Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Manual de marca: o que é e como criar um para o seu negócio?

Já pensou em ser reconhecido além do que oferece em seu produto ou serviço? Saiba por que o manual de marca é um item indispensável para o seu negócio.

Manual de marca: o que é e como criar um para o seu negócio?

No universo dos negócios digitais, algumas das pautas mais comentadas são a importância de se produzir conteúdo de valor, criar estratégias de marketing eficientes e nutrir seus leads, Afinal, estes são alguns dos pontos fundamentais para construir confiança entre a sua audiência e fortalecer sua marca.

Entretanto, você já pensou em como um manual de marca também pode ajudar o seu empreendimento a ser reconhecido e se consolidar no mercado?

A identidade verbal, o tom de voz e a identidade visual são alguns dos componentes que não podem faltar em um bom manual de marca, mas há muitos outros além deles.

Quer saber o que é o manual de marca e como criar um que dê destaque ao seu negócio? Então, siga a leitura deste post!

O que é manual de marca?

O manual de marca é um guia que contém todas as diretrizes sobre a imagem de uma marca, ou seja, reúne os elementos visuais e comunicacionais que diferem a sua empresa ou o seu negócio dos demais.

Quando falamos em imagem, não estamos falando apenas da identidade visual — que é um dos componentes básicos do manual de marca. Estamos falando da “cara” do seu negócio, de como ele é reconhecido no mercado, o que ele transparece, como é lembrado pelos clientes e parceiros.

O manual de marca é uma das formas mais eficazes para definir como a sua empresa quer se comunicar com o seu público-alvo. Este guia vai marcar algumas bases e normas que serão úteis para todas as pessoas envolvidas em seu negócio, como criadores de conteúdo, designers, colaboradores freelancers etc., pois todos terão um ponto de partida e de chegada quando tiverem que representar a sua marca, seja por escrito, visualmente ou até mesmo em um simples post em uma rede social.

Por que um manual de marca é importante?

Muito mais do que diretrizes que vão dar identidade à sua empresa, o manual de marca comunica toda a cultura do seu negócio e como ela se reflete no produto ou serviço que você oferece. Ou seja, não só contempla uma representação gráfica e verbal da sua empresa, como também reproduz sua missão e valores.

Pense no manual de marca como a personalidade da sua empresa. É como o mundo a reconhece e o que considera dela para criar uma relação de confiança. Se você vê alguém que muda a aparência, o jeito de falar e de agir constantemente, você terá a sensação de que não conhece essa pessoa e, por isso, ela não te inspirará confiança, não é verdade?

Essa é a mesma lógica que se aplica às marcas: a inconstância e a falta de padrão podem afastar os seus clientes. Isto é, um manual é uma excelente ferramenta para ajudar o seu negócio a se comunicar de forma consistente e gerar credibilidade entre a sua audiência.  

Para que serve um manual de marca?

Como dissemos anteriormente, o manual de marca é um recurso fundamental se você quer gerar a percepção de consistência e confiança para a persona do seu negócio. 

Mas, se você acha que ainda precisa de mais motivos para pensar em fazer um destes para a sua empresa, separamos cinco motivos para que você deixe esta ideia de lado e crie agora mesmo o seu manual de marca.

1. Solidifica a imagem da sua marca

O manual é o centro da imagem geral da sua marca. Ainda que você já tenha um logotipo ou um tom de voz estabelecido, se você não tem um documento que os reúna, a qualquer momento podem surgir variações que descaracterizem sua marca.

2. Ajuda que sua marca seja lembrada pelo público

Se você muda constantemente a imagem ou a identidade verbal do seu negócio, você não se solidifica na memória do seu cliente e pode, com isso, ceder lugar à concorrência.

Em contrapartida, se você elabora um manual que reforça todos os elementos, a missão e os valores de sua empresa, o seu público terá uma referência real de sua marca e isso fará a diferença no momento de decisão de uma compra, por exemplo.  

3. Facilita seu processo de trabalho

Quando você coloca todas as diretrizes que compõem a sua marca em um manual de livre acesso a todas as pessoas envolvidas no negócio, você está evitando vários dilemas comuns do dia a dia de uma empresa — como erros que geram custos e retrabalho —, já que toda a equipe saberá onde encontrar a informação que destaca e dá identidade à sua marca no mercado. 

4. Fortalece sua marca nos mais diferentes meios

Seja no site oficial da sua empresa, no blog, em uma página de captação de leads ou em suas redes sociais, o manual de marca garantirá o uso dos elementos que farão com que o cliente reconheça imediatamente a sua empresa quando se deparar com um blogpost ou uma imagem no Instagram.

Além de fortalecer sua base de clientes, o manual oferece segurança para que novas pessoas queiram apostar em seu negócio.

5. Evita que associem algo indesejado à sua marca

Ter a consistência promovida por um manual pode ajudar a sua marca não somente a ser reconhecida pelo que é, mas também por aquilo que não é. O que isso quer dizer? Que, se sua marca é usada indevidamente por alguém ou em algum lugar, um cliente poderia reconhecer a quebra do seu padrão e atuar como um defensor da sua marca, procurando saber o que houve ou denunciando uma possível fraude em que usam o nome do seu negócio.

