Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Minicurso Hotmart

Você é professor?

Já tem conteúdo para ensinar?

Comece 2019 com o pé direito e sendo dono de seu próprio negócio.

Aprenda a criar seu curso online de forma gratuita.

QUERO ACESSAR O MINICURSO
Fechar Hotmart Start

¡Hotmart ha llegado a México y queremos encontrarnos contigo en un momento increíble!

México ¡Me interesa!

O que é merchandising e como aplicá-lo em seu negócio?

O que é merchandising e como aplicá-lo em seu negócio?

Entenda como funciona essa estratégia de marketing.

O merchandising é uma estratégia de marketing muito comum aplicada a qualquer tipo de negócio, seja ele online ou não.

Porém, ele ficou ainda mais conhecido depois do aumento de pessoas que trabalham na internet.

Isso porque, no mercado digital, é preciso utilizar todos os tipos de estratégias de marketing possível para chamar a atenção de clientes em potencial.

Afinal, apesar da procura por produtos e serviços ser muito grande, a oferta também é alta.

Se você começou a empreender no mercado online agora e quer aprender mais técnicas para divulgar seus produtos ou serviços, continue a leitura.

Nesse post, vamos falar sobre o conceito de merchandising, além de mostrar quais são os tipos de mercham existentes e como aplicá-los na prática.

Com este guia, você conseguirá compreender melhor essa estratégia e entenderá sua importância para o crescimento de um negócio.

O que é merchandising?

O merchandising consiste em um conjunto de estratégias que visam a promoção e venda de produtos tanto dentro quanto fora do ponto de venda.

São dois os objetivos centrais:

  1. Garantir a venda dos produtos;
  2. Atrair novos clientes para a marca.

Ou seja, trata-se, em resumo, de um conjunto de técnicas para divulgar um produto ou serviço para clientes em potencial de maneira assertiva.

Há 3 maneiras principais que o mercham pode ocorrer:

1. Dentro do ponto de venda

Aqui, estamos falando da organização dos produtos dentro do ponto de venda, ou seja, em um local físico no qual os clientes vão para efetuar uma compra.

Os itens para venda devem ser dispostos seguindo um padrão lógico de atração.

Por exemplo:

Se estamos em um supermercado, produtos pequenos devem estar próximos aos caixas. Isso porque doces e guloseimas, geralmente, são comprados mais por impulso do que por necessidade.

Por isso, se eles estão próximos do momento em que os clientes já estão prestes a finalizar a compra, é provável que esse tipo de produto atraia mais a atenção das pessoas do que se eles estivesse em prateleiras no interior do supermercado misturadas com outros itens.

Além da boa disposição dos produtos, a iluminação também deve ser adequada.

Cartazes promocionais, com cores em destaque, podem e devem ser inseridos em pontos estratégicos. Tudo isso para que os clientes se sintam atraídos e sejam induzidos a realizar uma compra.

2. Fora do ponto de venda

Se engana quem pensa que o merchandising está limitado ao ponto de vendas. Na verdade, é no ambiente exterior que ele ocorre com maior intensidade.

Exemplo claro disso é o mercham em programas de televisão.

Quando os atores em uma novela conversam sobre determinado produto, evidenciando suas qualidades, os telespectadores são induzidos de forma automática e instantânea a pensar que aquele determinado produto é bom, o que pode levar à compra.

A publicidade hoje em dia é muito mais sutil do que antigamente.

3. No ambiente virtual

O merchandising está ganhando o espaço no ambiente virtual.

Exemplos disso são a elaboração de uma página de vendas atrativa ou a utilização de posts patrocinados em sites diferentes daqueles que o empreendedor digital utiliza.

Esse tipo de estratégia é muito interessante para o mercado digital porque potencializa o número de vendas de produtos, além de ajudar na captação de novos clientes.

Tipos de merchandising

Existem, basicamente, dois tipos de merchandising: o visual e o editorial.

Vamos falar um pouco sobre cada um deles e mostrar suas características distintivas.

Merchandising visual

Dentro do merchandising visual encontramos estratégias que visam destacar o produto dentro do local de vendas, seja em uma loja física ou virtual.

São técnicas que apelam para o visual, para a estética, a fim de chamar a atenção dos clientes em potencial por causa da aparência de um determinado produto.

Cores, formatos e tamanhos influenciam bastante na experiência de compra.

Cores quentes, por exemplo, estimulam o cérebro do consumidor, despertando o interesse e atenção. Então, pode ser que mesmo sem conhecer todos os benefícios de um determinado produto o consumidor faça a compra por se sentir atraído pelo que ele vê.

Uma maneira de utilizar o mercham visual é utilizando banners e cartazes promocionais bem chamativos, instalados em pontos estratégicos da loja física ou do site da empresa.

