Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Marketing 4.0: como aplicar em tempos de crise

Marketing 4.0: como aplicar em tempos de crise

Descubra como o marketing 4.0 pode ajudar o seu negócio a sair da crise

O marketing sofreu grandes mudanças nos últimos anos. Inclusive, a principal delas, está acontecendo exatamente agora: a chegada da era digital. Com os canais digitais, o marketing caminha para uma realidade repleta de interação, engajamento e expansão.

Além disso, esse novo momento do marketing pode ser caracterizado como a valorização da produção de conteúdo e informação, uma vez que os consumidores buscam cada vez mais por dados e materiais ricos durante a sua jornada de compra.

Entretanto, não podemos falar sobre marketing 4.0 sem mencionar o fator principal para o seu crescimento na sociedade de consumo: a tecnologia. Com a adoção de dispositivos tecnológicos, tornou-se possível um modelo de compra horizontal, sem intermédios 

O desenvolvimento de um modelo horizontal acontece quando o consumidor busca por informações referentes a empresa para concretizar uma compra, possibilitando a troca de avaliações e oportunidades na hora de fechar o negócio.

Com uma ampla rede de oportunidades e alcance, o marketing 4.0 pode auxiliar, inclusive, em tempos de crise. Mas, antes de falar qual a sua utilidade em situações emblemáticas, que tal conhecer um pouco mais sobre esse conceito? Vamos lá?!

O que é marketing 4.0?

De acordo com Philip Kotler, um dos principais especialistas da administração moderna, o marketing 4.0 é caracterizado pela revolução digital no ambiente corporativo.

Antigamente, era comum que as organizações criassem campanhas adaptadas aos meios de comunicação tradicionais, como os jornais, stand para eventos, revistas, emissoras, entre outros. No entanto, com a atual sociedade digital, as companhias precisam avançar no mundo virtual.

Portanto, as novas tecnologias determinaram os novos hábitos dos consumidores – que, inclusive, incluíram os meios digitais para o cotidiano – e, por isso, é preciso realizar uma abordagem inclusiva, horizontal e social.

Em outras palavras, a tecnologia assumiu o controle total em relação às informações a respeito das companhias e proporcionou um novo modelo de identidade empresarial, focando na eliminação das barreiras geográficas e aumentando a competitividade do mercado.

Como o marketing 4.0 impacta em uma empresa?

Diante de um cenário repleto de mudanças, instabilidade econômica e crises financeiras, não resta mais dúvida: as empresas, como um todo, precisam se adaptar ao mercado digital o quanto antes. 

Entretanto, não pense que criar um perfil na rede social, elaborar campanhas de e-mail marketing e postar conteúdos em um blog corporativo é o suficiente para contornar a crise. É preciso ir além, ou seja, utilizar estratégias no desenvolvimento dessas ferramentas.

Portanto, não estamos falando apenas de ferramentas ou novas tecnologias. Para adaptar-se, de fato, ao marketing 4.0, é preciso compreender as suas mudanças e como elas unem as pessoas.

Nesse sentido, com a elaboração de estratégias efetivas do marketing 4.0, é possível desenvolver uma marca bem posicionada, reconhecida e forte no mercado. Além disso, a companhia passa a ser admirada e valorizada pelos consumidores em geral.

Afinal, quando você entrega valor ao cliente, também gera impactos positivos e resultados significativos ao seu negócio.

Como adotar o marketing 4.0 para contornar a crise?

O conceito de marketing 4.0 ficou claro, certo? Mas, as vezes, o principal desafio é adotar as estratégias para contornar a crise.

Pensando nisso, separamos 7 formas de aplicar o marketing 4.0 na prática e contornar a crise econômica. Acompanhe!

1. Crie conteúdo relevante

A criação de conteúdo relevante é um dos principais princípios do marketing 4.0. Afinal, pensando na ampla rede de informações disponível e na facilidade de acesso dos consumidores, tornou-se fundamental desenvolver uma resposta imediata aos usuários.

Para se ter ideia da importância do marketing de conteúdo, 73% das empresas adotam a criação de conteúdo relevante, de acordo com o estudo Content Trends. Aliás, esse índice é significativo pois a estratégia de conteúdo oferece informações relevantes para as pessoas.

Entretanto, esse conteúdo precisa entregar valor de alguma forma, solucionando algum problema, resolvendo alguma dúvida ou apenas oferecendo conhecimento.

Dessa forma, não é necessário grandes investimentos para conquistar a atenção do consumidor. Basta acompanhá-lo durante a jornada de compra e criar um relacionamento baseado em confiança.

2. Construa relações horizontais

Com o desenvolvimento do marketing 4.0, os meios digitais permitem a conectividade entre as pessoas e a criação de relações horizontais. Isto é: praticar a empatia e se colocar no lugar do outro.

Nesse sentido, é preciso criar uma identidade para a marca, ou seja, uma brand persona, que representa as formas ideais para se comunicar com o público-alvo, desenvolve uma linguagem única da companhia e constrói valores em cima disso.

