Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Especial de Dia do Rock: 5 dicas de marketing musical para artistas [FIRE FESTIVAL 2018]

Especial de Dia do Rock: 5 dicas de marketing musical para artistas [FIRE FESTIVAL 2018]

Acompanhe as dicas de marketing que você pode tirar observando a carreira de Kiko Loureiro, um dos guitarristas mais respeitados do mundo.

Você já parou para pensar como alguns músicos conseguem ter sucesso em suas carreiras de forma tão rápida?

É possível e muito comum vermos uma pessoa que não era conhecida ontem sair do anonimato e ter centenas de fãs de uma hora para outra.

Mas, na contramão desse movimento, vemos também vários artistas que consideramos muito talentosos não sendo reconhecidos como grandes músicos.

A pergunta que fica no ar é: será que apenas o talento é suficiente para que um músico seja realmente reconhecido em seu mercado e alcance os objetivos que planejou?

Você já deve ter percebido que a resposta para essa pergunta é “não”.

Assim como em qualquer negócio, se você quer ser conhecido e atrair fãs incondicionais, precisa saber divulgar bem aquilo que você faz. E com a música não é diferente.

É nesse contexto que surge o marketing musical, com técnicas de marketing utilizadas para criar e melhorar a comunicação entre o artista e seus fãs.

Quer saber mais sobre esse assunto?

Acompanhe este post até o final para entender:

Índice
O que é marketing musical? 5 lições que podemos aprender com Kiko Loureiro 1. Estude sempre 2. Conheça seu público 3. Tenha um propósito 4. Use as redes sociais 5. Faça parcerias

O que é marketing musical?

Como toda estratégia de marketing, o marketing musical consiste em ações para divulgar um negócio e atrair mais consumidores, tendo como base o estudo do mercado e do público-alvo.

A diferença é que no marketing musical o produto ou serviço prestado é a música e os consumidores são os fãs em potencial de um artista.

Os principais objetivos do marketing musical são:

  • Divulgar a carreira musical de um artista para encontrar o melhor público para ele;
  • Acompanhar/gerenciar o crescimento dessa carreira;
  • Ajudar na comunicação do músico com seu público;
  • Pensar no futuro de sua carreira musical;
  • Criar uma identidade musical para o artista;
  • Encontrar as melhores soluções para que o músico consiga gerar mais renda com seu trabalho.

Resumindo: o marketing musical é um conjunto de estratégias que vão desde o planejamento com antecedência de todas as ações de divulgação do artista e de sua música, até o acompanhamento dessas ações para entender o que está efetivamente funcionando e o que pode ser melhorado.

E acredite, se você é músico e quer ser conhecido em seu mercado, é preciso pensar grande. Ou seja, não há espaço para improvisos. Você precisa planejar todas suas ações antes para que seu esforço seja recompensado no final.

5 lições que podemos aprender com Kiko Loureiro

Nada melhor do que aprender sobre marketing musical com quem realmente aplica essa estratégia em sua carreira, não é mesmo?

Se você ainda não sabe de quem estamos falando, vamos dar um pequeno resumo para te atualizar.

Kiko Loureiro é um dos guitarristas mais respeitados do mundo. Com mais de 25 anos de carreira, integrou o Angra por mais de 2 décadas e é o atual guitarrista do Megadeth, uma das principais bandas da história do heavy metal mundial.

Entre um show e outro, Kiko ainda divide seu tempo entre excursionar pelo mundo e ministrar cursos sobre guitarra, marketing musical e gestão de carreiras presencialmente e online.

Mesmo que seu estilo musical não seja o rock ou o heavy metal, temos certeza de que as lições que conseguimos aprender observando a trajetória de Kiko Loureiro podem te ajudar a melhorar suas estratégias de divulgação.

Acompanhe, a seguir, 5 dicas de marketing musical:

1. Estude sempre

Aqui no blog, sempre falamos sobre estudar. Isso porque tudo está em constante evolução e, se você não quer ficar para trás, precisa se atualizar constantemente.

Com o marketing musical, não é diferente.

Porém, quando falamos de estudo nesse nicho, não estamos querendo dizer apenas sobre o estudo de seu mercado. É claro que você precisa conhecer a indústria musical a fundo para saber o que está em alta e quem são os artistas mais renomados do momento.

Mas, além disso, você também precisa estudar música.

Não é porque você já se dedicou bastante a um instrumento musical ou até mesmo ao canto que não tem mais nenhuma técnica para desenvolver.

Inclusive, você já deve ter escutado que vários artistas que queriam dar um passo maior em suas carreiras tiveram que se dedicar ao estudo da música, como é o caso de Anitta, por exemplo (para saber mais sobre a trajetória da cantora, leia nosso post que mostra o lado empreendedor de Anitta).

A música é seu instrumento de trabalho. De nada adianta fazer um ótimo marketing musical se você não tiver um serviço de qualidade para entregar.