Quanto mais vibrante e destacado o material publicitário, melhores os resultados obtidos.

E acredite: todos os aspectos visuais da empresa influenciam no merchandising. Isso vale para a fachada da empresa, a logomarca, o layout do site, o uniforme dos funcionários (quando for uma loja física), o menu e muito mais.

Para atrair um cliente visualmente, todos os detalhes importam.

Merchandising editorial

Já o merchandising editorial está relacionado ao texto, ou seja, à forma como o produto é apresentado em canais externos, como em comerciais, inserções dentro de novelas e programas de televisão e posts patrocinados.

Contratar um digital influencer para falar bem de um produto é uma ótima estratégia de merchandising editorial no mercado online. Essa é uma prática comum utilizada por muitas marcas para se fazerem conhecidas por públicos diferentes.

Isso porque as pessoas estão cada vez mais acompanhando perfis no Instagram e canais no YouTube por se identificarem com as pessoas por trás daquelas redes sociais.

Então, nada melhor do que usar a influência dessas pessoas para divulgar seu negócio, não é mesmo?

Um exemplo claro de merchandising editorial na internet são os que podemos encontrar no canal da youtuber Jout Jout. Ela consegue divulgar produtos e serviços para seus seguidores sempre de maneira engraçada, mas com um toque de persuasão. Confira:

Esses são apenas alguns exemplos de merchandising visual e editorial.

Conforme mencionamos, essa é uma estratégia de marketing completa, que envolve uma série de medidas que podem ser implementadas pela empresa.

As ações escolhidas dependem do que você oferece e o público que quer alcançar.

Como fazer um bom merchandising?

Você agora deve estar se perguntando:

Mas, afinal de contas, como fazer um bom mercham para alcançar grandes resultados?

A seguir, separamos 10 dicas que vão ajudar na construção dessa estratégia de divulgação:

Índice
  1. Pense nas necessidades de seu público
  2. Crie uma lista com melhorias que podem ser aplicadas
  3. Observe o que outros negócios do seu nicho estão fazendo
  4. Tenha uma identidade visual bem definida
  5. Se necessário, conte com a ajuda de um profissional
  6. Utilize estratégias de marketing sazonal para divulgar seus produtos
  7. Tenha objetivos claros ao traçar suas estratégias
  8. Meça seus resultados
  9. Peça feedback
  10. Reduza a burocracia ao máximo

1. Pense nas necessidades de seu público

Como já citamos neste post, o foco de suas estratégias deve estar sempre na experiência do cliente, respeitando suas necessidades e demandas.

Por mais que a empresa seja capaz de criar tendências, é fundamental estar atento aos anseios do consumidor.

Por isso, pesquise suas necessidades e ofereça soluções que eles realmente procuram. E na hora de preparar o merchandising de um produto, pense no que sua persona gostaria de receber.

Além disso, não crie estratégias intrusivas. Suas ações de marketing devem buscar sempre agregar valor para os clientes em potencial.

2. Crie uma lista com melhorias que podem ser aplicadas

Você já deve ter escutado que nada é tão bom que não possa melhorar. Em se tratando de negócios, essa regra faz todo sentido do mundo.

É preciso investir em melhorias contínuas, principalmente aquelas que ajudem no objetivo de divulgar e vender mais seus produtos.

Isso vale não apenas para a loja física, mas também para o site da empresa e um e-commerce.

Faça uma lista com todos os itens que podem ser repensados e melhorados, além das estratégias de divulgação que tiveram efeito e aquelas que podem ser aprimoradas.

Procure por falhas e resolva problemas tanto em termos de linguagem como posicionamento dos itens, copy e imagens usadas em seus anúncios.

3. Observe o que outros negócios do seu nicho estão fazendo

Para aplicar bem a estratégia de merchandising é interessante começar a olhar para a concorrência.

O objetivo não é copiar outras empresas, mas sim identificar as estratégias que estão sendo aplicadas e procurar estar sempre à frente.

4. Tenha uma identidade visual bem definida

Lembra quando falamos da importância de trabalhar o visual do seu negócio em todos seus aspectos?

Tenha uma identidade visual bem definida, que reflita os valores da empresa, os produtos comercializados e a visão de negócio.

Quanto mais diferenciada for a identidade visual, melhor será a imagem formada na mente dos clientes.

O mercado está repleto de empresas vendendo produtos similares. Se destacar no meio da multidão é indispensável para vender mais.

5. Se necessário, conte com a ajuda de um profissional

Como melhorar a identidade visual do seu negócio, conseguir o melhor posicionamento dos produtos dentro da loja, criar anúncios poderosos e veiculados nos canais de comunicação mais adequados?

