Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Como trabalhar a inteligência emocional no dia a dia para melhorar seus resultados?

Como trabalhar a inteligência emocional no dia a dia para melhorar seus resultados?

Confira 5 pontos importantes para você lidar melhor com as suas emoções no cotidiano!

Você já ouviu falar em inteligência emocional? Esse termo tem a ver com a habilidade de lidar com as emoções. Envolve a administração dos sentimentos que resultam de cada situação do dia a dia, evitando que a sua saúde mental e qualidade de vida sejam prejudicadas.

Saber lidar com as emoções é algo muito importante, já que fazer isso incorretamente pode contribuir para problemas sérios de saúde. É uma habilidade que precisa ser descoberta e treinada especialmente por quem costuma lidar com situações adversas com alta frequência.

Por exemplo, alguém que lida diariamente com dificuldades no trabalho ou na vida pessoal precisa de ferramentas como a inteligência emocional para não se prejudicar. Senão, dificilmente conseguirá administrar essas ocorrências e viver com tranquilidade.

Neste post, você vai conhecer mais sobre o tema e aprender as principais formas de desenvolvê-la no seu dia a dia. Continue a leitura!

Entendendo a importância de desenvolver a inteligência emocional

A inteligência emocional pode contribuir imensamente para o desenvolvimento de uma pessoa. Além disso, ela ajuda a aprender como lidar com situações adversas sem prejudicar o seu estado mental. Em um mundo cada vez mais competitivo e complexo, trata-se de algo bastante valioso.

Quer saber mais? Então, conheça a seguir 3 principais benefícios de trabalhar a inteligência emocional no seu dia a dia.

1. Aumento da autoestima e da confiança

Sentir-se bem consigo mesmo é muito importante, e a inteligência emocional ajuda muito nisso. Administrar adequadamente as suas emoções possibilita aumentar a autoestima e a sensação de confiança nas próprias decisões.

Isso tem um efeito cumulativo, permitindo que você se aprimore cada vez mais. Ao trabalhar a autoestima, tanto o aspecto pessoal quanto o profissional da sua vida tendem a ganhar. Afinal, são essas são atributos essenciais para o sucesso.

2. Melhor habilidade de administrar pressão

Há diversas situações em que não é possível se livrar completamente da pressão, seja na esfera pessoal, seja na profissional. Em vez disso, você pode desenvolver a inteligência emocional para aprender como administrar esse aspecto da vida.

Ao lidar melhor com ele, as suas capacidades são ampliadas. Pense em quantas oportunidades você já deve ter descartado por conta do risco de pressão ou qualquer outra situação adversa. Além disso, é algo decisivo para o desenvolvimento de habilidades de liderança.

3. Transmissão de confiança aos outros

A inteligência emocional pode ser percebida pelas outras pessoas. Se você reage bem às situações e consegue administrá-las adequadamente, isso transmite bastante confiança aos outros. Você certamente preferiria trabalhar com alguém que transmite segurança do que alguém facilmente dominado pelas emoções, não é mesmo?

Trata-se de algo bastante valioso, especialmente no ambiente profissional. A inteligência emocional é uma ferramenta poderosa para a condução de projetos e a gestão de metas dentro de planos corporativos ambiciosos.

Trabalhando a inteligência emocional no dia a dia

Para aproveitar os benefícios da inteligência emocional em sua vida, você precisa desenvolvê-la como qualquer outra habilidade.

Entender as formas como você reage às situações é apenas o primeiro passo. Também é preciso controlar a maneira como as emoções surgem e compreender seus reais significados.

Veja a seguir alguns pontos importantes para desenvolver a inteligência emocional em seu cotidiano.

1. Entendimento do histórico

O contexto e histórico de cada pessoa coordena a forma como as emoções são geradas. Trabalhar a inteligência emocional é um trabalho que envolve voltar a sua atenção para o seu passado, especialmente para situações anteriores que causaram reações desproporcionais.

Nesses momentos, tente observar qual era o problema e quais emoções você exibiu. Procure entender se você se sentiu no controle da situação e se conseguia visualizar soluções ao seu alcance.

2. Análise de comportamento

Uma parte muito importante da inteligência emocional refere-se a entender como o seu corpo reage a determinadas situações. Para entendê-las, você precisa estudá-las como um médico faz diante de um paciente com sintomas.

Tente resgatar situações em que você sentiu alguma emoção desproporcional. De forma bastante imparcial, procure se lembrar de como você se sentiu e qual seria o caminho mais saudável para cada caso.

3. Identificação de gatilhos emocionais

Após analisar as suas reações emocionais, o próximo passo deve envolver a consideração dos gatilhos que as ocasionaram. O que costuma gerar emoções desproporcionais? Nesse momento, é necessário concentrar os seus esforços em detectar padrões.

Por exemplo, é possível que uma pessoa sempre reaja com raiva em situações em que seu conhecimento sobre determinado tema é desafiado. Talvez ela precise analisar os motivos pelos quais enxerga isso como uma ameaça.

4. Domínio de emoções

Você também deve concentrar os seus esforços em dominar as emoções. Sim, é algo muito mais fácil de recomendar do que fazer. No entanto, requer total comprometimento e consistência para gerar os resultados que você está esperando.

Treinamento é a palavra de ordem nesse momento. Com o tempo, esse domínio de emoções será mais natural e, logo, você não vai mais precisar forçá-lo.

5. Desenvolvimento de empatia

O entendimento sobre as emoções é algo que torna o desenvolvimento da inteligência emocional muito mais simples. Um ótimo caminho para isso é a empatia, ou seja, permitir-se enxergar a forma como os outros se sentem e reagem às situações.

O ponto mais importante dessa etapa diz respeito à compreensão dos sentimentos do outro. Ao entender como ocorre esse funcionamento, todas as etapas até aqui podem se tornar mais fáceis de conduzir.

6. Controle da situação

Depois de todo esse preparo, você precisa se lembrar de tomar o controle sempre que uma situação adversa surgir. Ter inteligência emocional significa enxergar essas ocorrências pelo que elas são e responder apropriadamente.

Essa é a hora de levar em consideração todo o seu histórico e aprendizado para tomar o controle da situação. Pode não ser fácil a princípio, mas a prática eventualmente permitirá maior sucesso.

Colocando a inteligência emocional como prioridade

A inteligência emocional é algo essencial para você viver o dia a dia com maior felicidade e motivação. Quanto mais pessoas tiverem noção disso, cada vez menos a saúde mental será prejudicada por situações que podem ser melhor administradas.

O segredo está em treinar essa habilidade como qualquer outra. Siga as dicas deste artigo e coloque a inteligência emocional como prioridade em sua vida para aproveitar os seus benefícios e viver melhor.

E já que você está interessado no tema inteligência emocional para alcançar melhores resultados, aproveite e confira o nosso artigo com 9 aplicativos e ferramentas para otimizar sua rotina e produtividade!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.