Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Principais conceitos usados na publicidade para divulgar um produto

Principais conceitos usados na publicidade para divulgar um produto

Conheça quais são os termos da publicidade mais utilizados por profissionais desta área.

Desde antes das mídias digitais, a publicidade já era explorada para a divulgação de produtos, seja por panfletos, cartazes, rádio, tv ou internet. 

Sendo assim, existem muitos conceitos em publicidade que devem ser aprendidos e aplicados por aqueles que comercializam produtos ou serviços. Afinal, ao conhecer mais cada termo, você consegue entender quais estratégias precisam ser trabalhadas para que a divulgação de seus produtos seja assertiva.

Neste post, separamos para você 11 princípios da publicidade e vamos te mostrar como explorar essas ferramentas para divulgar seu produto.

Você verá:

Índice
  1. Público-alvo
  2. Orçamento de campanha
  3. ROI
  4. Ferramenta de anúncios
  5. Métricas
  6. Custo por clique
  7. Custo por mil impressões
  8. Custo por aquisição
  9. Copy
  10. Remarketing
  11. Palavra-chave

Entendendo melhor a publicidade

A palavra publicidade, em sua etimologia, designa o ato de tornar algo público.

Esse processo de divulgação pode ocorrer de diversas maneiras. Quanto maior o nível tecnológico global, maior também o número de canais de comunicação capazes de transmitir e propagar ideias.

Então, a publicidade deve ser compreendida como um complexo de práticas que tendem a dar visibilidade a uma ideia.

Levando para o empreendedorismo, publicidade é o ato de tornar público um serviço ou produto, fazendo com que novas pessoas conheçam e entrem em contato com uma marca.

Diferença entre publicidade e propaganda

Apesar de serem conceitos muito próximos, é possível apontar diferenças significativas entre publicidade e propaganda.

Para a melhor compreensão desse contraste, vamos mostrar, resumidamente, o conceito de cada um desses termos.

Publicidade

Trata-se de uma forma de comunicação, via de regra paga, que utiliza meios diversos para atrair a atenção de consumidores.

Na publicidade são valorizadas características de uso, durabilidade, conforto e outras relativas ao produto.

Espera-se com a publicidade a atração de clientes, despertando neles o interesse pelo produto e seus diferenciais.

Justamente por isso, a publicidade, em geral, é paga, demandando do agente um certo investimento também de tempo e esforço no sentido de conseguir seu objetivo.

Propaganda

Ao contrário da publicidade, a propaganda é, geralmente, gratuita. Isso porque ela tem suas origens no direito individual de transmitir suas ideias, seja oralmente ou de qualquer outra forma.

A propaganda é dotada de carga ideológica, uma vez que o sujeito transmite sua opinião, argumentos e posições.

Um claro exemplo de propaganda é a eleitoral, utilizada para a divulgação de programas de governo.

Apesar do caráter gratuito, a propaganda também visa à conversão. Ou seja, espera-se que outras pessoas passem a seguir o mesmo entendimento ou ideologia que foi mostrado na propaganda.

Continuando com o exemplo da propaganda política, no que diz respeito às pessoas seguirem uma mesma ideia, percebemos que ela é uma das grandes responsáveis pelo resultado das eleições. Quanto melhor a propaganda, maior o número de votos.

Tipos de publicidade

A publicidade é o caráter de algo que é público, através da divulgação em canais de comunicação dos mais diversos.

Existem vários tipos de publicidade, como a online, offline, boca a boca, entre outras. Porém, vamos nos ater aqui às 3 principais.

Publicidade online

A publicidade online, para a divulgação e venda de produtos, pode ser feita através das redes e mídias digitais. Pode-se explorar, por exemplo, as redes sociais, os sites, os blogs, as plataformas de vídeo e os anúncios online.

Publicidade offline

Apesar do grande sucesso do mercado digital e das mídias online, que fizeram surgir a publicidade online, a publicidade tradicional continua firme.

Nesse conceito estão agrupados todos os meios de publicidade que acontecem fora do ambiente virtual.

Um exemplo: as campanhas de queima de estoque, os eventos que visam à divulgação da marca em datas especiais, os cartazes e banners espalhados pela cidade.

Essas são técnicas de publicidade que ainda representam grande impacto nos resultados das empresas, principalmente se seu negócio não for completamente online.

Publicidade boca a boca

Por fim, um dos tipos de publicidade mais antigos do mundo é o que chamamos de boca a boca.

As pessoas se comunicam em grande velocidade, principalmente no mundo digital. Se antes uma pessoa contava para outra pessoa, que contava para outra pessoa e assim por diante, hoje, uma pessoa, sozinha, consegue compartilhar informações para outras centenas, talvez até mesmo milhares de pessoas.

Por isso é importante investir em seu relacionamento com clientes, pois eles são ótimas fontes para trazer novos consumidores para seu negócio.

A publicidade online é a chave para o sucesso

Apesar de ter um grande impacto, a publicidade offline está perdendo cada vez mais espaço para a publicidade online.

Existem alguns fatores que justificam essa vantagem, como a facilidade para mensurar resultados, o maior alcance das campanhas, a facilidade para testar e aprimorar ideias.

Pensando nisso, e para te ajudar a divulgar melhor seu produto, vamos focar nos principais conceitos da publicidade online para que você possa utilizá-los em sua estratégia.

1. Público-alvo

O público-alvo, mais conhecido no mercado digital como persona, pode ser compreendido pela fração ideal da população que compartilha gostos e interesses em comuns, relacionados ao produto que se pretende vender no mercado.

