Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Aprenda as melhores técnicas para aumentar os resultados de seu negócio

Aprenda as melhores técnicas para aumentar os resultados de seu negócio

Compre agora!
Fechar Como o mercado digital mudou a vida de Paula Abreu

Como o mercado digital mudou a vida de Paula Abreu

Conheça a história dessa empreendedora de sucesso.

Download gratuito!

Como se dar bem diante dos desafios da rotina de quem tem uma jornada tripla

Como se dar bem diante dos desafios da rotina de quem tem uma jornada tripla

Trabalho, casa e filhos: esses três setores da vida da mulher podem levá-la a uma sobrecarga física e emocional. Entenda mais sobre o assunto!

Até algumas décadas atrás, era comum que as mulheres fossem responsáveis somente pelos cuidados com o lar e pela criação dos filhos.

Mas as conquistas femininas ao longo do tempo levaram à busca por mais: elas passaram a almejar carreiras de sucesso e formações acadêmicas. Com isso, a chamada jornada tripla foi, então, inevitável.

As mães empreendedoras ou que querem ocupar cargos altos são ainda mais afetadas.

Por mais que muitas contem com os parceiros na criação dos filhos e na manutenção da casa, a divisão de responsabilidades muitas vezes fica longe de ser justa, porque essas tarefas ainda permanecem culturalmente associadas à figura feminina.

Como consequência, vem a sobrecarga física e emocional. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão atinge 150% mais as mulheres do que os homens.

O problema é sério e exige atenção. Por isso, acompanhe este texto e veja como é possível lidar com a tripla jornada.

Afinal, o que é a jornada tripla?

Normalmente, nos referimos ao expediente profissional como jornada de trabalho, não é?

Assim como os afazeres na empresa, os cuidados com a casa exigem esforços, por isso, podemos chamar o tempo dedicado a eles de jornada doméstica.

A isso, soma-se o trabalho com os filhos: higiene, brincadeiras, refeições nutritivas, tarefas da escola, idas ao médico, cortes de cabelo etc. Uma jornada e tanto também, concorda?

Dá então para dizer que muitas pessoas têm três grandes setores que demandam um grande gasto de energia:

  • 1ª jornada: trabalho;
  • 2ª jornada: casa;
  • 3ª jornada: filhos.

Essa situação é ainda mais recorrente com as mulheres. Algumas, inclusive, ainda se aventuram em outro grande desafio: conciliar tudo isso com os estudos. Afinal, o mercado cada vez mais exige o aprimoramento contínuo do profissional.

As exigências da sociedade atual para com as mulheres não são poucas. Mas como lidar com essa sobrecarga de responsabilidades?

Como é possível se dar bem nessa jornada?

A menos que você peça a uma mulher que abandone seus sonhos, ela dificilmente abrirá mão da jornada tripla. Por mais desgastante que possa ser, “desdobrar-se” em 3, em 4 ou até em 5 é a solução que muitas encontram para conquistar a felicidade nos diversos setores da vida.

A boa notícia é que existem formas de, pelo menos, aliviar essa sobrecarga. As palavras de ordem são: reconhecimento e organização. Veja!

Reconhecer que está sobrecarregada

A sociedade pode ser tão cruel que ensina às meninas, desde pequenas, que elas devem ser uma espécie de super-heroína.

Você provavelmente já ouviu alguém dizer que as mulheres conseguem fazer mil coisas ao mesmo tempo, não é?

Apesar de parecer um elogio, essa afirmação esconde um problema social e cultural já muito enraizado.

Pode perceber: mesmo que o cônjuge seja um exemplo na realização de afazeres domésticas, muito provavelmente é a mulher quem delega as tarefas, o que já demanda energia.

É claro que não podemos generalizar. Mas o que comumente ocorre é que a figura feminina fica responsável pela manutenção da casa e pela criação dos filhos, enquanto o homem assume uma posição de “ajudante”, quando muito.

Então, que tal assumir que isso é desgastante?

Para si mesma e para as pessoas à sua volta. Livrar-se do estigma de que você, como mulher, precisa ter super-poderes é o primeiro passo para tentar equilibrar as tarefas.

