Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

12 conselhos fundamentais para o empreendedor de primeira viagem

12 conselhos fundamentais para o empreendedor de primeira viagem

Dicas importantes para quem está começando agora.

Empreender não é fácil, principalmente para os empreendedores de primeira viagem, que estão embarcando nessa vida agora em busca de uma nova aventura!

Não é novidade para ninguém que esse é um caminho com muitos desafios e obstáculos a serem percorridos e vencidos, mas também de muitas conquistas e superação.

A boa notícia é que, nos dias de hoje, é provável que você não passe por tanto perrengue quanto antigamente, pois já é possível listar diversos erros e acertos que são previsíveis nessa carreira, que são baseados em muitas histórias de empreendedores de sucesso.

Independentemente das conquistas e das dificuldades, saiba que é preciso seguir em frente de alguma forma. Para ajudar com essa questão, resolvemos listar aqui 12 conselhos fundamentais para quem é empreendedor de primeira viagem. Confira!

1. Foque no que você é bom

Nosso primeiro conselho para qualquer empreendedor de primeira viagem é que foque em seus pontos fortes, ou seja, no que ele é bom!

Fazendo uma analogia simples, empreender é como se você estivesse pilotando um avião e tivesse que construir suas asas conforme ele está em movimento.

Pois bem, é preciso começar a construí-las de alguma maneira. Então, se você gastar muita energia tentando corrigir seus pontos fracos, pode ser que esse avião caia.

Por isso, para mantê-lo no ar, o caminho mais certeiro é focar em seus pontos fortes.

Mas e os pontos fracos?

Nesse sentido, a melhor estratégia é tentar trazer para sua equipe pessoas que tenham mais conhecimento naquilo que você não é bom.

2. Entenda que nem tudo estará sob controle

Saiba que o empreendedorismo é uma arte que não trará resultados a curto prazo. Além disso, é muito difícil ser bem-sucedido andando sozinho.

É importante ser confiante, mas tome cuidado para não deixar a arrogância tomar conta de você, achando que poderá controlar tudo.

Entenda que nem tudo estará sob controle. Para conseguir lidar bem com isso, você precisará desenvolver uma visão com foco a longo prazo e procurar sempre contar com a ajuda das pessoas.

Independentemente se essa ajuda virá por meio de mentores, outros empreendedores, parceiros e até seus colaboradores. Seja humilde e deixe outras pessoas fazerem parte de sua trajetória.

3. Peça ajuda para quem sabe do assunto

Falando em pedir ajuda, é importante que o empreendedor de primeira viagem não tenha medo de fazer isso, além de buscar pessoas qualificados para auxiliá-lo. Sendo assim, o mais indicado é procurar manter uma rede de relacionamento com quem sabe do assunto.

Estamos falando de outros empreendedores, principalmente os que já passaram pelas mesmas situações e tiraram aprendizados valiosos.

Recomendamos que você busque estar inserido em comunidades que tenham sinergia com você e seu negócio. Para conseguir entrar nesse ecossistema, não é difícil, basta mostrar quem é você e também o quanto seu negócio é interessante.

Saiba que essa pode ser uma grande fonte de conhecimento e também um ótimo lugar para buscar mentores que ajudarão a acelerar seu negócio.

4. Busque informação

Entenda que, por mais que você conheça muito bem seu mercado, é impossível saber tudo de forma completa. Então, tenha como hábito o estudo e a busca por informações sobre ele e também sobre outros assuntos que são relacionados, bem como suas tendências

Saiba que essa prática, além de lhe manter atualizado sobre a dinâmica de sua área de atuação, ajudará a entender como anda sua concorrência, além de auxiliá-lo a saber em quais pontos o negócio precisa melhorar e também quais são os pontos fortes.

Dentre as diversas fontes de pesquisa, vale a pena também conversar com quem é especialista na área para que você possa entender os desafios a curto, médio e longo prazo.

5. Não abra mão de um bom planejamento

Saiba que “planejamento” é uma das palavras mágicas que todo empreendedor deverá seguir fielmente. Aliás, há estudos que apontam que muitos negócios fecham prematuramente justamente pela falta de planejamento.

Você não vai querer errar justamente nesse ponto, certo?

Pois bem, a melhor maneira de acertar nessa questão é elaborando um plano de negócios.

Saiba que esse tipo de documento ajuda a criar estratégias a curto, médio e longo prazo, bem como destrinchar planos e ações para que elas possam ocorrer da melhor maneira possível, ou seja, ele funciona como um guia para o negócio e o empreendedor.

Nem precisamos falar que é um excelente direcionamento para os empreendedores de primeira viagem, não é mesmo? Então, planeje sem nenhuma moderação.

6. Faça testes

Por melhor que sua ideia de negócio seja, ela precisará passar por muitos ajustes, aliás, alguns que você nunca imaginou que precisaria.

Nesse desafio de encontrar o caminho certo para chegar na solução ideal, a melhor maneira de fazer isso é por meio da realização de testes.

