Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Como usar o e-mail marketing para converter e fidelizar clientes

BUSCA...

Como usar o e-mail marketing para converter e fidelizar clientes

Aprenda a usar o e-mail marketing nos diferentes estágios de seu negócio e veja o que evitar em sua estratégia

O e-mail marketing é uma das melhores ferramentas para construir uma audiência engajada com sua marca.

E não é para menos, além de permitir estar em contato constante com seus leads e clientes, as campanhas de e-mail têm, quando bem executadas, um ROI (Retorno Sobre Investimento) maior do que outras ações de marketing.

Segundo o Direct Marketing Association, o retorno financeiro pode chegar até a 4.300% do valor investido, ou seja, para cada R$1 investido em campanhas de e-mail marketing, você pode obter R$43 em vendas.  

Pensando nisso, preparamos esse artigo que aborda como usar o e-mail marketing para converter e fidelizar clientes, além de termos que serão fundamentais para sua evolução como empreendedor digital. Aproveite para ver o episódio do Hotmart Tips sobre o assunto! 

O que é e-mail marketing?

O e-mail marketing é a utilização do e-mail como ferramenta de marketing direto, impactando diretamente quem recebe a mensagem. Pode ser utilizado para enviar um aviso, para oferecer um material rico, para criar relacionamento com a audiência e, é claro, para vender.

O que faz o e-mail marketing tão efetivo e especial?

Além de ter um custo baixo de produção, existem vários fatores que contribuem para que as campanhas de e-mail marketing sejam interessantes para diferentes modelos de negócio. São eles:

Estudos comprovam que o e-mail marketing ainda é o tipo de campanha com melhor custo-benefício

Você pode investir apenas em um bom sistema de automação de marketing e ainda ter um retorno de até 4.300% deste valor, a partir das interações dos usuários com os e-mails.  

O e-mail marketing permite segmentar sua audiência

Diferente do que acontece nas redes sociais, com o e-mail você consegue segmentar os usuários a partir de seus interesses e, dessa forma, criar um conteúdo mais alinhado às expectativas de cada grupo.  

Com o e-mail marketing você fala para um público mais interessado  

Uma lista de e-mails reúne usuários que já identificaram um problema e inscreveram-se para receber seu conteúdo.  

O e-mail marketing permite personalizar sua mensagem

Outra vantagem dessa ferramenta é que é possível personalizar sua mensagem de acordo com o perfil demográfico e comportamental do destinatário.

O e-mail marketing facilita seu relacionamento com potenciais clientes

E-mails com conteúdos de qualidade geram valor para seus clientes e aumentam suas chances de transformá-los em evangelizadores de sua marca.  Você pode criar empatia com sua audiência e, em troca, receber feedbacks sinceros que serão úteis em suas estratégias futuras.

Conheça alguns serviços de e-mail marketing

Antes de montar sua estratégia de e-mail marketing, é importante que você contrate um serviço de envios de e-mail.

Diferentemente de sua conta de e-mail pessoal, estes serviços possibilitam o cadastro e envio de mensagens em massa e fornecem relatórios que serão essenciais para você entender melhor sua audiência e aprimorar suas estratégias de vendas.

Mas não só isso, com uma boa ferramenta de disparos você consegue configurar o remetente de acordo com o nome de sua empresa e passar mais confiabilidade para quem recebe o e-mail.

Entenda que contratar um serviço de e-mails é um investimento necessário e que vale a pena. Imagina se você tivesse uma lista de milhares de usuários e tivesse que escrever os e-mails um por um?

A seguir, há uma lista de alguns serviços de e-mails mais usados pela comunidade Hotmart:

Mailchimp

O MailChimp é um dos campeões de indicações, pois é uma ferramenta eficiente, mas ao mesmo tempo fácil para quem está começando a configurar campanhas.

Com ele você consegue desenhar vários fluxos automáticos de e-mails e tagear os usuários, de acordo com a ação realizada por eles. A ferramenta ainda oferece várias opções de layout para criar seus e-mails e que podem ser customizados de acordo com suas necessidades.

O MailChimp oferece a versão free, além de duas opções de planos pagos que incluem funcionalidades avançadas. Os preços variam de 10 a 200 dólares por mês.    

