SEO para YouTube: como atrair visibilidade para seus vídeos

SEO para YouTube: como atrair visibilidade para seus vídeos

Preparamos algumas dicas de SEO para YouTube para você aumentar a audiência do seu canal e liderar os primeiros lugares da pesquisa orgânica

Se você possui uma estratégia de conteúdo, certamente já utiliza técnicas de SEO (Search Engine Optmization) para melhorar o posicionamento dos seus textos nos mecanismos de busca.

Então, você gostará de saber que esse conjunto de técnicas também pode ser aplicado para melhorar o rankeamento dos seus vídeos no YouTube e atrair mais visibilidade para o seu canal.

E o melhor, se você fizer um bom trabalho de SEO no seus vídeos, eles não só aparecerão nos primeiros lugares da busca do YouTube, como também podem ocupar as primeiras posições no ranking de vídeos do Google: é o mesmo que matar dois coelhos com uma cajadada só!

No post de hoje, vamos mostrar o passo a passo de uma estratégia de SEO específica para o YouTube. São dicas simples que podem ser aplicadas na sua produção de vídeos a partir de agora. Vamos lá?

O potencial do YouTube para gerar negócios

No final de 2016, o YouTube superou a marca de 1 bilhão de horas de vídeos assistidos diariamente. O número é o dobro do ano anterior, quando foram registradas 500 milhões de horas assistidas por dia.

E não é para menos. Com mais de 1 bilhão de usuários, o YouTube é hoje o segundo maior buscador online, ficando atrás apenas do Google. Ou seja, estamos falando de uma rede com grande potencial para geração de negócios, desde que você saiba usá-la corretamente.

Se você pegar o exemplo de alguns YouTubers brasileiros, como Camila Coelho, Whinderson Nunes e Felipe Neto, verá que eles souberam transformar seu hobby por vídeos em um negócio lucrativo.

No caso dos pequenos empreendedores, especialmente dos professores online, o YouTube é um excelente canal para construir autoridade sobre determinado assunto e atrair compradores para seus cursos online.

A importância do SEO para qualquer canal

Você se empenha diariamente para criar um conteúdo de qualidade. Enquanto isso, dezenas de outras pessoas estão fazendo o mesmo. Essa concorrência não é nenhuma novidade. Mas, diante desse cenário, o que você pode fazer para ter mais acesso que os seus competidores?

A resposta é simples: você precisa estar nas primeiras posições do ranking de busca. E eis o porquê: cerca de 34% das pessoas clicam no primeiro resultado da busca orgânica do Google, enquanto o 2º e o 3º lugar recebem, respectivamente, 19% e 12% de cliques.

O SEO é o conjunto de técnicas que te ajudará a otimizar sua página/canal para ocupar as primeiras posições da busca e atrair mais tráfego. Uma vez que alguém entra na sua página ou canal, o seu papel é entregar conteúdo de qualidade para transformar aquele visitante em lead e, futuramente, em cliente.

Métricas do YouTube

O YouTube utiliza algumas métricas para determinar a qualidade do seu vídeo, baseadas na experiência do usuário. É importante conhecê-las e monitorá-las, pois o engajamento dos seus espectadores é o principal fator para rankeamento.

Retenção do público

Essa métrica representa a porcentagem de pessoas que assistiram seus vídeos e, neste caso, quanto mais tempo, melhor, já que você quer que os usuários comentem e interajam com seus conteúdos depois de assistí-los.

Acompanhar a taxa de retenção dos seus vídeos é fundamental para identificar padrões. Se a maioria dos espectadores abandona um vídeo no início, pode ser um indicativo de que há um problema na sua introdução.

Comentários

Se as pessoas comentaram em seu vídeo é um sinal de que gostaram do que viram ou que pelo menos assistiram seu conteúdo até o final. Por isso, é tão comum ver YouTubers pedindo para os seguidores deixarem comentários (positivos ou negativos).

Compartilhamentos

Da mesma forma que os comentários, o número de compartilhamentos é uma prova social muito forte, pois mostra que o conteúdo que está ali é de qualidade.

Vídeos em playlists

Esse dado mostra quantas pessoas marcaram seu vídeo como favoritos e quantas removeram seu vídeo dos favoritos. Também é possível acompanhar o número acumulado de favoritos durante determinado período, o que pode ser útil caso você queira validar se suas mudanças de estratégia estão trazendo resultados.

Curtidas

O número de curtidas em um vídeo pode parecer uma “métrica de vaidade”, só que no caso do YouTube, os “joinhas” contam pontos para o seu rankeamento. Mas fique atento ao feedback negativo, pois a quantidade de “dislikes” também influencia o posicionamento do seu vídeo.