Se você não sabe como executar essas ações, a melhor opção é depositar confiança em profissionais especializados nessas áreas.

Pode ser que seja necessário contratar analistas de marketing, decoradores e designers para conseguir explorar todo o potencial de seu merchandising.

Pense, por exemplo, na experiência do cliente dentro do site de sua empresa. Sem um design de qualidade, é praticamente impossível que a experiência seja agradável.

6. Utilize estratégias de marketing sazonal para divulgar seus produtos

As estratégias de marketing sazonais são aquelas pensadas para períodos específicos do ano, por exemplo, datas comemorativas e semanas especiais, como a black friday.

Muitas empresas caem no erro de formular estratégias de marketing únicas para o ano todo e acabam perdendo o potencial das datas especiais.

Pode ser que, nessas datas, o investimento seja maior. Mas se você trabalhar corretamente todas suas ações, o retorno é promissor.

Existem muitas épocas do ano que merecem atenção especial por parte do empreendedor.

A divulgação sazonal dos produtos garante resultados melhores, uma vez que o foco muda do geral para o específico.

Você pode criar ofertas, promoções e eventos especiais. Tudo depende de sua área de atuação e, é claro, o público que você quer atingir.

7. Tenha objetivos claros ao traçar suas estratégias

No momento de definir as estratégias de marketing, você deve ter objetivos muito bem definidos.

Não é possível pensar em ações de merchandising de qualidade quando suas metas estão confusas ou, pior ainda, quando você não tem um objetivo para atingir.

Por isso, antes de pensar nos tipos de divulgação que você fará, pense nos resultados que você quer atingir. Só assim será possível planejar estratégias assertivas para seu negócio.

8. Meça seus resultados

Todo negócio, desde os pequenos até os maiores, gera dados. E essas métricas devem ser acompanhadas de perto e analisadas de forma comparativa.

Não estamos falando apenas da receita bruta e líquida da empresa, mas de diversos resultados.

Quer um exemplo?

É importante saber quantos produtos são vendidos para que determinado resultado seja alcançado.

Pode ser que a empresa esteja vendendo muito e ganhando pouco. Ou pode acontecer o contrário: as vendas são qualificadas e o lucro é alto, mesmo que com baixo número de vendas.

Outra métrica que deve ser observada diz respeito à fidelização de clientes.

Você sabe quantos clientes novos e quantos recorrentes você tem?

Saber essa resposta é fundamental, afinal, vender para um cliente fidelizado é muito mais fácil do que para um novo cliente.

Se você fizer uma estratégia de merchandising visual, vale a pena estudar os resultados de venda de um produto após realizar mudanças em sua posição física na loja. Isso te ajuda a entender se mudar o posicionamento para cada item realmente ajudou no progresso de vendas.

9. Peça feedback

Quer fazer um bom mercham?

Está na hora de consultar a opinião de quem mais importa: seus clientes.

Pedir feedback é indispensável para compreender a experiência do consumidor, entender suas necessidades e grau de aceitação das estratégias implementadas.

O feedback ajuda o empreendedor a entender melhor tanto seu consumidor quanto sua empresa.

Sem falar que o consumidor moderno gosta de se sentir participante e não apenas um cliente avulso. Ou seja, quando ele entende que você se preocupa com o que ele pensa a respeito de um produto ou ação de marketing, ele sente que você realmente tem interesse em manter um relacionamento com ele.

10. Reduza a burocracia ao máximo

De nada adianta colocar os produtos certos nos lugares certos, se o procedimento para a compra for burocrático e demorado.

É importante que o consumidor consiga realizar uma compra de forma rápida e simplificada. Isso vale tanto para as lojas físicas quanto para as lojas virtuais.

Todos os canais de venda devem ser otimizados.

Em se tratando de e-commerce, o site deve ser rápido, com formulários simplificados e informações claras.

Já as lojas físicas devem oferecer pessoal e caixas em quantidade compatível com o volume de clientes atendidos. Nada de deixar os clientes esperando na fila.

Qual é sua estratégia de marketing?

Como você percebeu, o merchandising é uma estratégia de marketing poderosa que permite ao empreendedor não apenas vender mais, como também captar novos clientes e divulgar sua marca para quem ainda não a conhece.

Essa é apenas uma das estratégias de marketing existentes. É claro que existem muitas outras que podem e devem ser exploradas.

Para escolher a melhor ação para divulgar seu negócio, tenha sempre como foco seu público, os objetivos que você quer alcançar e, é claro, o produto que você está oferecendo.

Quer conhecer outras estratégias de divulgação?

Separamos um post com 11 estratégias de marketing para atrair clientes que você pode conferir agora.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.