Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

10 elementos que não podem faltar ao criar um site

10 elementos que não podem faltar ao criar um site

Veja o que é essencial para fazer seu site se destacar.

Criar um site é desafiador, não é?

Você precisa conciliar muitas questões: a identidade visual da sua marca, os gostos do seu público, a otimização para o Google, as chamadas para conversão, entre outros diversos pontos. E tudo isso demanda tempo, conhecimento e investimento!

Mas esse é um desafio do qual não se pode escapar. Ter um site já não é mais uma opção ― é uma obrigação para as empresas que querem aparecer para o mundo. Afinal, a internet é o primeiro local onde as pessoas vão para procurar soluções e resolver suas dúvidas.

Porém, não é qualquer site que se destaca no cenário digital. Ele precisa ter qualidade, tanto no visual quanto no conteúdo, e oferecer aquilo que o seu público busca.

Portanto, existem alguns elementos essenciais para que o site seja encontrado por mais pessoas e proporcione uma boa experiência a elas.

Se é isso que você quer, então precisa conhecê-los! Vamos ver agora quais são os 10 principais elementos que não podem faltar ao criar um site.

1. Criar um site com design responsivo

elementos de um site - infográfico

Atualmente, você precisa criar um site pensando na tela do computador, do notebook, do celular e do tablet ― e nas mais diversas marcas que produzem esses dispositivos.

Mas, se eles possuem tamanhos diferentes, será que é preciso criar um site específico para cada aparelho?

Não é bem assim. A tecnologia de desenvolvimento de sites permite que você crie apenas uma versão das páginas ― em geral, em uma estrutura de blocos que se encaixam conforme a orientação (horizontal ou vertical) e a largura da tela do dispositivo do usuário.

É disso que se trata o design responsivo. Ele ganhou relevância no web design com o surgimento dos dispositivos móveis e a popularização do seu uso em qualquer ocasião ― especialmente durante a jornada de compra.

Seu site, então, deve estar preparado para receber visitantes que usam os mais diversos aparelhos, em diferentes contextos (no trabalho, na rua, em casa, em uma viagem etc.).

Assim, você consegue proporcionar uma experiência valiosa para qualquer pessoa que acessá-lo ― e, acredite, pode ser que a maioria delas use o smartphone para isso.

2. Alinhar o site com a identidade da marca

elementos de um site - imagem de um computador aberto

A identidade da marca é um dos elementos que precisa estar evidente no site. Afinal, esse é mais um dos pontos de contato da empresa com o consumidor e precisa estar alinhado com os demais.

É assim que você consegue tangibilizar a essência da sua marca e fortalecer o seu posicionamento na mente do consumidor.

As cores, a tipografia, as composições, as imagens, os ícones ― todos os elementos visuais devem transmitir aquilo que a sua marca representa.

Mas não estamos falando apenas da identidade visual: a linguagem utilizada nos títulos, nas chamadas e nos textos do site também faz parte da identidade da marca.

Não faz sentido, por exemplo, uma marca descontraída de capinhas de celular para jovens utilizar uma linguagem formal e sisuda para os seus textos. Dessa forma, ela não se comunica com o seu público, nem é coerente com os produtos que vende.

3. Produzir conteúdos para o blog

elementos de um site - imagem de uma página das redes sociais

O blog é um dos elementos mais importantes que não podem faltar ao criar um site. Ele funciona como uma biblioteca de conteúdos para engajar os seus visitantes e mostrar que você domina os assuntos da sua área de atuação.

Esse é o principal caminho adotado pelas empresas atualmente para conquistar um melhor posicionamento no Google.

O buscador quer oferecer ao usuário os melhores resultados para aquilo que ele pesquisa. Então, quanto mais você oferece conteúdos que resolvem as dúvidas e necessidades dos visitantes, mais o algoritmo prioriza suas páginas nos resultados da busca.

Portanto, mais importante que criar um blog é produzir artigos relevantes para ele.

Só que não faltam empresas que criam um espaço para publicações no seu site e deixam aquela página abandonada.

Isso acaba sendo pior do que não ter um blog, sabia?

