Facebook Pixel

13 dicas avançadas de SEO para YouTube

13 dicas avançadas de SEO para YouTube

Conheça algumas dicas avançadas de SEO para YouTube escolhidas pela equipe SEMrush.

Guest post produzido pela equipe SEMrush.

Mesmo com a expansão de Facebook Videos, YouTube continua sendo o rei do segmento de vídeo marketing. Quando os usuários querem encontrar um vídeo, o primeiro lugar onde eles vão pesquisar é YouTube.

Por isso é tão importante otimizar o seu canal e seus vídeos para garantir que eles possam ser encontrados facilmente entre bilhões de vídeos e canais disponíveis atualmente.

Otimização do canal do YouTube

1. Banner atraente

Um banner chamativo para decorar o topo da sua página do YouTube é crucial, porque seu canal deve ser visualmente atraente. Certifique-se de que suas imagens e o nome do canal estão no meio do banner e não nas laterais, para que ainda estejam visíveis em uma tela do celular.

Na parte inferior do seu banner, você pode colocar links para suas redes sociais e sua página.

2. Verificar seu domínio com Google Search Console

Peça ao seu webmaster para verificar seu domínio com o Google Search Console. Agora, você já pode adicionar um link que aparecerá em seu vídeo do YouTube e levará ao seu site. O seu domínio está na seção “Site associado”, nas configurações “Avançadas”.

3. Música

Tenha cuidado ao usar música comercial em seus vídeos. O YouTube disponibiliza músicas sem royalties que você pode usar.

4. Configurações avançadas

Nas configurações do seu canal, clique em “Configurações avançadas”.

Dicas de seo para youtube

  • Vá para a seção “País” e escolha seu país de origem.
  • Preencha as “Palavras-chave do canal”. Inclua apenas palavras-chave pertinentes ao seu canal.
  • Marque a caixa “Anúncios” se quiser monetizar seu canal.
  • Em seguida, você verá a seção “Vinculação de contas do Google AdWords”. Se você tiver uma conta de Google AdWords, é importante vinculá-la a sua conta do YouTube. Clique em “Vincular uma conta do Google AdWords” e digite o número da conta.
  • Caso estiver usando Google Analytics, digite seu ID no campo ID de rastreamento de propriedade do Google Analytics”. Ele fornecerá informações detalhadas sobre o desempenho do seu canal no YouTube no painel do Google Analytics. Mesmo se você não usar essas informações amanhã, vale a pena fazer isso agora.

5. Padrões de envio

No menu “Canal”, seleccione “Padrões de envio”. Esses padrões são configurações de seus uploads, ou seja, aqui você pode selecionar configurações padrão para tags, privacidade de vídeos, comentários, idioma, etc.

  • Na seção “Privacidade”, selecione opção “Público”.
  • O campo “Categoria” permite selecionar a área mais relevante para seus vídeos. Recomendamos optar pela categoria “Guias e estilo” – Google adora vídeo guias e isso pode te ajudar a ranquear melhor.
  • Escolha a opção “Licença padrão do YouTube” no campo “Licença”.
  • Não preencha o campo “Título”, já que você não vai usar o mesmo título para todos seus vídeos. Deixe o campo em branco.
  • No campo “Descrição”, você pode digitar: “Encontre-me no meu site” e, em seguida, adicione seus links. Você também pode inserir o link da sua conta do Twitter, Facebook etc.
  • No campo “Tags”, use os tags relevantes para seus produtos e negócio. Recomendamos escolher um tag que será usado em todos seus vídeos, que será só seu.
  • Na seção “Comentários e avaliações”, escolha a opção “Permitir todos os comentários”. Google adora comentários e os considera um sinal de que as pessoas estão assistindo o seu vídeo.
  • Se você não quiser monetizar todos seus vídeos automaticamente, desmarque o campo “Monetização”. Mais tarde, você poderá escolher manualmente quais vídeos quer monetizar.
  • Selecione o idioma dos seus vídeos.
  • No campo “Certificação de legenda”, escolha a opção “Este conteúdo nunca foi exibido na televisão nos EUA”.
  • Preencha o campo “Local do vídeo”.

Agora que o seu canal já está otimizado, vamos aprender a otimizar os vídeos.

Otimização de vídeos do YouTube

Obter um número alto de visualizações de vídeo pode parecer difícil, mas não é impossível, desde que você tenha um plano que funciona.

Pense bem, você não vai criar uma nova postagem do blog sem planejar a otimização antes. Com os vídeos é exatamente o mesmo.

Vamos analisar as detalhes de otimização de vídeos

1. vidIQ Vision

Para começar, instale a extensão vidIQ Vision. Assim que você terminar, verá um pequeno ícone “IQ” na parte superior direita da sua tela. Agora, atualize a página do YouTube e repare que cada vídeo aparece com um painel de vidIQ embaixo. O painel fornece várias informações práticas, quantidade média de visualizações, quantidade de visualizações por hora, quantidade de assinantes que cada vídeo trouxe etc.  

2. Tags para vídeos

Sempre use palavras-chave e frases relevantes como tags de vídeo. Se você escolheu algum tag na seção de “Padrões de envio”, eles aparecerão automaticamente, no entanto, você sempre consegue adicionar mais tags manualmente ao fazer o upload do vídeo.

