Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Minicurso Hotmart

Você é professor?

Já tem conteúdo para ensinar?

Comece 2019 com o pé direito e sendo dono de seu próprio negócio.

Aprenda a criar seu curso online de forma gratuita.

QUERO ACESSAR O MINICURSO
Fechar ¿Cómo crear un curso online con videoclases?

¿Cómo crear un curso
online con videoclases?

Aprende a transformar tu conocimiento en un curso online con nuestra guía gratis.

¡DESCARGA EL MATERIAL!

E-book ou videoaula: qual o melhor formato para seu curso online?

E-book ou videoaula: qual o melhor formato para seu curso online?

A escolha do formato para seu produto é um passo muito importante. Saiba como identificar a opção mais adequada para seu tipo de conteúdo.

Muitas pessoas que querem ser donas de seu próprio negócio veem no mercado digital a oportunidade perfeita tanto para empreender quanto para trabalharem com algo que realmente gostem.

Pessoas criativas e com habilidades ou muito conhecimento em uma determinada área conseguem ter ainda mais sucesso no mercado digital, já que há várias possibilidades para compartilhar conhecimentos e o público está cada vez mais interessado em adquirir novas informações.

Com isso, surge a oportunidade de criar um produto digital com o qual você possa compartilhar aquilo que sabe e pessoas interessadas em saber mais sobre esse tema podem comprar seu conteúdo. Por isso, é possível que você fique na dúvida entre os formatos mais utilizados: e-book ou videoaula.

Neste post, vamos mostrar as vantagens de cada um deles para te ajudar a decidir qual é o melhor para você.

É possível viver de produtos digitais?

Algumas pessoas até querem trabalhar na internet, mas acabam desistindo por não saberem se é mesmo possível viver da criação e venda de produtos digitais.

A resposta para essa pergunta você confere no vídeo a seguir, no qual a Thais explica como funciona o mercado digital. Confira:

Como você viu, é possível sim viver compartilhando seus conhecimentos online. Porém, esse mercado é muito amplo no que diz respeito a formatos de mídias e formas de entrega do conteúdo.

Mas se você já tem um assunto ou tema em mente e está iniciando o processo de criação do seu produto, já tem meio caminho andado por saber o que quer compartilhar.

Os próximos passos agora são entender quem é o público que você quer atingir e, com isso, escolher um formato de conteúdo que atraia a atenção de sua audiência.

E-books ou videoaulas são mais difundidos como formatos para cursos online, pois são de fácil acesso e permitem uma assimilação simples do conteúdo a ser estudado.

Mas antes mesmo de ver as características de cada um deles, suas vantagens, melhores formas de utilização e pontos de atenção, é importante que você defina quem é seu cliente ideal.

Como identificar meu cliente ideal?

No mercado digital, utilizamos o termo persona para identificar o público que você pretende atingir com seu produto.

A persona é uma representação do seu cliente ideal e, ao criá-la, você precisa identificar características como:

  • Idade;
  • Nacionalidade;
  • Gênero;
  • Poder de compra;
  • Escolaridade;
  • Profissão;
  • Gostos pessoas;
  • Estilo de vida;
  • Personalidade; etc.

Ou seja, você precisa entender bem como é seu cliente e quais são suas características gerais para conseguir identificar o que ele gostaria de encontrar em um produto.

Com isso, é possível até mesmo que você perceba qual é o melhor formato de conteúdo para vender para essas pessoas, se é e-book ou videoaula.

(Se você ainda não sabe como encontrar esse cliente ideal, confira nosso post que ensina como criar uma persona para seu negócio.)

Agora que você já entendeu o ponto de partida para escolher o formato de seu conteúdo, vamos falar um pouco sobre e-books e videoaulas.

E-book

Os e-books possuem conteúdo predominantemente escrito e podem ter o formato PDF ou Epub.

O PDF é uma extensão já bastante conhecida no meio online e diversos programas, até mesmo os smartphones, possuem leitores compatíveis com esse formato.

O Epub também possui a mesma lógica do PDF, porém tem a grande vantagem de se adaptar a diferentes dispositivos e conter uma organização e diagramação do texto que facilitam a leitura, de acordo com o tamanho da tela. É o que podemos chamar de responsivo.

Se você deseja ler um conteúdo em seu celular, ele se adaptará ao tamanho do dispositivo. Se quiser mudar para um tablet, o mesmo conteúdo tomará a forma de tela de seu aparelho.

Além do conteúdo escrito, um e-book pode conter também imagens, gráficos e fluxogramas que enriquecem o tema tratado, ilustram e exemplificam as informações passadas.

Conheça outras vantagens desse formato de conteúdo digital.

Vantagens do e-book:

  • Se você acredita que se expressa melhor de forma escrita do que oral, o e-book pode ser uma ótima opção. Assim, você poderá passar todo o conhecimento para seu público de maneira mais efetiva e clara, além de transmitir suas ideias com mais segurança.
  • Após fazer download do arquivo, os compradores não precisarão mais utilizar a internet para visualizar o conteúdo.
  • A produção pode ser mais simples, pois basta utilizar uma ferramenta de edição de texto, como o Word e o Google Docs, e dedicar tempo para a escrita.
  • Você não precisa aparecer, o que é uma vantagem caso não se sinta à vontade em frente às câmeras.
  • Ocupa menor espaço de armazenamento em dispositivos de leitura.
  • Esse tipo de produto é acessível para deficientes auditivos.