Definir quais são suas prioridades

Em segundo lugar, defina suas prioridades em uma perspectiva ampla. Pense no que você mais deseja para si mesma neste momento: uma carreira de sucesso? Estar mais presente na infância dos seus filhos? Concluir uma pós-graduação? Começar um hobby novo?

Depois disso, não tenha medo de abrir mão de algo. Parece um grande sacrifício, mas o seu bem-estar e o seu equilíbrio emocional valem mais do que qualquer ambição. Não estamos dizendo para você desistir de sonho algum, mas sim de remanejar os planos e os prazos para conseguir concluir tudo com mais tranquilidade.

Organizar-se para que cada jornada tenha seu momento

Após definir suas prioridades e entender melhor o que exige mais atenção na sua vida atualmente, organize seu dia a dia de modo que tudo tenha sua hora certa.

O estresse com a jornada tripla muitas vezes vem do excesso de preocupação. Ao pensar que não dará conta de tudo, você pode misturar as responsabilidades e viver à beira de um colapso.

Já ouviu falar que o trabalho deve ficar no trabalho? Pois então, na hora de ser uma profissional bem-sucedida, seja. Mas, chegando em casa, esqueça todas as pendências da empresa ou os trabalhos extra e aproveite a companhia dos seus filhos.

É difícil? Sim, e muito! Mas focar no momento presente é muito útil na busca por equilíbrio.

Buscar meios de aliviar um ou mais setores

Agora, a dica de ouro: não tente fazer tudo sozinha.

Lembra do que a gente falou sobre reconhecer a sobrecarga?

De pouco adianta falar em voz alta “estou cansada”, se não houver alguma atitude prática para resolver esse problema. Então, procure aliviar algum setor, principalmente aqueles que não dependem exclusivamente de você.

Estamos falando, principalmente, da casa e dos filhos. Tenha uma conversa franca com seu parceiro e mobilize uma divisão justa de responsabilidades:

  • Revezem quem leva os filhos para escola;
  • Façam uma lista equilibrada de tarefas domésticas;
  • Dividam quem deve se preocupar com cada conta mensal.

Mora sozinha ou é mãe solteira?

Então, veja o que pode ser terceirizado com a contratação de serviços: limpeza doméstica, passagem de roupas e vans para o transporte escolar. De repente, o que pode parecer um gasto — afinal, por que pagar pelo que você pode fazer sozinha? —, acaba sendo um investimento na sua qualidade de vida.

Como lidar com sobrecargas?

Agora, se você já está intensamente sobrecarregada e, mesmo seguindo as dicas anteriores, se sente muito sobrecarregada, também temos algumas dicas para relaxar:

  • Tenha um hobby: já pensou em pintar aquarelas, tocar um instrumento ou fazer teatro? Aprender algo novo e despretensioso é uma boa pedida;
  • Pratique alguma atividade física: faz bem para o corpo e para a mente. Que tal começar um esporte, matricular-se no yoga ou conhecer alguma arte marcial? Mas não deixe que isso seja apenas mais uma jornada em sua vida. Faça apenas se você realmente conseguir tirar um tempo para essas outras atividades;
  • Esqueça tudo e todos por um momento: sabe aquela vontade de fugir? Às vezes, ela é mais que bem-vinda! Dê-se de presente uma viagem inesperada ou um dia com os amigos, sem preocupações.

Você pode pensar: como vou fazer qualquer uma dessas coisas se já não tenho tempo para nada?

Nós sabemos que realmente parece muito difícil, mas os efeitos são muito positivos e valem a tentativa. De repente, algumas horas dedicadas ao seu bem-estar acabarão por otimizar sua rotina, já que você pode acabar se sentindo mais produtiva e focada.

Então, é possível viver com uma jornada tripla?

Você não precisa desistir de suas ambições: como você viu, há meios de lidar com a jornada tripla, principalmente se é possível contar com o parceiro, amigos ou familiares. Isso não é sinal de fraqueza, mas sim o reconhecimento de que você também precisa cuidar de si mesma e não apenas de outras pessoas.

Gostou das dicas? Qual é o seu segredo para dar conta de uma rotina agitada? Conte para a gente nos comentários!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.