Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Dados estruturados: o que são e como ajudam no SEO

Dados estruturados: o que são e como ajudam no SEO

Você já ouviu falar de dados estruturados? Conheça mais sobre esse conceito e como ele pode ajudar o SEO do seu site.

Com tanta informação que surge na internet, é cada vez maior a necessidade de motores de busca e outros indexadores de conteúdo filtrarem as páginas de maior qualidade e relevância para entregarem uma boa experiência ao usuário.

Quem tem um site e/ou um blog, por exemplo, deve se atentar às boas práticas requisitadas por buscadores, como o Google, para conseguirem posicionar suas páginas na primeiras posições da SERP.

Você provavelmente já deve conhecer ou ter ouvido falar da importância do Search Engine Optimization (SEO) para conseguir um bom posicionamento orgânico, não é mesmo? 

Mas, desta vez, vamos falar de outro conceito extremamente importante para que os indexadores identifiquem seu conteúdo e exibam ele para os usuário, os dados estruturados ou Schema.

O que são dados estruturados e para que servem?

De acordo com a própria definição do Google, os dados estruturados são uma forma de padronizar  e organizar as informações de uma página a fim de classificar o conteúdo dela.

Ou seja, é uma maneira de organizar seu conteúdo, por meio de marcadores, para que os indexadores coompreendam melhor sobre o que ele se trata.

Isso ajuda o Google a entender melhor e mais rápido a informação, numa linguagem mais amigável para seus robôs.

E dados não-estruturados?

Se você não teve o trabalho de organizar a estrutura do site do seu negócio online com os dados estruturados, muito provavelmente o Google não vai entender grande parte do seu conteúdo.

Ele não consegue interpretar imagens, vídeo, áudio, infográfico e outros formatos que não sejam HTML.

Mesmo os dados em HTML não são considerados estruturados se não seguirem as diretrizes. Portanto, essas páginas estão sujeitas a serem marcadas como não qualificadas ou recebem uma classificação menos favorável.

Por que usar dados estruturados em seu site?

São diversas as vantagens de se usar dados estruturados em seu site, veja só!

Aumenta a relevância do conteúdo

Como você viu, os buscadores valorizam a relevância de um conteúdo para o usuário. Com os dados estruturados, você reafirma que seu conteúdo é feito para o usuário, já que está facilitando com que o Google o promova.

A junção da qualidade, com o propósito e a correta estruturação para que chegue até o consumidor final é o conjunto de ações que torna um conteúdo qualquer em um conteúdo relevante.

Facilita a navegação do usuário

A estruturação de dados é pensada para que o Google interprete melhor conteúdo. E o propósito do Google é proporcionar uma experiência favorável ao usuário.

Sendo assim, o objetivo do Schema é também tornar os sites mais rápidos, mais organizados e, consequente, mais amigáveis para o usuários.

Aprimora a busca em dispositivos móveis

Os marcadores do Schema também valorizam a usabilidade mobile, proporcionando um melhor SEO para mobile.

Dessa forma, as informações são exibidas de forma personalizada e mais adequada às buscas em dispositivos móveis.

Melhora o posicionamento da página na SERP e atrai mais tráfego

Como permite marcar o que há de mais atrativo na página, a estruturação de dados facilita a criação de um resultados de buscas na SERP personalizado.

Você pode escolher um título personalizado para o snippet, uma descrição mais detalhada e persuasiva e outras informações que são permitidas, como classificação, localização e outros, caso faça sentido para você.

Isso torna seu snippet muito mais atrativo, ou seja, ele se torna um rich snippet. O rich snippet é um snippet normal da SERP, só que com os dados estruturados, que exibem, então, a informação personalizada e não uma geral, escolhida aleatoriamente pelo indexador. 

Tendo um rich snippet eficaz, a taxa de cliques aumenta e, assim, você estará atraindo mais tráfego orgânico para sua página.

Essa talvez seja uma das vantagens mais aparentes quando se aplica a estruturação do site com Schema.

Como funcionam os dados estruturados do Google?

