Fechar
Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Como usar o Google Alerts em sua estratégia de marketing

Como usar o Google Alerts em sua estratégia de marketing

Aprenda como usar o Google Alerts para impulsionar seu negócio

Quem trabalha com marketing digital sabe garantir a relevância de uma marca no mundo online não é fácil.

É preciso criar conteúdos alinhados com o interesse do público, acompanhar o que as pessoas falam sobre a empresa, ficar de olho na concorrente, se informar sobre as tendências de mercado etc.

Como ter tempo para fazer tudo isso, ainda mais no caso de pequenos negócios ou empreendedores individuais?

Felizmente, algumas ferramentas ajudam nessa tarefa, como o Google Alerts! O serviço do Google envia emails para os usuários sempre que encontrar resultados para algum termo cadastrado.

Quer saber mais sobre o funcionamento dessa ferramenta e como utilizá-la em sua estratégia de marketing digital? Então continue lendo este texto que gente conta para você!

O que é o Google Alerts e para que ele serve?

O Google Alerts (ou Alertas do Google) é um serviço que monitora os conteúdos relacionados a uma palavra-chave ou termo definido pelo usuário.

Esses conteúdos incluem página da web, notícias, posts de blog, vídeos, entre outros. Assim, sempre que o termo é mencionado na internet, o usuário recebe um alerta em seu e-mail.

Essa ferramenta, que foi lançada em 2003, é bastante utilizada por assessorias de imprensa e agências de publicidade para acompanhar menções à clientes e marcas na imprensa.

Mas os profissionais de marketing logo viram o potencial do serviço dentro de uma estratégia de marketing digital.

O Google Alerts ajuda a ficar de olho em tudo o que está sendo dito sobre uma determinada marca ou produto, além de permitir acompanhar menções aos concorrentes e até ter ideias de temas para conteúdos e materiais ricos.

Mas como o recurso funciona na prática? 

É bastante simples. Ao acessar a plataforma, você pode escolher um termo para ser acompanhado pelo serviço, como “Hotmart”, por exemplo.

Assim, sempre que alguma notícia, post de blog, vídeo ou outro tipo de conteúdo que contenha esse termo for publicado, você receberá uma notificação por e-mail.

Ou seja, o Alertas do Google é um recurso bastante útil para os profissionais que precisam ficar de olho nas principais tendências de mercado.

Como criar um alerta no Google Alerts?

Criar um alerta no serviço é bastante fácil. O primeiro passo é acessar a página do serviço (https://www.google.com/alerts) e fazer login com sua conta do Google. Você verá uma tela similar a esta:

google alerts - como criar um alerta 1

A página inicial apresenta algumas opções. A primeira delas, Meus alertas, permite editar ou excluir os alertas que você criou, definindo o horário e a frequência com que deseja receber as notificações por e-mail, as fontes de pesquisa, o idioma do resultado e a região.

Clicando no ícone de engrenagem, você pode escolher se receberá os alertas sempre em um horário específico ou em uma mensagem única e com frequência programada por meio da opção “Digest”.

google alerts - como criar um alerta 2

Já em Eu na Web, você consegue criar um alerta com seu próprio nome ou o e-mail cadastrado no serviço.

Assim, sempre que algum conteúdo na web citar você ou seu endereço de e-mail, o Google Alerts enviará uma notificação automaticamente.

google alerts - como criar um alerta 3

Por fim, as Sugestões de alertas apresenta algumas dicas de empresas, filmes e temas que são tendência. Caso se interesse por algum deles, basta clicar no símbolo de “+” para criar um alerta.

google alerts - como criar um alerta 4

Para criar um novo alerta, basta digitar a palavra-chave ou termo desejado no campo de busca da parte superior da tela.

Se você quiser resultados mais precisos, procure digitar o termo entre parênteses, assim como na pesquisa avançada do Google.

google alerts - como criar um alerta 5

Para configurar seu alerta, basta clicar em “Mostrar opções”. Você terá acesso às seguintes preferências:

  • Frequência: permite escolher a frequência com que você deseja receber seus alertas (quando disponível, uma vez por dia ou uma vez por semana);
  • Fontes: aqui, você consegue definir quais as fontes de pesquisa serão utilizadas nos alertas, como notícias, blogs, web, vídeos, livros, discussões, finanças ou automático;
  • Idioma: a língua em que o conteúdo foi publicado;
  • Região: o país em que o conteúdo foi publicado;
  • Quantos: permite escolher receber todos os resultados ou apenas os melhores conteúdos;
  • Enviar para: define o endereço de e-mail que receberá os conteúdos.

