Facebook Pixel

O que são produtos digitais e como ganhar dinheiro com eles

O que são produtos digitais e como ganhar dinheiro com eles

Há alguns anos, o mercado de produtos digitais vem fazendo sucesso entre os amantes e curiosos do empreendedorismo digital. Por causa desse formato de negócio, muitas pessoas saíram do zero e alcançaram um sucesso que...

Há alguns anos, o mercado de produtos digitais vem fazendo sucesso entre os amantes e curiosos do empreendedorismo digital. Por causa desse formato de negócio, muitas pessoas saíram do zero e alcançaram um sucesso que nem imaginavam ser possível. Como vivemos esse assunto diariamente aqui na Hotmart, é mais que nossa obrigação ensinar a você tudo que permeia esse universo. Este post explicará o que é um produto digital e como ganhar dinheiro com esse tipo de negócio. Vamos lá?

O que é um produto digital?

Produtos digitais, também conhecidos como cursos online, são materiais, em sua maioria, educacionais, que são produzidos em formato digital, e distribuídos no meio online. Eles tornaram-se populares no mundo do empreendedorismo, pois têm grande alcance e com isso possibilitam escalabilidade de lucros. Para o usuário, o consumo de conteúdo digital também é muito vantajoso, já que o conhecimento torna-se mais alcançável e prático de se adquirir.

Quem pode se tornar um produtor digital?

Pode parecer clichê, mas a verdade é que qualquer pessoa pode se tornar um produtor digital. O diferencial de quem alcançará êxito é a persistência e voracidade para aprender. Se você deseja ser um empreendedor, saiba que ter um mindset de sucesso é tão importante quanto o sucesso em si.

Como produzir ótimos conteúdos digitais

“Eu tenho uma ideia!”

Não precisa esperar por algo incrivelmente inovador para chamar de “boa ideia”. Se você tem uma ideia que agregue valor a um grupo de pessoas, você está pronto para colocar a mão na massa. O primeiro passo é mais simples do que você pode imaginar. Se seu plano é fazer um curso em formato de ebook, comece a escrever. Se é produzir vídeo-aulas, grave seu primeiro vídeo. Por mais que não saia perfeito como planejou, você já terá um protótipo do seu negócio digital. Depois de dar o primeiro passo, você precisará validar seu negócio. Falaremos sobre isso ainda neste post!

“Tenho uma habilidade!”

Talvez você tenha alguma habilidade ou talento, mas não faz ideia de como transformá-la em um negócio. Pesquise tudo relacionado ao seu universo e descubra como pode transmitir seu conhecimento através de um produto digital.

“Não tenho uma ideia”

Se você ainda não tem uma ideia concreta, mas percebe ótimas oportunidades no mercado de produtos digitais, não se preocupe! Uma dica valiosa é dar mais atenção ao meio que vive e identificar necessidades de pessoas próximas a você. Novas demandas e dúvidas surgem todos os dias, basta você descobrir quais são elas. Sites como o Quora, Reddit e Yahoo Respostas podem lhe auxiliar nessa pesquisa.

Busque por suas paixões e hobbies e se você ainda não tem nenhum, pode ser um bom momento para começar! Pesquise também outros produtos digitais e inspire-se em negócios inovadores.

Se você não é um expert, seja ávido por aprendizado! Você pode criar um produto digital sem ser um especialista. A princípio. Mas se sua ideia é tornar-se referência em determinado assunto, é imprescindível que você domine todas as esferas daquele assunto, do contrário, como poderá passar credibilidade aos seus clientes?

Participe de eventos sobre empreendedorismo e mercado digital. Dessa forma, você tem a oportunidade de contatar pessoas fascinantes e já experientes, que talvez não tivesse a chance de conversar em seu dia a dia. Fique atento aos hacks e histórias interessantes que podem te inspirar. Acompanhe alguns dos principais eventos do mercado de empreendedorismo digital: O Fire, Fórmula de Lançamento e Traffic & Conversion Summit (San Diego, CA) são ótimas fontes de aprendizado!

Quais os principais formatos de produtos digitais

Existem vários tipos de produtos e o melhor formato é aquele que transmitirá o conteúdo da forma mais adequada a seu cliente. Para alguns negócios, um ebook é suficiente e prático, pois permite fácil acessibilidade. Para materiais mais complexos, as vídeo-aulas são mais indicadas, pois o aluno tem também o recurso áudio-visual para auxiliar no entendimento. Em geral, existem os seguintes formatos de produtos digitais:

  • Ebooks, Cursos, Manuais
  • Serviços de assinatura
  • Sites de membros
  • Apostilas de Concurso
  • Músicas
  • Ringtones
  • Relatório, Pesquisas de Mercado
  • Software e serviços online (inclusive SaaS)
  • Aplicativos para celular
  • Screencasts
  • Vídeo-aulas
  • Palestras
  • Filmes
  • Templates
  • Códigos fonte, Scripts
  • Imagens
  • Fotos
  • Ícones
  • CD-keys (e qualquer outro tipo de Código Serial)
  • Revistas digitalizadas
  • Trabalhos e Artigos

Para conhecer os diversos tipos de posts e suas peculiaridades, leia nosso post sobre 8 tipos produtos digitais que você pode criar.