A estruturação é feita por meio de marcações com termos específicos criados pela comunidade Schema.org que desenvolveu um vocabulário de marcações de dados estruturados, usado por mais de 10 milhões de sites na internet. 

A utilização desses marcadores é exigida pelas diretrizes do Google. Além disso, é necessário usar uma das 3 linguagens compatíveis de código, que são: JSON-LD (a mais recomendada), Microdados ou RDFa.

Veja o exemplo que o Google dá de dados estruturados aplicados ao código de uma página:

Fonte: Google Developers

Os marcadores do Schema servem para classificar, por exemplo:

  • Receitas
  • Artigos
  • Pessoas
  • Comentários
  • Avaliações
  • Produtos
  • Localização

As diretrizes do Google vão guiar sua utilização de dados estruturados e vão dizer qual a função de cada metadado na análise da página, não deixe de consultar.

Como saber se uma página possui dados estruturados?

Se você não sabe se sua página já contém dados estruturados ou deseja saber se ela está de acordo com as diretrizes técnicas, o Google oferece o teste de pesquisa aprimorada.

O teste avalia se a página está qualificada para os rich results. Além do resultado que diz se ela está ou não, de acordo com os dados estruturados que contém, ele també apresenta os possíveis erros a serem corrigidos.

Outra forma de avaliar se sua página está ou não estruturada por Schema é pela Ferramenta de inspeção de URL do Search Console, que fornece um relatório ainda mais detalhado sobre o site.

Como inserir dados estruturados em seu site?

Inserir Schema em uma página pode parecer algo bem complexo para quem não tem tanto conhecimento técnico na área, porém, se esse é seu caso, não se assuste! Você não precisa saber programar para aplicar dados estruturados ao seu site.

Assim com é possível automatizar quase tudo na internet hoje em dia, nesta situação não é diferente. Existem plataformas que nos ajuam completamente nessa tarefa.

Veja a seguir duas opções super fáceis de usar!

Usando plugins para WordPress

Se você tem um site em WordPress, talvez a melhor opção seja instalar um plugin que já adiciona Schema automaticamente na página. Você poderá editar o que achar necessário de forma manual também.

Aqui vão algumas opções de plugins para adicionar dados estruturados:

  1. Schema
  2. Schema App Structured Data
  3. Schema – All In One Schema Rich Snippets

Para adicionar você pode fazer o download e instalar manualmente ou ir direto na opção Plugins do WordPress, clicar em Adicionar Novo e procurar pelo nome.

Com o Auxiliar de Dados Estruturados do Google

Outra forma de estruturar os dados do seu site é usando o Google’s Structures Data Markup Helper, ou Auxiliar de Dados Estruturados do Google.

Ele oferece uma maneira bem intuitiva de fazer o processo. Você precisará apenas destacar os elementos a serem marcados, colocar o termo/metadado adequado e clicar em um botão para gerar o código em JSON-LD ou Microdata.

Depois, basta copiar o código gerado e colar no código fonte da página.

Dados Estruturados e o futuro da busca

Os dados estrututrados são o presente e o futuro da busca, que está cada vez menos associada apenas a palavras-chave e mais a semântica.

Com o uso de Schema, é possível otimizar uma página para que o Google entenda e inclusive, interprete, por meio de tecnologias como o machine learning, o conteúdo mais profundamente e ofereça resultados mais personalizados e certeiros aos usuários.

Outra aplicação útil dos dados estruturados é para a pesquisa por voz que vem crescendo e já é uma tendência em SEO.

Ao permitir marcar um dado como speakable, o Google consegue indexar as páginas relevantes para pesquisas por voz.

Não há como negar que esse conceito está completamente associado a SEO e cumpre um papel importante para que um site ou ecommerce seja bem ranqueado no Google.

Mas não são só os dados estruturados que auxiliam na rotina de SEO, existem inúmeros outros fatores-chave para que uma página consiga realmente estar otimizada para competir pelos primeiras resultados da SERP. Um dos mais importantes é o link building.

Leia nosso post sobre o que é link building e entenda como essa estratégia influencia a otimização de páginas web e aprenda como aplicá-la!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.