Número de inscritos

Esse número é autoexplicativo, trata-se da quantidade de pessoas que assinam seu canal para assistir seus conteúdos.

Como fazer SEO no seu canal do YouTube

Depois de entender como o YouTube determina a relevância dos seus vídeos, está na hora de descobrir como você pode usar as técnicas de SEO para atrair tráfego de qualidade e aumentar suas visualizações.

Faça um vídeo de qualidade

Pode parecer clichê, mas o primeiro passo para toda estratégia de SEO bem-sucedida é ter um conteúdo em vídeo de qualidade. Se o seu vídeo for ruim, ele não irá rankear no YouTube, não importa o quanto otimizado para SEO ele seja.

Você não precisa de uma grande produção nem de um videomaker profissional, se o seu conteúdo entregar valor para quem está assistindo, ajudar a resolver um problema ou conduzir o espectador para o próximo estágio do funil.

No entanto, se você tiver dinheiro para contratar especialistas para produzir seu conteúdo, sugiro que faça isso! Acredite, esse gasto será compensado lá na frente quando você estiver atraindo tráfego qualificado para o seu canal.

Seja qual for o seu caso, enfatizar a qualidade na sua gravação é importante para proporcionar uma boa experiência para o usuário e, consequentemente, melhorar seu posicionamento no YouTube.

Aqui, é importante ficar atento ao início do seu vídeo. Segundo o próprio YouTube, você tem até 15 segundos para capturar a atenção do seu espectador, ou seja, é importante entregar alguma informação no início que o faça querer te assistir até o final.

Outra dica que ajuda bastante é inserir pequenas “quebras” no ritmo, para manter o seu espectador prestando atenção, especialmente se for um vídeo de você falando o tempo todo. Recursos de edição e até mesmo uma encenação são ótimas formas de fazer isto.

No Hotmart Tips, o Daniel compartilhou algumas dicas para produzir um vídeo de qualidade.

Escolha as palavras-chave para o seu vídeo

A escolha da palavra-chave pode ser determinante para o sucesso ou para o fracasso do seu vídeo.

O primeiro passo é encontrar o equilíbrio entre as categorias mais buscadas no YouTube e palavras-chave específicas do seu nicho. Só que aí vem a pegadinha: a palavra-chave escolhida também deve ter um volume de buscas relevante para atrair tráfego para o seu canal.

De acordo com Brian Dean, especialista em SEO e ator do blog Backlinko, a palavra-chave ideal deve ter pelo menos 300 buscas mensais no Google para justificar seu esforço. Você pode descobrir o volume de buscas usando ferramentas como o Keyword Planner ou o SEMRush.

Conheça as palavras-chave que já levam tráfego para o seu canal

Se você já tem canal no YouTube há mais tempo, uma outra opção é descobrir palavras-chave que já levam tráfego para o seu canal e produzir mais conteúdo sobre aquele assunto.

Para descobrir essa informação, basta acessar o YouTube Analytics > tráfego > pesquisa do Youtube.

Otimize seu conteúdo para suas palavras-chave

Assim como em qualquer outro site, seus vídeos no YouTube precisam ser otimizados para a palavra-chave escolhida. Certifique-se de incluir sua palavra-chave no título do seu vídeo, nas tags, na descrição e até no nome do arquivo que você postar na internet, de preferência no início da frase. Essa prática ajudará os usuários a acharem seu vídeo, além de melhorar o seu rankeamento na plataforma de vídeos.

Descrição dos vídeos

Além de citar sua palavra-chave 3 ou 4 vezes no texto, você deve tomar alguns cuidados na descrição dos seus vídeos, afinal, elas são o principal parâmetro do YouTube para identificar que tipo de conteúdo você aborda ali.

Algumas dicas ajudam na hora de fazer uma boa descrição:

  • Citar sua palavra-chave no primeiro parágrafo da descrição é bom para deixar claro o assunto central do seu vídeo.
  • Os textos devem ter em torno de 250 palavras, mas evite textos muito longos, a maioria das pessoas na internet não leem até o final.
  • Colocar links para seu blog/site ou redes sociais ajuda a manter as pessoas interessadas em você, mas informações demais podem dispersar o usuário de assistir seu vídeo até o final.

Crie um thumbnail que chame atenção

Você, certamente, já deve ter escolhido um vídeo baseado na imagem de exibição, certo? Portanto, ter uma boa thumbnail é um dos fatores mais importantes para incrementar a quantidade de views dos seus vídeos.

