FecharNotificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

FecharNewsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

O que é media kit e como criar o seu

O que é media kit e como criar o seu

Tutorial completo para quem está pensando em rentabilizar seu projeto digital.

Muitas pessoas que trabalham na internet, como instagrammers, bloggers, nômades digitais, YouTubers e influenciadores, precisam de anunciantes para conseguir gerar renda.

Em outras palavras, grande parte desses profissionais ganha dinheiro divulgando marcas ou produtos em seus perfis nas redes sociais, sites, canais do YouTube ou blogs.

Se você quer trabalhar como um digital influencer ou se você já atua nessa área, mas ainda não tem patrocinadores, está na hora de aprender a vender seu peixe. Afinal, é necessário convencer os anunciantes de que você é a pessoa ideal para divulgar seus produtos ou serviços, além de mostrar alguns dados importantes sobre como seu trabalho funciona.

Para isso, existe o media kit, e é sobre isso que vamos falar neste post. Continue lendo para saber mais!

O que é um media kit?

Um media kit, também conhecido como press kit, é um documento ou ferramenta comercial que uma pessoa, marca ou organização usa para demonstrar todo seu potencial para possíveis patrocinadores ou anunciantes interessados.

O principal objetivo de um media kit é mostrar de forma resumida e atrativa todas as informações necessárias para atrair clientes e convencê-los, por meio de dados, como:

  • Informações gerais sobre a marca ou pessoa;
  • Número de seguidores;
  • Percentual de engajamento;
  • Casos de sucesso;
  • Proposta única de valor e muito mais.

À primeira vista, poderíamos pensar que um media kit é como uma espécie de currículo. No entanto, não é a mesma coisa.

Um media kit é caracterizado por mostrar de forma detalhada as alternativas de publicidade que a marca ou o influenciador oferece, modalidades de parceria disponíveis e, é claro, os valores praticados.

Por exemplo:

Suponhamos que você seja um empreendedor que desenvolveu sua marca pessoal como personal shopper e, além disso, oferece em seus sites e redes sociais ebooks com dicas de moda.

Um dia, um potencial anunciante ou investidor se aproxima e pergunta: “Você pode me enviar suas diferentes formas de parceria, por favor?”.

Esse é o momento em que você terá que apresentar seu media kit que, além de te ajudar a projetar uma imagem de profissionalismo, permitirá mostrar de maneira muito concisa tudo aquilo que as marcas ou anunciantes precisam saber para tomar a decisão de trabalhar com você ou não.

Vamos explorar um pouco as vantagens de ter um media kit profissional:

Vantagens de ter um media kit profissional

  • Permite mostrar de maneira simples, visual e criativa tudo que você pode oferecer como parceiro.
  • É uma ferramenta que permite padronizar as comunicações com possíveis patrocinadores ou anunciantes.
  • É a ferramenta ideal para vender quem você é e divulgar sua proposta de valor.
  • Graças à diversidade de formatos nos quais você pode criar seu media kit, você tem a liberdade de ser criativo e mostrar sua essência e personalidade com um documento simples.

Quais informações não podem faltar em um media kit?

Entregar um media kit para um possível patrocinador ou anunciante é uma oportunidade de ouro que, como empreendedor digital, você deve saber aproveitar.

É importante que o media kit inclua a informação necessária para que quem o revise possa entender claramente quem você é, o que faz e o que propõe.

Mas, também, é necessário cuidar do tamanho do arquivo para que ele não seja muito longo e entediante.

Por esse motivo, reunimos as principais informações que não podem faltar em seu media kit.

Veja quais são:

1. Quem você é ou sobre o que trata sua marca

É importante começar seu media kit explicando quem você é ou sobre o que trata sua marca.

Lembre-se de ser conciso e direto ao escrever essa introdução. Tente ser breve e pense muito bem nas frases que você vai colocar, já que as primeiras linhas são decisivas para que a pessoa que esteja lendo continue interessada.

2. Qual é sua missão e seus valores

Seus princípios, missão e valores são muito importantes, já que as empresas, geralmente, buscam apoiar projetos ou pessoas que compartilham das mesma filosofia e objetivos.

