FecharNotificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

FecharNewsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

FecharSemana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

10 casos de jovens empreendedores de sucesso para te inspirar

10 casos de jovens empreendedores de sucesso para te inspirar

Entenda como esses jovens transformaram suas habilidades em negócios lucrativos!

A tecnologia transformou completamente a maneira como nos relacionamos com o trabalho e ampliou significativamente a variedade de profissões.

Enquanto há alguns anos, o caminho para o sucesso profissional dependia de um diploma de graduação, a inserção em grandes empresas ou aprovação em concurso público, hoje, os jovens têm apostado em carreiras mais dinâmicas, criativas e menos hierárquicas.

A nova geração vai além do desejo de ser seu próprio chefe e enxerga no empreendedorismo a possibilidade de trabalhar com algo que gosta e gerar um impacto positivo.

No post de hoje, vamos mostrar as histórias de 10 jovens empreendedores que não deixaram a pouca idade atrapalhar seus objetivos pessoais e profissionais.

1. Kéfera Buchmann

Kéfera é uma atriz e YouTuber brasileira de 25 anos conhecida pelo sucesso de seu canal 5inco Minutos.

Para entender melhor o tamanho de sua popularidade, seu canal foi um dos primeiros do país a alcançar um milhão de inscritos.

Seu primeiro vídeo foi lançado em 2010 e, depois dele, vários outros vieram e com um número cada vez maior de visualizações.

Kéfera usa seu canal no YouTube para falar de seu cotidiano de forma descontraída, com bastante palavrões, xingamentos e espontaneidade.

A influenciadora digital faz parte de um grupo de jovens empreendedores que lucra com a produção de conteúdo para a internet e com o uso de ferramentas como o Google Adsense e anúncios patrocinados.

2. Lynsi Snyder

Eleita pela Forbes como uma das jovens empreendedoras mais ricas do mundo, Lynsi Snyder é herdeira de uma rede de hambúrgueres na Costa Oeste dos Estados Unidos, a In-N-Out Burguer.

Em 2017, ela tornou-se a dona majoritária da empresa, mas desde 2010, Lynsi tem mostrado ótima desenvoltura e bom tato para o empreendedorismo como presidente da companhia. Seu trabalho foi tão reconhecido que ela foi considerada uma das líderes mais confiáveis de seu país.

3. Mark Zuckerberg

Impossível falar de jovens empreendedores sem mencionar a pessoa que, com apenas 19 anos de idade, fundou a rede social mais usada no mundo.

O Facebook, criado por Mark Zuckerberg em 2004 e aberto para o público em 2006, além de mudar completamente a maneira como as pessoas se comunicam, garantiu a vaga do empreendedor nas últimas listas de jovens mais ricos do mundo.

E como se não bastasse fundar essa rede para ter uma carreira de sucesso no empreendedorismo, alguns anos depois, Zuckerberg comprou outros dois serviços bastante populares: as redes sociais Instagram e Whatsapp.

4. Camila Coutinho

Camila Coutinho é recifense, designer de moda, tem 30 anos de idade e é a mulher por trás do famoso blog de moda Garotas Estúpidas.

A empreendedora criou a página despretensiosamente com umas amigas há 10 anos e, ao perceber que suas postagens estavam atingindo cada vez mais pessoas e trazendo bons resultados, decidiu largar o antigo emprego e se dedicar exclusivamente ao blog.

Não há dúvidas de que a digital influencer que, além do Garotas Estúpidas, também acumula seguidores nas redes sociais e em seu canal do YouTube, construiu um negócio de sucesso.

Com parcerias com pessoas importantes da moda, como Jimmy Choo e Diane Von Furstenberg, e coleções lançadas com seu nome para a Riachuelo, Camila Coutinho é um nome que merece ser citado ao pensarmos em jovens empreendedores.

5. Candice Pascoal

Candice Pascoal é a fundadora da Kickante, maior plataforma de crowdfunding do Brasil.

A empreendedora, nascida em 1979, trabalhou anteriormente no segmento de arrecadação de fundos para ONGs como Cruz Vermelha, Anistia Internacional e Médicos Sem Fronteiras.

De acordo com a descrição da própria plataforma, a Kickante foi criada para ajudar as pessoas a seguirem em frente com seus sonhos e colocarem seus projetos em andamento.