Aliás, a vidIQ permite ver quais tags os outros criadores de vídeos estão usando.

3. Modo Privado

Ao carregar seu vídeo, recomendamos escolher o modo privado para garantir que o vídeo continue indisponível para o público até você terminar todos os ajustes e correções. Para isso, selecione a opção “Privado” no menu “Informações e Configurações”.

4. Título do Vídeo

Opte por um título legível e otimizado para os usuários. Para criar um bom título, você não precisa enchê-lo de palavras-chave, porque o Google é inteligente e pode descobrir que você está tentando enganá-lo. Use linguagem natural e escolha frases que parecem naturais. O seu objetivo é alcançar um bom equilíbrio entre as palavras-chave e a legibilidade do seu conteúdo.

5. Descrição do Vídeo

Depois de escolher seu título, copie a frase completa e cole na primeira linha da descrição do seu vídeo.

Tente escrever uma descrição de aproximadamente 400 palavras fornecendo o máximo de informação possível.

Uma dica para escrever uma ótima descrição de vídeo:

Pense do ponto de vista do usuário: não seria ótimo se você pudesse pular para o ponto principal de um vídeo de 60 minutos? Acredite, é possível.

Vamos supor que seu vídeo tem três minutos de apresentação, e você começa explicando o que é o SEO para vídeos passado um minuto e mostra um exemplo prático às 02.32.

Na sua descrição, você pode escrever: “1:00: Definição de SEO para vídeos. 02:32: Exemplo prático”.

Quando você publicar esse vídeo, o YouTube transformará seus timestamps em links clicáveis, que permitem os usuários avançarem para um momento específico do vídeo.

Dessa forma, você pode ajudar o Google e seus usuários a entender melhor o seu vídeo.

6. Notificações Push

Na parte direita da página, em “Gerenciador de vídeos”, você pode ver símbolos de Twitter e Google+ (se você vinculou suas contas de Twitter e Google+ ao seu canal).

Marque as duas caixinhas e copie a sua descrição no campo acima das caixinhas. A sua descrição será compartilhada com os usuários do Twitter e Google+ via notificação Push.

7. Legendas ocultas

Todos seus vídeos do YouTube devem ter legendas ativadas. Para isso, vá para a seção “Legendas e CC” na página “Gerenciador de vídeos”, e clique no botão “Adicionar novas legendas ou CC”.

A ferramenta Rev.com pode te ajudar a criar legendas de seus arquivos de áudio e vídeo por USD 1,00 por minuto. Assim que você receber os arquivos com legendas, faça o upload dele.

8. Cartões

No momento, esse recurso só é disponível para os usuários de desktop, mas é muito útil e permite adicionar até 5 cartões por vídeo. Os cartões podem mostrar um URL específico, uma imagem customizada, calls-to-action etc.

Com a ajuda de cartões, você pode enviar seus usuários para seu site usando seus vídeos. Os cartões podem aparecer e sumir em qualquer momento do vídeo.

Avaliar o desempenho de seus vídeos do YouTube

Agora que seus vídeos já estão otimizados, chegou a hora de avaliar o desempenho de seus conteúdos e descobrir quais trazem mais público e quais são aqueles que não conseguiram chamar a atenção dos usuários.

Para analisar esses dados, confira as informações da página “Analytics”.

Para começar, analise o engajamento – quantidade de likes, dislikes, comentários e visualizações. Essas métricas podem ajudar a entender melhor as preferências do seu público.

Outra métrica importante é a quantidade de assinantes. Descubra como esse número está mudando com o tempo, quais vídeos trouxeram mais assinantes e entenda quais tipos de vídeos e quais temas têm sucesso no seu canal.  

Ferramentas

Otimização e gestão do canal do YouTube pode parecer complicada, mas felizmente existem várias ferramentas que podem te ajudar com essa tarefa. Algumas delas são:

  • vidIQ Vision – uma extensão do Google Chrome que sugere palavras-chave e frases que podem ser incluídas no seu vídeo para melhorar seus ranqueamentos nos resultados de pesquisa.
  • Rev.com – uma plataforma que permite converter áudio ou vídeo para texto, traduzir documentos e fazer legendas e transcrições.
  • OBS.com – uma ferramenta open source para gravação de vídeo e live streaming. Ela permite editar o vídeo antes de publicá-lo.
  • TubeMasterPro.com – uma plataforma publicitária que ajuda planejar promoções pagas no YouTube.
  • ScreenFlow (Mac) – um software de edição de vídeos para Mac. Ele permite fazer gravação da sua tela, criar GIFs animados, editar vídeos, adicionar imagens, texto, música etc.
  • Camtasia – uma ferramenta all-in-one de edição de vídeo e gravação de tela. Ela permite inserir imagens, ícones, vídeos, música e textos.
  • SEMrush Social Media tool – uma ferramenta poderosa que ajuda analisar os canais de mídias sociais, comparando o tamanho do seu público, atividades e métricas de engajamento com os indicadores do seu concorrente.

E você, utiliza alguns hacks específicos para otimizar seus vídeos de YouTube? Compartilhe a sua experiência nos comentários!

Hotmart