Não é viável procurar atender a todos os públicos de uma só vez, por isso, a segmentação e delimitação de uma área de atuação é muito importante.

Quanto maior for o grau de compatibilidade de gostos e interesses dos membros de um grupo, maiores as chances de sucesso de campanhas publicitárias.

O público-alvo deve ser delimitado até mesmo para que seja possível pensar estratégias concretas específicas, que atendam aos gostos compartilhados por essa parcela consumidora.

2. Orçamento de campanha

O orçamento de campanha é o volume de recursos que serão disponibilizados e usados em cada uma das campanhas publicitárias.

Com o aumento dos canais de comunicação, fazer um orçamento de campanha é fundamental para evitar gastos desnecessários.

O orçamento deve ser pensado para otimizar os resultados. Por isso, invista em campanhas que possam realmente atingir o público que você espera.

3. ROI

O ROI (Return Over Investment), também conhecido por retorno sobre investimento, é uma métrica importante, que permite analisar quanto o empreendedor está ganhando e gastando com as campanhas publicitárias.

Analisar o ROI é fundamental para que o empreendedor entenda melhor suas estratégias de marketing.

Com esse resultado, é possível identificar os melhores canais de divulgação, o real impacto das campanhas e as melhores fontes de lucro.

4. Ferramenta de anúncios

As ferramentas de anúncios, como o Google Adwords, são plataformas que permitem aos anunciantes criar e gerenciar campanhas publicitárias segmentadas.

Mais do que simplesmente criar e liberar um anúncio no mercado, essas ferramentas possibilitam a delimitação do público-alvo, seja por idade, localização, grau de instrução e outros parâmetros.

Os anúncios produzidos nas ferramentas de anúncio são capazes de gerar o tráfego pago, que se diferencia do tráfego orgânico (aquele obtido com o marketing de conteúdo, sem o gasto direto de capital).

A Fabiana, analista de compra online da Hotmart, deu algumas dicas sobre anúncios nesse Hotmart Tips:

5. Métricas

As métricas podem ser entendidas como os medidores dos resultados obtidos nas campanhas publicitárias.

Um dos motivos pelos quais a publicidade online é bem mais vantajosa do que a publicidade offline é a grande quantidade de métricas existentes.

Além de ser possível obter uma variedade incrível de dados, como número de exibições do anúncio, número de cliques, custo por clique, tempo gasto pelo usuário na página de destino, número de conversões, todas essas informações podem ser acompanhadas em tempo real.

(Aproveite para conhecer 9 métricas fundamentais para quem tem um negócio digital.)

6. Custo por clique

O custo por clique representa o valor por cada clique realizado pelo usuário no anúncio publicitário. Essa é uma das principais métricas quando falamos de anúncios pagos.

O valor por clique é calculado dividindo-se o valor total da campanha (custo para o cliente) pelo número de cliques realizados por usuários (pessoas atingidas pela campanha publicitária).

Quando o valor por clique é pré-determinado, o anunciante sabe exatamente qual será o valor a ser pago cada vez que um usuário realizar a ação de clicar naquele anúncio.

7. Custo por mil impressões

O custo por mil impressões, por sua vez, é calculado com base no custo de divulgação de mil impressões do anúncio.

Muito se assemelha ao custo por clique, com a diferença de que o valor é cobrado a cada mil exibições do anúncio publicitário.

8. Custo por aquisição

Diferente do custo por clique e do custo por mil impressões, o custo por aquisição envolve a realização de uma conversão.

O cliente só é cobrado quando um usuário realiza uma ação esperada, como o preenchimento de um formulário ou até mesmo a realização de uma compra.

9. Copy

A copy ou copywriting é um termo do inglês que significa redação publicitária. Trata-se da utilização de uma linguagem específica para o ambiente virtual, com o objetivo de atrair clientes e levá-los a realizar uma ação.

Boa parte das vendas realizadas online se deve a copy. Isso porque a redação publicitária utiliza elementos de persuasão e gatilhos mentais, o que leva o consumidor a comprar o produto quase que de forma inconsciente.

10. Remarketing

O remarketing nada mais é do que marcar um usuário que já frequentou determinado site para, a partir de então, passar a bombardeá-lo com anúncios daquele site, geralmente por um período de trinta dias.

Quando procuramos por um carro específico no Google e, logo em seguida, passamos a ver anúncios sobre esse carro em todos os sites nos quais entramos, estamos sofrendo os impactos do remarketing.

Fomos marcados e, a partir de então, passaremos a receber informações relativas ao produto que pesquisamos, em forma de anúncios.

O remarketing é uma excelente estratégia de publicidade, pois induz o usuário a realizar a compra. Por ter demonstrado interesse prévio no produto, a chance de que ele venha a adquiri-lo é grande.

11. Palavra-chave

A palavra-chave pode ser compreendida como o termo utilizado pelos usuários para procurar produtos e serviços nos buscadores online.

Quando entramos no Google para pesquisar um produto, não inserimos um texto grande, mas sim palavras específicas, que ajudem a limitar os resultados.

Essas palavras são conhecidas como palavras-chaves e ajudam na otimização do material divulgado na internet.

Para aumentar a visibilidade de um site ou blog e fazer com que ele apareça nos primeiros resultados dos buscadores, é fundamental utilizar de forma corretas as principais palavras-chave de seu nicho nos materiais publicados.

Quando a publicidade é explorada ao máximo, os resultados tendem a ser incríveis para o empreendedor. Para ter ainda mais ideias de como divulgar seu negócio, aproveite para conferir nosso post com 11 estratégias de marketing para atrair mais clientes.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.