Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

10 erros que estão impedindo as conversões de uma landing page

10 erros que estão impedindo as conversões de uma landing page

Veja o que você está fazendo de errado em suas landing pages.

O início de uma estratégia de marketing digital não é fácil, mas traz resultados promissores! Ter um bom público nas redes sociais, postar conteúdos em seu blog e investir no email marketing são ótimas opções.

Todos esses esforços são orientados para um objetivo final: o sucesso de seu negócio.

Por isso, eles podem estar sendo desperdiçados caso você não preste atenção em uma métrica fundamental: as conversões.

Se os usuários encantam-se com suas estratégias, mas, no momento da conversão, eles não concluem a ação, é fundamental identificar o que está acontecendo.

Um dos problemas mais comuns são erros nas landing pages. Existem muitos erros que podem atrapalhar a performance das páginas de destino e comprometer a rentabilidade do negócio.

As landing pages são elementos importantes em estratégias de inbound marketing, pois são responsáveis por fazer com que o usuário passe para a próxima etapa do funil de vendas. Por isso, não devem ser negligenciadas.

Se você tem esse problema, chegou ao lugar certo!

Neste artigo, você saberá quais são as falhas que podem atrapalhar suas conversões e jogar toda seu planejamento por água abaixo. Continue a leitura e confira!

1. Falta de testes A/B

O conceito de testes A/B é bem simples. Basicamente, você compara a performance de uma página com outra. Exatamente como você faz em frente ao espelho quando tenta decidir entre duas roupas para sair.

No mundo digital, esse simples processo pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso da estratégia. Eles podem revelar dados valiosos sobre suas landing pages, e permitem que pequenos ajustes sejam realizados.  

A utilização desse recurso abre um leque extenso para estabelecer parâmetros entre os elementos da página separadamente. Por exemplo, comparando duas cores distintas de um botão de conversão e analisando-os.

Desse modo, você terá a perfeita noção do comportamento de sua audiência, realizando ajustes e verificando qual é o formato perfeito para sua página.

2. Várias ofertas dentro de uma mesma landing page

Segundo estudos da MarketingSherpa, 48% das landing pages contêm ofertas múltiplas.

Pense bem, você realmente quer competição para seu objetivo dentro de sua própria página?

Muitos profissionais insistem em inserir menus, links para outros artigos, plugins de cadastro em diferentes ferramentas.

Pare agora mesmo! Uma boa página de captura deve ser limpa e objetiva.

Essa prática pode aumentar em até 100% as conversões de uma landing page. E não, você não leu errado. Os números são realmente assustadores.

É preciso ter em mente que uma landing page tem apenas um objetivo, que é o de levar o usuário a realizar uma ação. Seja ele uma compra, uma inscrição ou a visualização de um vídeo, lembre-se que é necessário ter foco.

Muitas páginas possuem diversos objetivos e calls to action.

Imagine o quanto um leitor pode se distrair ao encontrar um local onde, ao mesmo tempo, há elementos convidando-o para curtir a página no Facebook, comentar sobre o produto, visitar os sites parceiros e, por fim, testar a versão gratuita de um software.

3. Não aplicação do SEO

A Otimização para Mecanismos de Buscas (em inglês, Searching Engine Optimization – SEO) é uma ótima maneira para tornar suas páginas de conversão rastreáveis por meio do Google e outros motores de pesquisa.

Isso vale ainda mais para e-commerces, já que muitos usuários procuram por um produto ou serviço direto pela barra de buscas. E, é claro, você quer estar entre os primeiros resultados, não é mesmo?

A ausência do SEO representa a perda de uma oportunidade excelente de trazer mais usuários para seu site. Por isso, a utilização de recursos como escolha de palavras-chave, uso de alt text e de meta tags é extremamente valiosa.

4. Formulários complexos

Um dos formatos mais comuns de landing pages são aqueles que oferecem um conteúdo para o usuário e, em troca, solicitam algumas informações sobre ele. Esse tipo de ação costuma gerar bons resultados.

Porém, há alguns erros clássicos, como: a solicitação de dados pouco relevantes ou até mesmo dados demais.

Isso pode afastar o potencial lead da conversão. Dificilmente alguém responde um formulário com perguntas que não fazem sentido ou que sejam muito longos. Por isso, cobre apenas o que for justo pelo conteúdo oferecido e necessário para sua estratégia.

Para aumentar suas conversões de uma landing page, determine quais são as informações que realmente importam e certifique-se de solicitar somente elas. Mais tarde, você poderá fornecer outros conteúdos e, assim, pedir outras referências.

5. Ausência de otimização para dispositivos móveis

O uso de smartphones no Brasil cresceu 3,5 vezes em apenas quatro anos. E especula-se que, no ano que vem, haja um aparelho para cada cidadão brasileiro.