Sua iniciativa é tão importante que, em 2017, Candice Pascoal venceu a edição do Cartier Women’s Iniciative Awards, cujo objetivo é incentivar e encorajar mulheres empreendedoras.

6. Marcio Kumruian

Marcio Kumruian é o fundador da Netshoes, uma das principais empresas brasileiras de e-commerce.

O envolvimento de Kumruian com o empreendedorismo, no entanto, começou fora da internet, com a abertura de uma loja física de sapatos no centro de São Paulo no ano 2000.

Posteriormente, o jovem empreendedor abriu uma nova loja em um shopping da cidade e a expansão quase levou a empresa à falência.

Ao invés de desistir, ele decidiu mudar o foco de seu empreendimento e apostar na tecnologia. Foi quando Marcio Kumruian começou a investir e trabalhar para que seu negócio se tornasse digital.

Essa decisão, claramente, trouxe bons frutos, já que, atualmente, a empresa é considerada o maior e-commerce de artigos esportivos do mundo!

7. Kylie Jenner

Para muitas pessoas, Kylie Jenner é apenas uma personalidade da televisão, modelo e socialite, conhecida principalmente por sua aparição no reality show de suas irmãs Kardashian.

Mas, em 2016, a celebridade mostrou seu lado empreendedor e abriu um negócio que, em pouquíssimo tempo, se tornou um fenômeno: a marca de cosméticos Kylie Cosmetics. Desde a inauguração, todos os produtos lançados pela marca se esgotam em minutos.

Kylie acumula milhões de fãs e seguidores e faz bom uso de seu reconhecimento ao divulgar seus produtos e coleções em suas contas nas redes sociais.

O e-commerce da jovem empreendedora fez com que ela se tornasse, com apenas 19 anos, a segunda irmã Kardashian mais rica da família e uma das personalidades mais influentes com menos de 30 anos, de acordo com a Forbes.

8. Robinson Shiba

Shiba é o fundador da rede de fast food chinesa China In Box, que teve sua primeira loja inaugurada em São Paulo no ano de 1992.

Apesar de hoje ser considerado um dos jovens empreendedores de maior sucesso no país, sua trajetória profissional é marcada por alguns percalços.

O empresário era estudante de Odontologia quando decidiu morar fora do país para aprimorar o inglês e se qualificar para o mercado. Ao enfrentar dificuldades financeiras, começou a trabalhar em restaurantes e redes de fast food.

Graças a essas experiências, ele percebeu que a tendência de consumir comida pronta nos Estados Unidos poderia funcionar no Brasil, e começou a estudar o que poderia ser feito para implementar algo parecido.

Após anos de estudos, Shiba transformou sua ideia empreendedora em realidade. Ele abriu a primeira loja e continuou sua trajetória de sucesso, levando a marca ao que é hoje, uma rede de franquias de renome no país.

9. Romero Rodrigues

O empresário brasileiro Romero Rodrigues é um dos fundadores do site Buscapé.

Em 1998, enquanto cursava Engenharia Elétrica, se juntou a dois amigos da faculdade para criar o comparador de preços.

A ideia empreendedora surgiu de uma busca na internet por preços e informações sobre impressoras. Ao se depararem com a ausência de um site que reunisse esses dados, eles resolveram criar um sistema que oferecesse esse serviço para os usuários.

Em uma época na qual o acesso à internet ainda não era tão abrangente, o projeto recebeu críticas e enfrentou dificuldades.

No entanto, o empreendedor e seus amigos não desistiram da oportunidade e se dedicaram para colocar o Buscapé no ar. O site não só deu certo, como alcançou resultados além do esperado.

10. Daniel Ek

Tecnólogo e empreendedor, o sueco Daniel Ek é também o fundador e CEO do serviço de streaming Spotify.

Sua jornada empreendedora teve início na adolescência, quando ele começou a fazer websites em casa para alguns clientes. Com o tempo, Daniel Ek foi cobrando valores mais altos, atraindo mais interessados até que, aos 18 anos, já estava com um time de 25 funcionários e faturando alto.

O Spotify foi lançado em 2008, após o jovem empreendedor ter atuado em algumas grandes empresas em cargos de diretoria. Atualmente, esse é o maior serviço de música por streaming do mundo, com 70 milhões de usuários pagantes, sem contar os usuários que utilizam o serviço gratuitamente.

