Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar A Hotmart está concorrendo ao <b>Prêmio Época ReclameAQUI</b> na categoria Serviços Online!

A Hotmart está concorrendo ao Prêmio Época ReclameAQUI na categoria Serviços Online!

Clique aqui e vote na gente!

Quer saber o que é gestão fiscal? Veja as dicas para o seu empreendimento digital

Quer saber o que é gestão fiscal? Veja as dicas para o seu empreendimento digital

Saiba como a gestão fiscal é importante para o seu negócio.

Notas fiscais eletrônicas, certificado digital, conciliação bancária e demonstrações contábeis são termos que deixam muitos empreendedores de cabelo em pé. Não há nada de errado nisso, já que as questões fiscais são complicadas.

Mas é preciso ficar atento, pois, quando administradas incorretamente, as suas consequências atrapalham o crescimento de um negócio.Dessa forma, a gestão fiscal já não é mais um diferencial para se destacar no mercado. Na verdade, essa estratégia é fundamental para que você tenha mais tempo para focar no crescimento do seu empreendimento.

Mas você deve estar se perguntando por onde começar, certo?

Este post te ajuda a entender mais sobre o assunto, explicando a importância de compreender e organizar as questões contábeis na empresa.

Primeiramente, o que é a gestão fiscal?

Indo direto ao ponto: a gestão fiscal não é nada mais do que a preparação da empresa para respeitar todas as exigências tributárias e fiscais brasileiras.

Isso inclui o pagamento de impostos em dia, a entrega de documentos cobrados pelo Fisco, a emissão e o armazenamento de notas fiscais e várias outras atividades.

Como cada setor tem exigências diferentes, é preciso ter atenção. Ainda existem distinções para o tamanho de cada negócio e o seu faturamento.

Tenha em mente que a gestão fiscal para empreendedores digitais é a melhor estratégia para pagar menos impostos e manter-se dentro da lei.

Por que ela é tão importante?

Abaixo, você encontra um resumo dos principais benefícios de uma gestão fiscal:

Respeito às leis

As legislações tributárias nacionais são complexas. Tentar entendê-las por conta própria é uma tarefa difícil, que pode trazer sérias consequências para o seu negócio.

Qualquer deslize ou improviso pode acarretar o pagamento de multas e, em casos mais graves, a sua prisão.

Saiba que algumas questões mudam em cada município, enquanto outras variam por estado. Como se isso não fosse o bastante, alguns aspectos seguem determinações federais. Por isso, é comum se confundir.

Tenha como exemplo o uso do certificado digital. Algumas prefeituras o exigem para a emissão de notas fiscais.

Em contrapartida, outras cidades permitem o acesso apenas com login, senha e frase secreta. A falta de padrão atrapalha quem deseja escalar o negócio digital.

Ao realizar uma gestão fiscal eficiente, é possível respeitar as leis e todas as suas exigências. Como consequência disso, você tem as informações corretas para determinar metas e planejar melhor o futuro do seu empreendimento.

Mas como isso acontece, na prática?

Pois bem, antes de tomar qualquer decisão, você pode, por exemplo, fazer uma parceria com um contador.

Esse profissional te ajuda a entender melhor as legislações existentes e o mantém atualizado sobre as mudanças fiscais.

É possível seguir canais, blogs e portais que falam de contabilidade também.

Pagamento de menos impostos

Quando se fala em reduzir despesas, todos os empreendedores ficam animados, certo?

Contudo, é necessário ficar atento para não burlar leis e prejudicar outras empresas.

Um empreendedor que realiza a gestão fiscal escolhe o regime tributário ideal para a sua faixa de faturamento. Isso quer dizer que são pagas as alíquotas corretas de impostos, evitando desperdícios.

A partir disso, é possível ter mais capital de giro para investir em outras áreas do empreendimento, como na contratação de novos funcionários, na assinatura de ferramentas de automação para Instagram ou na obtenção de mais lucro.

Mais possibilidades para crescer

O mercado digital cresce a todo vapor. Existem inúmeras possibilidades para aumentar o número de vendas e alcançar mais clientes. Mas será que você realmente está preparado?

Influencers, por exemplo, alcançam grande parcela do mercado. Eles são contratados para divulgar marcas e fazer parcerias, como a co-produção de produtos digitais.

Em alguns casos, alguns influenciadores digitais só trabalham com quem emite notas fiscais e, principalmente, está regularizado.

Quem não realiza uma gestão fiscal detalhada deixa certos detalhes passarem e pode perder boas oportunidades e contratos.