Quando uma pessoa torna-se fã de um artista, significa que ela realmente gosta do que aquele músico faz. Então, para não decepcionar seu público e para que suas estratégias de marketing divulguem um trabalho bem feito, pratique sempre.

Além disso, vá a shows, converse com outras pessoas sobre música, entenda as tendências musicais do momento e ouça outros artistas. Como Kiko Loureiro diz: conviva com a música 24 horas.

Mas você precisa ficar muito atento para não cometer 3 erros comuns do músico:

  1. Overdose de informação: não tente aprender tudo de uma vez. Divida seu momento e aprofunde em uma técnica por vez. Torne-se uma autoridade em um tema de cada vez e organize-se para estudar.
  2. Não conhecer seus pontos fortes e fracos: conheça seus pontos fracos para tentar melhorá-los e os fortes para aprimorá-los. Gaste tempo com seus pontos fracos para que eles deixem de ser um problema.
  3. Não ter métricas: você precisa criar uma lista de exercícios e definir um tempo para estudar cada técnica musical. Quando você tem tudo organizado, o resultado final é mais claro. Por isso, coloque métricas em tudo que você fizer e que possam ser atingidas.

2. Conheça seu público

Antes de mais nada, saiba que o sucesso não está diretamente ligado ao tamanho de seu público e aos likes que você recebe em suas redes sociais, mas sim à fidelidade de sua audiência.

Se você tem um público pequeno, mas que realmente gosta de seu trabalho, ele sempre acompanhará sua carreira e acreditará no que você faz. O importante é ter um público engajado.

Por isso, conheça muito bem sua audiência e entenda o que ela quer. Ofereça músicas que façam a diferença na vida das pessoas que acompanham sua jornada.

Uma boa estratégia de marketing musical é aquela que é focada na persona e que cria ações para atingir as pessoas certas, na hora certa.

3. Tenha um propósito

Para fazer um bom marketing musical, você precisa visualizar sua carreira como um negócio. Por isso, é necessário ter metas que não sejam apenas ser o maior músico de seu país.

É claro que você pode ter como objetivo ser muito famoso e conhecido. Porém, não deixe que sua meta seja apenas essa.

Você precisa pensar sempre em criar algo significativo em seu meio e que faça a diferença para as pessoas que te seguem. Por isso a dica 2 é tão importante.

Não importa de onde você veio, você precisa visualizar aonde quer chegar.

Foque seus esforços para ser a maior referência em seu mercado. Se você toca guitarra, como Kiko Loureiro, tente ser o melhor guitarrista de sua região e, aos poucos, as pessoas começarão a te conhecer.

4. Use as redes sociais

Você já sabe que quase todo mundo está conectado na internet, não é mesmo? E as redes sociais são as preferidas da maioria dos usuários.

Se você quer fazer um bom marketing musical para atingir seu público e até mesmo divulgar seu trabalho para quem ainda não te conhece, você precisa estar presente nas principais redes sociais utilizadas por seu público.

É possível mostrar seu trabalho nesses canais de comunicação e ainda se aproximar de seus seguidores.

Com o aumento de audiência em suas mídias sociais, é possível que casas de shows, patrocinadores e até mesmo empresários queiram conhecer mais seu trabalho para estabelecer algum tipo de relação comercial e artística com você.

Mas para isso, você precisa ser reconhecido como uma referência em seu mercado. Por isso, nas redes sociais, lembre-se de sempre mostrar seu melhor trabalho e posicionar-se bem, sem entrar em discussões que possam te prejudicar e gerenciando todas suas ações nessas mídias.

5. Faça parcerias

Quando falamos de parcerias, principalmente na indústria da música, muitas pessoas acreditam que precisam conhecer os maiores produtores do momento para ter sucesso.

Se você também pensa assim, saiba que esse é um dos grandes mitos do marketing musical.

Você não precisa conhecer alguém muito famoso para começar a divulgar seu trabalho. As parcerias começam com pessoas que estão a seu redor, como:

  • Um amigo fotógrafo que pode te ajudar a fazer a capa de um EP;
  • Um designer para te ajudar a criar uma identidade visual para sua carreira;
  • Outro músico com quem você pode tocar em uma casa de shows;
  • Um youtuber com quem você pode fazer uma collab, e por aí vai.

Comece seu networking com quem está a seu redor e, aos poucos, essas pessoas podem te apresentar para outras também do meio musical.

Uma ótima forma de ampliar seu networking é participar de eventos que reúnem possíveis contatos profissionais que podem ser extremamente importantes para sua carreira.

O FIRE Festival é o maior evento de marketing digital do Brasil e acontece uma vez por ano na cidade de Belo Horizonte. Em 2018, ele será realizado nos dias 27, 28 e 29 de setembro e terá Kiko Loureiro como um de seus palestrantes.

Quer aprender mais sobre marketing musical e fazer novas parcerias? Acesse o site do FIRE Festival e garanta agora mesmo sua vaga para o evento.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.