Facebook Pixel

Call to action: o que é CTA e como definir o seu – com exemplos!

Call to action: o que é CTA e como definir o seu – com exemplos!

Você sabe o que é call to action? Conheça essa estratégia não intrusiva de fazer com que as pessoas deem o próximo passo em sua página.

Se você está entrando no mercado digital, sabe que há alguns termos específicos desse nicho que precisa conhecer bem. Um deles é o call to action, ou, em português, chamada para ação.

Também muito conhecido como CTA, o call to action é um item indispensável para quem pensa em estratégias de marketing.

Hoje, não é mais interessante fazer propagandas excessivas dos seus produtos. A maioria das pessoas quer ter acesso a conteúdos interessantes. Então, você pode capacitar seus clientes em potencial para que eles tomem decisões inteligentes baseadas nas soluções de suas dores.

Porém, apenas compartilhar conteúdo útil não fará com que o usuário torne-se seu cliente.  É necessário que você mostre o que ele precisa fazer ao longo de sua jornada até virar um comprador de seus produtos ou serviços.

E é nesse momento que entra o call to action. Essa é uma maneira não intrusiva de fazer com que as pessoas deem o próximo passo dentro da sua estratégia de marketing.

E você sabe o que é CTA e como definir o seu?

O que é CTA (call to action)?

O CTA (do inglês Call to Action) é um link ou outro tipo de função em uma página na web que levará os usuários a fazerem alguma ação.

Você lembra da uma propaganda do chocolate Baton dos anos 1990?

Nela, havia um menino que balançava o chocolate e repetia diversas vezes: “Compre baton, compre baton.”

Acredite ou não, isso já era um call to action!

Perceba que o intuito da propaganda era fazer com que os clientes realizassem a ação de comprar o  produto. E isso era expresso por meio de um verbo no imperativo: compre. Então, o objetivo da marca era efetuar vendas. Eles circularam a propaganda e colocaram um call to action bem explícito no comercial.

E qual foi o resultado disso? Os chocolates foram vendidos.

Porém, a propaganda foi considerada invasiva por repetir várias vezes uma mesma ação e tentar induzir de maneira excessiva os telespectadores. Por isso, ela foi banida e não pode mais ser reproduzida.

O CTA deve ser um chamado e não uma imposição. Práticas de persuasão como essa da propaganda são consideradas SPAMs e devem ser evitadas sempre.

Mas como ilustração, podemos usar a propaganda para entender o que é um call to action.

Ter um CTA significa chamar as pessoas que têm acesso ao seu conteúdo para tomarem um próximo passo específico. E em cada um deles você mostrará o que precisa ser feito para atingir os objetivos que você tem para suas personas

Como fazer um ótimo call to action?

Hoje, dependendo do segmento, não é tão interessante fazer um CTA como o da propaganda dos anos 1990. Especialmente, porque as pessoas estão migrando para a TV digital e selecionam o que querem ver.

A maioria dos consumidores pesquisa bastante antes de tomar suas próprias decisões de compra. Então, fazer um conteúdo que mostre o que eles querem é mais interessante do que tentar persuadi-los de maneira intrusiva.

Mas até quem é um visitante assíduo do seu site precisa de um “empurrãozinho” para realizar alguma ação . Por isso, mesmo que não seja tão explícito como o menino do comercial, ainda é necessário fazer um call to action que mostre bem suas intenções.

E como você pode fazer isso?

  • Escreva uma mensagem clara e objetiva.
  • Relacione bem o CTA com a proposta do seu conteúdo.
  • Faça textos curtos e auto-explicativos.
  • Use verbos no imperativo ou no indicativo.
  • Crie urgências. Por exemplo, um ebook essencial para ser um empreendedor melhor em 2017.
  • Ofereça benefícios que valem a pena.

Calls to action são essenciais para indicar o próximo passo que você deseja que um visitante realize dentro da página da sua empresa. Por isso, eles precisam ser o mais específicos que você conseguir.

Mas para chegar ao CTA ideal, não basta apenas trabalhar o texto. Você precisa também:

  • Pensar no design e escolher cores diferentes para ver qual é a que chama mais atenção dos usuários. Para isso, faça testes A/B e coloque cores diferentes em suas chamadas.
  • Escrever vários tipos de call to action. Ou seja, evite fazer o mesmo CTA em todas as suas páginas e textos. Escolha verbos e frases diferentes e veja aqueles que têm mais cliques.
  • Testar páginas de destino. Direcione o usuário para páginas diferentes em cada call to action. Assim, você consegue perceber qual é o conteúdo que mais agrada.
  • Colocar a chamada em locais estratégicos da sua página. Geralmente, o CTA fica no fim dos textos. Mas se você perceber que é interessante colocá-lo antes, principalmente se for uma chamada diferente (como para um evento), você pode testar posições novas, por exemplo o topo do site ou blog.

Depois de testar vários modelos, você conseguirá perceber qual CTA atrai mais a sua persona. E assim, conseguirá fazer um ótimo call to action para sua página.

Como é um CTA?

Calls to action aparecem de formas variadas!

Alguns podem ser botões de compra, como “adicionar ao carrinho”. Há links para formulários de inscrição ou recebimento de newsletter. Temos também as enquetes; botões para indicar algum produto; postar o conteúdo nas redes sociais, e por aí vai.

Mas uma coisa os CTAs têm em comum. Eles são botões personalizados, que chamam a atenção do usuário. Ou seja, eles precisam ser visualmente atrativos.

E para conseguir fazer isso, é necessário que essas chamadas sejam atraentes. Além disso, elas também precisam ser eficientes e realmente levar a uma outra ação.