Depois de personalizar todas as opções, é só clicar em “Criar alerta”.

Como usar o Alertas do Google em sua estratégia de vendas?

Agora você já sabe como funciona e para que serve o Google Alerts.

Mas como usar esse recurso em suas estratégias de marketing e vendas e tirar proveito de suas funcionalidades?

A seguir, vamos mostrar para você algumas aplicações do Alertas do Google e como ele pode ajudar seu negócio a vender mais.

1. Monitorar o que o público fala sobre sua marca

Uma das funções mais importantes do Google Alerts é a possibilidade de de definir alarmes com o nome de sua marca, a URL de seu site ou o nome de seus produtos e serviços.

Dessa maneira, você consegue ficar por dentro de tudo o que os clientes estão falando sobre seu negócio, seja coisas boas ou ruins.

Esse recurso permite a você se antecipar a crises e responder rapidamente a possíveis reclamaçõe. Assim, você consegue preservar a reputação de seu negócio e resolver os problemas dos clientes 

E não é só isso. Esses comentários e menções também funcionam como insights valiosos sobre pontos em que a empresa pode melhorar.

2. Ter ideias de conteúdos e materiais ricos

Outra aplicação bastante útil do Google Alerts é na descoberta de referências e ideias para a criação de conteúdos, sejam eles blog posts, ebooks, vídeos ou podcasts.

Por meio dos alertas da ferramenta, você consegue descobrir o que as pessoas estão falando sobre um determinado tema em fóruns, blogs e sites de notícias.

Uma ótima estratégia é criar alertas com fontes estrangeiras. Quando identificar que um assunto começou a ganhar destaque no exterior, você pode importar essa ideia e produzir conteúdos sobre o tema.

Dessa maneira, sua marca será a primeira a falar sobre o tema. 

3. Identificar oportunidades de link building

O número de backlinks é um dos principais fatores de rankeamento do Google. Portanto, gerar links com menções à sua marca é uma estratégia de SEO que você não pode deixar de aplicar em seu negócio.

Para isso, basta criar um alerta com o nome de sua empresa. Quando receber um alerta, veja se a menção possui um link para seu site. Se não tiver, entre em contato com o responsável pelo conteúdo e solicite a inclusão do link.

Você verá como será muito mais fácil encontrar oportunidades para link building e fortalecer seu domínio.

4. Analisar a concorrência

Hoje em dia, não basta cuidar apenas da própria marca. Para ganhar destaque no mercado online, é muito importante ficar de olho nos concorrentes. E o Alertas do Google é um grande aliado nessa tarefa.

Ao criar um alerta com o nome de uma marca ou produto concorrente, você poderá acompanhar tudo o que ele publica, além de saber o que o público está falando sobre ele.

Essa tática é muito boa para entender como as outras empresas conquistam a atenção do público e as estratégias que garantem os melhores resultados.

5. Atrair mais visitantes para os canais da marca

O maior objetivo de quem começa a aplicar uma estratégia de marketing digital é gerar mais visitantes para um blog ou visualizações para um vídeo. E, claro, converter esses visitantes em clientes!

A melhor maneira de fazer isso é publicar conteúdos que chamem a atenção dos usuários e que respondam suas dúvidas e problemas.

E como Google Alerts, você consegue acompanhar em tempo real quais os temas mais pesquisados pelo seu público e oferecer conteúdos que respondam a essas necessidades.

Quanto mais relevantes e populares forem os temas que você abordar, mais fácil será atrair usuários para seus canais.

Então, não deixe de colocar as dicas deste post em prática e comece agora a usar o Google Alerts em sua estratégia de marketing.

E se você quer conhecer outras maneiras de atrair usuários para seu site, não deixe de ler nosso post com 7 dicas para gerar tráfego orgânico com o marketing de conteúdo.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.