Afinal, o visitante acessa aquele espaço, percebe que ele não é atualizado há meses e pode até pensar que a empresa não existe mais.

4. Utilizar a escrita persuasiva

elementos de um site - imagem de um lapiz escrevendo em um rolo de papel

Copywriting também é um elemento essencial ao criar um site. Trata-se da técnica de escrita persuasiva, utilizada na redação publicitária, com o objetivo de fazer o público tomar a decisão que você deseja.

No seu site, ela deve ser aplicada principalmente nas descrições de produtos e serviços e nas landing pages.

Os textos precisam ser envolventes e sensibilizar o leitor para que ele realize a conversão ― comprar o produto, baixar um material ou se cadastrar na newsletter, por exemplo.

Você precisa convencê-lo de que vale a pena tomar aquela decisão.

Para isso, você pode usar alguns recursos, como demonstrar que a sua empresa é uma referência, despertar o senso de urgência, focar na USP (Unique Selling Proposition, ou proposta única de venda) e utilizar depoimentos de outros clientes. Existem outras diversas técnicas de copywriting para explorar a “arte de vender”.

Isso não significa, porém, que você deve vender o seu produto o tempo inteiro e a qualquer custo.

Nos conteúdos do blog, por exemplo, o foco é mais informar e educar do que vender. Portanto, a linguagem pode ser mais informativa do que persuasiva.

5. Usar boas imagens

elementos de um site - imagem de uma câmera tirando foto de uma menina em um estúdio

Imagens são capazes de transmitir ideias e sensações que os textos não conseguem. Elas têm uma linguagem universal que qualquer pessoa, em qualquer língua, entende. Por isso, elas também devem estar presentes no layout do seu site.

Mas a escolha das imagens ao criar um site deve ser feita com cuidado.

Você não pode simplesmente pegar as fotos mais bonitas que encontrar pela internet. É preciso ter direito autoral ou de uso sobre elas, se não você pode ser punido.

A solução para isso é usar bancos de imagens liberadas para uso comercial, comprá-las, ou ainda produzir as suas próprias.

Além disso, você precisa primar pela qualidade delas. Nada de usar imagens com pouca resolução, desfocadas ou desproporcionais.

Dar atenção a isso é essencial para a sua marca transmitir credibilidade.

6. Criar um menu simples e intuitivo

elementos de um site - imagem destacando a criação de um menu

O menu é uma das principais formas de encontrar os conteúdos de um site. Por isso, ele deve ter uma boa usabilidade, que facilite a navegação do usuário.

Antes mesmo de começar a criar um site, você deve elencar todos os conteúdos, ofertas e páginas que estão previstos para o projeto. Assim, você consegue organizar a arquitetura da informação, que é a base para a construção do menu.

Não necessariamente todos os conteúdos do site precisam estar contemplados no menu. Você pode priorizar as informações que acredita serem mais procuradas nesse elemento da página.

Também não há uma regra de como ele deve ser construído. Você pode decidir, por exemplo, entre duas alternativas:

  • Menus mais horizontais, com várias opções no primeiro nível, exigem menos cliques para chegar aonde deseja, mas a quantidade de alternativas pode confundir o usuário;
  • Já os menus mais verticais, com várias opções em submenus, classificam melhor os conteúdos do site em categorias, mas exigem mais passos do usuário.

A decisão entre uma ou outra perspectiva para a construção do menu depende do comportamento do seu público. Portanto, faça testes para entender qual é a melhor opção.

7. Inserir uma pesquisa interna

elementos de um site - imagem da tela de um computador

Cada usuário tem uma maneira particular de navegar pela internet. Alguns gostam de encontrar as informações na página inicial, outros preferem explorar o menu, outros chegam diretamente na página interna pela busca no Google.

E há também quem prefira buscar os conteúdos pela pesquisa interna do site. Por isso, é importante oferecer essa opção, de maneira clara para o usuário.

Ela é uma forma de encontrar rapidamente o que se busca ― portanto, o mecanismo deve ser funcional, com opções de filtros de busca, para entregar exatamente aquilo que o usuário quer encontrar.