Get Response

A Get Response é uma plataforma de marketing online que oferece serviço de automação de e-mail, criação de páginas de destino, ferramenta para promover transmissões ao vivo, entre outros serviços.

Assim como o MaiChimp, permite criar sequências de disparo automatizadas e possui layouts de e-mails customizáveis, úteis para quem não tem conhecimentos de design e programação.

Klickmail

Uma das principais funcionalidades do Klickmail é o sistema de marcação com tags, que é útil para enviar os e-mails para as pessoas certas, no momento em que elas mais precisam. Com esse sistema um mesmo usuário pode fazer parte de várias listas de e-mail, simultaneamente, sem que você precise adicionar os dados dele, novamente.  

Você também pode marcar aquele destinatário que já pediu para ser retirado de uma lista, mas que ainda está recebendo mensagens de outro funil.

E-goi

Além do envio automatizado de e-mails, o E-goi oferece templates para newsletter que são customizáveis e se adaptam bem aos diferentes tipos de dispositivos móveis.

Esse é um diferencial para empresas que possuem um blog atualizado constantemente e querem manter sua audiência bem informada.

Vale ressaltar que existem muitas outras opções de serviços que podem ser utilizados por você. Pesquise qual oferece mais soluções para suas necessidades e que caiba no seu bolso.  

Como capturar e-mails

Mais do que mandar bons e-mails, é preciso enviá-los para as pessoas corretas. Ou seja, sua lista deve ser composta por um público que goste do assunto que você aborda e que, em algum momento, manifestou interesse em manter contato com sua empresa.

Por isso, não aconselhamos que você use listas de e-mails prontas para construir sua base. Esse tipo de lista não converte tanto quanto uma lista construída por você, além de configurar como SPAM.

Para construir uma lista própria existem algumas dicas que ajudam nesse processo e te ajudarão a ter uma base de e-mails de qualidade.

Use opt-in de captura em seu site

Opt-in de captura são caixas de formulários presentes em seu site que convidam o usuário a assinar sua lista de e-mails.

Essas caixas podem aparecer de diversas formas: no topo do site, nas laterais, dentro dos artigos do blog. No caso dos posts, é importante que este tipo de notificação esteja relacionado ao conteúdo que está sendo abordado na página.

O importante é que o opt-in seja convidativo e não solicite muitas informações dos usuários: nome e e-mail são suficientes. Eles também não devem ser usados em excesso pois podem atrapalhar a experiência do usuário em sua página.  

Ofereça iscas digitais

Uma das formas mais eficientes de conseguir o e-mail de um possível comprador é oferecendo um conteúdo gratuito em troca.

O termo “isca” vem do fato de você usar esse conteúdo gratuito para “fisgar” o e-mail e, mais tarde, trabalhar este lead para que ele se transforme em um cliente e, quem sabe, um evangelizador de sua marca.  

A isca pode ser um e-book, um infográfico, um acesso a um webinário ou qualquer outro conteúdo que agregue valor para seu lead e possa ser oferecido gratuitamente.

Tenha uma página de captura

Ofereça sua isca em uma página de captura, também chamada de Landing Page. Essa página deve ser simples e o destaque deve ser o opt-in de captura de e-mails. Não coloque muitas informações na página e capriche no título que usará para induzir o visitante a inserir o e-mail.

Palavras-chave como: imperdível, agora, único, você, exclusivo, são excelentes para compor o seu texto e ajudar na captura de e-mails. Aproveite para ler mais dicas de copywriting em nosso post sobre o assunto.

Como usar o e-mail marketing para fidelizar clientes

De acordo com Philip Kotler, atrair um cliente novo é de 5 a 7 vezes mais difícil  do que convencer alguém que já te conhece a comprar novamente. Não só é mais difícil, como é mais caro.

O cliente que é recorrente também tem maiores chances de recomendar seu produto ou serviço para um amigo, enquanto o cliente insatisfeito pode fazer um post nas redes sociais falando mal da experiência que teve, e este conteúdo viralizar.

Por isso, é importante utilizar o e-mail marketing não só para converter leads em clientes, como no pós-venda com o intuito de fidelizá-los e encantá-los. Você pode fazer isso, seguindo três passos simples.