Como estruturar um manual de marca?

Antes de qualquer coisa, é importante que você tenha bem claro o que deseja comunicar por meio do seu manual de marca. Certamente, você não vai querer que seja algo muito simples, a ponto de ser facilmente confundido com outras marcas, mas também não vai querer algo muito engessado, a ponto de limitar a criatividade das pessoas que o utilizarão.

O manual de marca de um negócio deve ser elaborado colaborativamente. Designers, copywriters, gestores… pelo menos um representante de cada ponta deve se envolver neste processo. E se há uma equipe de Branding na empresa, é ela que deve estar à frente do projeto.

Além de conhecer bem a marca e saber o que você deseja representar com ela, vamos te apresentar quatro componentes indispensáveis para estabelecer sua identidade no mercado:

Missão e visão

Deixar claro qual é a missão do seu negócio e por que ele existe é tão importante como destacar a visão de onde você quer chegar com a sua marca. Ao desenvolver uma estratégia de branding que visa fortalecer sua marca no mercado, é fundamental mostrar quais são os valores que baseiam a sua atuação. Neste momento, não importa se sua missão é sanar uma dor bem específica de um cliente ou se é algo mais abrangente, como resolver um problema geral, o principal objetivo é se manter fiel à sua proposta.

Público-alvo e persona

Descreva, com o máximo de detalhes possíveis, quem são seus clientes e por que eles precisam do seu produto ou serviço. Por que o seu produto é essencial para que o problema deles seja resolvido? Toda a pesquisa de mercado feita para chegar à persona do seu negócio é importante neste momento, porque é isso que vai ajudar a sua equipe a encontrar uma identidade verbal e um tom de voz que comuniquem o que sua marca deseja com eficácia.

Personalidade

Faça uma lista de 3 a 5 adjetivos que descrevam a sua marca. Parece algo muito simples, mas esta estratégia pode ajudar a desenhar o tom que você deseja para a sua voz e para a sua identidade visual. É algo mais simples ou sofisticado? Clássico ou ousado? 

Aqui também vale listar alguns adjetivos que não representam a sua marca, para reforçar aquilo que não caracteriza o seu negócio.

Valores

Determine os princípios que orientarão as tomadas de decisão e as ações da empresa. Valores que representem a cultura do seu negócio e que façam a sua equipe se identificar, tornarão mais fácil o processo de serem disseminadores do manual da sua marca. 

Como criar um manual de marca para o seu negócio?

Agora que você já sabe para que serve e como começar a estruturar um manual de marca para o seu negócio, é hora de colocar alguns outros conhecimentos em prática e criar o seu.

Para ter um guia completo, que especifique tudo o que representará a identidade da sua marca no mercado, atente-se aos tópicos que não podem faltar.

Introdução à marca 

Comunique os pilares sobre os quais se constroem a identidade do seu negócio — missão, valores, filosofia, personalidade, identidade verbal e tom de voz.

Logotipo

Inclua especificações sobre o design pretendido, o espaço entre elementos, a paleta de cores e as escalas possíveis. Aqui, também é importante definir quais são os usos adequados e inadequados do logo, para evitar erros e retrabalhos.

Cores

Além das usadas na formulação do logotipo, defina qual é a paleta de cores que identifica a sua empresa, quais são as combinações aceitáveis etc.

Composição de imagem

Estipule as normas básicas para que o design reflita a intencionalidade da marca. Crie uma composição visual única e criativa, que distinga a sua marca no mercado.

Ícones e demais elementos visuais

Explique como deve ser empregado o acervo de ícones que costumam ser usados nas peças digitais ou impressas como, por exemplo, o “arraste para cima” dos Stories do Instagram.

Imagens

Especifique como deve ser o uso e o tratamento das demais imagens, como ilustrações da marca ou fotografias.

Tipografia 

Sim, ter uma fonte específica para sua marca também é importante. Indique como usar as fontes escolhidas para a sua marca, destacando o tamanho, o espaçamento, o uso de fundo claro ou escuro, assim como as possíveis combinações entre títulos e subtítulos.

Você está pronto para criar o seu manual de marca!

Você viu que a sua empresa é muito mais do que os produtos ou serviços que vende. Uma marca sólida reforça à audiência por que devem escolhê-la entre as demais opções do mercado.

Você pode elaborar um manual de marca que seja simples e direto, que caiba em uma página, ou fazer um verdadeiro livro que detalhe todos os pormenores da sua empresa. Tudo depende da necessidade do seu negócio, do seu cliente e das estratégias que você quer usar para alcançá-lo.

O mais importante é que você não deixe passar nenhum dos elementos básicos que tornam a sua marca uma referência e que a posicionam bem no mercado.

Quer aprofundar mais os conhecimentos sobre identidade visual para o seu negócio? Te recomendamos continuar a leitura em nosso post sobre o assunto.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.