Isso pode ajudar a melhorar a conversão do seu site ou blog. E também faz com que o usuário tome uma decisão específica.

Tenha sempre em mente que um call to action precisa facilitar a navegação do usuário. Por isso, é muito importante que ele seja um botão de fácil assimilação.

Qual call to action deve ser usado?

Você já entendeu que os CTAs podem ajudar a convencer seus usuários a tomarem uma ação relacionada ao seu produto ou serviço.

Mas qual é o call to action indicado para que as pessoas tomem o próximo passo?

Entenda sua persona

Saber o estágio do funil de vendas que o usuário está é fundamental. Assim, você oferecerá conteúdos qualificados para cada visitante.

Alguém que está no topo do funil, momento de atração, não está preparado para receber os mesmo conteúdos de uma pessoa que já está no fundo do funil. Por isso, você precisa entender quais são as necessidades reais de cada usuário.

No topo do funil, evite conteúdos publicitários. Pense em materiais educativos. Uma opção é fazer um call to action para outro post do seu blog ou oferecer infográficos.

Alguém que está no meio de funil já sabe que tem um problema e quer resolvê-lo. Então, o foco seria ajudar na resolução desses problemas. Oferecer materiais mais ricos e com conteúdos mais aprofundados chama muita atenção desse público.

Já para o fundo do funil, casos de sucesso e depoimentos que informem tudo sobre o seu produto são ótimos. E assim que a pessoa já estiver convencida a contratar seus serviços, o call to action para efetuar a compra é fundamental.

Qual é o objetivo de um CTA?

A principal função do call to action é levar o cliente até a próxima etapa do funil de vendas. Mas como estratégia de negócio, ele pode ter um objetivo mais específico.

Veja alguns dos objetivos mais utilizados no mercado digital!

1- Ler outro post do blog

Quando você quer gerar tráfego para outro texto do seu blog, o call to action pode ser bem útil.

Você pode sugerir ao usuário que ele leia outro post com assunto relacionado. Assim, além de dar mais informações educativas, você ainda consegue fazer as pessoas ficarem mais tempo no seu blog.

Exemplo:

“Leia também nosso post completo sobre como vender no Instagram e aumente seu lucro!”

2- Assinar a newsletter

Sugerir que o usuário assine sua newsletter faz com que ele passe para outro estágio do funil de vendas.

Quando uma pessoa assina a newsletter, ela mostra que está realmente interessada no conteúdo que você tem a oferecer. Assim, você consegue trabalhar seus textos com mais profundidade no assunto.

Exemplo:

“Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as novidades em primeira mão!”

3- Seguir nas redes sociais

Um CTA pode ser um convite para que os leitores de seus textos sigam sua marca em outras redes sociais. Com isso, as pessoas podem conhecer melhor sua marca.

Além disso, você consegue ter mais contato pessoal com o usuário. Afinal, ter acesso as redes sociais das pessoas possibilita um outro canal de comunicação entre vocês.

Exemplo:

“Se você gostou deste post, siga-nos no Facebook e Instagram, onde postamos outros conteúdos interessantes.”

4- Assistir um vídeo

Se você já tem vídeos postados, mas eles ainda não têm muitas visualizações, o call to action pode ser ótimo para gerar mais tráfego para o  seu canal.

Sugerir um vídeo que tem conteúdo semelhante ao seu texto é também muito bom para os usuários. Vídeos são ótimas formas de consumo de conteúdo educacional.

Exemplo:

“Assista ao vídeo em seguida, que complementa as informações que você acabou de ler.”

5- Fazer um download

Sabe aqueles materiais ricos que você produziu? Oferecê-los no call to action é uma estratégia bem interessante.

Assim, é possível mostrar aos usuários que você é uma autoridade naquele assunto. Além disso, você pode oferecer uma prévia de outros materiais que podem ser vendidos posteriormente.

Exemplo:

“Baixe nossa planilha gratuitamente e utilize para controlar suas estratégias de marketing!”

6- Compartilhar nas redes sociais

Quando o seu conteúdo é compartilhado por outras pessoas, ele tem grande chance de alcançar outras pessoas que se interessem pela sua marca.

Isso faz com que mais usuários conheçam sua marca. Assim, você consegue que pessoas diferentes entrem em contato com seus produtos e serviços.

Exemplo:

“Se você achou nosso conteúdo útil, compartilhe em suas redes sociais e faça com que ele chegue a outras pessoas.”

7- Participar de um evento

Se você pretende fazer algum evento, o CTA é o lugar certo para promovê-lo.

Você consegue fazer com que todos saibam que sua empresa está empenhada em fazer ações fora da internet também.

Mas lembre-se de que esse tipo de call to action é sazonal. Isso significa que ele só poderá ficar na sua página até a data de realização do evento.

“Falaremos mais sobre esse assunto em nosso webinar que acontecerá no dia 20 de outubro. Inscreva-se neste link.”

8- Responder uma pesquisa

Calls to action são ótimos para fazer pesquisas.

Pedir para que os usuários respondam um questionário faz com que você conheça mais a respeito do seu público, o que te ajudará a pensar em estratégias específicas para o seu negócio.

Exemplo:

“Estamos desenvolvendo uma pesquisa para analisar as tendências do mercado. Clique aqui e participe.”

Esses são apenas alguns exemplos de call to action. Mas existem vários outros que você pode estabelecer.

Assim, depois que tiver bem definido a meta do seu CTA, você pode fazê-lo da melhor maneira possível. O importante é nunca esquecer de colocá-lo nas suas páginas.

Você conseguiu entender o que é um call to action e já sabe como definir o seu?

Continue nos acompanhando e inscreva-se em nosso canal no Youtube!

Hotmart