequado, já que muitos programas de edição são pesados e exigem uma máquina potente para funcionar com fluidez.

Por isso, no conteúdo de hoje vamos mostrar tudo que é necessário em um computador para esse fim. Explicaremos as principais partes da máquina e daremos dicas de algumas marcas e produtos.

4 componentes essenciais em um computador para edição de vídeo

Abaixo você verá a importância de cada componente, a capacidade ideal e para que eles servem. Confira!

1. HD

Chamamos de HD a memória do computador. Em suas configurações, ele é representado pelo maior número, por exemplo: se um PC possui 8 GB/500GB, significa que ele tem 8 GB de RAM e 500 GB de HD.

A memória RAM é aquela volátil, que se perde quando a máquina é desligada. Já o HD é a memória que não se perde quando o PC é desligado, responsável por guardar os programas e os arquivos.

E para um computador para edição de vídeo, o ideal é que a memória seja um híbrido do HD e do SSD – Solid State Drive. Essa junção é a solução para o sistema rodar mais rapidamente, apesar de custar um pouco mais.

Dependendo da frequência de edição, a memória mínima deve ser de 500 GB. Mas, se o profissional tem uma rotina de trabalho intensa, o melhor é adquirir um computador para edição de vídeo com, pelo menos, 1 TB de capacidade.

Se todo esse espaço não for suficiente, uma boa alternativa é utilizar HDs externos ou armazenamento na nuvem para guardar os conteúdos. Um bom HD precisa ter um armazenamento grande, já que permite uma transmissão muito mais rápida de dados.

2. Memória RAM

Como citado acima, diferentemente do HD, a memória RAM não armazena as informações permanentemente. Além de agilizar o uso, esse componente é peça fundamental no render, já que permite trabalhar com mais programas de edição ao mesmo tempo.

Isso porque, quanto maior é a memória RAM, mais programas poderão ser utilizados simultaneamente sem sobrecarregar a máquina, fazendo com que você realize o trabalho mais rapidamente.

Novamente, as configurações da memória RAM devem se encaixar com as suas necessidades. Portanto, se você mantém uma rotina de trabalho regular, um PC com 8 GB de RAM funcionará muito bem.

Mas, para suprir aqueles dias de alta demanda, uma máquina com 16 GB de RAM é a ideal.

3. Processador

Em suma, o processador é o responsável por acelerar, endereçar, preparar ou resolver os dados recebidos. E, se tratando de softwares de edição, o processador é usado o tempo inteiro, principalmente na hora de renderizar.

Quanto mais potente é o processador do computador para edição de vídeo, mais leve será a execução dos programas instalados.

Então, para as edições mais pesadas, o ideal é um processador Intel i7, escolhendo sempre os de última geração, que se atualizam constantemente.

Também é possível trabalhar com processadores i3 e i5. Contudo, tenha em mente que isso depende muito da aplicação. Outra coisa é que isso exigirá uma maior qualidade do conteúdo, já que não poderá adicionar muitos elementos ao vídeo.

4. Placa de vídeo

A placa de vídeo é a peça do computador que é responsável por controlar e gerir as funções de exibição de vídeo na tela do monitor.

Esse componente serve mais para desafogar a CPU em algumas aplicações. Nos softwares de edição mais robustos, existem várias opções de efeitos especiais que podem ser aplicados utilizando a placa de vídeo ao invés da CPU.

É por essa razão que existem as placas vídeo dedicadas e as embutidas. A placas dedicadas são voltadas exclusivamente para trabalhos gráficos pesados, como jogos e edição de vídeos.

Já as placas embutidas, na verdade, é quando não há uma placa de vídeo de fato. O que existe na máquina mesmo é uma GPU; um processador gráfico que executa as funções da placa de vídeo. Um PC com essas configurações são ideias para atividades básicas.

Mas, para os profissionais de edição, fica óbvio que o ideal é adquirir um computador para edição de vídeo com uma placa de vídeo dedicada.

