Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Marketing para mulheres: como aplicar essa estratégia em seu negócio

Marketing para mulheres: como aplicar essa estratégia em seu negócio

O público-alvo do seu negócio é feminino? Então aprenda a fazer marketing para mulheres sem cair em estereótipos.

Em um mundo onde as mulheres foram vistas por muito tempo como pessoas inferiores aos homens, a diversidade e igualdade estão ganhando cada vez mais espaço na sociedade. E o marketing para mulheres tem um papel fundamental nessa mudança de comportamento atual.

marketing digital vem sendo um dos fortes aliados a mudar a percepção do mercado. Com o maior foco na experiência e na identificação dos consumidores, as empresas estão voltando seus esforços para criar ações e campanhas que respeitem a diversidade.

E isso é ainda mais visível nos dias de hoje, onde as mulheres conquistam cada vez mais espaço na sociedade. São muitos os exemplos que podemos ver de mulheres empreendedoras, que começam negócios do zero e transformam o rumo de suas vidas.

Nesse sentido, o marketing para mulheres está deixando de lado muitos clichês e estratégias que outrora faziam sentido. Agora, o objetivo de muitas marcas é diminuir a distinção de gênero e contribuir para a superação do machismo.

Se você tem um negócio e deseja saber como aproveitar o Dia Internacional da Mulher para impactar suas consumidoras da maneira correta, continue lendo este artigo até o fim. 

Entenda o Dia Internacional da Mulher

Diferentemente do que muitas pessoas acreditam, o Dia Internacional da Mulher não surgiu como uma data mercadológica ou como uma simples homenagem às mulheres.

 A data surgiu entre o final do século XIX e início do século XX, nos Estados Unidos e na Europa. A finalidade do movimento feminista na época, era pautado na luta por melhores condições de vida e de trabalho para as mulheres. Uma situação tão importante e atual, mesmo no ano de 2020.

Porém, foi em 08 de março de 1917 que aconteceu uma das maiores manifestações de trabalhadoras até então. Na ocasião, mulheres russas começaram a reivindicar melhores condições de vida, de trabalho e também pela entrada da Rússia na Primeira Guerra Mundial.

Essa data se tornou emblemática e, em 1970, a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou o dia 08 de março como Dia Internacional da Mulher.

A ONU decretou a data como uma maneira de lembrar e alertar a população sobre as conquistas políticas, sociais, econômicas das mulheres em todo o mundo. 

Por que fazer marketing para mulheres?

Criar estratégias de marketing para mulheres tem sido comum na agenda de diversas empresas. Mas esse tipo de estratégia não é um mero capricho, mas sim uma necessidade atual.

De acordo com uma pesquisa feita pela agência J. Walter Thompson, em 61% dos lares brasileiros, a mulher é a grande responsável pela decisão de compra, desde artigos pessoais a compras domésticas. 

Segundo pesquisa divulgada pelo site Nielsen, somente nos últimos cinco anos, o percentual de riqueza produzido por mulheres cresceu em 25% ao redor do mundo. Além disso, existe a estimativa de que aproximadamente 1 bilhão de mulheres entrem no mercado de trabalho nos próximos cinco anos. 

Somente no Brasil, 30 milhões de mulheres são responsáveis por cuidarem de seus lares, principalmente de seus filhos, sozinhas. Nesse sentido, é cada vez mais comum encontrar casos de mães empreendedoras e principalmente, o de mulheres no empreendedorismo

Atualmente, mulheres desejam ser representadas. Afinal, elas possuem o interesse de consumir produtos que estejam de acordo com seus valores pessoais e que tragam benefícios para suas famílias.

Por isso, quando decidir desenvolver qualquer estratégia de marketing para mulheres, as ações precisarão ser extremamente bem elaboradas. 

4 dicas para acertar no marketing para mulheres

Criar uma campanha de marketing para mulheres não é tão fácil quanto parece. Qualquer deslize e sua ação pode soar machista e preconceituosa, ecoando velhos estereótipos de gênero.

Para que você consiga ter sucesso em suas campanhas voltadas para o público feminino, separamos algumas dicas essenciais.

Confira!

1. Conhecer as dores do público feminino

O público feminino possui necessidades e dores bastante específicos. Por isso, para que sua produção de conteúdo converse com as mulheres, você precisa entender o que as clientes esperam da sua marca.

Ponha na balança quais as soluções que seu produto ou serviço oferecem e como eles podem ajudar essas mulheres.

