Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

A importância de se construir uma marca forte no mundo digital

A importância de se construir uma marca forte no mundo digital

Descubra o conceito de marca forte e como construir para o seu negócio!

Antes de começar a leitura desse post, vamos fazer um teste? Prometo que vai ser simples e bem rapidinho! Então vamos lá: pare para pensar nas 5 marcas que estão mais presentes na sua vida. Aquelas que fazem parte do seu dia a dia, que não saem da sua cabeça ou até mesmo aquelas que você não trocaria por nenhuma outra. Vale tudo, de tecnologia à produtos de limpeza.

Tic, tac, tic, tac, tic, tac… E aí, conseguiu? 

Aposto que você resolveu isso sem o menor esforço, não é mesmo? Afinal, algumas marcas já foram tão assimiladas por nossas mentes, que acabam fazendo parte da nossa rotina sem que a gente perceba. E é disso que vamos falar agora. Vem comigo!

A força das grandes marcas

Algumas marcas ganharam tanta força que se tornaram referência no segmento e até nomearam determinados tipos de produtos. 

E, mesmo que você compre de uma concorrente, acaba chamando aquele produto pela nome da marca mais forte. 

Só para refrescar sua memória, vou te dar alguns exemplos que com certeza você conhece: Bombril para a palha de aço, Gillette para a lâmina de barbear, Xerox para a fotocópia, Band Aid para curativo adesivo, Chicletes (acredite, este é o nome da marca!) para goma de mascar, Maizena para amido de milho e até Jeep, que virou Jipe em português e entrou para o dicionário para definir um tipo de veículo 4×4, mesmo que não seja da montadora americana. 

Além disso, anualmente a revista Forbes divulga a lista das 100 marcas mais valiosas do mundo, a partir de uma pesquisa que leva em conta, dentre outros fatores, a receita e o lucro das empresas. 

Em 2019, as 10 primeiras colocadas no ranking foram Apple, Google, Microsoft, Amazon, Facebook, Coca-Cola, Samsung, Disney, Toyota e McDonald´s. E eu me arrisco a dizer que você conhece todas elas, não é mesmo?

Viu só como uma marca pode ser tão forte a ponto de fazer parte do seu dia a dia sem que você nem note que ela está lá? Isso é realmente incrível. 

Mas, pode ter certeza: chegar neste ponto não foi nada fácil para nenhuma delas. Então continue aqui para saber mais sobre tudo isso.

Assim nasce uma estrela!

Uma marca não é nada se o produto ou o serviço oferecido não tiver qualidade suficiente para sustentá-la no mercado. 

Dos exemplos que citei acima, temos empresas que foram pioneiras em seus segmentos, que lançaram produtos inovadores, que souberam atender ou criar um demanda para o público. Ou até mesmo aquelas que apostaram na melhor estratégia para divulgar os seus produtos.

O reconhecimento de uma marca depende de uma série de fatores que podem ou não ser controlados. Há quem diga que algumas tiveram sorte, outras conquistaram seu posto por não ter concorrência na época em que foram criadas.

Mas uma coisa é certa: uma marca não fica forte da noite para o dia. E, para completar, se engana quem acha que essa deve ser uma preocupação só para as grandes empresas. 

Afinal, investir tempo para desenvolver uma identidade capaz de diferenciar a sua empresa no mercado, é muito valioso para qualquer tipo de negócio, seja ele digital ou não. 

Se você quer dar mais valor ao seu negócio, é bom começar a pensar em como a sua marca é percebida pelo mercado e nas estratégias certas para valorizá-la. Mas não se preocupe, vou te dar algumas dicas aqui embaixo que podem te ajudar. Vamos lá?

O Branding na era digital

Muito se fala por aí sobre Branding, e de suas ações de gestão e valorização de marcas. Mas para quem trabalha com o mercado digital, será que vale a pena investir nisso? Será que ele funciona tão bem no online quanto funciona para o offline?

Se você já se fez essas perguntas em algum momento, é um bom sinal! Significa que existe uma preocupação como o futuro do seu negócio digital. 

E já posso adiantar que a resposta é sim! Investir na sua marca é fundamental independente do mercado em que ela atua. 

Pense junto comigo: com os negócios digitais ganhando cada vez mais força, com o aumento da concorrência e o crescente número de empreendedores que surgem todos os dias, será que ter um bom produto é suficiente para se destacar neste mercado cada vez mais competitivo?