Segmente sua lista de usuários

Quando você cria um negócio, seja ele físico ou digital, diferentes perfis de clientes entram em contato com sua marca. Cada um deles está em busca de uma informação ou precisam de um argumento diferente para avançarem em suas jornadas de compra.  

Podemos dizer que um funil de vendas, hoje, é dividido em três etapas:

  • conhecimento, que é quando a pessoa entra em contato com seu site pela primeira vez enquanto estava pesquisando sobre um assunto;
  • consideração que é quando esse usuário já identificou que tem um problema e está em busca de uma solução que possa atendê-lo;
  • decisão quando o lead já tem conhecimento sobre as possíveis soluções e começa a procurar por empresas que entreguem este tipo de serviço.

Para garantir que sua estratégia de e-mail marketing seja bem sucedida você precisa segmentar sua lista de e-mails a partir do estágio em que seu comprador se encontra, pois isso permitirá que você escreva um conteúdo relevante para esses destinatários.

Você pode descobrir essa informação a partir do conteúdo que seu lead busca, baixa e, principalmente, identificando a origem deste usuário, se ele veio de uma landing, se se inscreveu em seu blog, entre outros.  

Crie conteúdo para engajar

A partir do momento que o usuário se inscreve na sua lista, você precisa pensar em conteúdos que possa manter seu lead interessado, até que ele esteja preparado para conhecer seu produto.

Exemplo de conteúdo que você pode oferecer:  

1ª etapa: Um blog post com 10 alimentos que ajudam a aumentar a vitalidade.

2ª etapa: Um e-book mostrando como fazer ou cultivar esses alimentos em casa.

3ª etapa: Um estudo de caso mostrando como uma mulher se recuperou da depressão, apenas mudando a própria alimentação.

Lembre-se de adaptar essas sugestões para seu modelo de negócio.

Fluxo de e-mails

Ninguém gosta de ser importunado com e-mails o tempo todo. Para evitar isso, você precisa estruturar todo seu fluxo de e-mails antes de começar o contato. Quantos e-mails serão enviados? Em qual período de tempo?

Para descobrir a frequência ideal considere o ciclo de vendas de seu produto. Se você está oferecendo algo mais complexo, é provável que seu usuário precise de mais argumentos para ser convencido, portanto, o ciclo é maior, e vice-versa.

Termos comuns do e-mail marketing

Alguns termos são recorrentes quando trabalhamos com e-mail marketing. Por isso é fundamental que você esteja familiarizado com eles para que consiga aproveitar ao máximo nossas dicas. Vamos lá?

Alternative Text (Alt): Texto utilizado para descrever as imagens do e-mail, que é exibido quando o HTML não carrega corretamente.

Assunto: É o título do email que é mostrado na caixa de entrada dos usuários. É um dos itens que mais influencia a taxa de abertura de e-mail, por isso, precisa ser claro e objetivo.

Blacklist:  Lista de e-mails, domínios ou endereços IP, reconhecidos como fontes de SPAM. Estes domínios são automaticamente bloqueados na caixa de entrada de usuários.

Bounce: E-mails que retornam devido algum erro, no endereço do destinatário ou da caixa de entrada.

Descadastro: É quando o usuário pede para ser removido de uma lista.

Squeeze Page: página onde existe um formulário de captura de e-mail. Na maioria dos casos, é a principal estratégia no crescimento de lista.Taxa de Abertura: é a porcentagem de quantos e-mails enviados foram abertos.

Taxa de Cliques: é a porcentagem de quantos cliques em links dentro do e-mail foram dados.

Opt-out: número de pessoas que descadastram da sua lista.

Agora é só começar

Essas são as informações básicas para você montar sua campanha de e-mail marketing de sucesso.

Para fechar, uma dica de ouro para nossos usuários: utilize o ListBoss na sua estratégia de e-mail marketing. Com esta ferramenta gratuita e exclusiva da Hotmart, você consegue automatizar a gestão de seus leads de forma totalmente integrada com a nossa plataforma. O resultado pode significar um aumento de até 8 vezes nas suas vendas.

Para ver informações mais avançadas acesse nosso guia do e-mail marketing.

Espero que tenha gostado e até a próxima!

  • Este texto foi postado em setembro de 2014, e atualizado para conter informações mais precisas e completas.

Hotmart