Essa é uma excelente prática também para saber realmente se você está construindo um negócio sólido e relevante, além de se adaptar a qualquer mudança que seja exigida pelo mercado.

Na prática, há diversas maneiras de testar. A melhor delas é buscando clientes que tenham potencial, disponibilizando versões de sua solução para que eles possam testá-la e dar uma opinião sincera.

É importante que você não seja tendencioso e esteja aberto a qualquer crítica. Entenda que elas virão para melhorar o negócio, de modo que ele possa cada vez mais estar competitivo em seu mercado.

7. Faça o que tem que ser feito

Empreender é uma atividade que envolve ter que lidar com muitas decisões, principalmente no que diz respeito ao que precisa ser feito.

Saiba que muitos empreendedores de primeira viagem possuem medo e até receio de lidar com essa responsabilidade. Afinal, muitas decisões podem não agradar nem mesmo o empreendedor, mas são importantes para o negócio.

Então, se prepare para ter que mudar planos, cortar verbas, demitir colaboradores, aprovar projetos incertos, dentre outras decisões que são tão desconfortáveis quanto essas.

Saiba que, no início, elas poderão doer, mas, a longo prazo, poderão fazer muito mais sentido e você se acostumará a lidar melhor com elas.

8. Não espere pelo produto perfeito para lançá-lo

Uma das frases mais marcantes do Facebook e de seu criador Mark Zuckerberg é:

“Done is better than perfect”.

Em português, ela significa “Feito é melhor que perfeito.” Ou seja, não adianta ficar somente na ideia e nunca colocá-la em prática!

Já falamos anteriormente que é importante planejar, mas tome cuidado para não ficar nesse passo eternamente, principalmente no que diz respeito a seu produto ou a sua solução. Disponibilize-o para o mercado o quanto antes.

Saiba que a melhor maneira de aprimorar sua operação, bem como seu produto, é por meio do feedback dos clientes.

Então, não espere ele ficar perfeito para lançá-lo. Aliás, quando ele estiver minimamente pronto já é o ideal para fazer isso para entender como o mercado se comporta, além de aplicar melhorias ao longo do tempo.

9. Gerencie bem seu tempo

Uma das coisas mais preciosas que você terá nessa jornada empreendedora, e que deverá ter o máximo de cuidado, é o tempo. Não saber gerenciá-lo é um dos caminhos para o fracasso.

Será preciso saber em quais atividades investi-lo, ou seja, ter foco naquilo que efetivamente trará resultado para o negócio.

Então, será necessário priorizar as atividades e é de extrema importância que você não perca tempo com distrações e coisas que não trarão qualquer retorno significante.

Além disso, conseguir ser produtivo pode ser um grande desafio, mas tenha paciência. Busque encontrar a melhor maneira de gerenciar seu dia que você chegará lá.

10. Não se esqueça de seus objetivos

Quando se está empreendendo, tudo pode acontecer, inclusive muitos desvios de caminho podem surgir e eles poderão ser extremamente tentadores.

Portanto, é preciso se preparar para enfrentar situações como essa. Saiba que tendo sempre seu objetivo em mente, dificilmente isso acontecerá.

Então, você  precisa saber qual é seu real objetivo. Defini-lo muito bem para tê-lo sempre em mente é o ideal.

Aliás, é ele que deverá alimentar sua paixão pelo que você faz, sendo um grande guia para toda sua jornada.

11. Resolva uma dor real

Já existem muitas empresas com diversas soluções para vários problemas no mundo. Então, para que você não seja apenas mais um em meio a essa multidão, é preciso buscar resolver uma dor real.

Ou seja, verifique se sua ideia existe para sanar um problema que atinge muitas pessoas e as incomodam de fato.

Para que você consiga chegar a essa conclusão, é preciso conhecer seu cliente. Então, busque se aproximar dele, entendendo como é sua rotina e quais são suas dores.

Pode parecer bobagem, mas isso ajudará muito em seu direcionamento a ajudá-los, criando algo relevante para que eles considerem seu negócio essencial para suas vidas.

12. Não desista

Por fim, nossa última dica para você, empreendedor de primeira viagem, é nunca desistir. Lembre-se de seus objetivos e porque eles existem a cada dificuldade que surgir.

Aliás, muitas delas surgirão e é normal com que dias não tão bons façam parte de sua trajetória empreendedora.

Mas lembre-se que grandes empreendedores e empresas já passaram por momentos difíceis em sua história, sendo que muitos deles chegaram a quebrar em um primeiro momento.

Então, respire, refresque a cabeça e, se for possível, espere o dia de amanhã para retomar seus desafios e não desista!

Gostou de nossos conselhos para empreendedores de primeira viagem? Então, conheça as 4 curiosidades sobre o mercado de pequenas e médias empresas no Brasil

Guest post produzido pela equipe do blog Saia do Lugar.

Hotmart