Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso
Fechar MiniCurso Hotmart Professor Online

MiniCurso Hotmart Professor Online

Aprenda a transformar seu conhecimento em um curso online.

Comece já!

Separamos 4 ferramentas de EAD para ajudar com suas aulas online

Separamos 4 ferramentas de EAD para ajudar com suas aulas online

Redes sociais, blogs, email e jogos online: veja como incluí-los em suas aulas e ter ainda mais sucesso com os seus cursos.

A Educação a Distância (EAD) é uma das modalidades de ensino que mais cresce no Brasil. Atualmente disponível para Graduação, Pós-Graduação e cursos livres, essa metodologia é fortemente amparada pela tecnologia.

Porém, além das tradicionais videoaulas, principal forma de ensino desse modelo, também é possível incorporar outras ferramentas de EAD aos cursos. Elas complementam o ensino e facilitam o aprendizado dos alunos.

Quer saber mais sobre o tema e incluir algumas dessas tecnologias no seu planejamento de aulas? Então continue com a gente e acompanhe este texto até o fim!

Por que usar a tecnologia na EAD?

Foi o avanço da tecnologia que possibilitou o surgimento da EAD. Desde os famosos telecursos, muito populares nos anos 1990 e 2000, as aulas gravadas em vídeo podem ser acessadas por alunos em diferentes localidades e momentos.

A internet facilitou ainda mais essa dinâmica e trouxe também outras ferramentas de EAD de forma a complementar as aulas.

Conheça a seguir algumas vantagens de incluir essa metodologia no seu curso.

Ter um diagnóstico automatizado de seus alunos

O acompanhamento dos alunos ainda é um dos principais desafios da EAD. Conhecer a performance de todos simultaneamente por meio de relatórios automatizados é uma forma de fazer isso.

Você pode desenvolver um aplicativo próprio ou obter dados de participação em fóruns ou grupos em redes sociais e, assim, entender não só o rendimento, como o nível dos alunos, suas principais dúvidas e ter insights para temas que devem ser abordados nas aulas seguintes.

Personalizar o ensino

Outra vantagem de apostar em ferramentas alternativas para EAD é que o ensino pode ser personalizado.

Ao oferecer diferentes canais para o aprendizado, o aluno opta por aquele com o qual tem mais familiaridade ou facilidade para aprender.

O ideal é que essas plataformas sejam utilizadas de uma forma que cada estudante consiga escolher o caminho a ser trilhado e, ainda assim, todos cheguem ao mesmo resultado.

Combinar diferentes recursos educacionais

Aulas em vídeo ainda são o principal recurso da EAD.

Muitos alunos que optam por essa metodologia assistem às suas aulas em casa, onde estão propensos a diversas influências externas: o telefone que não para de vibrar com as notificações dos amigos; os vizinhos barulhentos; o animal de estimação que não para de pedir atenção.

Assim, oferecer mais de uma plataforma que pode ser acessada individualmente e sem demandar grandes períodos de atenção se mostra uma forma de contornar essa situação.

Além disso, as ferramentas mais utilizadas já fazem parte do dia a dia do aluno, como os blogs, emails e jogos online.

Quais as 4 principais ferramentas de EAD?

Agora que você já conhece as vantagens de apostar em ferramentas de EAD para complementar o ensino, veja a seguir quatro delas que podem ser utilizadas.

1. Redes sociais

É comum que os cursos online disponibilizem áreas para comentários, criando assim os fóruns de discussão. Eles ficam visíveis a todos os participantes e acabam criando um engajamento entre os alunos — o que é muito interessante para o bom andamento do curso.

Porém, outra forma de fazer isso e incentivar ainda mais a participação e o interesse dos alunos enquanto comunidade é a criação de grupos em redes sociais, especialmente o Facebook e o WhatsApp.

A principal dica é ter regras bem claras para a utilização desse canal: os temas abordados devem estar dentro do universo das aulas, é preciso manter o respeito e por aí vai.

Caso você tenha dúvidas, o Facebook oferece suporte para a criação de grupos. Pesquisar sobre Marketing de Comunidade também pode ser uma boa ideia para saber como gerenciá-los adequadamente.

2. Blog

Os blogs são uma ótima forma de trazer conteúdos que auxiliem o aprendizado do tema abordado nas aulas, especialmente porque comportam uma variada gama de formatos: textos, imagens, vídeos e até gifs são recursos que podem ser empregados.

Além de complementar as aulas com conteúdos educativos, os blogs são interessantes para garantir a sua presença online durante a divulgação dos cursos.

Se você nunca gerenciou um blog, não se preocupe! Existem diversas plataformas que possibilitam isso, e a maioria delas é gratuita.

O WordPress, por exemplo, é um dos sites de hospedagens mais utilizados para blogs. Ele tem um layout intuitivo, além de possibilitar diferentes adaptações aos templates já disponibilizados.

Vale a pena investir nessa ferramenta de EAD!

3. Email

Diferentemente das outras ferramentas de EAD que apresentamos aqui, o email é uma plataforma que pode auxiliar em uma comunicação mais pessoal e direta entre professor e aluno — e não entre professor e turma ou turma e turma.

Aqui, é possível utilizar duas estratégias:

  1. Criar listas de email e fazer envios mais gerais e automatizados;
  2. Enviar emails personalizados e pensados na etapa de aprendizado de cada aluno.

Para a primeira opção, você pode, por exemplo, encaminhar os links do blog com os conteúdos que têm a ver com a temática abordada na última aula.

A segunda técnica, porém, deve justamente ser voltada a esse contato mais pessoal. Escreva para o seu aluno indagando o que ele tem achado do curso, peça feedbacks sobre as aulas e pergunte sobre as principais dúvidas.

Em resumo: mostre que você realmente se importa com o processo de aprendizagem daquela pessoa.

4. Jogos online

A gamificação é uma boa aposta em todo e qualquer tipo de ensino. Ela tira um pouco do peso da obrigação da aprendizagem e faz com que as pessoas adquiram conhecimento de forma leve e divertida. Isso não seria diferente na EAD.

A gente sabe: desenvolver um aplicativo próprio leva tempo e dinheiro. Ainda assim, você pode incluir e incentivar o uso de softwares online já existentes e que tenham alguma afinidade com o universo das suas aulas.

Vamos supor que você ensine idiomas. Que tal incentivar seus alunos a baixarem o Duolingo?

Esse é um dos aplicativos para ensino de línguas mais baixado em todo o mundo. Nele, é possível adicionar amigos e criar grupos.

Trata-se de mais uma das ferramentas de EAD capazes de incentivar a interação entre os integrantes de uma turma. Legal, não é mesmo?

Como crescer no mercado EAD?

A educação a distância ganha cada vez mais adeptos no Brasil. São diversos os profissionais que buscam cursos online para se capacitar e profissionalizar em suas áreas.

Se você deseja garantir o seu sucesso como professor, é preciso considerar ferramentas EAD para oferecer aulas interessantes e interativas.

Que tal dar o próximo passo nessa jornada? Baixe o nosso ebook e veja como criar um curso online em vídeo.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.