Conselhos para ser um jovem empreendedor

Com tantas histórias de sucesso, é difícil não se sentir inspirado para tirar aquela ideia do papel e começar sua própria trajetória no empreendedorismo.

Saiba, no entanto que, por mais que pareça difícil, é possível se tornar um jovem empreendedor de sucesso, desde que você esteja disposto a se esforçar bastante para fazer isso acontecer.

Reunimos alguns detalhes importantes que você deve prestar atenção para alcançar seus objetivos.

Tenha foco

Inicialmente, saiba que é preciso ter muito foco para empreender.

Muitas pessoas se perdem ao se depararem com a liberdade que ter um negócio próprio proporciona e se esquecem que devem se organizar ainda melhor do que quem tem um chefe, já que as tarefas, bem como o resultado delas, dependem única e exclusivamente de você, pelo menos no início.

 

Escolha uma área de atuação

Antes de começar seu empreendimento, saiba que é importante escolher uma área para atuar. Quanto mais segmentado for seu nicho, mais fácil será para elaborar uma solução que seja realmente inovadora e se comunicar de maneira assertiva com sua audiência.

Além disso, ao especificar bem o nicho que pretende atingir, você consegue se especializar nos assuntos relacionados a ele, entregar conteúdos de qualidade para as pessoas e se tornar uma autoridade naquele segmento.

Ainda não sabe como encontrar seu nicho? Confira nossas dicas neste Hotmart Tips:

Pense nas necessidades das pessoas

Se você precisa atrair clientes para seu negócio, deve saber exatamente quais são as necessidades de seu público-alvo para conseguir oferecer exatamente aquilo que ele procura.

De nada adianta ter uma ideia inovadora e interessante, se não há demanda no mercado para aquele tipo de produto ou serviço.

Lembre-se sempre que um bom negócio é aquele que oferece soluções e agrega valor para os usuários.

Mantenha-se atualizado

Prepare-se para estudar bastante e sempre!

Ter um empreendimento requer que você esteja sempre atualizado sobre as novidades do mercado para poder entregar o melhor para sua audiência.

A tecnologia tem ajudado muitas pessoas a abandonarem profissões com as quais não se identificam para começar seus próprios negócios. Sendo assim, a concorrência tende a aumentar, o que faz com que somente quem busca aperfeiçoamento constante tenha chances de se destacar e alcançar bons resultados.

(Aproveite para conferir nossa lista com 9 cursos de marketing digital totalmente gratuitos para se manter atualizado.)

Não desista

Se você analisou cuidadosamente e percebeu que seu desejo é, realmente, o de empreender, não deixe os empecilhos te desanimarem.

Claro que nem tudo vai sair exatamente como o planejado, afinal, liderar um empreendimento depende de vários fatores e demanda muito conhecimento, tentativas, estudo e dedicação.

Mas saiba que, com paciência e muito trabalho, é possível ser um jovem empreendedor de sucesso e começar a gerar renda com seus talentos e habilidades.

Algo que pode te ajudar muito é você criar um MVP, que é uma versão básica de seu produto, com todas as funcionalidades agregadas. Com ele, você consegue testar a recepção de seu público a sua ideia e, a partir daí, promover as otimizações necessárias para fazer um bom lançamento e não ser pego desprevenido.  

É hora de começar a empreender

Você percebeu que, entre os jovens empreendedores que mencionamos, são vários os nichos de atuação contemplados.

Seja na área de alimentação, cosméticos, moda ou artigos esportivos, o importante é ter um público-alvo bem definido, ter e buscar sempre mais conhecimento e estar preparado para os desafios do empreendedorismo.

Além disso, saber usar a tecnologia a seu favor é fundamental para atingir as pessoas no momento em que elas precisam e conquistar seu espaço dentro do mercado.

Esperamos que esses 10 casos de sucesso tenham te inspirado a dar ouvidos àquela ideia empreendedora que não sai de sua cabeça!  

Se você está decidido a começar a empreender, trabalhar na internet pode ser um ótimo caminho. Se você ainda tem dúvidas e não sabe por onde começar, inscreva-se no Desafio 30 Dias – um curso online completamente gratuito que te ensina a criar seu produto digital em apenas 1 mês.

Até logo!

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.