Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Minicurso Hotmart

Você é professor?

Já tem conteúdo para ensinar?

Comece 2019 com o pé direito e sendo dono de seu próprio negócio.

Aprenda a criar seu curso online de forma gratuita.

QUERO ACESSAR O MINICURSO
Fechar Hotmart Start

¡Hotmart ha llegado a México y queremos encontrarnos contigo en un momento increíble!

México ¡Me interesa!

Elementos de um site para arquitetos: tenha uma página que realmente gere o interesse das pessoas

Elementos de um site para arquitetos: tenha uma página que realmente gere o interesse das pessoas

Conheça 5 elementos de um site que são essenciais para arquitetos!

Infelizmente, quando se trata de criar um site, arquitetos tem algo muito em comum. A grande maioria acha que basta colocar as fotos de seus projetos, o resumo de sua carreira, prêmios ganhos e um telefone para contato que, então, irá “chover” pessoas querendo contratar seus serviços.

Essa é uma das maiores ilusões que qualquer pessoa pode ter ao criar um site. E para o mundo de arquitetura não é diferente.

Se hoje você não está insatisfeito com seu site, pode ter certeza de que você deveria estar, pois tratando-se de internet, sempre existe espaço para melhorar e, claro, para vender mais.

Se você é um arquiteto(a) que deseja ter um site incrível, que venda e que te faça ser uma referência, continue lendo esse texto e descubra os 5 elementos de um site ideal.

1. Crie uma proposta de valor clara

elementos de um site: imagem com a proposta de valor do site da viva decora

elementos de um site: imagem com a proposta de valor do site da hotmart

Quando um usuário entra em seu site, você tem apenas alguns segundos para capturar a atenção dele antes que ele feche o navegador e não considere sua página como a ideal para solucionar a dúvida ou o problema dele.

Então, é crucial que você tenha esses elementos de um site na primeira dobra:

  • Uma proposta de valor clara de apenas uma linha – no máximo duas (obrigatório);
  • Um subtítulo para complementar a informação principal (opcional);
  • Um CTA – call to action (você precisa estimular o usuário a fazer uma ação –  a que seja mais importante para você de acordo com sua estratégia).

Vamos analisar os elementos acima:

É nítido para o usuário que entra no site da Viva Decora, por exemplo, que se trata de uma empresa de decoração, pois a frase principal que ele vê é “Inspire-se e crie a decoração da sua casa”.

Então, fica claro que no site ele poderá buscar inspirações de decoração. Se é isso que o usuário busca, certamente ele passará pelo menos alguns segundos a mais para tentar entender como ele terá acesso a essa inspiração.

Perceba também dois CTAs claros na página estimulando o usuário a se cadastrar. Na internet, muita gente tem a falsa convicção de que o usuário realizará a ação que você espera.

Porém, ele não vai fazer isso sozinho!

Você precisa instruí-lo por meio de CTAs, navegação etc.

Em um outro exemplo, no site da Hotmart também está clara a proposta de valor da empresa: “venda produtos digitais com simplicidade e segurança”.

Além disso, eles complementam com um subtítulo: “a Hotmart é a plataforma mais completa para quem deseja criar um negócio digital”.

Reflita um pouco agora: qual a chance de você não passar mais tempo nesse site se você deseja criar um negócio digital?

É zero. Certamente, isso vai chamar sua atenção.

E eles completam com um CTA claro do que eles desejam que todos os usuários façam: assistir o vídeo explicativo da empresa.

Se você estiver em dúvidas de como criar uma proposta de valor, conheça a metodologia do Círculo Dourado, aprenda como inspirar pessoas e use isso como elementos de um site.

2. Como funciona sua empresa

Projetos de arquitetura, decoração ou mesmo interiores são muito complexos. E, infelizmente, existem ainda dogmas de que “obras sempre atrasam”, “o preço é muito caro”, “isso não é para mim”, “decoração é artigo de luxo” etc.

Tudo isso torna ainda mais difícil atingir o cliente final e mostrar para ele que a realidade pode ser bem diferente. E esse papel é seu. O consumidor não tem dever algum de entender seu serviço ou de se esforçar para desmistificar esses dogmas.

Por isso, você precisa informar em seu site como funciona sua empresa, o serviço ou produto que você oferece, etc. E tudo isso da forma mais simples e lúdica possível.

elementos de um site: imagem mostrando como funciona o serviço oferecido pela decorati

Perceba que o site Decorati faz isso de forma excepcional. Além de seguir nossa dica 1 de ter uma proposta de valor clara (“O seu apê do seu jeito e sem dor de cabeça”), ele ainda montou um passo a passo ilustrativo informando exatamente tudo que entregará e de que forma.