É aí que entra o Branding Digital: as ações tradicionais de Branding, que vão fortalecer e tornar a sua marca reconhecida, se juntam com os esforços do marketing digital, que podem ajudar a consolidá-la no ambiente online.

Além disso, ter um tom de voz que possa ser compreendido por seus clientes, estar presente nos canais onde eles têm maior interação e engajamento, produzir conteúdo de qualidade e conhecer a fundo o seu público, vai ajudar você a encontrar o melhor caminho para definir qual será a identidade e a personalidade da sua marca.

Quer 5 dicas incríveis para deixar a sua marca memorável? Confira esse post e saiba como se posicionar de forma que que sua marca seja sempre lembrada pelo público.

Design e propósito: precisamos disso tudo mesmo?

Se você acha que isso não é para você ou que está muito distante do seu negócio, eu quero te dizer que tudo isso pode ser bem mais simples do que imagina. 

E mais: é fundamental para que você posicione sua marca de forma clara no mercado e consiga ter um relacionamento cada vez mais próximo com os seus clientes.

Design para todos

Muita gente acha que design só serve para deixar as coisas mais bonitas e é totalmente dispensável. É aí que mora o perigo: o design vai muito além das aparências e ele pode, tanto ajudar, quanto atrapalhar, se não for adequado ao seu negócio ou ao seu público.

O design é um dos fatores mais importantes na identidade da sua marca. É um dos primeiros pontos de contato com o seu público e, é a partir dele, que a sua marca tomará a forma que precisa para se tornar reconhecida.

Muito além de definir cores e formas, você precisa ter em mente que o design da sua marca precisa estar alinhado com a identidade visual dos seus produtos, com o tom de voz e com o posicionamento que você quer ter no mercado. 

Nesse post, você pode entender um pouco mais sobre a importância do design no seu negócio digital.

E, antes que você entre em pânico pensando que não pode pagar um estúdio de design caríssimo para construir a sua marca, eu quero te dizer que, mais importante que o valor, é a adequação. 

Portanto, antes de sair por aí gastando o seu dinheiro, é fundamental entender quem é o seu público e como a sua marca deve ser percebida por ele.

Se você ainda não tem isso muito bem definido, dá uma lida neste post. Ele vai te ajudar a entender melhor sobre o assunto e tem dicas simples para você colocar em prática e definir o público-alvo do seu negócio.

Um propósito vale mais que mil palavras

Construir uma marca requer alguns cuidados importantes para que ela possa se tornar relevante e compreendida no mercado.

A definição de um propósito é o que vai nortear o seu posicionamento e ressaltar seus diferenciais em meio a tantos concorrentes.

Pode parecer fácil, mas nem sempre é simples definir o real propósito de uma empresa. Por isso, é importante dedicar algum tempo para encontrar o conceito que melhor define esse propósito. Tenha em mente que ele é a base de tudo. Um propósito errado, pode posicionar a sua marca no mercado de um jeito que você não gostaria.

O que a sua marca faz pelo público? Como ela pode ajudar a sanar suas dores? Por que o consumidor deve escolher a sua marca e não a do concorrente? 

O que você promete como diferencial, você consegue realmente cumprir? São a partir de perguntas como estas que você vai encontrar o melhor caminho para definir o propósito da sua marca.

Quer saber por que o seu negócio não evolui sem um propósito bem definido? Então dá uma lida nesse post para entender melhor sobre o assunto e conhecer os melhores caminhos para definir o propósito da sua marca.

Mão na massa: agora é com você

Está na hora de colocar a mão na massa e começar a desenvolver a sua identidade visual. Lembre-se de que você pode contar com a ajuda de freelancers para criar essa marca. O importante é transmitir um aspecto profissional e adequado ao seu público.

Ah, e antes de qualquer coisa, não se esqueça de definir o propósito e o conceito que você quer transmitir. Eles é que vão te ajudar com o seu posicionamento e como o público deverá perceber a sua marca no mercado.

Além disso, dê uma pesquisada na internet para ver referências de outras empresas. Pode ser do mesmo segmento e de outros também. Isso pode te ajudar a entender o que fazer e o que não fazer de jeito nenhum.

E aí, curtiu?

Até o próximo post :)

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.