Dessa forma, você consegue falar com os consumidores de igual para igual. Assim como nos relacionamentos pessoais, é imprescindível ouvir o outro, entender as suas necessidades, desejos e tentar ajudá-lo.

Afinal, a construção de um relacionamento próspero e horizontal, é um dos elementos mais importantes para a elaboração do marketing 4.0.

3. Defina o seu público-alvo

As tecnologias envolvidas no marketing 4.0 possibilitam a análise do público-alvo. Ou seja, é possível segmentar, agrupar e identificar as pessoas interessadas na sua marca.

A segmentação é realizada por meio de métricas de acompanhamento, cujo objetivo é identificar as características demográficas de cada consumidor. Dentro desses elementos, podemos mencionar os 5 principais:

  • Gênero;
  • Faixa etária;
  • Região;
  • Renda mensal;
  • Interesses e preferências.

Nesse sentido, com a utilização do projeto de spda certo, é possível trazer mais efetividade ao planejamento de crise. Além disso, as métricas podem acompanhar o desenvolvimento dos concorrentes e realizar uma análise completa de mercado.

4. Entenda a influência de opiniões

Outra característica predominante do marketing 4.0 é a influência de opiniões a respeito das marcas em decisões corporativas.

 A internet permitiu que todos ouvissem e, principalmente, falassem. Com isso, qualquer pessoa pode manifestar a sua opinião, experiência e avaliação para influenciar na decisão de compra de outros usuários.

Dessa forma, as marcas não tem mais influência sobre comentários e avaliações negativas dos consumidores. Afinal, com a sociedade digital, são os usuários que constroem a imagem e a reputação da empresa no mercado.

Nesse sentido, caso comentários ou avaliações negativas sejam atribuídos a sua marca, não se preocupe. É nesse momento que você irá apresentar uma organização mais humanizada, ou seja, constituída integralmente por pessoas e que, infelizmente, erram.

Porém, isso não significa que você deve ficar parado perante as manifestações negativas. Para contornar essa situação, elabore uma estratégia de monitoramento de menções negativas e positivas relacionadas a sua marca.

5. Relacionamento e valorização do cliente

O centro do marketing 4.0 deve ser o público-alvo. Levando em consideração o comportamento, hábitos, necessidades, preferências, metas e desafios, é possível desenvolver ações direcionadas e personalizadas para ele.

Dessa forma, tendo em mente que o cliente é o ‘’ideal’’ para a sua marca, torna-se possível reduzir o investimento com ações ineficientes, uma vez que as campanhas passam a ser desenvolvidas de acordo com as características do público-alvo.

Além disso, a redução de custos com retrabalho ou ações estratégicas pode significar um aumento no orçamento, eliminando a necessidade de cortes na equipe e contribuindo com a adoção de serviços essenciais, como a instalação câmera de segurança, por exemplo.

6. Alinhe os canais online e offline

Pode parecer que o marketing tradicional não é mais necessário, entretanto, na prática não é bem assim. Nesse sentido, os canais online e offline podem (e devem) estar alinhados.

Pensando nisso, crie uma ótima experiência de compra e integração em ambos os meios, de forma que os consumidores fiquem felizes e realizados com as soluções da sua marca.

Uma boa dica é elaborar uma experiência omnichannel, termo que caracteriza a interação entre os demais canais de uma organização, independente se são utilizados nos meios online ou offline.

Geralmente, os consumidores buscam na internet para comprar em lojas físicas e, tudo que eles não querem, é encontrar uma barreira de transição entre o canal online e o offline.

7. Aposte nos canais digitais

Por fim, mas não menos importante, essa dica é fundamental para alinhar tudo o que abordamos durante o conteúdo. Afinal, implementar a tecnologia e as mudanças digitais no marketing altera uma política dominante durante anos.

Por muito tempo, as organizações e profissionais de marketing trataram o público de forma massiva, ou seja, eles escolhiam um veículo tradicional para propagar as suas ofertas, promoções e campanhas.

Em contrapartida, o marketing 4.0 exige novas formas de alcance, relacionamento e conexão. Nesse modelo, as empresas precisam chegar até os clientes de forma humanizada, analisando dados e informações condizentes ao público-alvo.

Os canais digitais não se limitam apenas às estratégias de marketing. Eles proporcionam uma mudança na cultura, política e estrutura de uma organização, tornando a tecnologia a sua aliada central.

Invista no marketing 4.0 em meio a crise

É preciso estar preparado para contornar a crise, conquistar diferencial competitivo, bater metas e não ter perdas significativas durante situações emblemáticas. E, nesse sentido, o marketing 4.0 se mostra um grande aliado.

Você está preparado para aplicar o marketing 4.0 mesmo em tempos de crise? Então, aposte nos meus digitais e continue melhorando o desempenho da sua organização!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.