Saia do papel de arquiteto nesse momento e “vista a roupa” de consumidor. Imagine-se sendo um cliente que quer reformar um apartamento e você entra em um site que te diz que essa reforma vai ser do seu jeito, sem atraso, que tem contrato, que o prazo é garantido e que você ainda terá um acompanhamento?

Perfeito, não é?

É excelente, pois nesse momento você pode conquistar um cliente ou perdê-lo. E isso é incrível.

Como assim? Como perder um cliente pode ser bom?

Vamos explicar:

Se alguém viu como sua empresa funciona e foi embora pois não gostou é porque provavelmente não seria seu cliente e só faria você perder tempo com ele. Então, ter um abandono aqui, pois seu serviço não se encaixa no que o cliente precisa, não é problema algum.

3. Depoimentos de clientes reais

Não estamos falando de você usar um texto qualquer entre aspas em seu site, colocar um nome aleatório e esperar que alguém confie que isso é verdadeiro. Isso não é um elemento de um site confiável.

É incrível a quantidade de sites que fazem isso e esperam ter bons resultados. Hoje, mais do que nunca, a prova social se tornou um dos principais fatores de decisão de compra.

Quando você vai em um hotel ou restaurante que não conhece, o que você faz? Geralmente, pede recomendações de amigos, olha se esse hotel ou restaurante tem alguma crítica na internet e qual a avaliação dele por outras pessoas, certo?

Se você quiser sair da internet, não tem problema. Imagine que tem um restaurante lotado e com apenas uma mesa vazia (que pode ser a sua) e outro restaurante que não tem ninguém nele (todas as mesas estão vazias).

A comida e os preços são iguais. Qual você escolherá?

Certamente, o primeiro, pois você intuitivamente já sabe que esse restaurante é melhor, afina, várias outras pessoas estão lá.

Use essa mesma lógica para seu site.

elementos de um site: imagem de um depoimento real de uma pessoa que contratou os serviços da rock content

A Rock Content, por exemplo, segue essa dica à risca. Veja que na página inicial deles existe uma foto, nome, cargo, empresa e um mini depoimento. E, clicando no botão de ver case completo, você terá acesso a um mega caso de estudo.

elementos de um site: imagem de um depoimento em vídeo de um cliente real da viva decora

Outro ponto crucial é usar vídeos. Isso é o ápice no quesito depoimento de clientes.

Anualmente, temos um prêmio para arquitetos e designers de interiores aqui na Viva Decora. Na página oficial do prêmio temos fotos, depoimentos e vídeos de participantes e vencedores do evento passado.

É muito mais fácil convencer outra pessoa de que vale a pena se cadastrar quando um outro participante fala como se a própria empresa falasse dos benefícios.

4. Dê motivos do porquê seu produto ou serviço é importante para aquela pessoa

Novamente, voltamos ao ponto onde você deve se colocar no lugar do consumidor. Seu site não é sobre você nem sobre o que você gosta.

É tudo sobre seu usuário e o que ele prefere.

Então, dê motivos para ele te contratar e mostre porque seu serviço mudaria a vida do cliente. Um projeto não é só um projeto. Muitas vezes, é o sonho do cliente, a felicidade dele, um momento de família. Então, ajude o cliente a sonhar.

elementos de um site: imagem dos motivos para uma pessoa entrar no app da 12 minutos

O site 12minutos, que sumariza grandes obras em microbooks, faz bem isso. Ele se coloca no lugar do consumidor e dá 5 motivos do que ele poderia ter de evolução ao usar o aplicativo.

Faça isso também em seu site! Mostre ao cliente o que ele terá ao te contratar.

5. Não acredite em nada do que você leu acima (sem testar)

Não se assuste.

O maior erro é efetuar qualquer mudança em seu site ou sua estratégia de marketing digital simplesmente por ter lido em algum blog ou por ter visto algum “especialista” falando.

Todas essas dicas são comprovadas, testadas e minuciosamente separadas para você ter um melhor resultado, entretanto, apesar de toda a premissa lógica, pode ser que se você implementar tudo isso tenha um resultado pior.

Então, faça testes a/b e veja o que realmente funciona para você. E não teste tudo de uma vez, pois senão você não saberá o que deu certo ou errado. Teste uma dica de cada vez e vá aprendendo e evoluindo ao longo do processo.

Recapitulando os principais elementos de um site para arquitetos

  1. Crie uma proposta de valor clara
  2. Descreva como sua empresa funciona
  3. Use depoimentos de clientes
  4. Dê motivos para seu cliente contratar seu serviço ou produto
  5. Teste tudo

Usando essas 5 regras, você conseguirá ter dados incríveis de como seu usuário se comporta e, com isso, ter insights de quais elementos de um site usar.

E se você ficar na dúvida de qual plataforma usar para criar seu site, veja esse comparativo entre Wix e WordPress.

Guest post produzido por Pedro Renan, gerente de marketing da Viva Decora.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.