Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

5 dicas de João Pedro Resende para empreendedores digitais

5 dicas de João Pedro Resende para empreendedores digitais

Conheça algumas percepções do CEO da Hotmart.

Você já sabe que a Hotmart é a plataforma EAD líder em seu segmento na América Latina e que nosso principal objetivo é fazer com que as pessoas vivam de suas paixões.

Para alcançar essa meta, unimos Produtores, Afiliados e compradores, além de disponibilizar uma série ferramentas para ajudar pessoas que trabalham com produtos digitais.

Por esse motivo, todos nossos especialistas estudam constantemente o mercado digital. Assim, estamos sempre a par de todas as novidades para trazê-las o quanto antes para vocês.

João Pedro Resende, CEO e cofundador da Hotmart, além de estimular a atualização constante de todos os envolvidos no desenvolvimento da plataforma, sempre traz insights imperdíveis para quem quer trabalhar pela internet.

Quer ter uma ideia das percepções de JP sobre  empreendedorismo digital? Confira 5 dicas que separamos para você.

(Para receber mais novidades, acompanhe João Pedro Resende também em sua trilha no Sparkle.)

1. Desenvolva um mindset de empreendedor

Para João Pedro Resende, o papel principal do empreendedor é analisar os problemas que estão a sua volta e encontrar neles uma oportunidade.

A partir disso, ele explora possibilidades para resolver esses problemas construindo algo de valor para as pessoas que precisam dessas soluções.

Resumidamente, o verdadeiro empreendedor é aquele que começa algo do zero para resolver algum problema de outras pessoas, gerando impacto na vida delas.

É por isso que o empreendedorismo pode acontecer dentro ou fora de uma empresa.

Mas, além disso, existem outras formas de também enxergar o empreendedorismo.

Algumas pessoas querem criar um negócio apenas com o objetivo de ganhar uma renda extra, poder trabalhar com o que gostam, sem pretensão de crescer muito.

Isso também é uma forma de empreender. A diferença é que esse é um mindset de continuar pequeno.

Uma pessoa que pensa assim quer ser empreendedora, porém, ela não quer se comprometer com algo maior que, automaticamente, gera mais trabalho.

Não há nada de errado nisso. É só uma decisão que você precisa tomar de acordo com sua vontade. Essas são apenas duas vertentes diferentes de empreendedores.

Entre esses diferentes mindsets, a opção de João Pedro Resende é criar algo gigante, que gere um grande impacto e que mude a vida de muita gente.

Independentemente do tipo de empreendedor que você é, há alguns princípios básicos que podem te guiar nessa jornada:

  • Gere valor constantemente para seus clientes, usuários ou audiência. Só depois de gerar valor para essas pessoas é que você conseguirá ter lucro.
  • Inove, sempre que necessário, a forma como você gera valor para as pessoas. Pode ser que o conteúdo ou a solução que você oferece hoje não seja adequada daqui um ano. Fique atento a isso.
  • Pense a longo prazo. Assim, você consegue planejar melhor suas ações e elimina um pouco do peso sobre você mesmo.
  • Não desvie seu foco de atenção para oportunidades que não estejam alinhadas com suas metas principais.
  • Tenha consciência de que, quando você começa a empreender, algumas coisas podem dar errado. Problemas vão surgir e você terá que resolvê-los.
  • Melhore todos os dias. Isso significa desenvolver habilidades técnicas, comportamentais e sociais ao longo de sua jornada como empreendedor.

(Áudio completo no Sparkle: Mindset de empreendedor…quem aqui tem isso?)

2. Tenha um portfólio (mais de 1 produto)

Você já deve saber que um dos primeiros passos na hora de criar ou vender um produto digital é definir o nicho no qual você atuará.

O grande problema de alguns Produtores e Afiliados vem logo após essa definição:

Devo ter 1 ou mais produtos para vender?

Depois de algumas pesquisas feitas na Hotmart, foi possível perceber que um dos padrões que fazem as pessoas crescerem mais rápido no mercado digital é justamente ter mais de um produto para oferecer para sua audiência.

É claro que isso não é uma regra. Afinal, cada empreendedor tem uma estratégia diferente.

Você pode começar e ter sucesso com apenas um produto. Mas o que João Pedro Resende constatou, juntamente com a equipe de Business Intelligence da Hotmart, foi que, com um portfólio de produtos, o crescimento é mais acelerado.  

(Vídeo completo no Sparkle: É mais rápido crescer focando em 1 produto ou criando um portfólio?)

3. Aprenda a gerar tráfego

Todo negócio digital precisa de audiência, seja para uma oferta, um blog ou canal no YouTube, por exemplo.

Mas você sabe como gerar tráfego de forma rápida e duradoura?

Muitas pessoas acreditam que a única maneira de conseguir visitas em seus canais é ir ao Google Ads e Facebook Ads, por exemplo, e criar anúncios segmentados.

Mas João Pedro Resende explica que é possível contratar youtubers e blogueiros que compartilham um nicho de mercado com você para que eles promovam seu produto para a audiência deles, que já é engajada.