E nesse caso, para os trabalhos mais pesados, a melhor opção é uma placa GTX1080 de 8 GB ou, no mínimo, uma placa GTX 1050 de 2 GB.

5. Monitor

Esse, com certeza, é o componente mais conhecido e dispensa demais apresentações. É por meio do monitor que você conseguirá visualizar tudo nas formas e cores certas, sendo indispensável na hora de editar os conteúdos.

Assim como os outros componentes citados aqui, existem diversos modelos de monitores, com as mais variadas especificações. Cada um deles voltados para um fim distinto.

Os monitores mais básicos são ótimos para as atividades do dia a dia. Já os mais robustos são os mais adequados para os gamers e outros profissionais que precisam de uma escala de cores mais precisa.

A resolução é a configuração mais importante do monitor. É por causa dela que você enxerga, ou não, os mínimos detalhes do que está sendo exibido na tela.

Então, um computador para edição de vídeo, o ideal é um monitor com resolução em 4K ou 5K. Mas, caso você não tenha condições de custeá-lo — quanto melhor forem as especificações, mais caros são os monitores —, uma tela Full HD é minimamente aceitável.

6. Entrada para cartão de memória

Por fim, mas não menos importante, vamos falar da entrada para cartão de memória. Para quem edita vídeos, esse componente é tão essencial como respirar. Afinal, será preciso descarregar os arquivos da câmera de vídeo.

Com ela, o editor otimiza seu tempo, já que consegue conectar o cartão de memória com os vídeos diretamente no computador.

Aqui não existe um tipo de entrada ideal. Apenas preste atenção se o computador para edição de vídeo possui ou não esse componente na hora de comprá-lo.

Bônus: Produtos extras que podem ser úteis durante a edição de vídeos

Apesar de não serem exatamente indispensáveis, existem alguns produtos que, por facilitarem muito o trabalho do editor, se tornam itens bastante requisitados para quem quer investir em um computador para edição de vídeo. Veja abaixo quais são eles!

1. Um bom headphone ou sistema de som

Se o conteúdo a ser editado possui áudio, é indispensável investir em um bom fone de ouvido ou então em um sistema de caixas de som. Dessa forma, você conseguirá ouvir todos os ruídos de forma mais clara.

Existem os modelos de fones com fio, sem fio, com isolação acústica, com reforço de frequências graves, médias ou agudas etc. A especificações para caixas de som são bem parecidas. Cabe à você pesquisar e escolher o melhor custo-benefício.

2. Mesa digitalizadora

Apesar de parecer um item dispensável e caro, a mesa digitalizadora de ilustrações pode ser o aparelho que faltava para melhorar a qualidade do seu trabalho como editor e turbinar o seu computador para edição de vídeo.

Esse dispositivo possui uma série de recursos que deixarão o processo de edição mais ágil e mais preciso, sem prejudicar a qualidade.

As mesas contam com uma caneta especial que permite ao editor executar movimentos de maneira mais natural, evitando lesões por repetição. Além disso, a possibilidade de programas atalhos de teclado otimiza o tempo de trabalho, proporcionando um ganho na produtividade.

3. Capa para teclado com atalhos para os programas

Excelente auxílio para quem está só começando no mundo de edição. A capa, além de proteger o teclado, mostra todos os atalhos do programa escolhido. Neste modelo, por exemplo, você pode conferir todos os atalhos do Adobe Premiere Pro CC.

Como você pode notar até aqui, escolher um bom computador para edição de vídeo é crucial para realizar um trabalho eficiente.

Portanto, tenha bastante cuidado na hora de comprar sua máquina; analise as especificações e as alinhe com as suas necessidades como profissional. Afinal, ninguém consegue trabalhar bem com materiais precários.

Agora que você já aprendeu o que deve verificar antes de adquirir um computador para edição de vídeo, não deixe de conferir os 19 melhores editores de vídeos do mercado, pagos e gratuitos, para você conhecer.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.