Por isso, é muito importante que você crie personas para o seu negócio. Essa representação da sua cliente ideal pode ajudar o seu negócio a desenvolver soluções pensadas para os problemas que as mulheres enfrentam no dia a dia.

2. Entender que as mulheres não são todas iguais

Apesar das mulheres representarem metade da população e uma das grandes responsáveis pela decisão de compra, é fundamental entender que elas não são todas iguais.

Cada uma possui uma particularidade e necessidades distintas. Por isso, a dica anterior anda lado a lado com esta.

Para ter sucesso ao criar ações de marketing para mulheres, você precisa conhecer a fundo as mulheres que você busca impactar com seus produtos e serviços.

Descubra quais são os gostos, interesses e vontades dessas mulheres. Dessa maneira, você terá mais chances de produzir conteúdos e campanhas menos generalistas e estereotipadas.

O que nos leva para a próxima dica…

3. Fuja de estereótipos

Por muito tempo, foram criados uma série de estereótipos sobre as mulheres: o tipo ideal de comportamento, as roupas certas, os gostos corretos etc.

Quem nunca escutou que meninos usam azul e meninas, rosa? Ou que mulheres são frágeis e interesseiras?

Felizmente, com as recentes conquistas do movimento feminista, esses estereótipos vão, aos poucos, sendo desconstruídos.

Portanto, se você quer ter sucesso com a sua estratégia de marketing para mulheres, precisa fugir dos estereótipos sobre o público feminino.

Mais do que nunca, as mulheres querem se sentir valorizadas, importantes e sem qualquer tipo de rótulos relacionados às suas escolhas ou modo de vida.

Nesse sentido, suas campanhas de marketing precisam valorizar as qualidades e conquistas das mulheres.

E nunca rotule ou faça julgamentos sobre o seu público. Afinal de contas, as pessoas estão cada vez mais conectadas e se o seu negócio publicar qualquer mensagem machista e preconceituosa, pode ser visto com maus olhos pelo mercado.

4. Nunca é tarde para mudar

Se você desenvolveu estratégias equivocadas ou precisa mudar o conceito do seu negócio em relação ao público feminino, repense suas estratégias de marketing para mulheres e não tenha medo de se adequar ao novo posicionamento.

Sempre é tempo para mudar e adotar medidas mais brandas, inclusivas e sem estereótipos.

Um grande exemplo disso são os posicionamentos das principais marcas de cerveja no Brasil. Se em outra época as mulheres eram vistas como “objetos”, hoje elas são respeitadas e valorizadas como consumidoras.

E 2 coisas para evitar

Depois de anotar todas as dicas acima, é hora de conferir o que você não pode fazer na hora de criar sua campanha de marketing para mulheres.

Existem alguns erros que você precisa evitar, como:

1. Apostar no Pink Tax

Um erro que muitos empreendedores e até grandes marcas cometem é criar produtos mais caros apenas por eles serem voltados para o público feminino. 

Um exemplo disso foi o lançamento, em 2012, da “Bic for her”, uma caneta supostamente planejada para se adaptar às mãos femininas. A repercussão negativa do caso foi tamanha que a empresa retirou o produto das lojas.

Lembre-se sempre que as mulheres estão atentas e percebem quando algum produto ou serviço está mais caro justamente por ser direcionado ao público feminino.

Não arrisque a reputação do seu negócio por alguns reais a mais no fim do mês e busque engajar o público com conteúdos realmente relevantes e que valorizam a diversidade.

2. Não trabalhe rótulos

Apesar do assunto já ter sido abordado, é sempre importante reiterar a importância de não rotular as mulheres, em hipótese alguma.

Estamos em um universo onde as mulheres possuem poder de decisão igual ou até maior do que os homens. Julgar ou não levar isso em consideração ao traçar estratégais de marketing para mulheres poderá levar sua campanha à ruína.

A importância do marketing para mulheres

Se você quer inovar e se manter competitivo no mercado atual, adotar um posicionamento favorável à diversidade de gênero e às conquistas femininas é praticamente obrigatório hoje em dia.

Lembre-se que, com o poder das redes sociais, o engajamento das pessoas com as marcas está diretamente relacionado às mensagens que elas divulgam. Por isso, qualquer deslize pode colocar em risco a credibilidade do negócio.

Ao traçar ações de marketing para mulheres, desenvolva campanhas onde o respeito, a igualdade e a empatia estejam em primeiro lugar.

E para saber como os conteúdos e campanhas do seu negócio podem ajudar causas importantes para o público, confira nosso texto sobre marketing social.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.