Melhores formas de utilização:

Ao criar um e-book é preciso desenvolver o conteúdo de forma clara e eficiente. Isso significa que sua informação deve ser 100% compreensível pelo seu público no formato de leitura.

Deve-se garantir que todo o texto esteja correto de acordo com as normas da língua portuguesa (ou do idioma que você utilizará) para garantir a confiabilidade e seriedade do conteúdo.

É importante que seja escrito de forma fluida e dinâmica para evitar que a leitura se torne monótona e pouco interessante.

Por isso, imagens e outros complementos são muito interessantes para incrementar um e-book.

Utilizar exemplos também proporciona ao leitor uma visualização mental e maior entendimento do assunto tratado.

A divisão em tópicos ou subtópicos também ajuda na organização do texto e facilita a compreensão.

Pontos de atenção:

  • Textos escritos podem ser facilmente utilizados ou até plagiados por outras pessoas sem a devida referência. Por isso, assegure-se de registrar seu conteúdo na Biblioteca Nacional.
  • Produtos nesse formato podem não atrair certos públicos que têm resistência à leitura ou mesmo dificuldade com interpretação de texto. Nesse caso, você deve identificar muito bem sua persona antes de criar o material.
  • O conteúdo escrito, muitas vezes, é considerado mais simples do que aquele transmitido por meio de recursos audiovisuais e, por isso, as pessoas podem estar dispostas a pagar menos por eles.
  • É importante que você estabeleça uma linguagem envolvente e muito clara para manter a atenção e garantir compreensão do seu público.

Ficou interessado nesse formato de conteúdo? Confira algumas de nossas dicas para criar um e-book:

Videoaulas

Cursos online em formato de videoaulas, como o próprio nome diz, são compostos por vídeos pelos quais o conteúdo será transmitido e ensinado.

Esses vídeos podem estar hospedados no YouTube, Vimeo ou no próprio streaming de sua plataforma para cursos onlines, por exemplo.

Vantagens da videoaula:

  • Por exigirem uma maior produção e elaboração, os recursos audiovisuais valorizam o produto de forma que os compradores podem estar dispostos a pagar mais por eles.
  • Com o vídeo, você poderá estabelecer uma relação mais próxima com seu público, passando confiança e acessibilidade.
  • O conteúdo em vídeos é absorvido de forma mais fácil e leve, sendo mais acessível.
  • Por meio de imagens e demonstrações, produtos que ensinam algum tipo procedimento ou técnica podem ser melhor compreendidos pelos alunos.
  • Possibilidade de utilizar outros recursos complementares como screencast, trilhas sonoras e efeitos que deixem a aula mais convidativa e didática.

Melhores formas de utilização:

Os vídeos devem apresentar imagem nítida e com boa resolução. Por isso, pesquise as melhores câmeras para gravar seu material de forma profissional.

Além da imagem, o áudio deve ter um volume nítido e ser sempre livre de ruídos, para que garanta a compreensão de qualquer pessoa.

Uma boa dicção do locutor também é muito importante para facilitar o entendimento do conteúdo.

Os vídeos devem ser mais curtos, com uma média de 10 minutos de duração, para que o espectador não perca o foco e consiga prestar atenção durante toda sua duração.

Os vídeos devem ser o mais “leves” possível para que uma rede de internet mais lenta não impeça a reprodução de seu conteúdo. Utilize a extensão .mp4 e a resolução de 720 pixels para salvar seus arquivos.

Caso você não tenha facilidade em falar frente às câmeras, pode contratar um profissional especialista no assunto desejado para isso ou pedir ajuda de alguém que tenha facilidade nessa área.

Pontos de atenção:

  • Alguns clientes podem não conseguir visualizar os vídeos por problemas de funcionamento da internet. Deixe claro que, para acessar às aulas, é preciso ter uma internet estável.
  • Inevitavelmente, a produção do material será um pouco mais complexa. Se você não tem conhecimento com equipamento de vídeo, verifique a possibilidade de contratar um profissional ou convidar um amigo que entenda de captação de imagem e áudio e edição de vídeos.
  • Há sempre a possibilidade de aprender essa nova habilidade, mas nesse caso, a conclusão do material será mais demorada.
  • Para atingir pessoas com deficiência auditiva, é necessário utilizar legendas ou tradução em libras.

Qual é o formato do seu conteúdo?

Depois de ver as características do e-book ou videoaula, você deve ter percebido que ambos formatos são interessantes para dar aulas online.

Antes de escolher o melhor para criar seu material, você precisará analisar o tipo de conteúdo que quer produzir e o público que deseja atingir para escolher aquele que seja mais adequado para isso.

Então, depois que você definir o assunto do seu material, o segundo passo será entender seu público ideal, como mencionamos anteriormente e só assim pensar no formato de seu material.

Feito isso, siga os próximos passos com os materiais abaixo para criar seu curso online:

>> Guia para criar um e-book perfeito

>> Como fazer videoaulas atraentes (e vendê-las na internet!)

Para ficar por dentro de mais conteúdos, assine nossa newsletter semanal e ative as notificações do blog!

Este post foi originalmente publicado em novembro de 2017 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.