Uma dica valiosa para thumbnails é: fuja dos excessos! Para gerar engajamento, sua imagem precisa ser muito clara sobre o conteúdo que será falado. Imagine ver um vídeo com mais de quinze minutos de duração, mas que não tenha relação nenhuma com o título ou com a thumbnail? Você pode até ganhar visualização, mas com certeza perderá um seguidor para o seu canal. Jogar de acordo com as regras vale a pena, principalmente se você conseguir oferecer uma boa experiência para o usuário.

Exemplo de thumbnail

Fique atento à duração do seu vídeo

Se você fizer uma pesquisa rápida no YouTube, verá que a maioria dos vídeos que ocupam as primeiras posições têm mais de 5 minutos de duração. O YouTube rankeia bem os conteúdos que mantêm os usuários na plataforma por mais tempo, portanto, tente fazer vídeos mais completos sempre que possível.

Pense no exemplo dos blogposts, quanto mais complexo o tema, mais você escreve, certo? Só não caia na armadilha de falar muito tempo sobre um assunto que não rende tanto, isto pode surtir o efeito contrário na sua audiência e fazer com que eles abandonem o vídeo.

Coloque legendas nos vídeos

O uso de legendas nos vídeos é outro fator relevante do SEO para YouTube, porque além da possibilidade de traduzir seu conteúdo para outros idiomas, você dá uma opção para pessoas que querem assistir o vídeo sem som ou que são deficientes auditivas.

O processo de inserir legendas é simples, basta fazer o upload das palavras e sincronizar o texto de acordo com a velocidade da fala. Essa tarefa fica bem mais simples se você utilizar um roteiro para os seus vídeos.

Já nos vídeos gravados espontaneamente, você terá o trabalho de transcrever o conteúdo antes de fazer o upload da legenda, por isso é interessante avaliar se as legendas serão relevantes para o público que você pretende atingir. Na maioria dos casos é, e isso conta pontos positivos para o seu posicionamento no YouTube.

Insira cards

Já reparou que quando você está assistindo um vídeo, às vezes, aparece um ícone clicável no lado direito e superior da tela? Esses ícones são chamados de cards e podem ser utilizados para indicar outros conteúdos ou a ação que você espera de quem está vendo, bem no estilo call to action.

Atualmente, existem seis tipos de cartão que podem ser inseridos nos vídeos:

  • Cards que direcionam o espectador para outro canal: ideais para vídeos que são gravados em parceria. Porém, devem ser inseridos no final do vídeo para não dispersar o espectador.
  • Cards para incentivar a captação de recursos: campanhas de crowdfunding e doações em geral.
  • Cards de mercadoria: direcionam o público para o site onde ele pode fazer a compra.
  • Cards para playlists ou vídeos relacionados.

Saiba mais sobre as vantagens deste recurso neste tutorial.

Exemplo de cards

Como fazer a divulgação do seu vídeo

Em algum momento do texto, falamos sobre a importância de ter um conteúdo de qualidade, caso contrário, nenhuma estratégia de SEO seria suficiente para colocá-lo nas primeiras posições. Mas sabe o que pode fazer seu vídeo chegar lá? Visualizações, milhares e milhares delas!

Para garantir que as pessoas cheguem ao seu canal, depois do trabalho de pré-produção, gravação e edição, você precisa divulgar seu vídeo!

O passo número um é compartilhá-lo nas suas redes sociais. Lembre-se de utilizar uma copy atraente para sua postagem e que desperte interesses imediatos, já que a maioria das interações do público acontecem nas primeiras horas após a postagem.

Outra dica que ajuda bastante é embedar seus vídeos em posts que tenham relação com aquele assunto. Essa técnica é boa para aumentar o tempo de permanência das pessoas no seu blog e também ajuda a aumentar as visualizações do seu canal.

Não se acomode com os resultados

O trabalho de SEO nunca termina, pois todas as redes mudam constantemente seus critérios de avaliação, portanto, um conteúdo que lidera os rankings hoje, pode não ser relevante amanhã.

Por isso, você deve acompanhar o desempenho dos seus canais para identificar oportunidades de melhoria e estar aberto para receber feedbacks da sua audiência.

É claro que tudo começa com um conteúdo de qualidade, pois não adianta nada direcionar tráfego para o seu canal se as pessoas não encontrarem ali nada que seja interessante para elas.

Uma vez que você tem um bom conteúdo em mãos, as próximas etapas ficam mais simples! Gaste o tempo necessário na fase de pré-produção e gravação que, com o tempo, você conseguirá se sobressair.

Tem alguma outra dica para compartilhar com a gente? Não se esqueça de comentar aqui embaixo e sinta-se à vontade para compartilhar este texto com outras pessoas que possam se interessar pelo assunto.