Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Como escolher suas lentes de câmera para fazer vídeos profissionais

Como escolher suas lentes de câmera para fazer vídeos profissionais

Macro, olho de peixe, grande angular, superteleobjetiva: esses nomes são estranhos para você? Conheça, agora mesmo, as principais lentes de câmera.

As lentes de câmera estão entre os equipamentos prioritários para quem está investindo em produções visuais, sejam fotografias ou gravações de vídeos. Elas são quase como um elemento mágico: conseguem registrar em uma imagem detalhes que o olho humano muitas vezes não é capaz de captar.

Este artigo é dedicado a elas! Você conhecerá alguns dos principais elementos técnicos — como a distância focal e a abertura do diafragma —, além de ficar por dentro dos principais tipos de lentes e suas particularidades. Continue a leitura!

A importância das lentes

Escolher as lentes de câmera é uma das tarefas mais difíceis (e, ao mesmo tempo, mais gostosas) da vida de um fotógrafo profissional.

Elas são responsáveis por efeitos nas capturas que fazem toda a diferença na imagem — podem distorcer bordas, aproximar objetos, entregar focos detalhados etc.

O investimento depende muito do seu objetivo. Por isso, é importante ter noções básicas dos principais modelos e dos seus diferenciais.

Além disso, alguns elementos técnicos conseguem transformar completamente o resultado do material. Conhecer esses aspectos pode fazer muita diferença no seu conteúdo.

Elementos para considerar na escolha da lente

Se você ainda é uma pessoa leiga no assunto, provavelmente não está muito familiarizado com os termos técnicos das lentes de câmera. Isso é normal, afinal, são pontos de conhecimento profissional.

Os principais são:

  • Abertura do diafragma: tem a ver com a passagem de luz. Quanto menor o número indicado nas especificações da lente, maior é a entrada de luz (isso, sempre o inverso!). Por exemplo, uma f/2.8 tem abertura maior que uma f/8;
  • Distância focal: é uma das características relacionadas à nitidez. Distâncias focais maiores (expressas em mm) proporcionam gravações em grandes distâncias, mas com um campo de visão mais restrito;
  • Estabilizador de imagem (IS): esse recurso é responsável por reduzir ou eliminar as trepidações no momento da filmagem ou captura;
  • Tipo: as lentes de câmera também são categorizadas de acordo com seu uso específico, como você verá adiante.

Os tipos de lentes

Já está ficando mais fácil entender o funcionamento das câmeras de vídeo e de fotografia, não é?

Então, vamos conhecer os principais modelos? Fizemos uma breve descrição com as particularidades de cada um. Veja.

Lentes Prime (Foco fixo)

As lentes prime não contam com zoom, por isso, têm menos distorção e mais qualidade nas capturas. A abertura nesse modelo costuma ser superior, chegando a f/2.8. São muito versáteis para fotografia e gravação. Ao dar asas à criatividade, essas lentes entregam ótimos resultados, embora não sejam especializadas.

Lentes de câmera: exemplo 1

Fonte: Amazon.com

Lentes Zoom

As lentes zoom têm uma distorção de imagem muito próxima à do olho humano. Elas são versáteis como as prime, mas contam com o recurso de aproximação do foco, ideal para quando não é possível chegar tão perto do conteúdo central da captura. Então, são úteis para diversos objetivos, desde paisagens e animais, até retratos.

 Lentes de câmera: exemplo 2

Fonte: Amazon.com

Lentes Grande Angular

Entrando nas especializadas, a lente grande angular é a preferida para ambientes pequenos, como estúdios caseiros. Seus modelos variam de 28mm a 50mm e conseguem registrar um bom ângulo de visão. O grande diferencial é que distorcem levemente as bordas, o que faz com que os objetos pareçam um pouco mais distantes.