Junto com Leonardo Leite, professor do Hotmart Academy, JP selecionou algumas vantagens e desvantagens de contratar alguém que já tenha tráfego para divulgar seu negócio. Confira!

Vantagens

1. Rapidez

O processo de negociar e contratar um influenciador digital para promover seu produto é muito rápido.

Assim que vocês definem o que deve ser feito, é o youtuber, blogueiro ou instagrammer que criará todo o conteúdo.

Isso significa que você não terá o trabalho de criar um site, preparar sua base de fãs, criar uma lista de e-mails ou um blog para tentar ranquear nos motores de busca.

Tudo que você precisa ter é um destino para mandar aquele público.

2. Conteúdo perene

O conteúdo criado pelo influenciador digital ficará no ar para sempre.

Isso é uma grande vantagem porque, imagine que você tenha contratado um youtuber para fazer um vídeo. É possível que aquele vídeo viralize e continue a trazer audiência para seu produto durante muito tempo.

3. Processos reduzidos

Você não precisa criar o conteúdo para atrair visitas.

Como JP e Leo explicaram no primeiro tópico, todo o trabalho de criar o que será veiculado é do influenciador digital que você contratar.

Você só precisa passar o briefing do conteúdo e todo o trabalho de fazer o roteiro, gravar o vídeo ou escrever o post fica nas mãos de quem você contratou.

4. Prova social

Quando você contrata alguém para recomendar seu produto, não é você quem está falando de seu próprio negócio, mas sim alguém que já conhece a audiência e sabe o que aquelas pessoas precisam.

Ter uma prova social, ou seja, alguém indicando o que você vende, é muito importante para dar credibilidade ao seu produto.

5. Tráfego imediato

A partir do momento que você não tem que construir um tráfego e está usando a audiência de outra pessoa, automaticamente, esse público será transportado para sua promoção.

Se você precisa de um início muito rápido, contratar alguém que já tem um tráfego grande é a melhor maneira de começar.

Desvantagens

1. Valor variado

Cada influenciador com quem você falar vai cobrar um valor diferente para divulgar seu produto. Por isso, é até difícil ter certeza de qual será seu gasto.

É possível ter youtubers cobrando de 200 até 50.000 reais, dependendo de quem você está contratando.

Provavelmente, você terá que falar com uma agência antes, já que é difícil falar diretamente com o influenciador, ainda mais quando ele é muito conhecido.

É claro que você pode tentar negociar, mas o preço desse tipo de serviço varia muito. Então, pesquise antes de tomar uma decisão.    

2. Alto risco

Quando você contrata alguém, é possível que a peça que ele faça não traga o resultado que você esperava.

Esse é um risco que você terá que tomar e que não dá para ser medido antes do vídeo ou texto entrar no ar.

(Áudio completo no Sparkle: Como conseguir tráfego rápido e que dura para sempre.)

4. Aprenda a lidar com os efeitos colaterais das novas tecnologias

Todas as vezes que avançamos muito na tecnologia, vários efeitos colaterais aparecem juntamente com muitas perguntas extremamente difíceis.

Como João Pedro Resende explicou em sua palestra no FIRE 2017, quanto mais tempo levamos para chegar à conclusão para essas perguntas, pior é.

Isso porque, independentemente da conclusão que você tirar e do que você decidir fazer, pode ter certeza de que já terão outras pessoas fazendo isso.

As novas tecnologias apresentam diversas vantagens e como empreendedor digital é importante você pensar no que pode ajudar a melhorar o dia a dia das pessoas. Mas esteja preparado para lidar com as modificações que essas inovações trazem.

JP deu um exemplo para ficar mais claro.

A Inteligência Artificial é um tema que tem gerado muita polêmica atualmente, já que não sabemos atualmente qual é o limite de inteligência que uma pessoa ou uma máquina pode ter.

O grande problema é nos depararmos com uma situação na qual criamos uma inteligência artificial tão superior a nossa que ela comece a questionar nossas decisões.

Como empreendedor digital, você precisa aproveitar ao máximo os bons frutos que o desenvolvimento de seu produto trouxer. Porém, nesse período, preocupe-se em encontrar maneiras de não deixar a tecnologia que você criar sair do controle.

Confira a palestra completa de João Pedro Resende no FIRE 2017 no vídeo a seguir:

5. Faça networking

Muitas pessoas não acreditam que o networking é fundamental para qualquer empreendedor.

Se você também pensa assim, saiba que conhecer pessoas que estão no seu mesmo mercado e trocar experiências com elas ajuda a perceber coisas que, sozinho, pode ser que você não enxergaria.

Nós sabemos que não é fácil conhecer pessoas novas, principalmente se você entrou no mercado digital agora.

Uma maneira fácil para conhecer outros empreendedores que também estão em seu mercado e ainda receber diversos insights é participando de eventos de sua área.

Ficou interessado e quer saber mais sobre esse assunto? Confira nosso post com 11 dicas para fazer networking.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.