O acesso à internet por meio desses dispositivos também apresenta altos índices de desenvolvimento. Por isso, é preciso otimizar qualquer página de um website para dispositivos móveis, incluindo tablets e notebooks.

O motivo é simples: você quer que o usuário chegue até a principal página em sua estratégia e não consiga acessá-la?

É claro que não! Por isso, o design responsivo é essencial.

6. Landing pages insuficientes

Durante a execução de uma estratégia de inbound marketing, há diversas etapas.

Entre as fases de atração, conversão e fechamento do negócio, existem vários objetivos esperados, como a assinatura de uma newsletter, o download de um material rico ou simplesmente uma compra.

Então, por que você deveria ter uma única landing page em seu site?

A matemática é simples: objetivos específicos exigem caminhos específicos. Por isso, crie páginas de captura separadas para diferentes metas ou personas. Afinal, é preciso personalizar para atingir em cheio sua audiência.

7. Design confuso e excesso de elementos

Neste post, você já viu que formulários complexos tendem a ter desempenho ruim. O mesmo vale para os demais elementos de uma landing page.

O design da página deve ser limpo, considerando os espaçamentos em branco, posicionamento de elementos, quantidade de itens relacionados oferecidos, equilíbrio de cores e navegabilidade.

Assim, o usuário pode concentrar-se somente no que realmente importa, sem distrações.

Para deixar claro, aqui vai uma dica: geralmente, uma landing page é composta por:

  • uma oferta;
  • um formulário;
  • uma CTA.

Isso é o suficiente para convencer seu potencial cliente e não abarrotar a mente dele com informações desnecessárias que podem impedir novas conversões de uma landing page.

8. Desconsideração dos problemas da persona

Mesmo que você tenha uma oferta imperdível, as pessoas sempre têm outras opções para considerar.

Por isso, a ausência da personalização pode se tornar um grande problema, e é possível que se perca algumas oportunidades de negócio.

É preciso se comunicar com sua persona. Mostre que você tem a solução para seus problemas.

Alguns métodos bastante conhecidos para provocar uma sensação de empatia são:

  • período de testes grátis;
  • dinheiro garantido de volta após um certo período de utilização;
  • diversidade de métodos de pagamento;
  • política de privacidade clara;
  • possibilidade de favoritar um produto para comprar depois.
  • facilidade de cadastro pelo Google ou Facebook;
  • suporte online.

Dessa maneira, você antevê as dificuldades da persona e revela que se preocupa com seus problemas. Isso certamente será um grande diferencial para convencê-la.

9. Alto tempo de carregamento de página

Um dos elementos mais importantes para o desempenho de uma landing page é a velocidade de carregamento de página.

Você pode se assustar com a revelação a seguir, mas 74% das pessoas desistem da conversão quando a landing page demora mais de 5 segundos para carregar.

Por isso, é extremamente recomendado que sua página carregue quase instantaneamente, em um piscar de olhos. Trazendo isso para os números, o ideal é que demore menos de 1 segundo para estar completamente aberta.

Uma boa dica para verificar esse elemento é por meio do PageSpeedInsights, que não apenas traz detalhes sobre a página, mas também sugere algumas modificações e aplicações para melhorar fatores que atrapalham a velocidade.

Lembre-se também de verificá-la regularmente, pois cada modificação do site pode representar novos parâmetros. Como dito no primeiro tópico, os testes A/B podem auxiliá-lo aqui também.

10. Calls to action fracas

Um dos motivos pelo qual suas conversões de uma landing page não estão tendo os resultados esperados pode ser sua chamada para a ação.

As CTAs têm um papel fundamental em landing pages, já que são a última barreira para a conversão ou geração de leads.

A escolha das palavras pode parecer algo básico, mas a verdade é que apenas criatividade não é suficiente para torná-las eficazes. É preciso fazer testes. Pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença.

Ela deve ter foco na persona, uma linguagem consistente e, mais importante, deve ser exclusiva. Nada de confundir o leitor, lembra-se?

Sendo assim, teste as frases que garantem mais impacto e trazem os melhores resultados e adapte-as quando necessário. Dessa maneira, certamente suas conversões serão otimizadas.

Conclusão

Neste post, você viu que existem alguns erros de fácil reparação que podem atrapalhar a execução de sua estratégia de marketing digital.

Agora, você está preparado para resolver seus problemas e ajustar suas landing pages!

Se você gostou deste artigo, certamente, está procurando métodos para aumentar sua conversão de leads, não é mesmo? Neste caso, confira como a ferramenta Typeform ajudou a Rock Content a conquistar mais de 32 mil leads!

Guest post produzido pela equipe do blog Marketing de Conteúdo.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.