Lentes de câmera: exemplo 3

Fonte: Amazon.com

Lentes Olho de Peixe

Para quem gosta de resultados mais artísticos, a olho de peixe é bastante procurada. Com o centro da lente levemente “saltado”, ela cria uma distorção nas bordas, de modo que o efeito final seja arredondado nas margens. Ela consegue registrar imagens em um raio de 180 graus.

Lentes de câmera: exemplo 4

Fonte: Amazon.com

Lentes de câmera: exemplo de foto com lente olho de peixe

Fonte: Amazon.com

Lentes Macro

Uma das queridinhas dos profissionais e entre as lentes de câmera mais famosas está a macro, especialista em closes. Com foco fixo, detalhes pequenos — como insetos, texturas ou minúsculas flores — são registrados com grande nitidez. Assim, as imagens ficam incríveis sem nem precisar de tratamento no photoshop.

Lentes de câmera: exemplo 5

Fonte: Amazon.com

Lentes de câmera: exemplo de foto com lente macro

Fonte: Amazon.com

Lente Teleobjetiva

Ao contrário da macro, que é especialista em conteúdos próximos, a telefoto ou teleobjetiva é ideal para capturas de objetos que estão longe do profissional. A distância focal é grande e, por isso, o ângulo de visão fica bem menor, mas a lente entrega ótimos resultados em qualidade e nitidez.

 Lentes de câmera: exemplo 6

Fonte: Amazon.com

Lente Superteleobjetiva

Indo um pouco mais além, a superteleobjetiva tem o mesmo propósito da anterior, mas é capaz de registrar objetos muito mais distantes. Com 200mm ou mais (algumas chegam a 1.200mm), o profissional consegue fazer capturas detalhadas de astros e de animais selvagens, por exemplo. Por ser pesada, exige um tripé.

 Lentes de câmera: exemplo 7

Fonte: Amazon.com

Lentes de câmera: exemplo de foto com lente teleobjetiva

Fonte: Amazon.com

Lente Tilt-Shift

Por último, a tilt-shift é uma exclusividade da marca Canon. Ela foi projetada para fotografar ou gravar objetos de arquitetura e seus recursos são capazes de alterar as perspectivas da imagem. Desse modo, o profissional consegue efeitos de inclinação e paralelismo, por exemplo.

Lentes de câmera: exemplo 8

Fonte: Amazon.com

Dica bônus: tutorial para limpar a lente da sua câmera

Pronto! Você já é praticamente um expert em lentes.

Agora, de nada adianta conhecer todos os nomes e elementos técnicos, mas falhar em uma tarefa básica: a limpeza.

Esse equipamento exige muito cuidado para não sofrer danos. Por isso, confira algumas dicas.

Retire a sujeira superficial

O primeiro passo da limpeza é retirar a sujeira superficial, como a poeira. Para tanto, utilize um material de cerdas bem macias, que vai funcionar como um espanador. A dica é investir em um pincel de maquiagem.

Atenção: nunca assopre, pois as gotículas de saliva podem ocasionar mais manchas na lente da sua câmera.

Use soluções adequadas

Fluido de lentes de óculos, limpa-vidros, álcool isopropílico: esses três produtos são campeões de recomendação para limpeza das lentes de câmera. Mas eles não são os ideais e podem ser prejudiciais para a superfície do equipamento.

Para não correr riscos, vale a pena comprar soluções próprias para esse fim em lojas especializadas.

Invista em materiais específicos

A última dica se refere ao material para remoção das manchas.

Tente sempre utilizar flanelas macias. Aquelas próprias para limpeza de óculos soltam pequenos fiapos, que podem prejudicar bastante o desempenhos das lentes.

Novamente, o ideal é comprar tecidos especiais em lojas especializadas.

Em todos os casos, tenha sempre em mente a delicadeza no manuseio das lentes de câmera. Elas são muito sensíveis, independentemente do tipo.

Esse equipamento merece cuidado, afinal, proporciona um resultado profissional aos seus vídeos.

Para melhorar ainda mais seus vídeos, que tal investir em câmeras também? Conheça as melhores câmeras para gravar vídeos.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.