  • Produtos complementares:

Nada te impede de disponibilizar vários formatos associados a um único produto. Seu ebook pode ter também uma versão em áudio e vídeo. Seu curso audio-visual pode disponibilizar uma consultoria complementar em outros canais, como Facebook e Whatsapp. Você determina a melhor forma de abordagem, sempre de acordo com seu público.

Como precificar

Você deve considerar alguns pontos antes de definir o preço do seu produto digital, dentre eles: gastos com a produção, preços ofertados pela concorrência, perfil do seu público, projeção de ganhos e o valor do produto para seu cliente. Esse último item é importante, pois ele indica o quão valioso e útil aquele conteúdo é para seu cliente e quanto maior for esse valor, mais você poderá cobrar pelo seu produto. Leia mais em nosso post completo sobre como precificar seus produtos digitais.

Como validar seu produto no mercado

A melhor maneira de testar seu produto e definir se é realmente uma boa ideia é: testando! Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas pensam em fazer algo perfeito logo de cara, sem ao menos entender como o produto funciona no mercado. Isso também é válido para produtos digitais. É aí que entra o conceito de Minimum Viable Product (MVP), ou produto mínimo viável. Se sua ideia é produzir um curso completo de Coaching, por exemplo, você pode gravar alguns vídeos e disponibilizá-los a uma pequena amostra do mercado, pessoas que se assemelham a seu público. Valide com outros profissionais já do meio digital, pergunte o que eles fariam de diferente e como você pode melhorar. Teste quantas vezes forem necessárias. Com seu MVP aprovado, é hora de partir para as estratégias de venda.

Onde vender seu produto digital

Para ganhar visibilidade digital, é altamente aconselhável que você tenha um site. Ele fará parte de toda sua estratégia de divulgação online. Além disso, existem no mercado plataformas para produtos digitais, como a Hotmart, que provém toda a infraestrutura necessária para realizar vendas online, incluindo acompanhamento real de vendas, área de membros, meios de pagamento, dentre outras funcionalidades que todo produtor digital necessita. Você pode pesquisar a plataforma ideal para seu negócio com outros produtores digitais que já utilizam esse tipo de recurso.

Quais ferramentas utilizar para divulgação

Existem diversos canais para você divulgar seus produtos, mas, novamente, onde está o seu público é onde você deve estar. Abaixo listamos os principais que são muito utilizados pela grande maioria dos empreendedores digitais:

  • E-mail marketing: O e-mail é uma ferramenta poderosíssima e você pode considerá-lo seu grande aliado a partir de agora. Se uma pessoa te concede o e-mail, significa que você tem permissão para conversar diretamente com ela. Existem muitas ferramentas de e-mail marketing em que você consegue enviar e-mails personalizado e analisar as métricas com o disparo de mensagens. O MailChimp, por exemplo, é uma delas e você pode utilizá-lo gratuitamente para começar seu negócio. Para saber mais sobre estratégias de e-mail marketing, leia nosso post, clicando aqui.
  • Redes Sociais: A grande vantagem das redes sociais é que você consegue engajar e falar em uma linguagem próxima ao seu leitor. Mas atenção: cada rede social tem sua peculiaridade. Criar uma conta em cada rede nova que surge pode te fazer perder o foco. Você pode utilizar a ferramenta Buzzsumo para entender como é a performance do seu assunto nas diversas redes sociais.
  • Blog: O blog é uma das grandes estratégias de Marketing de Conteúdo, pois ele tem a proposta de gerar valor a quem lê seus materiais. Mantenha seu blog ativo com um conteúdo relevante que eduque seu mercado e, com uma boa estratégia, seu público chegará naturalmente ao seu produto.
  • Programa de Afiliados: Ao associar-se a um programa de afiliados, você encontra pessoas que têm interesse em divulgar produtos de outras pessoas. A cada venda eles recebem uma comissão e tanto produtor quanto afiliado saem ganhando. A grande vantagem é que seu produto ganha mais visibilidade a as chances de vender aumentam!

Dica de ouro: mantenha-se atualizado!

Aqui a dica vai para quem realmente vê o potencial do mercado digital. Se seu objetivo é se tornar um grande produtor digital e, talvez, uma referência para seu mercado, é hora de produzir materiais épicos e ricos, que realmente agregam valor ao seu público. O que isso significa? Sempre atualizar-se sobre as novidades do mercado, entrevistar seu público e descobrir novas necessidades para suprir. Pesquise conteúdo de grandes referências e atualize suas estratégias. Conte conosco para obter várias dicas sobre o mercado digital.

Agora você preparado para criar o seu produto digital! Se você gostou do nosso conteúdo, clique em “Quero saber mais” para receber mais informações diretamente em seu e-mail!

 

Hotmart