Por exemplo:

Se um de seus principais objetivos é ajudar as pessoas a adotarem hábitos de vida saudáveis, você acha que seria lógico conseguir patrocínio ou anunciar marcas de cigarros ou álcool?

Deixar isso muito claro te ajudará a encontrar patrocinadores ou anunciantes que correspondam à missão e aos valores que caracterizam seu projeto.

3. Qual é seu nicho de mercado

Em qual nicho de mercado você atua?

Essa é outra das informações que não podem faltar em seu media kit.

Empresas, anunciantes ou patrocinadores precisam saber se o público deles coincide com o seu, pois, do contrário, estariam jogando dinheiro fora.

4. Quem é seu público

Seguindo a mesma lógica do item anterior, coloque uma breve descrição de seu público que inclua dados como a procedência de seus visitantes, idade média, sexo, país, interesses, nível econômico, produtos ou serviços que possam interessá-los.

Se você tem uma persona definida, pode incluí-la!

5. O que faz você se distinguir dos outros

Você sabe o que te faz ser único e especial para os outros?

Essa é a hora de brilhar e mostrar todas suas medalhas!

É fundamental oferecer uma proposta de valor única para conseguir anunciantes e parcerias com marcas.

Lembre-se de que, assim como você, há muitos empreendedores que também esperam conseguir contratos com marcas e anunciantes. Por isso, não perca essa oportunidade de mostrar seu verdadeiro valor.

6. Quantos seguidores você tem

O número de seguidores é um dado que não pode faltar ao apresentar um media kit. A razão para isso é porque esse é um indicador que pode ajudar as marcas ou anunciantes a terem uma ideia do impacto que seu trabalho pode ter como influenciador ou parceiro.

Seja muito sincero ao colocar seu número de seguidores e evite cair em fraudes como, por exemplo, comprar seguidores falsos apenas para impressionar.

Talvez, você não tenha um milhão de seguidores no Instagram, mas temos certeza de que, se seu conteúdo for realmente valioso e de qualidade para um determinado público, as marcas ou os anunciantes terão interesse em trabalhar com você.

Uma boa estratégia para aqueles que não têm tantos seguidores é mostrar outros dados que sejam relevantes, como:

  • A comunidade que segue seu conteúdo ou sua marca;
  • O crescimento experimentado desde que você começou seu projeto;
  • O percentual de engajamento em suas publicações.

7. Algumas estatísticas e recordes

Isso não se trata de encher seu media kit com números e porcentagens para impressionar. Como mencionamos anteriormente, não importa que você tenha poucos seguidores, o importante é que eles sejam eficazes.

Então, pegue seus números mais favoráveis e coloque-os de forma visível em seu documento.

Por exemplo:

  • Número de inscritos;
  • Número médio de visitas;
  • Quantidade de seguidores no Instagram;
  • Fãs no Facebook;
  • Dados de publicações bem-sucedidas;
  • Tempo que os usuários permanecem em suas páginas.

8. Parcerias que você já realizou

Você já fez parcerias anteriores com outras marcas? Destaque-as!

Nessa parte de seu media kit, você deve falar sobre outras marcas que confiaram em seu trabalho. Você pode mencioná-las, colocar prints do trabalho realizado ou, ainda, adicionar depoimentos reais.

Dessa forma, os anunciantes ou parceiros poderão ter uma ideia muito mais clara de como você trabalha e o impacto que você tem na rede.

9. Casos de sucesso

Os casos de sucesso darão à sua marca mais poder e confiança. Se você fez algum trabalho que foi considerado um caso de sucesso, não se esqueça de destacá-lo em seu media kit.

10. Tipos de parceria que você realiza e espaços que oferece para anunciar

Esse é o momento de começar a trabalhar e explicar claramente o que você oferece:

  • Anúncios em banners;
  • Posts no Facebook;
  • Posts no Instagram?

Ofereça aos anunciantes suas modalidades de trabalho.

11. Preços e tarifas

Essa é uma informação que você nunca pode esquecer!