Sabe o que é melhor ainda?

Configurar o seu Google Analytics para que ele capte as palavras pesquisadas na busca interna do seu site. Elas podem revelar, por exemplo:

  • Problemas de usabilidade, já que as pessoas podem pesquisar por termos que não estão encontrando facilmente no menu ou na página inicial;
  • Demandas do mercado que você ainda não atende, já que os usuários provavelmente não acharam algum produto no seu site e tentam encontrá-lo pela pesquisa interna.

8. Inserir formulários de conversão

elementos de um site - formulário de contato

Receber milhares de visitantes é ótimo ― e é isso que você consegue ao criar um site otimizado. Mas convertê-los em oportunidades de negócio é melhor ainda!

Por isso, é essencial também inserir formulários de conversão no seu site. Eles são responsáveis por capturar os dados de contato do visitante e transformá-lo em um lead. Assim, você pode enviar conteúdos e ofertas relevantes por e-mail e nutrir o relacionamento com ele.

Em geral, é oferecido algum material em troca dos dados do visitante. Você pode oferecer um e-book, um webinar, um infográfico, uma pesquisa, entre outros conteúdos. O mais importante é que eles realmente despertem o interesse do usuário.

Para incentivar o preenchimento do formulário de conversão, simplifique. Não há nada mais inoportuno que preencher dados inúteis em um formulário longo, que acaba fazendo o visitante desistir de baixar o material.

9. Informar os meios de contato

elementos de um site - imagem da tela de um computador

Digamos que um visitante do site conheceu a sua marca, pesquisou sobre os seus produtos e gostou do que viu.

Ele ainda ficou com algumas dúvidas, que gostaria de resolver com alguém da sua equipe. Porém, não encontra nenhum lugar no site para falar com a sua empresa.

Pode isso? Claro que não!

O que você mais quer é que um potencial cliente entre em contato com você, não é mesmo? Assim você pode, de pessoa para pessoa, explicar os benefícios do seu produto, apresentar seus argumentos de venda e quebrar qualquer objeção.

Então, ao criar um site, facilite o contato:

  • O usuário deve encontrar facilmente o e-mail, telefone e endereço da sua empresa;
  • Se ele preferir, também deve acessar facilmente as suas redes sociais, que permitem interagir com mais agilidade;
  • O chat online e o botão direto para o WhatsApp também são ótimas opções para facilitar a comunicação e tirar as dúvidas na hora em que a pessoa mais precisa.

10. Configurar o Google Analytics

elementos de um site -imagem de analise de dados

Não se pode falar de internet sem falar de métricas.

Dados estão por todos os cantos da web, a cada passo que o usuário dá e a cada acesso que você recebe no seu site. E você pode utilizá-los para melhorar a sua presença online.

Por isso, um dos principais elementos que não pode faltar ao criar um site é o código do Google Analytics. Esse é o principal software gratuito de análise de dados da web.

Você precisa configurá-lo para começar a receber informações sobre os seus visitantes, de onde eles vêm e como eles estão se comportando nas suas páginas.

Dessa forma, é possível conhecer melhor o seu público e identificar as possibilidades de melhorias no layout, na navegação e nas ações de marketing digital.

Enfim, esses são os principais elementos que não podem faltar ao criar um site.

Deu para perceber que são vários pontos e pequenos detalhes que fazem toda a diferença para a experiência do usuário, não é mesmo?

Por isso, independentemente se você vai fazer por conta própria ou com uma agência, é importante escolher um construtor de sites completo.

Ele deve oferecer as possibilidades que explicamos acima, mas também permitir a customização dos elementos para deixá-los com a identidade da sua marca. Se existem 200 milhões de sites ativos no mundo, é isso que vai fazer o seu se diferenciar na internet.

E você, o que acha mais importante em um site? Sentiu falta de algum outro elemento que não citamos neste artigo? Escreva nos comentários o que mais você acha que não pode faltar ao criar um site!

Guest post produzido por Wallace Castro, Diretor Comercial e Marketing da rede de Franquias Liguesite.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.