Além do mais, os consumidores estão cada vez mais exigentes. A maioria não quer consumir produtos e mercadorias de negócios que estão irregulares, que não emitem notas fiscais e não respeitam as legislações.

Como um negócio online pode fazer a gestão fiscal?

Confira a seguir algumas dicas que fazem toda a diferença na hora de realizar a gestão fiscal:

Guarde os seus documentos corretamente

Toda nota fiscal enviada e recebida deve ter o arquivo XML armazenado, e não o PDF. Essa é uma dúvida muito frequente, que pode causar grandes dores de cabeça.

As notas fiscais devem ser armazenadas por um período de 5 anos, mais o ano de emissão.

Se você emitiu uma nota fiscal de um curso online em 2019, por exemplo, o documento deverá ser guardado, pelo menos, até 2024.

E não para por aí. Outros documentos fiscais exigem períodos diferentes de armazenamento:

  • relatórios de acidentes de trabalho: 5 anos
  • comunicação de dispensa do empregado: 5 anos
  • documentação do FGTS: 30 anos
  • livro de registro de empregados: tempo indeterminado

Viu como isso varia? Por isso, sempre tenha um contador ao seu lado, a fim de evitar qualquer problema com a fiscalização. Ao tomar essa atitude, você impossibilita:

  • cobrança de valores indevidos;
  • processos trabalhistas;
  • perda à garantia de mercadorias;
  • e muito mais!

Automatize a emissão de notas fiscais

Entenda que existem diferentes notas fiscais de vendas. Cada uma tem características distintas, sendo emitidas em situações diferentes:

  • Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): documento emitido na prestação de serviços e na venda de produtos digitais. A NFS-e é a nota fiscal que faz parte do dia a dia de infoprodutores.
  • Nota Fiscal de Produto Eletrônica (NF-e): nota fiscal gerada na venda de mercadorias físicas. Se você vende um livro ou uma camisa, por exemplo, é necessário emitir NF-e.
  • Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e): nota fiscal que está sendo implementada em todo o varejo nacional, substituindo o cupom fiscal. Alguns estados ainda não a adotaram, mas outros já a consideram obrigatória. A NFC-e em Minas Gerais, por exemplo, começará a ser obrigatória em 2019.

Portanto, analise qual nota fiscal você deve emitir antes de tomar qualquer atitude.

Após isso, é importante escolher um emissor automático de notas fiscais. Uma solução desenvolvida para atender às demandas do mercado digital está integrada aos principais meios de pagamento do mercado, inclusive à Hotmart.

Ao utilizá-lo, você tem mais tempo, dinheiro e autonomia para fazer o negócio crescer. Isso acontece porque o emissor automático emite a nota fiscal no momento que você deseja: no ato da compra ou após o término do período de garantia. É possível emitir manualmente no final do mês também.

E não para por aí. A ferramenta envia o documento diretamente para a caixa de entrada do seu cliente. No final das contas, você otimiza a sua rotina e deixa a burocracia das notas fiscais no passado.

Evite a burocracia

De acordo com um Relatório do Banco Mundial, o Brasil é um dos países mais burocráticos do mundo.

Ao comparar com outros parceiros no Brics (África do Sul, China, Índia e Rússia), é possível perceber que o empreendedor nacional gasta muito tempo calculando o pagamento de impostos. Tenha em mente que se gasta mais de 1.900 horas por mês para isso.

Além de aumentar o tempo para abrir e estabilizar uma empresa, a burocracia impede que muitos profissionais cresçam.

Com todos esses fatores contra o seu negócio, é essencial evitar a burocracia em sua gestão fiscal. Você pode, por exemplo, utilizar soluções online, que podem ser utilizadas a qualquer hora e lugar.

Guarde notas fiscais e outros documentos na nuvem. A partir disso, você tem facilidade de acesso e, caso algum imprevisto aconteça, você não os perde. Crie backups e fique mais seguro também.

Ao ler este conteúdo, você entendeu como é importante realizar uma gestão fiscal eficiente e como manter a empresa dentro da lei.

Como alguns aspectos tributários são complicados e passam por constantes alterações, é necessário acompanhar essas mudanças e adequar o seu empreendimento.

Nessas horas, o uso de ferramentas digitais, como um emissor de notas fiscais, e parcerias com profissionais contábeis são boas estratégias para melhorar resultados.

Portanto, coloque em prática o que você aprendeu e pare de perder tempo.

Agora, continue com a gente, descubra o que é conciliação bancária e entenda como essa estratégia te ajuda a tomar melhores decisões financeiras!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.