Deixar claro, desde o início, o preço de seu trabalho é importante para evitar que ambas as partes percam tempo.

Se o anunciante não se encaixa em seu orçamento ou simplesmente não está disposto a pagar o valor estipulado, é hora de virar a página e ver outras possibilidades.

12. Regras gerais para parceiros

Aqui encontram-se as condições de pagamento, o tempo estabelecido para preparar as publicações, os direitos e deveres do anunciante.

Essa seção é sua última chance de deixar tudo muito claro e esclarecer todas as dúvidas.

Por último, encerre o documento com um call to action e termine de convencer o leitor sem esquecer seus dados de contato.

Como criar um media kit?

Consiga os dados

O primeiro passo que você deve fazer para começar a criar um media kit é coletar todas as informações que você colocará nele.

Sugerimos que você comece a partir de dados estatísticos para descobrir seus pontos fortes e dados importantes que podem ser incluídos.

Depois, comece a escrever o que seria a apresentação, a missão, os valores, as possibilidades de parceria e os outros tópicos necessários.

Use ferramentas como o Google Analytics, Youtube Analytics ou as próprias estatísticas do Facebook e do Instagram para descobrir dados interessantes sobre sua marca, como:

  • Número de seguidores;
  • Posts bem-sucedidos;
  • Interação mensal;
  • Porcentagem de engajamento;
  • Segmentação;
  • Número de visitas.

Escolha o formato para apresentar seu media kit

Há muitas maneiras de apresentar um media kit. Algumas marcas ou influenciadores o hospedam diretamente em uma seção de seu site, outros em slideshare, powerpoint, vídeo ou PDF. Tudo dependerá de seu gosto e habilidade.

É necessário enfatizar que esse tipo de documento deve ser enviado em formatos fechados, ou seja, que não podem ser modificados. Assim, você evitará que seus dados sejam alterados e que o conteúdo se mova do local quando enviado.

Se você acha que não é capaz de criar um media kit profissional e atrativo, não se desespere!

Nesse caso, você pode avaliar a opção de pedir a um profissional de design freelancer para te ajudar a criar o media kit perfeito.

Comece a projetar

O layout é tão importante quanto o conteúdo, quando se trata de apresentar um media kit a um patrocinador ou anunciante. Portanto, tente selecionar um layout que seja intuitivo e facilite a leitura.

Inclua imagens, infográficos ou ilustrações que dinamizam um pouco o documento.

Na internet, você pode encontrar plataformas gratuitas para criar seu próprio media kit que disponibilizam muitos recursos e modelos com imagens interessantes, como o Canva.

Essa é uma das melhores plataformas para criar projetos online, e o melhor é que você não precisa ser um especialista em design gráfico para criar apresentações originais e 100% profissionais.

Você não acredita?

Então, confira esse tutorial super fácil no qual ensinamos a criar o media kit perfeito no Canva:

Tutorial para criar um media kit no Canva

  1. Crie uma conta no Canva para começar a projetar seu próprio media kit.
  2. Escolha um plano de fundo entre os vários modelos. Este é um dos passos mais divertidos! Você pode selecionar modelos previamente desenhados e gratuitos do Canva ou também criar um modelo personalizado adicionando as cores de sua marca e logotipo.
  3. Selecione a fonte e comece a adicionar todo o texto. Você pode misturar fontes diferentes para torná-lo muito mais atrativo!
  4. Adicione imagens, gráficos, infográficos, ilustrações personalizadas, ou escolher o que quer na biblioteca de imagens oferecidas pela plataforma.
  5. Salve e compartilhe.

Agora que você sabe como criar um media kit, é hora de começar a colocar a mão na massa para trabalhar e preparar o seu.

Lembre-se de que essa é uma ferramenta muito importante que permitirá que você rentabilize seu trabalho como blogger, digital influencer, instagramer, youtuber ou qualquer que seja sua proposta de negócio.

Esperamos que este conteúdo tenha sido muito útil para você! E se você está pensando em começar sua carreira como um digital influencer agora, confira nosso post que ensina como se tornar um digital influencer.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.